Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** Participe da estreia do filme AZUL ESCURO - Você pode ser o convidado especial do Cruzeiro.Org ***
Cruzeiro.Org - 25 anos



Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul
Joao Duarte, engenheiro escreve periodicamente no Cruzeiro.Org

15/12/2018 | Joao Duarte
Relacionamento entre cruzeirenses e atleticanos

Normalmente a relação é envolta de paixão, mas, racionalmente, se discutirmos a relevância dentro das 4 linhas eles acabarão apelando

Mundo Azul,


Histórias que mostram as reações nos momentos de dificuldade ? - O caso mais interessante na minha terra era protagonizado pela minha prima Leda Utsch Carneiro Costa de Oliveira e o grande Bahia, responsável pela coleta de lixo em Conceição do Mato Dentro - MG.
Nas raras vezes que o Cruzeiro perdia as partidas, Bahia passava até 2 vezes por dia na porta da casa da Leda e gritava por cima dos ombros para os seus auxiliares que o time dele tinha surrado a raposa, que é isto e aquilo. Leda saia e o cumprimentava secamente, com o educado, bom dia Bahia...vá ver se estou lá na esquina e seguia a vida.
Mas, bom mesmo era quando o Cruzeiro vencia... Ela sabia de antemão que não iria ter coleta de lixo no dia seguinte, nem no dia subsequente. Bahia escolhia rotas alternativas para não cruzar o caminho da Leda, mas, não tinha como postergar mais do que isto. Duro era ter que recolher os sacos de lixo acumulados ao lado do mastro improvisado onde Leda pendurava a bandeira do Cruzeiro. E não raro era ver o Bahia e seus auxiliares reclamarem das lambadas que a bandeira solta lhes dava...sendo ainda obrigados à audição do hino do Cruzeiro, no volume mais alto que as caixas de som potentes dela conseguiam emitir. Toda véspera de decisão, a coleta do lixo ganhava contorno pouco amistoso, era uma confrontação verbal em alto estilo.
Bahia sempre dizia que o time deles iria ganhar, que era macuco no embornal, etc e tal... Leda, sempre fazia o contra-ponto, usando a célebre expressão : triste ilusão de cacarejante emplumado.
Leda falava que eles só ganhavam os títulos mineiros na base da roubalheira e que assim mesmo a vantagem fora constituída no tempo do amadorismo, quando se amarrava cachorro com linguiça ou senão nos tribunais da FMF, até hoje um feudo de cacarejantes emplumados do tipo mais doente... Ela nunca se esquecia de citar que tinha um primo que morava no Prado, numa casa perto da residência do Coronel José Guilherme (que por longo tempo comandou a FMF), que chegava a hastear a bandeira horrorosa do rival quando acontecia uma vitória, seja de que importância fosse.
Leda tem memória prodigiosa e se lembrava das falcatruas atleticanas e suas artimanhas para conquista de títulos nos anos 30, 40 e 50... E não deixava de ter razão. A diferença de poder econômico era gritante. O time atleticano gostava de se dizer da massa, mas, sempre foi o time da ELITE Belo-horizontina, tanto isto é verdade, que o último reduto a cair na disputa entre as torcidas foi o perímetro da avenida do Contorno.
E quando falava nas conquistas regionais, nacionais ou internacionais Leda nem perdia tempo...o sarro comia solto.
Leda até que sofria um pouco nas derrotas, mas, o Bahia apelava e a meninada cruzeirense disto se aproveitava, cantando as músicas da época, tiravam o cidadão do sério e no final das contas, ele acabava rindo...ô tempo bom gente.
Mais recentemente na última conquista do título mineiro de 2018, um causo inusitado aconteceu em Lagoa Santa. Os meus primos Alisson e Douglas Duarte de Andrade, foram comigo para o Mineirão. Na viagem de ida, ambos estavam preocupados porque a mãe deles (Laninha Duarte), que estava falando pelos cotovelos que eles iriam ao campo colher derrota e esbanjava confiança após a vitória de 3 x 1 no jogo de ida.
Mas, o Cruzeiro foi campeão e ao pressentir o que iria acontecer ela se escondeu no quarto escuro e só saia de lá depois que os filhos saiam para o trabalho... e só falou com eles uma semana depois...
Claro que errar é humano, mas, comemorar título antes da hora é coisa de atleticano...

Normalmente a relação é envolta de paixão, mas, racionalmente, se discutirmos a relevância dentro das 4 linhas eles acabarão apelando , porque de fato e direito o cartel de títulos do Cruzeiro é incomparavelmente muito mais diversificado que o deles :

1) Mundiais : Cruzeiro 0 x 0 Atlético-MG
Finais de Mundiais : Cruzeiro 2 x 0 Atlético-MG
2) Copa Libertadores : Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG
Finais de Copa Libertadores : Cruzeiro 4 x 1 Atlético-MG
3) Copa Mercosul : Cruzeiro 0 x 0 Atlético-MG
Finais de Copa Mercosul : Cruzeiro 1 x 0 Atlético-MG
4) Supercopa dos Campeões da Libertadores : Cruzeiro 2 x 0 Atlético-MG
Finais da Supercopa da Libertadores : Cruzeiro 4 x 0 Atlético-MG
5) Copa Sul-Americana : Cruzeiro 0 x 0 Atlético-MG
Finais de Copa Sul-Americana : Cruzeiro 0 x 0 Atlético-MG
6) Recopa Sul-Americana : Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG
Finais da Recopa Sul-Americana : Cruzeiro 3 x 1 Atlético-MG
7) Copa Ouro da Conmebol : Cruzeiro 1 x 0 Atlético-MG
8) Copa Masters da Conmebol : Cruzeiro 1 x 0 Atlético-MG
9) Copa Conmebol Sudamericana : Cruzeiro 0 x 2 Atlético-MG
Finais da Copa Conmebol Sudamericana : Cruzeiro 0 x 3 Atlético-MG
Títulos Internacionais : Cruzeiro 7 x 4 Atlético-MG
Finais Internacionais : Cruzeiro 16 x 6 Atlético-NG

xxxxxxxxxxxx-------------xxxxxxxxxx------------xxxxxxxxxxx

10) Campeonato Brasileiro : Cruzeiro 4 x 1 Atlético-MG
Finais do Campeonato Brasileiro até 2002 : Cruzeiro 5 x 4 Atlético-MG
Vice-Campeonatos (era Pontos Corridos) : Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG
11) Copa do Brasil : Cruzeiro 6 x 1 Atlético-MG
Finais da Copa do Brasil : Cruzeiro 8 x 1 Atlético-MG
12) Copas Regionais : Cruzeiro 3 x 0 Atlético-MG
Finais das Copas Regionais : Cruzeiro 4 x 0 Atlético-MG

Conquistas Nacionais: Cruzeiro 10 x 02 Atlético-MG
Finais Nacionais : Cruzeiro 14 x 6 Atlético-MG
Conquistas Regionais: Cruzeiro 3 x 0 Atlético-MG
Finais Regionais : Cruzeiro 4 x 0 Atlético-MG

xxxxxxxxxxxxx-------------xxxxxxxxxxx==========-xxxxxxxxxxx

13) Campeonatos Mineiros (1958 a 2018) : Cruzeiro 30 x 26 Atlético-MG
14) Campeonatos da Cidade (1915 a 1957): Cruzeiro 09 x 19 Atlético-MG

Conquistas Estaduais : Cruzeiro 39 x 45 Atlético-MG

☻ TOTAL GERAL DE CONQUISTAS OFICIAIS DE PRIMEIRA DIVISÃO :
Cruzeiro 59 x 51 Atlético-MG

CONCLUSÃO : Se desconsiderarmos deste processo os campeonatos estaduais a diferença é realmente abissal. Sei que os amigos atleticanos ficarão chateados, mas, creio que lhes restará apenas gargantear sobre outras valências nas mesas de bar pelos próximos anos...

☻ Homenagens desta coluna para antigos comentaristas do Cruzeiro.Org: PJ Raposão, Carlos H. C Campos (nosso ponta de lança em Resende-RJ), Jerônimo Lopes (nosso Eddie Veder carioca), Beth Makennel (a poetisa itabirana), Dr. Olecram (famoso causídico de Poços de Caldas), Is@ac Mirai (o trombeteiro de Guarapari), Hermes Freitas (nosso vermelho inflamado de Divinópolis), Ivan Pinto (correspondente nos EUA), Elias Guimarães (rei de Mariana, onde desfilava cátedra na LE da JUMA), completo a lista com meus primos Chiabi Jr, e Zuloobas,,, turma sangue azul que sustentou muitos debates aqui. E para treinador deste time não poderia deixar de convocar o grande RDish ou Ricardo Barbosa, o cara que manda prender e soltar na área de TI.

☻ As homenagens Especiais desta coluna tem a ver com a minha querida Conceição do Mato Dentro : Os citados nesta coluna Laninha, Douglas e Alisson Duarte de Andrade, o mestre Bahia (pai de Toco, Ederval = Tim Maia e do Bahia II ou Sômar, que aliás é o cantor de ópera no coral do Matozinhos, onde atua como tenor ao lado do famoso soprano filho de Geraldo Florzinha) e Leda Carneiro, além dos meus outros queridos primos da família Santana Duarte, filhos de Inhozinho e Elza: Edmilson (Walquiria), Gilda (Valdir), Joaquim ou Kinkas, Leila Gilmara (Joaquim Duarte, meu irmão querido e aniversariante também desta semana), Dalmar (Fabrícia), Joelza (José Nilton), além dos primos Samuel e Sarinha (herdeiros do Dalmar), João Pedro Duarte Lage e Socorrinho (do clã de Gilmara, minha prima cunhada que é aniversariante desta semana) e Heloísa (a linda filha do primo Kinkas).

Cruzeiro, Cruzeiro Querido...Tão Combatido, Jamais Vencido

Joao Duarte
joaochiabi@globo.com

Leia também as colunas anteriores Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 pyxis | BHZ | 16-12-18 22h12min
Minha teoria é muito simples. Pratico-a desde SEMPRE... desde que me entendo por gente, na adolescência, nos colégios recheados de frangas, mesmo antes de ganhar a primeira Libertadores... a partir do PENTA MINEIRO e TETRA MINEIRO entre 1965 e 1974.
Vamos falar de títulos?
O 6a1o, após o Mineirão, NUNCA foi páreo. SObreviveram de relinchos e latidos da mídia.
Dar ideia para este povo é rebaixar ao nível deles... os cães ladram.
Cruzeirense que dá trela para este povo perde tempo.
 Joao Duarte | Vit�ria | 17-12-18 09h28min
Evandro,
Talvez você tenha razão de agir assim, porque não gosta de conviver com o contraditório. Tenho irmãos, tios, primos, sobrinhos que são cacarejantes emplumados. Convivo com eles, então, faço desta coisa da rivalidade um ponto de contato para nos mantermos unidos. Se discute e tira sarro. Eles normalmente apelam, mas, isto também faz parte. Mas, gosto da resenha e no final dos dias cada um vai para sua casa e segue adiante... O futebol é uma coisa realmente incrível.
 Celeste  | Sorocaba-Itajub� | 17-12-18 10h50min
Apesar do disparate entre os clubes no quesito sala de troféus, eu me divirto um pouco com essa rivalidade. Eu moro fora do estado e por essas bandas não existe zebrados. Interajo com alguns via FB.
 pyxis | BHZ | 17-12-18 21h45min
João Duarte e sua régua mágica de medir os outros...
Dá até nome de livro.
Você tem noção da convivência que tenho com parentes galináceos?
SUA régua, seus conceitos...
Não meça a mim com ela... você consegue entender isto?
Você já viu alguma coisa de algum parente meu franga nas redes sociais? Isto chama-se respeito... isto chama-se ser coerente e tratar editorias diferentes de formas diferentes... mas tem gente que não consegue distinguir isto na política, futebol e religião.
 pyxis | BHZ | 17-12-18 21h49min
Dra. Celeste, mais do que me divirto...
Embora algumas pessoas não entendam...
Não perco meu tempo com franga discutindo títulos... é rebaixar DEMAIS pra gente que NÃO RESPEITADA o título da Taça Brasil e vivia falando de estrelinha... aí o Cruzeiro ganhou em 2003 e até os simpatizantes do Cruzeiro entraram na conversa deles...
Ainda bem que alguns dentro do Cruzeiro adotaram DUAS ESTRELAS...
Não perco tempo com este povo (dos dois lados!), mas me divirto muito (dos dois lados!).
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
19/01 - 21h05 [2 coment.]
Cruzeiro vence Guarani, em Divinópolis, na estreia do Mineiro 2019 

19/01 - 08h28 [0 coment.]
Toque di Letra - Com reajuste, Mineiro pagará R$ 38,5 milhões 

18/01 - 19h21 [0 coment.]
Primeira Liga fora do calendário de 2019 teve morte anunciada 

18/01 - 17h11 [0 coment.]
Cruzeiro divulga numeração fixa para 2019 com a ´10` sem dono 

18/01 - 07h59 [0 coment.]
Cruzeiro divulga preços de ingressos para jogo contra Patrocinense 

18/01 - 06h36 [0 coment.]
Cruzeiro é eliminado nos pênaltis na Copa SP de Juniores 2019 

17/01 - 19h49 [0 coment.]
Cruzeiro tem dois suspensos para a estreia no Mineiro´19 

17/01 - 18h31 [0 coment.]
Campeão da Copa do Brasil pode receber 70 milhões em premiação 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org® 1999-2019 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster