Cruzeiro x Cerro Porteño: Casa cheia, novamente

Por Jorge Angrisano Santana | Em 15 de abril de 2014

Notícias do jogo de ida das oitavas da Libertadores 2014:

TRANSMISSÃO: A TV Globo Minas transmite a partida em alta definição, a partir de 22h, com narração de Rogério Corrêa e comentários de Bob Faria e Márcio Rezende Freitas. A Fox também transmite, a partir de 21h, em canal fechado.

CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Samudio; Henrique e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Marlone e Willian; Júlio Baptista. Tec: Marcelo Oliveira.

BANCO do Cruzeiro: Elisson, Mayke, Leo Simões, Egídio, Souza, Tinga, Elber, Borges.

AUSENTES no Cruzeiro: Dagoberto, com lesão na coxa direita, Ricardo Goulart, com dores na coxa direita, Martinuccio, em recuperação física.

CERRO PORTEÑO: Fernandez; Bonnet, Cardoso, Ortiz e Alonso; Corujo, Oviedo, Dos Santos e Oscar Romero; Angel Romero e Daniel Guiza. Tec: Francisco Arce.

ARBITRAGEM: Daniel Fedorczuk, juiz, Carlos Pastorino e Gabriel Popovitz, bandeiras, trio uruguaio.

FRANCISCO ARCE, ex Grêmio e Palmeiras, treinador do Cerro Porteño, se declarou fã do lateral cruzeirense Mayke.

FRANCISCO ARCE, treinador do Cerro Porteño: “Conheço bem o Cruzeiro e sei que ele sempre tem o apoio da torcida no Mineirão. É uma equipe forte, mas é Libertadores, então temos que jogar pensando  em um bom resultado aqui.”

LUCAS SILVA, volante do Cruzeiro: Henrique é muito inteligente. Ele tem algumas características parecidas com as minhas, mas com sua inteligência ele encurta bem a marcação. Eu  joguei com ele ano passado e tivemos boas atuações. Agora este ano também estamos conseguindo mostrar um bom futebol. À medida que o futebol do time vai encaixando, a confiança vai aumentando também. Com isto, o entrosamento aumenta. Isto vem desde o ano passado, os jogadores que entram sabem o estilo de jogo, o que facilita. Com o decorrer dos jogos, vamos aproveitar o entrosamento pra ajudar o Cruzeiro. Acredito que todos os jogadores pensam assim.

TRANSPORTE VIP: A BHTrans colocará 11 ônibus executivos para o Mineirão, nesta quarta. As passagens custam R$15, ida e volta, e estarão à venda até 17h de quarta, na Transfácil da Professor Morais 216. Os veículos possuem ar condicionado, televisão, wi-fi e seguem pela busway da Antônio Carlos, sem paradas. Não haverá venda de bilhetes no local de embarque. Apenas menores de 5 anos, no colo, poderão viajar gratuitamente. Saída: Paraíba, entre Antônio de Albuquerque e Getúlio Vargas, às 20h, 20h30 e 21h. Retorno: Após o jogo na Abraão Caram a poucos metros do Mineirão, entre Av. C e a portaria da UFMG, sentido Antônio Carlos. Os embarques iniciarão 30 minutos após o fim do jogo.

INGRESSOS: 36 mil torcedores já têm ingressos garantidos (15.266 comprados pela internet, 4.764 nas bilheterias, 16.000 são sócios com lugares garantidos). Nesta quarta, as vendas continuarão pela internet e nas bilheterias.

PÚBLICO médio dos clubes brasileiros na Libertadores: 1º Flamengo, 41.922 /// 2º Cruzeiro, 35.947 /// 3º Grêmio, 34.505 /// 4º Botafogo, 33.529 /// 5º AtléticoMG, 15.738 /// 6º AtléticoPR, 10.054.

PREÇOS médios dos ingressos dos times brasileiros na Libertadores: 1º Flamengo, R$55 /// 2º AtléticoMG, R$53 /// 3º Botafogo, R$52 /// 4º Grêmio, R%50 /// 5º Botafogo, R$37 /// 6º AtléticoMG, 15.738 /// 6º AtléticoPR, R$20.

12ª MG: O campeão teve 82% de aproveitamento

Por Jorge Angrisano Santana | Em 15 de abril de 2014

Jogos das semifinais e finais do Mineiro 2014

CRUZEIRO 0×0 ATLÉTICO-MG, 13abr14dom16h, Mineirão (62.000), Belo Horizonte, 48.818 pagantes, R$2.322.088.

ATLÉTICO-MG 0×0 CRUZEIRO, 06abr14dom16h, Independência (23.000), 22.342 pagantes, R$697.225. .

CRUZEIRO 2×1 BOA, 30mar14dom16h, Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, 12.587 pagantes. R$404.705, gols de Dagoberto, pênalti, 30, Mateus, 52, Bruno Rodrigo, 64.

BOA 0×1 CRUZEIRO, 23mar14dom18h30, Dilzon Melo, Melão (10.000), Varginha,3 .308 pagantes. R$62.350, gol de Júlio Baptista, 87.

ATLÉTICO-MG 1×1 AMÉRICA, 30mar14dom18h30, MINEIRO, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 12.012 pagantes, R$280.775, gols de Carlos Renato, 3, Berola, 47.

AMÉRICA 1×4 ATLÉTICO-MG, 23mar14dom16h, MINEIRO, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 7.943 pagantes, R$285.365, gols de Otamendi, 1, Jô, 35, Guilherme, 46 (pênalti), Berola, 47, Tchô, 86.

CLASSIFICAÇÃO do Mineiro (incluindo semifinais e finais): 1. Cruzeiro, 37 /// 2. AtléticoMG, 29 /// 3. América, 19 /// 4. Boa, 16 /// 5. Tupi, 15 /// 6. Villa Nova, 15 /// 7. Tombense, 14 /// 8. Caldense, 13 /// 9. URT, 12 /// 10. Guarani, 11 /// 11. Nacional, 10 /// 12. Minas Boca, 8.

1ª RODADA => Lugares: 127.000. Pupagante: 20.995. Média: 3.499. Ocupação: 17%.

2ª RODADA => Lugares: 53.000. Pupagante: 14.850. Média: 2.475. Ocupação: 28%.

3ª RODADA => Lugares: 134.000. Pupagante: 17.080. Média: 2.847. Ocupação: 13%.

4ª RODADA => Lugares: 108.000. Pupagante: 19.768. Média: 3.295. Ocupação: 18%

5ª RODADA => Lugares: 67.000. Pupagante: 22.922. Média: 3.820. Ocupação: 34%

6ª RODADA => Lugares: 97.000. Pupagante: 15.426. Média: 2.571. Ocupação: 16%

7ª RODADA => Lugares: 58.000. Pupagante: 23.791. Média: 3.965. Ocupação: 41%

8ª RODADA => Lugares: 110.000. Pupagante: 15.524. Média: 2.587. Ocupação: 14%

9ª RODADA => Lugares: 57.000. Pupagante: 15.458. Média: 2.576. Ocupação: 27%

10ª RODADA => Lugares: 127.000. Pupagante: 21.511. Média: 3.585. Ocupação: 17%

11ª RODADA => Lugares: 82.000. Pupagante: 11.985. Média: 1.998. Ocupação: 15%

SEMIFINAIS E FINAIS: => Lugares: 203.000. Pupagantes: 107.010. Média: 17.835. Ocupação: 53%

CAMPEONATO (72 jogos) => Lugares: 1.223.000. Pupagante: 306.320. Média: 4.254. Ocupação: 25%.

ARTILHEIROS: 7. Mancini (Villa) /// 6. Obina, Tchô (América) /// 5. Alexandre (Boa), Nubio Flávio (T) /// 4. Marcelo Moreno, Dagoberto (Cruzeiro), Bruno Aquino (Boa), Tardelli (Guarani, Guilherme, Jô (Cocota) /// 3. Willian, Júlio Baptista (Cruzeiro), Toni (Tombense), Fábio Jr. (Minas), Luiz Eduardo, Ewerton Maradona (Caldense), Leo (Villa Nova), Jânio (Nacional), Marion, Berola (Cocota).

PÚBLICO médio em jogos domésticos: 1º Cruzeiro, 15.158 /// 2º AtléticoMG, 11.220. /// 3º Nacional, 3.108 /// 4º  América, 2.584 /// 5º Boa, 2.327 /// 6º URT, 1.832 /// 7º Caldense, 1.760 /// 8º Tupi, 1.724 /// 9º Tombense, 1.163 /// 10º Guarani, 1.034 /// 11º Minas, 869 /// 12º Villa Nova, 819.

OCUPAÇÃO de seus estádios: 1º AtléticoMG, 49% /// 2º URT, 39% /// 3º Tombense, 38% /// 4º Guarani e Cruzeiro, 25% /// 6º Caldense e Boa, 23% /// 8º Nacional, 21% /// 9º Tupi, 17% /// 10º Villa Nova, 16% /// 11º América, 11∞ /// 12º Minas, 4%

Arbitragem 10, nota 10!

Por Jorge Angrisano Santana | Em 14 de abril de 2014

Atuações dos celestes e seus adversários no CRUZEIRO 0×0 ATLÉTICO-MG, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta da final do Campeonato Mineiro, às 16h de 13abr14:

TORCIDA celeste não lotou o Mineirão, como deveria, mas empurrou o time como sempre. se destruiu cadeiras e emporcalhou tudo, não sei, pois faltei à missa. (Síndico) /// É impressionante a má vontade de alguns torcedores com o Marcelo Oliveira. No meu setor tem um sujeito, que em toda substituição que não seja pra colocar atacante dispara a chamá-lo de burro. Ontem, falei que ele deveria esperar o final pra se manifestar contra o treinador e contra o time, caso perdêssemos. Ouvi um palavrão. Obviamente não ia bater boca com o animal, que confirmado o título subiu no assento e ficou pulando. Vou mudar de setor, mas sem muita esperança de que as coisas vão melhorar. (Wilson Júnior)

FÁBIO fez uma defesa salvadora, de carrinho, e foi correto sempre que precisou cortar ou encaixar bolas contra seu arco. (Síndico)

CEARÁ

DEDÉ esteve perfeito nas antecipações, nas jogadas aéreas e na saída de jogo. Só faltou acertar mais passes (Raher)

BRUNO RODRIGO

SAMUDIO tomou conta da posição. por ali, caíram Tardelli, Fernandinho e Berola, a fina flor da paixão atleticana, e ele espanou tudo e todos. (José Neto)

LUCAS SILVA

HENRIQUE, com vitalidade e experiência, ocupou os espaços que tinha a obrigação de ocupar e ainda arranjou tempo e força pra dobrar a marcação sobre Rosaldinho. Pelo menos três vezes, o armador emplumado perdeu a bola pro volante celeste, quando já havia ultrapassado a primeira linha de marcação. (Rosan Amaral)

EVERTON RIBEIRO fez um lance na ponta direita que me lembrou um lance num RapoCota de 1994, em que Ronaldo entortou o uruguaio Kanapkis que caiu de cara na grama, pra lá, pra cá e saiu com dor na coluna… Jogou muito o Everton, desequilibrou, merecia ter feito aquele gol e sairia consagrado com justiça pela bela partida que fez!! (KMP)

RICARDO GOULART

DAGOBERTO brigou pelo time, criou espaços, segurou marcação e contribuiu com passes rápidos e arrancadas quase sempre paradas com faltas. (Raher) /// Caçou confusão com toda a defesa do 6a1o ontem. Ele irrita demais o adversário, é o famoso “sabe ser chato”. hahaha. (Mariana Resende)

JÚLIO BAPTISTA jogou bem. Está começando a acostumar com correria do ataque, sabe usar sua força física. Só está faltando o famigerado capricho nas conclusões. (Bruno 7LRJ) /// Protege bem a bola e ganhou quase todos chutões do Fábio, pelo alto. Seu problema é quando tenta driblar, pois até virar o corpo já tomaram a bola. (Walterson Almeida)

SOUZA entrou muito bem no jogo. Reforçou a marcação e foi boa opção na saída de bola pela direita. Não pode ser descartado como opção, principalmente em jogos em que será preciso segurar uma vantagem. (Mauro França)

TINGA entrou pra engordar o tempo de bola parada, já no fim da partida. (Síndico)

WILLIAN

MARCELO OLIVEIRA

ARBITRAGEM perfeita. Deixou o jogo correr e marcou com precisão todos os lances capitais. (Síndico)

CRUZEIRO fez mais uma partidaça, com beques jogando bem, laterais sólidos e uma dupla de volantes perfeita. Quase não deu chances de gol às frangas (exceção do lance em que Samudio tirou uma bola na pequena área). A linha de frente, se ainda não está tão boa quanto no ano passado, jogou muito e levou pavor à zaga atleticana (Otamendi que o diga, deve ter tido pesadelo com o Everton Ribeiro). Com tudo isso, o time celeste foi muito superior ao rival citadino e o empate acabou injusto, embora de ótimo tamanho. (Gustavo Martins)

ATLÉTICO-MG

GPT & MATTOS venceram o tirateima contra a dupla Kaiu & Maluf, no melhor campeonato estadual do país, o que reuniu os campeões brasileiro e continental. Não é pouco e dá um gás pra disputa da Libertadores. Merecem aplausos. (Síndico)

MAREF, ainda bem, agora é pitaqueiro de televisão. Se fosse juiz, teria inventado outro campeão, como já fez tantas vezes, quando soprava latinha. LINK (Síndico)

KAIU deu piti Mais um! Cante com a Beth, afinal, quem canta seus males espanta. LINK. (Síndico)

CHIQUES sumiram depois do jogo, mas já estão voltando, pianinhos, meio desconfiados, com medo de soltarem o grito de “Campeão Rural!” Sofrer em dia de título é foca! Mas quem mandou ter língua grande e orelha pontuda? (Síndico)

Moema Fox: “Já havia até me esquecido de como é sofrida uma final!”

Por Jorge Angrisano Santana | Em 14 de abril de 2014

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do CRUZEIRO 0×0 ATLÉTICO-MG, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta da final do Campeonato Mineiro, às 16h de 13abr14:

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Com esse espírito, não tem para ninguém. Foi um jogo difícil, mas nada resiste àao  união e trabalho .O torcedor apoiou o tempo todo. Fico feliz por essa parceria, que nos levará a avançar na Libertadores. Vamos comemorar hoje, mas trabalhar a muito partir de amanhã. O AtléticoMG é muito bem treinado, tem um trabalho de dois anos. Foi difícil chegar ao título, por isso, temos de comemorar bastante.

DAGOBERTO, atacante do Cruzeiro: Ganhar sempre é bom. Nosso time merece tudo isso que está vivendo. Trabalhamos muito e fomos coroados com um título que vai ficar marcado na vida de cada um.

ALEXANDRE MATTOS, diretor de futebol do Cruzeiro: “Tinha que ser desse jeito, com raça, com vontade. A quem diz que o Cruzeiro não sabe jogar mata-mata, mostramos que esse time corre, marca, cai quando precisa, dá bico quando precisa. Foi por méritos o campeão invicto. Foi o time que mais venceu e mais marcou gols. Esse título tinha que vir pro Cruzeiro, pelos méritos dessa administração do Dr. Gilvan.

MAIA, no PHD: Depois do jogo, trombei com a TOG numa estação do metrô. Estava uniformizado, com faixa de campeão, bandeira e tudo. Uns oito covardes me peitaram e agarraram minha faixa, gritando pra eu tirá-la. Não tirei e eles me empurraram contra a parede. Eu segurando e eles tentando me tirar a faixa, até que um deles, provavelmente o líder da corja, gritou pra parar e eu sai fora. Isto é só mais um capítulo na vida de um torcedor brasileiro.

JOSÉ NETO, no PHD: Ser campeão mineiro e ver franga-mor chorando não tem preço. vale o dito “Tudo como dantes no quartel de Abrantes”. Outra coisa boa é ver o Cruzeiro aprendendo a jogar essas decisões, o que contará muito na Libertadores. Parabéns ao time todo, ao excelente Marcelo Oliveira, que mostra a cada dia que é o grande treinador do Brasil no momento  e menção especial ao trabalho do Henrique, que sobra no meio de campo do Cruzeiro.

MAURO FRANÇA, no PHD: Faltou o gol, mas isso não tira o brilho desta conquista, campanha invicta, melhor ataque e defesa. O Cruzeiro mandou no jogo, teve mais volume e iniciativa, foi mais organizado. Criou várias chances, pelo menos duas claríssimas, com Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (os “come-e-dorme”, segundo um comentarista aqui). O adversário chegou apenas em lances isolados, em nenhum momento foi melhor. Ganhar um título em cima do rival não tem preço. É bom demais.

ERNESTO ARAÚJO, no PHD: Jogo difícil, com bons momentos das duas equipes. Gostei de como o Cruzeiro trabalhou defensivamente, interceptando com frequência os passes do adversário, não se permitindo ser envolvido, o que teria sido fatal. E o time ainda ganhou bem as segundas bolas. Não gostei foi da falta de pontaria do ataque, tem especial de Everton Ribeiro e Ricardo Goulart.

MOEMA FOX, no PHD: Quase morri aqui em Chicago mesmo com o Cruzeiro com o jogo nas mãos! Não é fácil, não! É uma comemoração solitária. O que ajuda a segurar o coração é o calor do PHD. Já havia até me esquecido de quanto é sofrida uma final!!! ZÊÊÊÊÊROOOOO!!!

 Olha, durante o jogo eu prometi que diria isso no final, se o Cruzeiro ganhasse (risos): Victor e Tardelli jogam muito. Jô é ótimo nas disputas aéreas. Mais valor pro nosso título!!!

RAUL MIRANDA PENNA, no PHD: O troféu de lata é bem a representação desse campeonato chinfrim. De qualquer jeito, o Cruzeiro merecia ganhar o jogo. Everton Ribeiro, Henrique e Lucas Silva, os melhores.

MAREF, comentarista de arbitragem da TV Globo: Vuaden marcou pênalti, mas o assistente levantou a bandeira e deu dois passos em direção ao meio de campo, ele pensou que fosse falta e marcou a posição da cobrança fora da área. Mas aí o Bruno Rodrigo disse que o bandeira, na verdade, havia marcado impedimento e ele foi perguntar. Como o bandeira confirmou o impedimento, ele não marcou nem pênalti, nem falta. Mas foi pênalti, mesmo.

JOGADORES DO CRUZEIRO, no vestiário do Mineirão: ÔÔôôÔÔôôÔÔôô, o campeão voltou, o campeão voltou!

Cruzeiro 0×0 AtléticoMG: 38 títulos, 11 invictos

Por Jorge Angrisano Santana | Em 13 de abril de 2014

Hoje, às 16h, no Mineirão, Cruzeiro x AtléticoMG, jogo de volta das finais do Mineiro 2014.

CAMPANHAS: Nas fases classificatória, semifinais e final, o Cruzeiro venceu 11 partidas e empatou 3, com 86% de aproveitamento; a Cocota, venceu 8, empatou 4 e perdeu 2, com 67% de aproveitamento.

AUSENTES no Cruzeiro: Martinuccio, em recuperação física.

BANCO do Cruzeiro: Elisson, Mayke, Leo Simões, Egídio, Nilton, Souza, Tinga, Elber, Luan, Willian, Borges e Marcelo Moreno.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “Quando reunimos no início do ano, traçamos objetivos de acordo com tradição do Cruzeiro. Até agora, a trajetória está muito boa, mas nada é garantido, porque o adversário é muito bom. Jogaremos com intensidade e força. A participação do torcedor é importante, mas o time tem de estar com cabeça no lugar, bem concentrado, pra ganhar o título, que nos fortalecerá pra outras competições.”

AUSENTES no AtléticoMG: Dátolo, Emerson, Réver, Pedro Botelho, Eron, Richarlyson, Josué, Rosinei e Luan, lesionados.

BANCO do AtléticoMG: Giovanni, Lee, Edcarlos, Jemerson, Fillipe Soutto, Claudinei, Eduardo, Carlos, Marion, Fernandinho, André e Berola.

Otamendi, beque da Cocota: “São 90 minutos. É uma final e numa final não há cansaço, não há obstáculos. Temos que ganhar o jogo. Temos consciência que precisamos jogar bem pra conseguir o título. Não há favorito. Temos que jogar pra ganhar. O importante no clássico não é jogá-lo, é ganhá-lo. Clássico se ganha, final se ganha. Ninguém se lembra do segundo. Sempre do primeiro.”

JUIZ: Leandro Pedro Vuaden, 38 anos (28jun75), de Roca Sales, Rio Grande do Sul, vendedor, é árbitro Fifa do quadro da CBF. Em 2014, ele já apitou 2 jogos da Libertadores: Santos laguna 4×1 Peñarol e Deportivo Cali 2×1 Lanús.

ESCRITA. Desde a reinauguração do Mineirão, o AtléticoMG não venceu o Cruzeiro na Pampulha.

HISTÓRIA. MARCELO OLIVEIRA, em 6 passagens pelo AtléticoMG (entre 2002 e 2008): 53 jogos, 18 vitórias, 17 empates, 18 derrotas. PAULO AUTUORI, em 3 passagens pelo Cruzeiro (1997, 1999/2000 e 2007): 88 jogos, 44 vitórias, 21 empates, 23 derrotas.

CENTÉSIMO ano dos campeonatos mineiros e não 100º campeonato mineiro é o que se comemora em 2014. Na verdade, com o deste ano, chega a 103 o número de torneios estaduais. Em 1926 e 1932, houve dois campeonatos, promovidos por ligas diferentes, e em 2012 houve um campeonato e um supercampeonato. Mas como jornalista não sabe fazer conta, a cascata do 100º campeonato é a que esta nas manchetes.

O JOGO

15h45. BICAMPEÕES da Superliga de Vôlei do Cruzeiro dão volta olímpica no Mineirão e são saudados pela torcida. O título foi conquistado nesta manhã com vitória por 3×0 sobre o SesiSP, no Mineirinho.

15h50. FÁBIO joga seu 38º RapoCota.

15h53. TEMPO bom, temperatura 28º, vento 6 Km/h, umidade 53%.

15h54. CRUZEIRO em campo, com uniforme tradicional; AtléticoMG também com uniforme tradicional.

15h56. PÚBLICO é grande, mas não lota o estádio.

15h58. OSMAR SANTOS, narrador paulista aposentado, prepara-se pra dar o chute inicial.

16h. VUADEN apita sua terceira final consecutiva de campeonato Mineiro.

16h02. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à esquerda das cabinas, dá a saída.

01. BALIZA. Dagoberto faz jogada pela direita, rola pra JB, que faz o pivô e deixou pra Lucas Silva, que enche o pé. Bola acerta o travessão.

02. Alex Silva passa a Jô, que está impedido na pontesquerda.

03. Rosaldinho cobra falta, Leonardo silva cabeceia, Fábio defende.

04. Rosaldinho cobra falta, BR corta de cabeça, dentro da área celeste.

05. TORCIDA celeste canta alto.

06. TORCIDÔMETRO do GloboEsporte: Cruzeiro 857×546.

07. Samudio recebe lançamento no lado esquerdo e cabeceia fraco. Bola sai à esquerda de Victor.

08. Dagoberto pedala na pontesquerda, Pierre passa-lhe o rodo. Falta.

09. ESCANTEIO DE MANGA CURTA. Dagoberto cobra falta, Otamendi corta, de 10. Paulo Autuori pede que Guilherme jogue no espaço às costas de Ceará.

11. MILAGRE. Alex silva tabela com robalinho e toca na saída de Fábio. Samudio corta quando não havia mais nenhum obstáculo pra bola no caminho da rede. escanteio.

12. Alex silva fica caído após se chocar com Fábio. Nada grave.

13. JB tabela com Dagoberto, mas é desarmado por Donizete na entrada da área emplumada.

14. Leonardo silva torce o pé, sozinho, e sai no carromaca.

15. Ricardo Goulart dá excelente passe a JB no meio da boqueira emplumada, mas o centroavante não alcança a bola.

16. Tardelli solta uma bomba, de longe, bola sai à esquerda de Fábio.

17. Marcelo Oliveira pede que JB e ER alternem posições no ataque pra confundir beques emplumados.

18. JB lança Dagoberto, que parte pra área emplumada, mas a finalizar, carimba Michel. escanteio.

19. Everton Ribeiro cobra escanteio pela direita, Otamendi corta, de cabeça.

20. Dagoberto comete falta em Alex Silva e fica discutindo com o adversário.

21. Pierre passa o rodo em Everton Ribeiro.

22. PARALISAÇÃO. Jogadores vão beber água.

23. TORCIDÔMETRO do GloboEsporte: 2.182x 1.418.

24. RECOMEÇA. Dagoberto cobra falta na meidireita, Victor defende pelo alto.

25. Samudio mete a mão na bola. Roaldinho cobra falta, Dagoberto intercepta a bola.

26. INACREDITÁVEL. Everton Ribeiro arranca da meiuca e encobre Victor, que saiu do arco. Bola sai à direita.

27. DEFESAÇA. Michel dá mancada dentro da área, JB enche o pé, Victor defende.

28. Dagoberto tabela com JB, que devolve mal, bola fica com a defesa da Cocota.

29. Rosaldinho lança Jô, que encobre Fábio, mas está impedido.

30. Alex silva chuta, bola acerta Goulart, no meiocampo, e sai pela linha de fundo. Tiro de meta pra Cocota.

31. LEVANTOU A GALERA. Everton Ribeiro aplica dois cortes em Otamendi e cruza. Lucas Silva conclui de prima, bola sai à direita de Victor.

32. GUILHERME CHUTA DE FORA DA ÁREA, BOLA EXPLODE EM DEDÉ.

33. Troca de passes do ataque celeste, Goulart cruza da direita, Otamendi corta de cabeça, dentro da área.

34. Samudio faz jogada pela esquerda, mas é desarmado por Alex.

35. Ceará cruza da direita, Leonardo Silva corta pra escanteio.

36. Samudio desce em velocidade pela esquerda, mas cruza forte e ninguém chega pra finalizar.

37. Henrique compra briga com dois emplumados na mica e vence a parada. Bola pra Goulart, que erra o passe pra JB.

38. Everton Ribeiro desrama Pierre na meiuca e avança. Na entrada da área passa a JB, mas a defesa emplumada corta.

39. FALTAS. Cruzeiro 12×6.

40. Bola sobre a área celeste, jô, acossado por Dedé, cabeceia, Fábio corta com os punhos.

41. Ceará dribla Alex Silva e cruza, Everton Ribeiro chuta, bola acerta Ricardo Goulart.

42. Dedé disputa com Jô, Vuaden marca falta do beque celeste.

43. Falta perigosa. Rosaldinho cobra, bola desvia na barreira, que estava na meia-lua. escanteio. Rosaldinho cobra corner, pela esquerda. Ceará corta.

44. AMARELO. Leandro Donizete, por falta em Everton ribeiro.

44’30”. BIKE. ceara cobra lateral, Dedé cabeceia, JB arremata de bicicleta, Victor defende.

45. JB recebe falta de Leonardo Silva, juiz não vê, cruzeirense fica caído reclamando.

45+1. Rosaldinho cruza da esquerda buscando Jô, Fábio defende.

45+2. FINALIZAÇÕES. Cruzeiro 7×4.

48. Fim de 1º tempo. Cruzeiro jogou melhor, mas não aproveitou as chances criadas.

EVERTON RIBEIRO, meia do Cruzeiro: “Fábio já tinha me falado pra quando estiver frente a frente tentar tocar por cima, quando vi ele caindo tentei tocar por cima, infelizmente a bola foi pro lado. Nosso time está bem, vamos tentar abrir o placar.”

INTERVALO

17h05. Times voltam a campo. Cocota com uma alteração.

00. TROCA. Guilherme x Fernandinho.

17h06. COMEÇA o 2º tempo. Cocota dá a saída.

46. Otamendi dá um chutão desde seu campo de defesa. Tiro de meta pro Cruzeiro.

47. Rosaldinho cobra escanteio pela esquerda, Leonardo silva cabeceia, com perigo, mas está impedido.

48. BOMBA. Everton Ribeiro chuta de fora da área, Victor espalma pra escanteio.

49. Everton Ribeiro cobra corner pela direita, defesa espana, Dedé chuta, Victor manda a bola pra lateral.

49’30″. Ceará arremata cruzado, bola na rede, pelo lado de fora.

50. Dagoberto divide com Leandro Donizete, dá um pescoção no adversário, e foca caído. Vuaden manda seguir o jogo.

51. Otamendi e Alex cometem falta em Everton Ribeiro na pontadireita celeste.

52. Dagoberto cobra falta pela direita, Dedé cabeceia, bola sai à esquerda do arco emplumado.

53. TORCIDÔMETRO do GloboEsporte: Cruzeiro 3.922 × 2.651.

54. Rosaldinho cobra falta do meiocampo, JB corta de cabeça na entrada da área celeste.

55. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 10×4.

56. Ricardo Goulart passa por dois, Otamendi cede escanteio.

57. Everton Ribeiro cobra corner pela direita, JB disputa com a boqueira, Jô fica com a bola e sai em contrataque lançando Fernandinho.

58. DESPERDÍCIO. Ricardo Goulart arremata, após jogada de JB, com o arco vazio, mas a bola sai à esquerda, pela linha de fundo.

59. TORCIDA celeste faz grande festa.

60. Fernandinho derruba Dedé, em disputa pela esquerda.

61. AMARELO. Samudio aplaca dois carrinhos em sequência, um em Michel, outro em Tardelli.

62. QUASE. Rosaldinho cobra corner pela esquerda, Dedé corta com a coxa direita, quase na risca. Outro escanteio.

63. Fernandinho cobra escanteio pela direita, Ricardo Goulart corta, na entrada da área.

64. Everton Ribeiro cruza, Ricardo Goulart se enrola com a defesa da Cocota e fica sem a bola.

65. DEFESAÇA. Fernandinho entra em velocidade na área celeste, Fábio sai do arco e corta com os pés.

66. Fábio caído, após levar canelada de Dedé na dividia com Fernandinho.

67. Fernandinho tenta jogada pela direita, mas é desarmado por Ricardo Goulart.

68. AMARELO. Michel por falta em Ricardo Goulart, matando contrataque.

69. Fernandinho cruza da direita, Jô vence Fábio e Dedé e cabeceia. escanteio pro time emplumado.

70. AMARELO. Pierre, por falta em Everton Ribeiro, no bico direito da área emplumada.

71. Everton Ribeiro cobra falta, defesa emplumada corta, por cima.

72. Ricardo Goulart abre a jogada pra JB, que finaliza cruzado, Victor defende.

73. TROCA Pierre x Berola, Michel x Claudinei.

74. Marcelo Oliveira vai trancar o time, com Souza no lugar de Dagoberto.

75. TROCA. Dagoberto x Souza.

75’30″. AMARELO. Dagoberto, por ensebar na saída de campo.

76. Samudio cruza da esquerda, Goulart comete falta em Victor.

77. Samudio passa por Berola e é jogado fora de campo. Vuaden economiza cartão.

78. Henrique passa a Everton Ribeiro, que entra na área, mas é cercado e desarmado por Leonardo Silva.

79. FÁBIO está com o ombro baleado.

80. TORCIDA celeste vibra, Willian vem aí.

81. SEMPULO. Dedé tira bola da entrada da área com um sempulo.

82. TROCA. Ricardo Goulart x Willian.

83. Willian cobra escanteio pela direita, Dedé cabeceia, bola fraca, na volta Dedé cruza mal, pra fora.

84. BRIGA encarniçada pela bola na meiuca. Cruzeiro leva vantagem.

85. Henrique chuta de fora da área, bola sai por cima do travessão.

85’30”. ENQUETE. Quem será o campeão mineiro? Cruzeiro, 61%.

86. AMARELOS. Everton Ribeiro, por falta em Donizete, Berola, por reclamação.

87. CHUTAÇO. Souza, de fora da área, bola sai rente ao poste esquerdo.

88. SUSTO. Jô sai da marcação dentro da área e cai pedindo pênalti. Bandeira marca impedimento. E acerta!

88’30″. Tinga vem aí. Marcelo Oliveira quer segurar a bola.

89. TROCA. Everton Ribeiro x Tinga.

90. Cocota continua reclamando do pênalti, placa sobe anunciando 4 minutos de acréscimo.

91. Donizete cobra falta, Otamendi tenta cabecear, não consegue, bola sai pela linha de fundo.

92. Dedé cobra falta de seu campo de defesa nas mãos de Victor.

92’30″. Leonardo Silva vira pontadireita, Cocota vai pro abafa.

93. Bola sobre a área celeste, Dedé cabeceia mal, Fábio cata, e joga bola pra longe,

94. FIM de jogo. Cruzeiro é campeão mineiro pela 38ª vez, 11 delas de forma invicta.

TORCIDÔMETRO do GloboEsporte: Cruzeiro 5.866 x 3.757 Cocota. 61% de cruzeirenses.

CRUZEIRO 0×0 ATLÉTICO-MG, domingo, 13abr14, 16h. TEMPO bom, temperatura 28°, vento: 6 km/h, umidade 53%. LOCAL: Mineirão (62.000), cancha perfeita, de grama natural (105×68), Belo Horizonte. MOTIVO: jogo de volta das finais do Mineiro 2014. TRANSMISSÃO: TV Globo e PFC (paguepraver). PÚBLICO: 48.818 pagantes, R$2.322.088. ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS), juiz, Fábio Pereira (FIFA/TO) e Alessandro A. Rocha de Matos (FIFA/BA), bandeiras, Wagner dos Santos Rosa (CBF/RJ), 4º árbitro. AMARELOS: Leandro Donizete, Michel, Pierre, Berola (A), Samudio, Dagoberto, Everton Ribeiro (C.). CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Samudio; Henrique e Lucas Silva, Everton Ribeiro (Tinga, 88), Ricardo Goulart (Willian, 80) e Dagoberto (Souza, 74); Júlio Baptista. Tec: Marcelo Oliveira. ATLETICO-MG: Victor; Michel (Neto Berola, 72), Leonardo Silva, Otamendi e Alex Silva; Pierre (Claudinei, 72), Leandro Donizete, Rosaldinho e Guilherme (Fernandinho, intervalo); Diego Tardelli e . Tec: Paulo Autuori. HISTÓRICO: Foi o 447º RapoCota, segundo as duvidosas estatísticas oficiais. O Cruzeiro venceu 153, empatou 120 e perdeu 174, com 578 gols a favor e 633 contra. Pelo Campeonato Brasileiro foram 58 jogos. O Cruzeiro venceu 20, empatou 18, perdeu 20, marcou 78 gols, sofreu 73. Os dois clubes já se enfrentaram em 20 decisões do Mineiro. O Cruzeiro venceu 12 (40, 67, 72, 77, 87, 90, 98, 04, 08, 09, 11, 14), perdeu 8 (31, 54, 62, 76, 85, 00, 07, 13) e empatou uma (56), quando, por falta de atletas em condições de jogo pra decisão, após longa batalha judicial, os dois foram declarados campeões. Nas duas edições da Copa dos Campeões do Mineiro, a vitória foi do Cruzeiro. Em fases preliminares, o Cruzeiro foi eliminado pelo rival nas quartas-de-final do Brasileiro de 1999 e o eliminou nas semifinais da Copa SulMinas de 2001 e 2002 e do Mineiro de 2005 e 2006. Foram 228 clássicos no Mineirão. O Cruzeiro venceu 84, empatou 72, perdeu 72, marcou 269 gols, sofreu 246. Pelo Mineiro, foram 261 jogos, com 89 vitórias do Cruzeiro, 66 empates, 106 derrotas, 284 gols a favor, 332 contra.

Hoje, não tem Mineirão

Por Jorge Angrisano Santana | Em 13 de abril de 2014

Não vou ao RapoCota. Deixarei minhas três cadeiras à disposição dos animais, que vão pisoteá-las com suas patas imundas.

Apesar da minha decisão, vou apresentar propostas pra resolver os inúmeros problemas que as capivaras enxergam no estádio.

  1. ESTACIONAMENTO. Emanuel Carneiro disse que há poucas vagas. Só no Mineirão e no Mineirinho, existem quase 5 mil. Afora os estádios americanos, qual outro, mundo afora, tem tantas vagas? Mas se os itatiaiófilos acham que a quantidade é insuficiente, apresento duas soluções: derrubar o Mineirinho e aterrar a Lagoa da Pampulha pra ampliar as vagas.
  2. GRAMADO. Um desconhecedor profundo do assunto disse, no PHD, que o relvado do Mineirão está muito castigado. Solução: trocá-lo por um piso sintético.
  3. ENTRADAS. Aqui mesmo, no PHD, outros profundos desconhecedores, dizem que duas entradas são insuficientes. Proponho retirar as 62 catraias, derrubar os muros e confiar na civilidade do torcedor, que só irá ao jogo se tiver comprado ingresso, sem que ninguém tenha de conferir isso.
  4. CADEIRAS. Os animais dizem que elas impedem o pleno exercício do ato de torcer. Sugestão: devem ser trocadas por pinos. Aposto que, assim, a maioria vai acabar preferindo ficar sentada.
  5. SINALIZAÇÃO. Bestas dizem que só sabem que o estacionamento está lotado quando se aproximam dele. Sugestão: espalhar painéis eletrônicos ao longo da Antônio Carlos e da Catalão avisando aos motoristas que o local está lotado. Outra opção é cadastrar o celular de todos os motoristas e enviar SMS a eles, com o relevante aviso.

Posto isto, desejo bom jogo a quem tem coragem de passar algumas horas ao lado dos hunos.

Cruzeiro 3×0 Sesi: Bicampeão brasileiro!

Por Jorge Angrisano Santana | Em 13 de abril de 2014

Cruzeiro 3×0 SesiSP (21/19, 21/17/21.18), no Mineirinho, Belo Horizonte, jogo final da Superliga Masculina de Vôlei, às 10h, de 13abr14.

JOGO

  • 1º set: O Cruzeiro abriu logo 3/0, mas o Sesi reagiu e empatou. O 1º tempo técnico chegou com vantagem celeste por 7/6. Nas passagem do central Isac pelo saque, o Cruzeiro voltou a desequilibrar e fez 16/13 e levou o jogo trocando pontos até fechar em 21/19.
  • 2º set: Início equilibrado. Com ace do central Eder, o Cruzeiro fez 6/5 e seguiu trocando pontos até desequilibrar com bloqueios fazendo 17/15. Com o saque funcionando, o time mineiro fechou em 21/17.
  • 3º set: O Cruzeiro não forçou muito no começo e deixou o Sesi se atrapalhar sozinho. Abriu 4/1 e fecho o 1º tempo técnico em 7/3. Daí em diante, começou o massacre, com saques e contrataques potentes e o placar foi a 17/11, dando início à festa do título nas arquibancadas lotadas do Mineirinho. Na reta final do set, o Sesi ameaçou reagir com 2 pontos seguidos, mas o campeão mundial fechou em 21/18.

CRUZEIRO 3×0 SESI (21/19, 21/17, 21/18), domingo, 13abr14, 10h, Mineirinho (20 mil), Belo Horizonte, 14.300 pagantes, final da Superliga Masculina de Vôlei 2013/14. CRUZEIRO: William, Wallace, Filipe, Leal, Isac, Eder e o líbero Serginho. Entraram Vinhedo, Paulo Victor e Douglas Cordeiro. T: Marcelo Mendez. SESI-SP: Sandro, Renan, Lucarelli, Murilo, Sidão, Lucão e o líbero Serginho Escadinha. Entraram Thiaguinho, Rogério, Mão e Manius. T: Marcos Pacheco.

Troféus ao alto!

Por Jorge Angrisano Santana | Em 13 de abril de 2014

Minas, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Bahia e Goiás conhecerão seus campeões neste domingo.

Pernambuco e Ceará, só os finalistas. Maranhão já tem campeão. Quanto aos demais estados, só pesquisando.

Punido por dizer a verdade

Por Jorge Angrisano Santana | Em 12 de abril de 2014

[IMG]

Técnico do JuventusSC chamou esta bandeirinha de gostosa. Ela merece?

Técnico do Juventus chama bandeirinha de "sua gostosa" após ser expulso Juventus/Divulgação

Celso Teixeira perdeu a cabeça e foi expulso. Vc não perderia?

Cruzeiro pronto pro RapoCota decisivo

Por Jorge Angrisano Santana | Em 12 de abril de 2014

Cruzeiro, às vésperas do RapoCota, que decidirá o Mineiro 2014:

TIME: Fábio, Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Samudio; Henrique e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Dagoberto; Júlio Baptista.

RESERVAS: Elisson, Mayke, Egidio, Leo Simões, Tinga, Nilton, Souza, Elber, Willian, Borges, Marcelo Moreno e Luan.

LUCAS SILVA, que havia sido convocado pra treinar com a Sub20, foi liberado para as partidas contra o Cerro Porteño, pela Libertadores. Wallace, Alisson e Georgemy continuam à disposição da CBF.

PÚBLICO do RapoCota será superior a 40 mil. Até ontem, somados ingressos garantidos dos SF e vendidos pela internet e nas bilheterias, a ocupação já estava em 46 mil.

MARCELO OLIVEIRA perdeu pontos ao se dirigir, aos berros e com palavrões, ao beque Leo Simões, no último treino. Assim, ele perde o controle do grupo. São idos os tempos em que Yustrich fazia isto e os jogadores aceitavam.

NAÇÃO AZUL é o nome da nova modalidade de sócio do futebol lançada pelo Cruzeiro. O associado pagará R$12 por mês e terá direito a descontos em 600 produtos do programa Por Um Futebol Melhor., mas não terá acesso ao estádio, nem direito a compra preferencial de ingressos.