Por que tão pouco público no Mineirão?

Por Jorge Angrisano Santana | Em 31 de outubro de 2014

O público médio do Brasileiro 2014, até a 31ª rodada é de 15.774, com ocupação de 39∞ dos lugares oferecidos.

O público doméstico de cada clube é este:

1º São Paulo 28.110 /// 2º Corinthians 27.800 /// 3º Flamengo 27.138 /// 4º Cruzeiro 26.456 /// 5º Internacional 20.832 /// 6º Grêmio 19.966 /// 7º Fluminense 18.124 /// 8º Palmeiras 17.618 /// 9º Sport 14.608 /// 10º AtléticoMG 13.877 /// 11º Bahia 13.270 /// 12º Botafogo 12.636 /// 13º Coritiba 11.550 ///  14º AtléticoPR 11.427 /// 15º Vitória 10.064 /// 16º Chapecoense 9.702 /// 17º Criciúma 9.632 /// 18º Santos 8.560 /// 19º Figueirense 7.646 /// 20º Goiás 6.655.

O público do Cruzeiro é satisfatório?

Por que a média do Maior de Minas não chega nem à metade dos sócios do futebol do clube?

Com esse nível de fidelidade, a diretoria conseguirá manter elencos de primeiro nível?

Mariana Resende: “A atmosfera positiva voltou”

Por Jorge Angrisano Santana | Em 30 de outubro de 2014

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do CRUZEIRO 1×0 SANTOS, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil 2014, às 22h de 29out14.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Cruzeiro fez ótima partida, na parte tática, pela imposição desde o inicio. O 1º tempo foi melhor do que o 2º. Não que o time tenha deixado de atacar, mas porque o Santos saiu pro jogo, mostrou qualidade e causou problemas nos contrataques. Não tivemos sustos no 1º tempo, mas pecamos um pouco na jogada final, na hora do passe pro gol.

WILLIAN, atacante do Cruzeiro: Pra competição foi um resultado importantíssimo. O objetivo era fazer mais gols, mas jogamos contra uma equipe de qualidade, que primeiro se defendeu pra depois atacar. Estou feliz pelo gol e pelo resultado. Na Vila Belmiro, o jogo também será aberto e teremos que ser inteligentes. Eles vão nos dar chances e teremos de estar concentrados pra quando surgir a oportunidade concluir bem e concretizar a classificação.

VALDIR BARBOSA, gerente de futebol do Cruzeiro: Erros acontecem; arbitragem não foi ruim.

ARANHA, goleiro do Santos: A gente lamenta o fato de ter criado oportunidades, mas a bola não ter entrado. Saímos satisfeitos com o jogo que fizemos, principalmente, no 2º tempo, quando criamos dificuldades pro Cruzeiro. Eles tiveram poucas oportunidade, foi um jogo parelho, apesar de, em alguns momentos, eles terem ficado com mais posse de bola.

ANDRÉ ROCHA, blogueiro da ESPN: David Braz errou menos que o assistente, que marcou impedimento absurdo de Julio Baptista na conclusão que terminaria com Ricardo Goulart indo às redes no rebote. O segundo gol poderia ter desmanchado o Santos que teve dificuldades pra se defender e desta vez não contou com Lucas Lima em boa noite pra articular. Sem Geuvânio paa desmontar a retaguarda rival no drible e na correria, Gabriel ficou isolado, encaixotado entre Dedé e Leo. A saída era pela direita com Cicinho pra cima de Egidio, mas o lateral errou quase todos os cruzamentos.

MARIANA RESENDE, no PHD: Quem não foi ao Mineirão deu manota! A torcida fez uma festa bacana,. Há um bom tempo não a via tão animada e disposta a ficar do lado do time. Aquela atmosfera positiva voltou.

Leo e Willian, os melhores da pescaria

Por Jorge Angrisano Santana | Em 30 de outubro de 2014

Atuações dos celestes e seus adversários no CRUZEIRO 1×0 SANTOS, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil 2014, às 22h de 29out14.

TORCIDA CELESTE está em dívida com o clube e com o presidente GPT, que acreditava em rendas médias de R$2,5 milhões durante a temporada. Vinte e cinco mil é público pra jogo de Campeonato Mineiro, não pra semifinais de Copa do Brasil. Os que foram, apoiaram. ao menos isto, né mesmo? (Síndico)

FABIO cumpriu suas obrigações de defender e tranquilizar a defesa. (Síndico)

MAYKE soube dosar bem a marcação ao Robinho e o apoio ao ataque, produzindo alguns lances interessantes. (JA Fagundes) /// Estava afim de jogo e fez boas ultrapassagens. (Bruno Furletti)

DEDÉ fez uma partida quase perfeita. (Síndico)

LEO SIMÕES fez uma partida perfeita. (Síndico)

EGÍDIO defendeu e atacou bem. (Síndico)

HENRIQUE estava em todo lugar. A bola passou por ele ao menos uma vez a cada minuto. E foi raçudo como sempre. (Romarol)

LUCAS SILVS esteve afoito e errou o tempo de bola em vários lances, nada porém que causasse insegurança à defesa. (Gustavo Rocha)

EVERTON RIBEIRO estraçalhou no 1º tempo, com jogadas de craque. Faltou gás no 2º? (Trovão Azul)

MARLONE não fez nada certo. Deve ser por insegurança. (Romarol) /// Meio inseguro no início, seu futebol cresceu quando Mayke se aproximou. A falta de confiança está relacionada ao comportamento da torcida que não o deixa em paz. (Bruno 7LRJ)

RICARDO GOULART foi um guerreiro incansável. Jogou simples, correndo por todos os lados e dando canseira nos adversários. (Gustavo Rocha)

WILLIAN foi decisivo pelos brilhantes vinte minutos iniciais que fez. (Carlos Campos) /// Fez sua melhor partida no ano, com deslocamentos e muita agressividade, além da tradicional aplicação táctica. (Razger)

DAGOBERTO jogou pouco tempo, mas com entusiasmo, procurando jogo. No fim, quase fez um gol semelhante ao que havia marcado contra Palmeiras. (Síndico)

JULIO BAPTISTA não parou de correr um minuto sequer, mesmo vindo de uma paralisação de quarenta dias. (Carlos Campos)

MARCELO MORENO esteve pouco tempo em campo e não conseguiu um arremate digno de registro. (Síndico) /// Entrou num momento importante do jogo, quando JB se cansou e o time celeste precisava de maior marcação na saída de bola santista. Cumpriu bem seu papel e deu bastante trabalho aos zagueiros adversários. (Bruno 7LRJ)

MARCELO OLIVEIRA armou bem o time e não parou de orientá-lo um minuto sequer da beira do gramado. As substituições foram providenciais pra renovar o fôlego do time. (Síndico)

CRUZEIRO melhorou e muito em relação às partidas recentes. Envolveu o Peixe com troca de passes rápidos e muita velocidade. No 2º tempo, caiu um pouco e o bandeira ainda marcou um impedimento que só ele viu. Importante, porém, foram os lampejos do futebol do 1º turno do Brasileiro, quando dava tudo certo. (KMP)

SANTOS armou duas linhas de quatro e só se defendeu na etapa inicial. No tempo final, buscou o empate e equilibrou a disputa. Mesmo assim, escapou de levar mais três gol. Um deles até levou, mas o bandeira anulou equivocadamente. (Síndico)

COMBO DE ARBITRAGEM teve boa atuação. O único vacilo, no impedimento mal marcado que resultou num gol de Ricardo Goulart, foi lance de videoteipe com tirateima, portanto, perfeitamente “errável”, embora crianças não entendam isto. Faz parte do jogo. tanto o erro, quanto o chororô. Bola pra frente. (Síndico)

CBN transmitiu apenas o jogo do Cruzeiro. Melhor assim. Aquele ping pong da Itatiaia com os jogos da dupla RapoCota torra a paciência de qualquer um. Como estratégia, foi grande tacda, pois tirou muita audiância da “Rádia de Minas”. (Síndico)

Cruzeiro 1×0 Santos: A vantagem é azul

Por Jorge Angrisano Santana | Em 29 de outubro de 2014

CRUZEIRO contra o Santos, no Mineirão, jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil 2014, às 22h de 29out14.

AUSENTES no Cruzeiro: Marquinhos, por ter jogado pelo Vitória na competição, Alisson, Tinga, Borges, Samudio, Alex, Alan, Rafael Monteiro, lesionados.

BANCO  do Cruzeiro: Elisson (G), Ceará (L), Bruno Rodrigo (B), Willian Farias, Nilton (V), Marlone (M), Dagoberto, Marcelo Moreno, Neilton (A).

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “Marcelo sentiu dores musculares. Ele se dispôs a ficar no banco e, caso haja necessidade, vamos usá-lo por menos tempo, correndo menos risco de lesão. Acreditamos no Júlio Baptista.”

AUSENTES no Santos: Thiago Ribeiro, doente, Geuvânio, lesionado.

BANCO do Santos: Vladimir, Bruno Uvini, Caju, Serginho, Jorge Eduardo, Alan Santos, Renato, Patito Rodriguez, Leandro Damião

ENDERSON MOREIRA, técnico do Santos: “Temos de ser eficientes num jogo decisivo como este.”

TRANSMISSÃO: ESPNdoB, com narração do cruzeirense Cledir Oliveira, comentários do palmeirense Paulo Vinícius Coelho e reportagens do sãopaulino André Plihal.

21h55. TIMES em campo. Cruzeiro, com uniforme tradicional; Santos, com camisas de listras verticais pretas e brancas, calções e meias pretas.

22h COMEÇA o jogo. Cruzeiro à direita das tribunas.

01. PÚBLICO não ocupa nem metade das cadeiras do Mineirão.

02. Cruzeiro venceu apenas um jogo nos últimos cinco.

03. ORGANIZADAS do Cruzeiro presentes: FanatiCruz, Geral Celeste, Sangue Azul, Rapozama, FA Lavras, Jovem, Motozeiros, Cachazeiros, China Azul. Máfia Azul e Pavilhão Independente continuam proibidas de exibirem suas faixas no estádio.

04. Julio Baptista tabela com Everton Ribeiro na entrada da área, mas lance não evolui.

05. QUASE. Everton Ribeiro cobra corner pela esquerda, Aranha tira de soco, Leo Simões pega o rebote e chuta, de chapa, pra fora.

06. Ricardo Goulart é travado ao chutar a gol. Escanteio na pontadestra celeste.

07. Mayke lança Julio Baptista na direita da área santista, Aranha sai e fica com a bola.

08. Cruzeiro tem amplo domínio da partida.

09. Lucas Silva chuta de longe, bola explode em Alisson.

10. Júlio Baptista pressiona Aranha, que se livra da bola com um chutão.

11. GOL. Willian chuta cruzado, da direita, Deivid Braz rebate, Willian volta a chutar, desta vez de chapa com a destra. Bola entra à direita de Aranha, que voa, mas não chega a tempo. CRUZEIRO 1×0.

12. FESTA gigantesca da torcida celeste.

13. Com dores nas costelas, Willian sai de campo pra ser atendido.

14. Willian volta a campo.

15. Everton Ribeiro segura a bola na direita, chuta em cima de Arouca e ganha lateral.

16. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 4×0.

17. Rildo recebe bola na esquerda, passa a Arouca, Dedé se antecipa e cede corner.

18. QUASE. Contrataque do Cruzeiro. Júlio Baptista não consegue finalizar.

19. Santos ameaça sair pro jogo. Cruzeiro ganha espaços pro contrataque.

20. Cruzeiro trabalha a bola em frente à área do Peixe, mas não consegue concluir a jogada.

21. Santos confuso, Cruzeiro tem mais volume de jogo.

21’30”. Leo Simões e Dedé trocam passes na meiuca, sem pressa.

22. Everon Ribeiro e Ricardo Goulart tabelam, mas não conseguem o arremate.

23. Robinho recupera bola na defesa, tenta puxar contrataque, Henrique não permite.

24. Everton Ribeiro cruza de biquinho, da esquerda da área santista, e quase encobre Aranha, que acompanha a bola tenso.

25. POSSE DE BOLA; Cruzeiro, 61%.

26. MARCBSB, no PHD: “Vinte e cinco minutos perfeitos do Cruzeiro. Joga e não deixa jogar. Que diferença faz quando o William resolve jogar. Não só pelo gol. JBtambém  está muito participativo.”

27. DESARMES: Cruzeiro 9×2.

28. FALTOU CANCHA. Lucas Lima toca na linha de fundo pra Cicinho, que sai com bola e tudo.

29. Lucas Lima avança com a bola dominada pela intermediária ofensiva, tenta driblar Leo Simões, mas é desarmado.

30. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 4×0.

30’30”. PREOCUPAÇÃO.  Willian continua sentindo dores nas costelas.

31. Lucas Lima tenta driblar Leo, na pontadestra, mas é desarmado e comete falta.

32. Lucas Lima abusa das jogadas individuais. Jogadores celestes optam pelo jogo coletivo.

33. Dagoberto no aquecimento. Willian deve sair.

34. Robinho recebe falta de Henrique, próximo à área celeste, fora do lance de bola.

35. Lucas Lima cobra a falta e acerta Júlio Baptista, na barreira

36. Júlio Baptista sente a bolada no rosto, mas não sai de campo.

37. POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 66%.

38. David Braz faz lançamento longo, Cicinho, na pontadestra, não alcança a bola.

39. Robinho domina mal na esquerda, bola fica com a defesa celeste.

40. David Braz faz nova ligação direta. Defesa celeste corta.

41. FAIL. Santos já fez 16 lançamentos errados.

42. CALMA, GAROTO! Mayke chega afobado e derruba Lucas Lima. Juiz economiza o cartão amarelo.

43. Robinho volta pra buscar jogo, mas não criatividade o suficiente pra fazer seu time jogar.

44. Leo Simões se atira na bola pcede evitar cruzamento de Cicinho e cede escanteio.

45. Leo Simões, com atuação perfeita, é o nome do jogo.

45+1. FIM de 1º tempo. Cruzeiro “estraçaiou”.

INTERVALO

23h05 COMEÇA o 2º tempo.

46. Time vltaram sem modificações.

47. Duelo retorna embolado no meio-campo

48. Sequência de passes errados de lado a lado tornam o jogo feio nesta segunda etapa

49. QUASE. Everton Ribeiro cobra escanteio, Henrique cabeceia, bola passa por cima do travessão. 50. QUASE. Gabriel cruza da esquerda, Lucas Lima pega de prima, pra fora.

51. Primeiro Rildo, depois Cicinho tentam a sorte pela direita de ataque, mas não avançam no lance

52. ANULADO. Júlio Baptista chuta, Aranha dá rebote, Ricardo Goulart empurra bola pra a rede, mas bandeirinha Rodrigo Joia marca impedimento, equivocadamente.

53. Erro da arbitragem,. Não havia impedimento no lance.

54. QUASE. Rildo cruza rasteiro, defesa celeste não consegue cortar, Robinho, com o gol à disposição, chuta pra fora.

55. AMARELO. Mena.

55’30”.  Torcida celeste continua xingando o combo de arbitragem pelo gol anulado.

56. Rildo cruza da direita, mas não encontra ninguém na área.

57. Santos equilibrou o jogo.

58. POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 57%.

59. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 6×3.

60. URUBU! Victor Cáceres, de cabeça, faz Flamengo 1×0 AtléticoMG, no Maracanã, na outra semifinal. No Mineirão, torcida celeste vibra.

60’30”. CRUZAMENTOS: Cruzeiro 8×5.

61. Cicinho recebe falta de Júlio Baptista, próximo à área celeste.

62. Lucas Lima coloca bola na área celeste, Leo Simões rebate.

63. TROCA: Willian x Dagoberto

64. TROCA: Gabriel x Serginho.

65. Ricardo Goulart cruza da direita, muito fechado, Aranha encaixa.

66. Everton Ribeiro derrubado por Serginho, no bico direito da área santista.

67. Everton Ribeiro cobra falta, bola faz curva, sobe muito e sai à direita de Aranha.

68. Mayke tenta entrar na área santista pelo miolo, Serginho faz o desarme.

69. Serginho encara Mayke, mas rola pra mena que faz a ultrapassagem e cruza da linha de fundo, pela esquerda. Bola sobe muito, Fábio defende.

70. DESARMES: Cruzeiro 26×6.

70’30”. Santos ataca, torcida peixeira canta alto.

71. Marcelo Moreno recebe instruções de Marcelo Oliveira.

72. Arouca recebe lançamento, entra na área celeste, pela direita, mas chuta alto, pra fora.

73. TROCA: Júlio Baptista x Marcelo Moreno.

73. Rildo recebe passe na direita, avança, Leo corre atrás dele e cede corner.

74. TROCA: Rildo x Jorge Eduardo.

75. Robinho rola pra Jorge Eduardo, que cruza da direita. Alison, sem marcação, pega de prima, bola passa rente ao travessão.

75’30″. Marcelo Oliveira se emputece com a falha de marcação da defesa e grita muito à beira do gramado.

76. Robinho disputa com Henrique e deixa o braço. Volante cai, mas logo se levanta.

77. TROCA. Everton Ribeiro x Marlone.

78. URUBU! Chicão, de pênalti, faz Fla 2×0 Frangas, no Maracanã. Torcida celeste vibra.

79. Leo Simões pra Dedé, que enfia o pé na bola, de sua intermediária pra do Peixe.

79’30″. Marlone entra na área santista, pela direita. Mena o persegue e cede escanteio, com um carrinho.

80. Dagoberto cobra corner pela direita, defesa do Peixe rebate.

81. Leandro Damião vem aí. Bequeira celeste terá de ficar atento às chuveiradas.

82. TROCA. Robinho x Leandro Damião.

83. Dagoberto dá combate e impede Lucas Lima de armar ataque do Santos.

83. “VAMOS, GOULART!” Marcelo Oliveira joga com o time.

84. Dagoberto passa por Mena, na direita, corta pro meio, e chuta, de fora da área. Aranha encaixa.

85. Dagoberto joga pela direita, Ricardo Goulart, pela esquerda, Marlone, centralizado.

85’30″. AMARELO. Edu Dracena, por agarrar Marcelo Moreno, na lateral direita do Peixe.

86. Dagoberto cobra falta, Aranha tira com os punhos, Marlone pega rebote de prima, bola ricocheteia na defesa e sai da área do Peixe.

87. Jorge Eduardo cruza rasteiro, da direita. Fábio se joga aos pés de Damião e defende.

87’30”. PÚBLICO: 25.714 pagantes, 27.220 presentes, R$1.029.363, média R$38.

88. Marlone tenta jogada individual, Cicinho faz o desarme, torcida celeste chia com seu jogador.

89. Henrique desarma Lucas Lima, na intermediária celeste, e sai pro ataque.

89’30″. Leandro Damião recebe na área celeste, mas não cosegue o arremate porque Egídio aparece pra desarmá-lo.

90. Mayke cruza da direita, Goulart chega atrasado, Dagoberto cruza da esquerda, Goulart e Moreno não alcançam.

91. Cruzeiro prende a bola na meiuca.

91’30″. Mayke fa ótimo cruzamento pela direita, Dagoberto chega batendo de prima, Cicinho, na pequena área, corta pra escanteio.

92. TENSÃO. Marcelo Oliveira e Enderson Moreia estão doidos na beira do campo.

93. FIM de jogo. Vitória merecida, embora magra, do Cruzeiro.

NÚMEROS Pose de bola: Cruzeiro, 53%. Desarmes: Cruzeiro 33×13:

MELHOR DO JOGO, segundo comentaristas do PHD: Leo Simões [29], Willian [18], Henrique [9], Everton Ribeiro [1], Mayke [1], Dedé [1], Júlio Baptista [1], Egídio [1].

WILLIAN, atac  ante do Cruzeiro: “Foi um gol importantíssimo. Espero que a gente faça um jogo inteligente na próxima quarta-feira pra conseguir a classificação pra final.”

ROBINHO, atacante do Santos: “No 2º tempo, jogamos como se deve jogar. Nosso 1º tempo foi muito abaix do normal. Por um detalhe deixamos de fazer o gol, mas perder de 1×0 pro Cruzeiro, fora de casa, não é um mau resultado.”

CRUZEIRO 1×0  SANTOS, quarta-feira, 29ou14, 22h. TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 10 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil 2014. TRANSMISSÃO: ESPNdoB, Fox. PÚBLICO: 25.714 pagantes, 27.215 presentes, R$1.329.360, média R$38. ARBITRAGEM: Marcelo de Lima Henrique, Rodrigo Pereira Jóia) e Rodrigo Henrique Correa, trio carioca, Igor Junio Benevenuto (MG), 4º A; Leandro Pedro Vuaden  (RS/Fifa) e Anderson Daronco (RS?AspFifa), adicionais; Antonio Pereira da Silva (GO), assessor; Alicio Pena Junior (MG), delegado. AMARELOS: Edu Dracena (S). GOL: Willian, 11. CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Dedé, Leo Simões e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Everton Ribeiro (Marlone), Ricardo Goulart e Willian (Dagoberto); Júlio Baptista (Marcelo Moreno). T: Marcelo Oliveira. SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Rildo (Jorge Eduardo), Gabriel (Serginho) e Robinho (Leandro Damião). T: Enderson Moreira. HISTÓRICO: Foi o 68º Cruzeiro e Santos. O Cruzeiro venceu 24, empatou 19, perdeu 25; marcou 102 gols e levou 114. Pelo Campeonato Brasileiro, foram 49 partidas. O Cruzeiro venceu 20, empatou 16, perdeu 19; marcou 80 gols e sofreu 85. Nas duas vezes em que decidiram um título brasileiro, o Cruzeiro levou a melhor. Em 1966, o time de Tostão Dirceu e Piazza massacrou o Santos de Pelé, Zito e Carlos Alberto Torres por 6×2 no Mineirão e 3×2 no Pacaembu. Em 2003, sob o comando de Alex, o Cruzeiro colocou 13 pontos de frente sobre seu rival após vencer pro 3×0, no Mineirão, em uma espécie de final antecipada do primeiro campeonato brasileiro de pontos corridos.

Nesta quarta, tem Cruzeiro no Mineirão

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de outubro de 2014

CRUZEIRO contra Santos, nesta quarta, 29out14, às 22h, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil 2014.

RELACIONADOS no Cruzeiro: Fábio, Elisson (G), Ceará, Mayke, Egidio (L), Bruno Rodrigo, Dedé, Leo Simões (B), Henrique, Lucas Silva, Willian Farias, Nilton (V), Everton Ribeiro, Julio Baptista, Marlone, Ricardo Goulart (M), Dagoberto, Marcelo Moreno, Neilton, Willian (A).

GORÓ. Nesta quarta-feira (29), o Sócio do Futebol terá desconto de R$0,40 em cada latão de Brahma do Cruzeiro. A promoção é válida pra compras no Supermercados BH, Super Nosso e Carrefour. (Site do Cruzeiro)

SEM CONTUSÃO ADMINISTRATIVA. Marcelo Moreno se ausentou do treino na Toca da Raposa II, na tarde desta terça-feira, para se submeter a exame na coxa esquerda. Ele se queixara de dores no local no treino de segunda. O exame não apontou lesão alguma. O boliviano já marcou 42 gols com a  azulestrelada, sendo o segundo maior goleador estrangeiro do clube, ficando atrás somente do espanhol Fernando Carazo, que anotou 44 tentos. (Site Cruzeiro)

HISTÓRICO: Cruzeiro e Santos já se enfrentaram 67 vezes. O Cruzeiro venceu 23, empatou 19, perdeu 25; marcou 101 gols e levou 114. Pelo Campeonato Brasileiro, foram 49 partidas. O Cruzeiro venceu 20, empatou 16, perdeu 19; marcou 80 gols e sofreu 85. Nas duas vezes em que decidiram um título brasileiro, o Cruzeiro levou a melhor. Em 1966, o time de Tostão Dirceu e Piazza massacrou o Santos de Pelé, Zito e Carlos Alberto Torres por 6×2 no Mineirão e 3×2 no Pacaembu. Em 2003, sob o comando de Alex, o Cruzeiro colocou 13 pontos de frente sobre seu rival após vencer pro 3×0, no Mineirão, em uma espécie de final antecipada do primeiro campeonato brasileiro de pontos corridos.

PALPITE. Não tenho. Vc tem, caro leitor?

Lusa caiu de novo

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de outubro de 2014

A Portuguesa perdeu para o Oeste, por 3×0, no Estádio dos Amaros, em Itápolis, e caiu pra Série C do Brasileiro, com 5 rodadas de antecedência. Desceu dois degraus em menos de um ano.

O que intriga nem é esta segunda queda, mas a primeira. Até hoje, ainda não se desvendou o mistério da escalação irregular e desnecessária do meia Heverton na última rodada da Série A 2013.

Heverton que, aliás, subiu com o Paysandu da C pra B, mesmo sem ter brilhado em Belém. Daqui a pouco, o meia candango volta do exílio voluntário no Pará, provavelmente, com a língua presa. Ele não conta. Ninguém conta o que aconteceu…

Semana 43: Dois empates mixurucas

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de outubro de 2014

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 43, por MAURO FRANÇA.

SEGUNDA, 20out14. Delegação desembarcou em Confins, pela manhã. Jogadores foram liberados no aeroporto. /// RICARDO GOULART, DAGOBERTO, JÚLIO BAPTISTA e BORGES foram liberados pelo DM. /// Clube recebeu aval do STJD para escalação de BRENO LOPES. /// Diretoria encaminhou ofício à CBF reclamando das arbitragens de Anderson Daronco e Raphael Claus nas partidas contra ABC e Vitória, respectivamente. /// Romildo Bolzan Jr, presidente eleito, revelou intenção de reintegrar MARCELO MORENO ao elenco do Grêmio. Rui Costa, diretor de futebol, descartou novo empréstimo e afirmou que o Cruzeiro terá que exercer a preferência de compra, por “valor superior ao que o Grêmio pagou por ele”. Em 2011, o clube gaúcho pagou cerca de E6 milhões ao Shakhtar Donetsk. ALEXANDRE MATTOS disse que o Cruzeiro só se manifestará sobre negociações após o Brasileiro.

TERÇA, 21out14. Elenco se reapresentou à tarde e fez treino técnico. RICARDO GOULART e DAGOBERTO participaram. MANOEL, MAYKE e EGÍDIO foram poupados. JÚLIO BAPTISTA, BORGES, SAMUDIO e ALEX fizeram treino físico. /// MARCELO OLIVEIRA relacionou 22 jogadores para o jogo contra o Palmeiras: Fábio, Rafael, Ceará, Mayke, Breno Lopes, Egidio, Bruno Rodrigo, Dedé, Léo, Manoel, Henrique, Lucas Silva, Willian Farias, Nilton, Alisson, Everton Ribeiro, Marlone, Ricardo Goulart, Dagoberto, Marcelo Moreno, Marquinhos e Willian. /// William, Wallace, Eder, Leal e Marcelo Mendez representaram o SADA CRUZEIRO no lançamento da Superliga 2014/15, em São Paulo. A equipe estreará em 30out, contra o São José dos Campos, em Aparecida do Norte.

QUARTA, 22out14. CRUZEIRO 1×1 PALMEIRAS. Mineirão, Belo Horizonte, 30ª rodada Brasileiro 2014, 26.944 pagantes, 28.618 presentes, R$1.122.208. Arbitragem: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ/FIFA), juiz; Rodrigo Henrique Correa (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ-AspFifa), bandeiras. Amarelos: Juninho, João Pedro, Bernardo (Pal), Egídio (Cru). Gols: Mouche, 88, Dagoberto, 93. CRUZEIRO: Fábio; Mayke, DedéLeo SimõesEgídio; Henrique (Dagoberto) e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Marquinhos (Willian) e Alisson (Ricardo Goulart); Marcelo Moreno. T: Marcelo Oliveira. PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Fernando TobioJuninho; Victor Luis, Renato, Wesley (Bruninho) e Mazinho (Mouche); Bernardo (Felipe Menezes) e Henrique. T: Dorival Júnior. /// MARCELO OLIVEIRA: “O Palmeiras fez o que todos fizeram no Mineirão. Jogou fechado, marcando os laterais. Finalizamos 21 vezes contra 6 do Palmeiras. Tivemos 63% de posse de bola, atacamos muito. Rondamos a área do Palmeiras o tempo todo, criamos umas três chances muito claras, infelizmente a bola não entrou. Num jogo como este, é importante fazer o primeiro gol, porque aí acaba com a possibilidade de ficarem o tempo todo atrás e nós temos mais campo pra trabalhar. Quando mais estávamos atacando, levamos o gol de contrataque. Felizmente conseguimos pelo menos um ponto, que neste momento é importante”. /// COPA DO BRASIL SUB20, jogo de volta das quartas de final, Arena do Jacaré, Sete Lagoas, CRUZEIRO 0×1 BAHIA. CRUZEIRO: Georgemy; Dione, Fabricio, Bruno Viana e Bruno Levandoski; Eurico, Bruno Edgar e Gabriel Moura (Wendel); Judivan, Hugo Ragelli e Kaique (Igor) (Murilo). T: Paulo Ricardo. Cruzeiro eliminado.

QUINTA, 23out14. Reapresentação do elenco, pela manhã. Jogadores que jogaram contra o Palmeiras fizeram atividades regenerativas. Os demais participaram de treino técnico. MANOEL, com dores na coxa, ficou de fora. Exames revelaram lesão muscular no posterior da perna esquerda de ALISSON. Assessoria de comunicação informou que RAFAEL MONTEIRO passará por cirurgia pra corrigir lesão no menisco do joelho direito. /// MARCELO MORENO foi absolvido no Pleno do STJD em julgamento de recurso da Procuradoria do Tribunal, pela suposta cotovelada em Bruno Uvini. /// Jornalista italiano Gianluca di Marzo disse que a Juventus pretende contratar EVERTON RIBEIRO por R$15 milhões. Guilherme Mendes e o agente do jogador disseram desconhecer a proposta.

SEXTA, 24out14. Pela manhã, delegação embarcou para Florianópolis, com 20 jogadores: Fábio, Elisson, Ceará, Mayke, Breno Lopes, Egídio, Bruno Rodrigo, Dedé, Léo, Henrique, Lucas Silva, Willian Farias, Nilton, Everton Ribeiro, Marlone, Ricardo Goulart, Dagoberto, Marcelo Moreno, Marquinhos e Willian. À tarde, reservas fizeram treino físico numa academia da capital catarinense. Titulares foram poupados. /// Rogério Moraes, empresário, anunciou ter sido sondado pelo Cruzeiro, entre outros clubes, pra contratação do lateral direito Fabiano, 22 anos, da Chapecoense. Clube negou interesse no jogador.

SÁBADO, 25out14. FIGUEIRENSE 1×1 CRUZEIRO. Orlando Scarpelli (19 mil), Florianópolis, 31ª rodada do Brasileiro 2014, 8.234 presentes, R$82.010. Arbitragem: Pablo dos Santos Alves (ES), juiz; Cristhian Passos Sorence (GO) e Leonardo Mendonça (ES), bandeiras. Amarelos: Lucas Silva (Cru). Gols: Marquinhos, 35, Pablo, 91. FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; Jefferson, MarquinhosThiago Heleno e Cereceda; Paulo Roberto, França (Leo Lisboa), Marco Antônio e Giovanni Augusto (Clayton); Mazola e Marcão (Pablo). T: Argel Fucks. CRUZEIRO: FábioCearáDedéLeo Simões e EgídioHenrique (Willian Farias) e Nilton; Everton Ribeiro (Willian), Ricardo Goulart (Lucas Silva) e Marquinhos; Marcelo Moreno. T: Marcelo Oliveira. /// MARCELO OLIVEIRA: “O jogo seria muito difícil de qualquer jeito. O Argel mobilizou muito seu time pro jogo, como a partida da vida deles. O Figueirense teve méritos, marcou muito, apertou e tivemos o contrataque, mas ele não funcionou. Na semana passada, Alisson estava bastante desgastado, resolvemos usá-lo e ele sentiu a fisgada. Hoje tb tTínhamos atletas assim.” /// ALEXANDRE MATTOS, sobre sondagem do Flamengo: “O Cruzeiro entrou na minha vida, eu entrei na vida do Cruzeiro, há uma felicidade e uma gratidão muito grande. Não tenha dúvida que pra sair daqui tem que ter muito mais do que simplesmente dinheiro. A gente vê o carinho do torcedor e só pode agradecer. O torcedor é inteligente e sabe que mesmo errando a gente erra tentando fazer o melhor, com muita intensidade e muita energia. Óbvio que a gente nunca sabe o dia de amanhã, as coisas na vida são sempre muito dinâmicas, mas a minha felicidade aqui, tudo que vem acontecendo e tudo que a gente projeta no futuro, nos deixa numa tranquilidade muito grande. A não ser que aconteça alguma coisa muito diferente”. /// ESTADUAL Sub15, jogo de ida da semifinal, CT de Santa Luzia, AMÉRICA 1×1 CRUZEIRO. Gol: João Luiz. CRUZEIRO: Jonathan; Victor (Gabriel Ribeiro), Rhomulo, Arthur e Emerson Samuel (Helberth); Nathan, Thiago Mequias (Carlos), João Luiz e César (Marlisson); João Diogo e José Francisco (Guilherme). T: Alexandre Lemos. /// ESTADUAL Sub17, jogo de ida da semifinal, Toca I, CRUZEIRO 0×1 ATLÉTICO-MG. CRUZEIRO: Dalberson; Gabriel Luiz (Ronaldo), Guilherme, Thiago (Rafael Oliveira) e Victor; Pará, Marcus (João Luiz), Rafael Gonçalves (Wellington) e Gabriel Henrique; Marcelo e Higor (Rhainer). T: Emerson Ávila.

DOMINGO, 26out14 – Delegação deixou Florianópolis pela manhã. Jogadores foram liberados no aeroporto. /// AÉCIO NEVES, conselheiro do Cruzeiro disputou o segundo turno das eleições presidenciais e obteve mais de 50 milhões de votos.

Os times dos governadores

Por Jorge Angrisano Santana | Em 27 de outubro de 2014

A nova safra de governadores e seus times de coração:

  1. Botafogo (RJ, DF, MA)
  2. Cruzeiro (MG, PI), Flamengo (RO, TO), Santos (SC, SP), Sem Time (ES, AP)
  3. Bahia (BA), Corinthians (MS), Fluminense (AC), Juventude (RS), Goiás (GO), Confiança (SE), Baré (RR), Remo (PA), Nacional (AM), Murici (AL), Botafogo (PB), ABC (RN), Santa Cruz (PE), Icasa (CE), Londrina (PR).

Nenhuma franga. Botafogo tem tudo pra tirar o pé da lama. Santos tem o maior PIB. Flamengo é time do mato.

31ª BR: Cinco jogos decididos em cima da hora

Por Jorge Angrisano Santana | Em 27 de outubro de 2014

31ª rodada do Brasileiro 2014, disputada em 25 e 27out14.

FIGUEIRENSE 1×1 CRUZEIRO, 25out14sab16h20, Orlando Scarpelli (19 mil), Florianópolis, 7.843 pagantes, 8.234 presentes, R$82.010, média R$10, gols de Marquinhos, 35, Pablo, 91.

FLUMINENSE 2×1 ATLETICO-PR, 25out14sab16h20, Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro, 18.845 pagantes, 22.537 presentes, R$491.475, média R$26, Wagner, 49, Cleberson, 89, Fred, 91.

PALMEIRAS 1×1 CORINTHIANS, 25out14sab16h20, Pacaembu (38 mil), São Paulo, 24.245 pagantes, 25.550 presentes, R$548.062, média R$25, gols de Henrique, 24, Danilo, 90.

CHAPECOENSE 1×1 SANTOS, 25out14sab18h30, Condá (22 mil), Chapecó, 10.334 pagantes, R$172.650, média R$17, gols de Uvini, 57, Leandro, 90.

CORITIBA 1×1 GRÊMIO, 25out14sab18h30, Couto Pereira (40 mil), Curitiba, 13.039 pagantes, 16.356 presentes, R$287.117, média R$22, gols de Leandro Almeida, 30, Riveros, 84.

ATLÉTICO-MG 3×2 SPORT, 25out14sab18h30, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 13.115 pagantes, R$262.095, média R$20, gols de Rodrigo Mancha, 17, Tiago, 34, Dátolo, 47, Carlos, 68, Danilo, 78.

VITÓRIA 3×1 CRICIÚMA, 25out14sab18h30, Barradão (35 mil), Salvador, 8.374 pagantes, 9.068 presentes, R$72.825, média R$9, gols de Cáceres, 58, Rodrigo Souza, 66, Edno, 78 e 85 (pênalti).

INTERNACIONAL 2×0 BAHIA, 25out14sab21h, BAHIA BeiraRio (50 mil), Porto Alegre, 12.825 pagantes, 15.096 presentes, R$359.905, R$28, gols de Alan Patrick, 9, Nilmar, 83.

BOTAFOGO 2×1 FLAMENGO, 25out14sab21h, Arena Amazônia (42 mil), Manaus, 39.561 pagantes, 42.391 presentes, R$4.118.040, média R$104, gols de Rogério, 33, Wallyson, 66, Eduardo da Silva, 74.

SÃO PAULO 3×0 GOIÁS, 27out14sab20h30, Morumbi (63 mil), São Paulo, 31.907 pagantes, R$678.640, media R$21, gols de Edson Silva, 3, Luis Fabiano, 6, Kardec, 58.

ARTILHARIA. [15] Henrique (Porco) [13Marcelo Moreno (Cruzeiro) Barcos (Grêmio) Fred (Flu) [11Ricardo Goulart (Cruzeiro) [9] Guerrero (Gambá) Pato (Bambi) Tardelli (Cocota) [8] Eduardo da Silva (Fla) Erik (Goiás) Cícero (Flu) Kardec, Ceni (Bambi) [7] Dinei (Vitória) Cleo, Douglas Coutinho (Cap) Alecsandro (Fla) Gabriel (Peixe) Wagner, Conca (Flu), Leandro (Chape) [6] Zeballos, Sheik (Bota) Luis Fabiano (Bambi) Everaldo (Figueira) Luciano (Gambá) Dalessandro (Inter) [5] Marquinhos (Cruzeiro) Kieza (Baêa) Alex (Coxa) Edno, Caio (Vitória) Daniel (Bota) Patric, Neto Baiano (Sport) Clayton (Figueira) Ganso (Bambi) Tiago Luis (Chape) Alex, Rafael Moura (Inter) Carlos, Datolo (Cocota) [4Júlio Baptista, Everton Ribeiro (Cruzeiro) Kardec, Jadson (Gambá) Souza, Baier (Cri) Cleberson, Marcelo Cirino (Cap) Sasha, Aránguiz (Inter), Geuvânio, Damião (Santos) Marquinhos, Giovani (Figueira), Wallyson (Bota).

PÚBLICO: 1º São Paulo 28.110 /// 2º Corinthians 27.800 /// 3º Flamengo 27.138 /// 4º Cruzeiro 26.456 /// 5º Internacional 20.832 /// 6º Grêmio 19.966 /// 7º Fluminense 18.124 /// 8º Palmeiras 17.618 /// 9º Sport 14.608 /// 10º AtléticoMG 13.877 /// 11º Bahia 13.270 /// 12º Botafogo 12.636 /// 13º Coritiba 11.550 ///  14º AtléticoPR 11.427 /// 15º Vitória 10.064 /// 16º Chapecoense 9.702 /// 17º Criciúma 9.632 /// 18º Santos 8.560 /// 19º Figueirense 7.646 /// 20º Goiás 6.655. Média do Campeonato: 15.774. Ocupação: 39%.

31ª BR => LUGARES: 410.000. PUPAGANTE: 180.088. MÉDIA: 18.009. OCUPAÇÃO: 44%.

30ª BR => LUGARES: 433.000. PUPAGANTE: 119.424. MÉDIA: 11.942. OCUPAÇÃO: 28%.

15ª Est/Reg => LUGARES: 433.000. PUPAGANTE: 306.873. MÉDIA: 30.687. OCUPAÇÃO: 71%.

Rafael Freire: “Esperava cobranças do técnico e do capitão, após o jogo”

Por Jorge Angrisano Santana | Em 26 de outubro de 2014

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: O jogo aqui seria muito difícil de qualquer jeito. O Argel mobilizou muito seu time como se fosse a partida da vida. O Figueirense teve méritos, marcou muito e apertou nosso time. E o nosso contrataque que não funcionou.

NÍLTON, volante do Cruzeiro: Pelo que vínhamos fazendo, pressionando, marcando, criando, embora em alguns momentos sendo até displicentes no último passe, mas chutando sempre a gol, poderíamos ter vencido e ampliado a vantagem na tabela.Agora temos de saber o momento de não errar e também sempre estar atentos e comunicando o companheiro pra não acontecer esses erros, que podem nos tirar mais pontos.

MARCELO MORENO, centroavante do Cruzeiro: A gente não consegue mais ter a posse de bola que tínhamos nos jogos d primeiro turno.

RICARDO GOULART, meia do Cruzeiro: O objetivo era vencer, mas ocorreu um imprevisto. Nesta reta final, porém, é sempre bom somar pontos, ainda mais fora de casa. Eles estão brigando pra não cair. Fizemos um belo jogo, não conseguimos ganhar, mas um ponto é sempre benvindo.

RAFAEL FREIRE, no PHD: A etapa final foi de deixar até os mais otimistas preocupados. Era questão de tempo pra levar o gol, mesmo com o Figueirense dando todo espaço pro Cruzeiro matar o jogo. Esperava cobranças do técnico do técnico e do capitão, após o jogo, e não aquele papinho de panos quentes garantindo que está tudo sob controle.