Hoje, tem RapoCota no STJD

Por Jorge Angrisano Santana | Em 1 de outubro de 2014

Se punir o Cruzeiro pelas arruaças dos emplumados no RapoCota, o STJD estará dando a senha a todas as torcidas: “avacalhem o rival que o tribunal garante”.

Até agora, GPT e o Cruzeiro agiram mal ao não botarem a boca no trombone. Não esclareceram a opinião pública. Apostaram no palavrório de advogados no tribunal, quando o assunto vai muito além disto.

Resta acreditar no impossível: que os julgadores não se balizem pelos estúpidos jornalistas politicamente corretos que, sem a presença do Cruzeiro no debate, nadaram de braçada culpando indistintamente as duas torcidas pelos crimes de uma só.

Sem39: Ragelli fez 2 na cocotinha e subiu na vida

Por Jorge Angrisano Santana | Em 30 de setembro de 2014

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 39 de 2014, por MAURO FRANÇA.

SEGUNDA, 22set14. Reapresentação do elenco, à tarde. Jogadores que atuaram no clássico fizeram regeneração na academia. Os demais participaram de treino técnico. ALISSON sofreu lesão muscular na coxa esquerda no clássico e iniciou tratamento. /// Clube lançou campanha de doação de brinquedos para crianças carentes. Jogadores foram os primeiros doadores. Caixas pra recolhimento serão colocadas nas sedes e lojas do clube. /// TORNEIO DE IRVINE, Crawford Court, Universidade da Califórnia, SADA CRUZEIRO 3×1 UC IRVINE, parciais de 23/25, 25/19, 25/15 e 25/16. Com 23 pontos, Leal foi o maior pontuador da partida.

TERÇA, 23set14. Pela manhã, delegação embarcou pra Curitiba, com 21 jogadores: Fábio, Rafael, Ceará, Mayke, Egídio, Breno Lopes, Dedé, Léo, Manoel, Henrique, Lucas Silva, Nilton, Willian Farias, Everton Ribeiro, Marlone, Ricardo Goulart, Borges, Dagoberto, Marcelo Moreno, Marquinhos e Willian. À tarde, jogadores fizeram recreativo no Ecoestádio Janguito Malucelli. Lucas Silva e Marcelo Moreno, com cansaço muscular, foram poupados. /// COPA DO BRASIL SUB20, jogo de volta da 1ª fase, Arena do Jacaré, Sete Lagoas, CRUZEIRO 2×0 CEARÁ. Gols: Hugo Ragelli (2). CRUZEIRO: Georgemy; Dione, Fabrício, Bruno Viana e Antônio; Sávio, Gabriel Moura e Igor (Wendel); Judivan (Denner), Murilo e Hugo Ragelli (João Gabriel). T: Paulo Ricardo. /// TORNEIO DE IRVINE, Crawford Court, Universidade da Califórnia, SADA CRUZEIRO 3×0 SHANGAI TANG (25/19, 25/21, 25/17). Com 12 pts, Filipe foi o maior pontuador. SADA CRUZEIRO: William, Alan, Filipe, Leal, Isac, Eder Levi e Serginho. Entraram ainda Lucas Salim e PV.

QUARTA, 24set14. CORITIBA 1×2 CRUZEIRO. Couto Pereira, Curitiba, 24ª rodada Brasileiro 2014, 9.521 pagantes, 11.928 presentes, R$171.099. Arbitragem: Vinicius Furlan, Rogerio Pablos Zanardo e Vicente Romano Neto, trio paulista. Amarelos: Willian, Dedé (Cru), Germano, Alex, Carlinhos, Zé Love (Cor). Gols: Marcelo Moreno (p), 7, Everton Ribeiro, 39, Martinuccio, 61. CRUZEIRO: Fábio; Ceará, DedéManoel e Egídio; Henrique e Nílton; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart (Marlone) e Willian (Marquinhos); Marcelo Moreno. T: Marcelo Oliveira. CORITIBA: VanderleiNorberto, Luccas Claro, Leandro Almeida e Carlinhos; Helder (Dudu), Germano (Martinuccio) e Rosinei (Geraldo); Alex; Joel e Zé Love. T: Marquinhos Santos. /// MARCELO OLIVEIRA: “Precisávamos ser eficientes pra vencer e conseguimos. Fizemos um 1º tempo primoroso, não demos qualquer chance, chegamos ao ataque inúmeras vezes, só pecamos por não ter feito o 3º gol. No 2º tempo, apesar de estarmos com contrataques bem programados, não conseguimos levar muito perigo devido ao erro no último passe. Numa bola parada, nos equivocamos e demos chance pro Coritiba fazer o gol e ir para cima. Mas foi uma vitória sensacional”. /// Procuradoria do STJD denunciou Cruzeiro e AtléticoMG por “confusões ocorridas no clássico do último domingo”, no Mineirão. GILVAN DE PINHO TAVARES: “Estamos preparando a defesa. Não vamos apresentá-la publicamente e sim no julgamento. O STJD pode pedir quantos jogos quiser. Isso não é importante. Sei que a torcida do Cruzeiro não foi responsável pela confusão. O estádio é público e a PM só assistiu aos vândalos quebrando tudo. O que o Cruzeiro pode fazer se a Polícia não quer trabalhar? A segurança é feita por ela, nós não podemos fazer nada. O pior de tudo é que a PMainda mentiu. Disse que não chegou a usar bombas. Tem vídeos de bombas da PM. Foi por isso que o árbitro chegou a paralisar o clássico”.

QUINTA, 25set14. Jogadores fizeram treino físico na academia do hotel em Curitiba. À tarde, delegação viajou pra Recife. Com WILLIAN suspenso pelo 3º amarelo, MARCELO OLIVEIRA convocou NEILTON pra se juntar à delegação. /// BRENO LOPES foi retirado do banco contra o Coritiba devido a dúvidas sobre sua situação legal. VALDIR BARBOSA esclareceu: Consultamos a CBF e a resposta não veio até ontem à noite. O Regulamento Específico da Competição e o Regulamento Geral de Competições não definem com exatidão sobre transferências de jogadores de divisões diferentes. Nos anos anteriores, uma competição não dependia da outra. Agora, contudo, não ficou transparente. Temos convicção de que ele pode atuar normalmente, mas vamos esperar a resposta da CBF pa escalá-lo”. /// TORNEIO DE IRVINE, Crawford Court, Universidade da Califórnia, SADA CRUZEIRO 3×0 SHANGAI TANG (25/20, 25/13, 31/29). Isac foi o maior pontuador, com 15 pts.

SEXTA, 26set14. À tarde MARCELO OLIVEIRA comandou treinamento no CT do Náutico. MARCELO MORENO e EVERTON RIBEIRO foram poupados. Com dores no tornozelo, NEILTON não viajou pra Recife. Em seu lugar foi JUDIVAN. /// MARCELO OLIVEIRA, sobre o julgamento no STJD: “Uma situação criada por 3 ou 4 pessoas, que pode ter sido até programada pra nos prejudicar e a gente se vê diante da possibilidade de ver todo um trabalho sendo jogado abaixo. Jogar em estádio sem torcida ou jogar em outra cidade distante, mudando completamente a logística, pode ser prejudicial”.

SÁBADO, 27set14. SPORT 0×0 CRUZEIRO. Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata, 25ª rodada Brasileiro 2014, 23.236 presentes, R$629.325. Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA), juiz; Alessandro Rocha de Matos (BA/FIFA) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE/FIFA), bandeiras. Amarelos: Mayke (C), Wendel, Willian (S). CRUZEIRO: Fábio, Mayke, Dedé, Manoel e Egídio; Henrique (Nilton) e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart (Marlone) e Marquinhos; Marcelo Moreno. T: Marcelo Oliveira. SPORT: Magrão, Patric, Henrique MatosDurvalRenê; Ibson (Augusto César), Rithely e Wendel (Willian); Felipe Azevedo e Diego Souza; Neto Baiano (Danilo). T: Eduardo Baptista. /// MARCELO OLIVEIR: “Tivemos as dificuldades que as outras equipes tiveram aqui. Nossa equipe fez 7 jogos em 20 dias, e havia recomendação de poupar jogadores essenciais, como o Everton Ribeiro e o Marcelo Moreno, porém, eu achei que era importante a presença deles. Seria excelente se conseguíssemos duas vitórias nesses dois jogos longe de BH. Conquistamos 66% desses pontos, que é um número bom”. /// RAUL PLASSMANN completou 70 anos. /// ESTADUAL SUB20, 4ª rodada do hexagonal final, estádio José Porfírio de Oliveira, Pará de Minas, CRUZEIRO 2×1 ATLÉTICO-MG. Gols: Hugo Ragelli (2). CRUZEIRO: Georgemy; Dione, Fabrício, Bruno Viana e Bruno Levandoski; Sávio, Gabriel Moura e Igor (Denner); Hugo Ragelli (João Gabriel), Murilo (Gabriel Louzada) e Pedro Paulo (Wendel/Leo Bonatini). T: Paulo Ricardo. /// ESTADUAL SUB15, 9ª rodada fase classificação, estádio Deodoro Campolina, Esmeraldas, CRUZEIRO 4×1 CAMPOLINA. Gols: José Francisco, Sabará, Rhomulo e César. CRUZEIRO: João Pedro (Gomides); Victor, Rhomulo, Matheus M. e Carlos; Helberth, César (Marlisson) e Sabará (Lucas F.); José Francisco (Natan); Thiago Mequias (Mauro) e João Diogo (Harisson). /// ESTADUAL SUB17, 9ª rodada fase classificação, estádio Deodoro Campolina, Esmeraldas, CRUZEIRO 3×1 CAMPOLINA. Gols: Gabriel Henrique, Marcus e Lucas dos Santos. CRUZEIRO: Dalberson; Rafael, Gustavo, José Leandro, Gabriel Luiz e Victor (João Guilherme); Marcus, Rafael (Israel) e Rick Sena (Lucas dos Santos); Gabriel Henrique e Marcelo (João Luiz). /// TORNEIO DE IRVINE, Crawford Court, Universidade da Califórnia, SADA CRUZEIRO 3×1 UC IRVINE (23/25, 25/19, 25/19, 31/29). O SADA CRUZEIRO conquistou o título pela 3ª vez. Leal foi o maior pontuado, com 21 pts, e foi eleito o MVP do torneio.

DOMINGO, 28set14. Delegação retornou de Recife, desembarcando em Confins no final da tarde. /// ATLETISMO: Altobeli Santos da Silva venceu a 10ª Etapa do Circuito Bradesco da Longevidade, em São Paulo, com 17:11 (6 km). Na 8ª Corrida do Shopping Iguatemi de Fortaleza, Daniel Henrique Alves Sabino venceu a prova dos 6 km, enquanto Marcos Antônio Pereira faturou a dos 10 km. Cícero Vieira foi o vencedor da Corrida Rústica de Iguatu/CE, com 30:05 (10 km). Ivamar de Oliveira venceu a 1ª Corrida de São Goatardo, com 14:58. Em Betim, João Gari foi o 2º na 2ª Corrida Betim Run, com 31:28. João da Bota foi o 3º, com 31:39, e Ivanildo Pereira dos Anjos o 4º, com 32:06. Helena Pereira da Anunciação foi a 3ª no feminino, com 40:48. Claudete Maria de Souza venceu a 4ª Corrida da Farmácia Indiana de Teófilo Otoni, com 39:25 (10 km). No masculino, Ailton São Pedro ficou com o 2º lugar, com 31:33, seguido por Mércio Silva Ferreira em 3º, com 31:52, e Sander Luiz Santos em 4º, com 32:10. Justino Pedro da Silva foi o 2º na etapa de Salvador do circuito Mizuno Half Marathon, com 1:08:37. Estreando na equipe, Edson Amaro Arruda dos Santos foi o 3º, com 1:08:50. Giomar Pereira da Silva foi o 5º, com 1:10:02. Edielza Alves dos Santos Guimarães venceu a Corrida Viva Saúde da Santa Casa de Valença/BA, com 23:30 (6,7 km).

Renegociando a dívida

Por Jorge Angrisano Santana | Em 30 de setembro de 2014
Qual a melhor legenda para esta foto?

Cordeiros em pele de lobos

Por Jorge Angrisano Santana | Em 30 de setembro de 2014

Um promotor de defesa do consumidor do Ministério Público proibiu a Máfia Azul, a Pavilhão Independente e uma torcida das frangas de comparecerem a estádios e até de circularem num raio de 5 quilômetros deles por seis meses.

O motivo foram arruaças que elas promoveram nos últimos três RapoCotas. Julgamento de rito sumário! E eu, na minha ignorância, desconhecendo o direito de um promotor de sair distribuindo penas a seu bel prazer. Imaginava que o princípio do contraditório continuasse em vigor neztepaiz.

Sobre punições individualizadas a baderneiros, nada. Os torcedores brasileiros, para o MP, polícia e Justiça, são desprovidos de livre arbítrio. Não cometem crimes por decisão própria, mas porque vestem camisas de torcidas organizadas.

São cordeiros em pele de lobos.

Contra o ABC o torcedor será mais decisivo

Por Jorge Angrisano Santana | Em 29 de setembro de 2014

Gostaria de ver 40 mil torcedores empurrando o time alternativo do Cruzeiro contra o ABC, pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira.

No sábado, 20 mil apoiando o time principal já estaria de bom tamanho. Mais do que isto significa encher o Mineirão de “capivaras que vaiam”.

Na quarta, o furor da galera faria diferença a favor dos reservas e contra um time modesto da segundona.

Pra sábado, a mobilização é previsível. Cada atleta fará o que puder, pois o jogo é decisivo e de enorme visibilidade.

Ademais, grito não vai influir no rendimento dos colorados, todos eles putaveias. Mas pode assustar um pouquinho os abecedistas.

Arreguy: “Os velhinhos estão fazendo falta”

Por Jorge Angrisano Santana | Em 29 de setembro de 2014

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do SPORT 0×0 CRUZEIRO, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, às 18h30 de 27set14:

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Tivemos as mesmas dificuldades que outras equipes, aqui. O Sport tem 8 vitórias, 3 empates e apenas uma derrota jogando em casa. Empurrado por sua grande torcida, ele sempre dá muito trabalho a quem vem aqui. Nossa equipe fez 7 jogos em 20 dias e havia até recomendfação de poupar jogadores essenciais, como Everton Ribeiro e Marcelo Moreno, porém, eu achei importante a presença deles. Se conseguíssemos duas vitórias nesses dois jogos longe de Belo Horizonte, seria excelente, mas não foi possível. Conquistamos 66% desses pontos, que é um bom número.

HENRIQUE, volante do Cruzeiro:  Foi uma pancada nas costas. Durante o jogo, travou, impossibilitando dar um pique mais forte. A dor estava muito forte. Espero que não seja nada demais, porque a coluna é uma região sensível. Mas já estou me sentindo melhor, depois de medicado.

LEONARDO CORRADI, médico do Cruzeiro:  Henrique sofreu trauma na região lombar. Fizemos a primeira avaliação e, a princípio, não preocupa. Em Belo Horizonte, vamos avaliar melhor. Mas acredito que não seja problema pra sequência do campeonato.

WENDEL, volante do Sport: Empatar com o líder dá confiança, pela forma como conseguimos. Jogamos de igual pra igual e certamente os outros clubes sabem que temos condições de jogar assim contra todo mundo. Então, creio que ajuda.

DIEGO SOUZA,  meiatacante do Sport: Faltou um pouco de objetividade, mais de capricho no último passe, pra gente ter saído com três pontos.  Mas foi um grande resultado. Empatamos com a equipe que será a campeã. Ninguém vai chegar no Cruzeiro e dificilmente eles perderão pontos. Pode ter certeza disso. É um time muito forte.

EDUARDO BAPTISTA, técnico do Sport: Fizemos um jogo excelente. E não fosse dassim, eu estaria explicando uma derrota. O Cruzeiro é muito duro e fizemos um jogo praticamente perfeito na parte tática. Só nos faltou o último passe. Perdemos situações em que poderíamos ter decidido. Mas foi  eum resultado justo. O Cruzeiro teve chance e nós também. O Cruzeiro é um time em que sai Everton Ribeiro e entra Dagoberto. E parece que eles evoluem a cada substituição. Pra mim, será o campeão brasileiro. Não só este ano, como em 2015.

EDUARDO ARREGUY CAMPOS, no PHD: Ganhamos um ponto, numa senhora pelada. O time vem de uma sequencia desgastante, mas vai ter que se esforçar mais para manter a ponta. Os velhinhos Tinga, Dagol, Ceará, Borges e JB, estão fazendo falta.

São bravateiros e bipolares

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de setembro de 2014

No início deste ano, emplumados achavam que o bi na Liberta era mais do que certo. O Mineiro, então, seria um passeio. Se ferraram ao quadrado.

Cruzeirenses não conseguiam imaginar o título da Liberta escapando co campeão brasileiro. Foi o que se viu…

No Morrinhão, as bravatas dos torcedores celestes começaram lá pela 5ª rodada e, agora, título virou obrigação. Não pode mais nem empatar fora de casa.

Como o futebol não tem compromisso com bravateiros, é bom GPT, Contratador, Pacote e jogadores ficarem espertos. Torcedor é bipolar.

25ª BR: Arrebenta, Talento!

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de setembro de 2014

25ª rodada (66%) do Campeonato Brasileiro 2014, disputada em 27/28set14.

SPORT 0×0 CRUZEIRO, 27set14sab18h30, Arena Pernambuco (42 mil), São Lourenço da Mata, pagantes, 23.236 presentes, R$629.325, média R$27.

CHAPECOENSE 1×1 CRICIUMA, 27set14sab18h30, Condá (22 mil), Chapecó, pagantes, 5.664 presentes, R$53.220, média R$9, gols de Leandro, 23, Souza, 53.

SÃO PAULO 1×3 FLUMINENSE, 27set14sab22h, Morumbi (63 mil), São Paulo, pagantes, 16.131 presentes, R$581.420, média R$36, gols de Fred, 52, Pato, 56, Wagner, 72, Conca, 90.

BOTAFOGO 0×2 GRÊMIO, 27set14dom16h, Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro, 10.462 pagantes, 12.498 presentes, R$263.010, média R$, gols de Bracos, 49 e 76.

ATLETICO-PR 1×0 CORINTHIANS, 27set14dom16h, Baixada (42 mil), Curitiba, gol de Cleo, pênalti, 41.

ATLÉTICO-MG 1×0 VITÓRIA. 27set14dom16h, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 20.877 presentes, R$421.362, média R$, gols de Tardelli, 85, Guilherme, 93.

BAHIA 2×1 FLAMENGO, 27set14dom16h, Fonte Nova (50 mil), Salvador, 36.452 pagantes, 37.393 presentes, R$1.066.013, gols de Maxi Biancucchi, Eduardo da Silva, 61.

SANTOS 2×0 GOIÁS, 27set14dom18h30, Pacaembu (38 mil), Sao Paulo, gol de Deivid Braz, 13, Geuvânio, 62.

INTERNACIONAL 4×2 CORITIBA, 27set14dom18h30, BeiraRio (50 mil), Porto Alegre, gols de Dalessandro, 13, Leandro Almeida, 16, Alex, 33, Sasha, 44, Zé Love, 62, Sasha, 73. PREMIERE

FIGUEIRENSE 3×1 PALMEIRAS, 27set14dom18h30, Orlando Scarpelli (19 mil), Florianopolis, gol de Cristaldo, 34, Clayton 75 e 77, Marcão, 80. PREMIERE, SPORTV.

ARTILHARIA. [12Marcelo Moreno (Cruzeiro) [11Ricardo Goulart (Cruzeiro) Barcos (Grêmio) [9] Fred (Flu), Henrique (Porco) Pato (Bambi) Tardelli (Cocota) [8] Cícero (Flu) [7] Douglas Coutinho (Cap) Alecsandro (Fla) Guerrero (Gambá) Kardec (Bambi) [6] Conca (Flu) Zeballos, Sheik (Bota) Erik (Goiás) Everaldo (Figueira) Ceni (Bambi) Eduardo da Silva (Fla) [5Everton Ribeiro (Cruzeiro) Kieza (Bahia) Gabriel (Peixe) Dinei, Caio (Vitória) Daniel (Bota) Patric, Neto Baiano (Sport) Luís Fabiano (Bambi) Dalessandro, Rafael Moura (Inter) [4Júlio Baptista (Cruzeiro) Wagner (Flu) Tiago Luis (Chape) Dátolo (Cocota) Alex (Coxa) Ganso (Bambi) Jadson (Gambá) Baier (Cri) Marcelo Cirino (Cap), Aránguiz (Inter), Giovani Augusto (Figueira).

Manoel e Marquinhos, os melhores de um time sem inspiração

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de setembro de 2014

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do SPORT 0×0 CRUZEIRO, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, às 18h30 de 27set14:

TORCIDA CELESTE compareceu e apoiou o time. (Síndico)

FÁBIO fez as defesas necessárias, nenhuma extraordinária (Síndico)

MAYKE, eficiente na marcação, subiu pouco ao ataque; no fim, parou um contrataque e levou amarelo. (GloboEsporte)

DEDÉ foi perfeito nas bolas aéreas e nas antecipações. (Teixeira)

MANOEL ganhou praticamente todas as disputas com os adversários, sempre com tranquilidade e sem afobação. Atualmente, é o melhor zagueiro do Cruzeiro. (Rantunes)

EGÍDIO marcou, fez cobertura, desarmou várias jogadas do ataque rubronegro e foi quem mais apareceu pelos flancos pra colocar a bola na zona do agrião. Patric que costuma deitar e rolar na direita do ataque do Sport não conseguiu jogar porque não levou vantagem no duelo com o lateral celeste e porque ficou com medo de abrir espaços em suas costas. e sem Patric, o Sport perde metade de sua capacidade de ataque. (Síndico) /// sem falhas defensivas, deu assistências potenciais, e é uma das principais opções de saída de bola, quebrando a primeira marcação, o que merece ser mais valorizado. (Rapgol) /// Não deu muitos espaços para os avanços de Patric. Fez um cruzamento rasteiro na medida para Everton Ribeiro no primeiro tempo e outro para Ricardo Goulart na etapa final. (GloboEsportes)

HENRIQUE estava fazendo uma boa partida, quando foi machucado e teve que sair. Com isto, o time celeste perdeu muito no meio de campo com sua ausência. (Danilo_VIX) /// Vinha jogando bem, deu um carrinho providencial pra evitar que Felipe Azevedo ficasse cara a cara com o goleiro Fábio. Mas na sequência sofreu uma falta dura de Durval e saiu machucado aos 34 minutos. (GloboEsportes)

NÍLTON jogou com muita disposição, ganhou todas disputas aéreas na frente da zaga, saiu jogando com qualidade e exigiu boa defesa do Magrão em chute de longe, coisa que os volantes não têm feito ultimamente. (Rafael Freire)

LUCAS SILVA teve atuação destacada. Sua única falha foi não ter tentado fazer gol com chutes a meia distância. (Coutinho)

EVERTON RIBEIRO, pouco inspirado, até se movimentou, mas errou muitos passes. Na melhor chance do time no 1º tempo, chutou rasteiro e facilitou a defesa de Magrão com o pé. (GloboEsporte)

MARLONE esforçou-se, mas não conseguiu muita coisa. (Síndico)

RICARDO GOULART não repetiu, nem de longe, as atuações que o levaram à seleção brasileira. Teve uma boa oportunidade no fim da etapa inicial num chute colocado defendido por Magrão. No fim do jogo recebeu ótimo cruzamento de Egídio e chutou a bola no próprio rosto. (GloboEsporte)

MARQUINHOS foi o único do meio pra frente que jogou razoavelmente. Não foi tão efetivo no ataque, mas saiu-se bem na recomposição e na ajuda a Egídio. (J. Dias) /// criou as melhores chances, todas desperdiçadas pelos atacantes. (Marcos Alexandre)

MARCELO MORENO só levou a melhor sobre os defensores do Sport uma vez, mas o chute foi sem força no meio do gol. Ainda se enrolou com a bola em outra oportunidade. (GloboEsporte)

DAGOBERTO entrou no decorrer do 2º tempo, correu bastante, mas não foi acompanhado pelos colegas que já estavam cansados e sem imaginação pra tramar boas jogadas. (Síndico)

MARCELO OLIVEIRA arriscou escalando jogadores desgastados imaginando poder aumentar a vantagem sobre as escoltas. Não deu certo, mas o prejuízo não foi tão grande na tabela (Síndico)

CRUZEIRO se preocupou muito mais em não perder do que em vencer. Beques e volantes foram bem, laterais marcaram melhor do que atacaram e na frente apenas Marquinhos fez alguma coisa boa, além de também ajudar na marcação. (Matheus Penido) /// O Cruzeiro não conseguiu se impor na partida nem mostrar um futebol dinâmico. (Danilo_VIX)

SPORT marcou bem, mas não teve ideias nem bola pra furar a defesa celeste. Segurou o empate, safando-se duas ou três vezes de tomar gols e não teve uma chance sequer de marcar. (Síndico)

COMBO DE ARBITRAGEM não complicou, nem aceitou a pressão dos jogadores do Sport. (Síndico)

Sport 0×0 Cruzeiro: Líder fez jogo de segurança

Por Jorge Angrisano Santana | Em 27 de setembro de 2014

CRUZEIRO contra o Sport, na Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata, pela 25ª rodada do Brasileiro 2014, às 18h30 de 27mai14.

CLASSIFICAÇÃO: O Cruzeiro está em 1º lugar, com 52 pontos e 72% de aproveitamento. O Sport é o 8º, com 35 pontos e 49% de aproveitamento.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Ceará, Leo Simões, Nílton, William Farias, Marlone, Marquinhos (Dagoberto), Judivan e Borges.

AUSENTES no Cruzeiro: Willian, suspenso, Alisson, Júlio Baptista, Tinga e Samudio, lesionados, Bruno Rodrigo, em recondicionamento físico.

PENDURADOS no Cruzeiro: Alisson, Ceará, Dagoberto, Dedé, Léo, Nilton, Samudio e Willian Farias.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: O Sport tem uma das melhores campanhas jogando em casa. Usa bem o fator campo, a torcida é fanática, e o time é técnico e joga sempre em busca do gol. Alguns jogadores nossos foram poupados em decorrência da longa viagem. O desgaste também tem sido excessivo e achamos melhor poupá-los. Vamos escolher o substituto do Willian, porque o resto do time é o mesmo, voltam Mayke e Lucas Silva e Manoel permanece na defesa.

BANCO do Sport: Flavio (G), Vítor, Danilo  (L), Yago, Neto (B), Zé Mário, Mike, Willian (V), Augusto César (M), Joelinton (A).

AUSENTES no Sport: Ferron, Oswaldo, Érico Júnior, Ronaldo, Rodrigo Mancha, Régis, Leonardo e Ewerton Páscoa, lesionados.

PENDURADOS no Sport: Érico Júnior, Felipe Azevedo, Ferron, Neto Baiano, Renê, Rithely, Ronaldo, Wendel e Zé Mário.

EDUARDO BAPTISTA, técnico do Sport: “Teremos que ter uma disposição e uma organização tática defensiva muito grande. Mas também temos que jogar em cima eles e ter a posse de bola. Com isso, sofreremos menos riscos. O Cruzeiro é o time do momento e faz um campeonato a parte. Muitos quiseram compará-lo com o São Paulo, que já mostrou muitos altos e baixos. O Cruzeiro está acima de todos os outros times’”

MARIELSON ALVES DA SILVA, juiz baiano, nascido em Vitória da Conquista, só apitou 1 jogos neste Brasileiro. Médias: 3 amarelos, 1 vermelho, 22 faltas, 0 pênalti. Médias do campeonato: 4,43 amarelos, 0,21 vermelho, 33,1 faltas, 0,22 pênalti.

TRANSMISSÃO: SporTV, para todo o Brasil, menos PE, com narração de Rogério Correia e comentários de Lédio Carmona, e Premiere FC.

INGRESSOS na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, variam de R$25 (sócios torcedores) a R$100 (assento Premium). Proprietários de cadeiras na Ilha do Retiro pagarão R$50, nas laterais do setor oeste. O Anel Inferior Sul será vendido ao público geral por R$50 e R$25 (meia). Nos anéis superiores Leste, Sul e Oeste haverá 15 mil lugares para o programa Todos com a Nota (bocalivre oferecida pelo governo estadual). A torcida celeste pagará R$50 e R$25 (meia), por uma cadeira no Anel Superior Norte.

DESEMPENHO do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro: 54 participações em 58 campeonatos, 1.278 jogos, 562 vitórias, 343 empates, 372 derrotas, 1.913 gols marcados, 1.462. gols sofridos.

HISTÓRICO de Cruzeiro x Sport. Foram disputadas 35 partifas. O Cruzeiro venceu 18, empatou 9, perdeu 8, marcou 47 gols, levou 22. Em 29 jogos pelo Brasileiro, o Cruzeiro venceu 15, empatou 6, perdeu 8, fez 39 gols, levou 22. Sport, campeão brasileiro de 1987 e Cruzeiro, tricampeão 1966/2003/2013, jamais se enfrentaram decidindo um torneio.

JUDIVAN, atacante do do Sub20, estará no banco do Cruzeiro. Ele foi campeão do Torneio de Terborg em junho, na Holanda, e já foi suplente no Fluminense 3×3 Cruzeiro, neste Brasileiro.

O JOGO

18h25. CRUZEIRO e SPORT, em campo, com uniformes tradicionais.

18h27. HINO Nacional.

18h30 COMEÇA O JOGO. Cruzeiro, à esquerda das tribuna, Sport dá a saída.

18h30. COMEÇA O jogo.

01. Dedé tenta achar Moreno no ataque, mas erra o passe. Renê sai jogando com tranquilidade.

02. Egídio avança pela esquerda e cruza da linha de fundo, Magrão chega antes de Goulart e defende, pelo alto.

03. Wendel recebe passe de Diego Souza, mas é desarmado por Henriqe, na meiuca.

04. Egídio cruza da esquerda, Magrão defende.

05. Felipe Azevedo tenta chutar de fora da área, Everton Ribeiro não permite. Tiro de meta pro Cruzeiro.

06. Felipe Azevedo enfileira e lança Neto Baiano. Bandeira marca impedimento.

07. Renê ataca pela esquerda, Dedé faz o corte. lateral.

08. Neto Baiano tenta girar em disputa com Dedé, mas o beque cede corner.

09. Escanteio cobrado, Egídio fica com a bola e dispara, mas é derrubado por um carrinho de Wendel.

10. AMARELO. Wendel, pela falta em Egídio.

10’30″. Diego Souza aciona Neto Baiano, que passa a Felipe Azevedo. Henrique aparece pra tomar a bola do meia leonino, antes que ele consiga arrematar.

11. PEGOU DE JEITO. Durval atropela Henrique, que fica caído sentindo dores nas costas.

12. Bola na área celeste, Mayke recua de cabeça pra Fábio.

13. Juiz não deixa Henrique voltar a campo.

14. Moreno manda bola pra lateral, Henrique volta a campo.

15. Diego Souza chuta de fora da área, Fábio encaixa.

16. Lucas Silva tenta lançamento longo em direção a Mayke. Renê corta de cabeça.

17. Goulart passa a Egídio, que cruza da esquerda. Durval corta, dentro da área do Sport.

18. Ibson derruba Goulart. Falta. Marquinhos cobra, Defesa corta, Everton Ribeiro chuta, bola desvia e sai a escanteio.

19. Everton ribeiro cruza da esquerda, Durval corta de cabeça.

20. MATRACA. Rogério Correia, narrador da Globo, fala demais. Se falasse a metade, já seria muito.

21. Moreno e Marquinhos tabelam na frende da área rubronegra, defesa corta.

22. Disputa acirrada na meiuca, com toques dos dois times, sem chutões.

23. Mayke, dentro da área, tenta servir Marquinhos, Ibson se antecipa e corta.

24. Felipe Azevedo chuta de longe, bola sai à esquerda de Fábio.

25. Dedé limpa a intermediária celeste, com um bico.

26. Everton Ribeiro, dribla Renê, passa a Moreno, que rola pra Marquinhos. O baiano estraga tudo devolvendo a bola a Patric, que sai em contrataque.

27. Egídio cruza duas vezes, Henrique Matos corta a primeira, Magrão defende a segunda.

28. Patric ataca pela direita, Egídio faz o desarme, com categoria.

29. Felipe Azevedo entra na área, é cercado por Dedé e passa errado. Bola fica com Lucas Silva.

29’30″. Moreno chuta, Magrão defende.

30. Nílton no aquecimento. Henrique sente dores nas costas.

31. NOVATO. Henrique Matos, 18 anos, joga devido às ausências de Páscoa, Ferron e Osvaldo.

32. Diego Souza entra na área, mas é desarmado por Dedé.

32’30″. Mayke cruza da direita, Moreno faz o pivô, Everton Ribeiro chuta, bola desvia em Durval.

33. Neto Baiano na área, Dedé faz a escolta, Fábio defende, com dificuldade.

34. Neto baiano recebe lançamento na área celeste, mas é cercado por Manoel e chuta mal, muito alto.

35. TROCA. Henrique x Nílton. Torcida celeste grita o nome de Henrique.

36. Mayke propõe tabela a Everton Ribeiro, que devolve mal, o lateral insiste, mas Wendel é quem fica com a bola.

37. Marquinho passa a Everton Ribeiro, que levanta bola na área do Sport. Magrão disputa com Moreno pelo alto e leva a melhor.

38. Renê cruza da esquerda, Egídio corta, de cabeça, pra escanteio.

39. Egídio dispara em contrataque pela esquerda, mas é contido por Patroc e Rithely.

40. Nílton solta uma bomba de fora da área, Magrão defende, com dificuldade.

41. Manoel faz um lançamento de 60 metros, pra ninguém. Tiro de meta pro Leão.

42. Dedé dá mais um bico limpando a defesa.

43. Marquinhos volta ao campo de defesa, desarma Rithely, mas sofre falta.

44. Wendel está maluco, discutindo com seus colegas de time.

45. Nílton faz ligação direta. Bola fica com Magrão.

46. PERDEU. Egídio dispara pela esquerda e passa a Everton Ribeiro que arremata. Henrique Matos corta, Goulart arremata, Magrão defende.

46’30″. Ricardo Goulart arremata de dentro da área, Magrão defende.

47. FIM de 1º tempo. Egídio, Henrique, Lucas, Dedé e Mayke jogaram muito bem. Sport marca com eficiência. Fábio quae não trabalhou.

RICARDO GOULART, meia do Cruzeiro: “Sabemos a dificuldade de enfrentar o Sport aqui. Infelizmente a bola não entrou. Vamos melhorar no 2º tempo.”

DIEGO SOUZA, meia do Sport: “É um jogo difícil. A gente está dando espaço. Temos que ter mais coragem pra surpreender o Cruzeiro.”

INTERVALO

19h33. Times voltam a campo, sem alterações.

19h34. COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro movimenta a bola.

46. Everton Ribeiro deixa dois marcadores na saudade e passa a Ricardo Goulart, que não desenvolve a tabela.

47. Cruzeiro troca passes, Lucas Silva aciona Marquinhos, que cruza da esquerda. Forte demais.

48. PASSES ERRADOS. Cruzeiro 29×21.

49. MARQUINHOS cobra falta pela esquerda, Marcelo Moreno cabeceia, bola pra fora.

50. Mayke cruza da direita, Moreno e Magrão sobem, melhor pro goleiro.

51. MAGRÃO, que paralisa o jogo pra amarrar as chuteiras, completa 522 jogos pelo Sport.

52. LÉDIO CARMONA, comentarista do SporTV: “O Sport não tem um armador, pois Ibson joga aberto pela direita e Diego Souza, muito adiantado, perto da área do Cruzeiro.”

53. Marquinhos puxa contrataque, inverte jogada da esquerda pra direita, Moreno se enrola com a bequeira e nada acontece na área do Sport.

54. Everton Ribeiro cruza da direita, com pé esquerdo. Magrão disputa com Moreno e fica com a bola.

55. Patric dispra da direita pro meio, disputa com Dedé, mayke faz a cobertura e tira bola da área.

56. Neto Baiano vence disputa com Manoel e aciona Diego Souza, que não passa por Dedé. escanteio.

57. Diego Souza passa a Wendel, que ficaliza da entrada da área. Bola sai à esquerda de Fábio.

58. Boa trama do ataque celeste com Marquinhos, Moreno e Goulart, que não consegue se livrar de Henrique Matos pra concluir.

59. Diego Souza chuta da entrada da área, Manoel corta. No contrataque, Everton Ribeiro é desarmado por Rithely na meiuca.

59’30″. Diego Souza cruza da esquerda, Felipe Azevedo cabeceia pra fora.

60. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 8×6.

61. Renê cobra falta na esquerda, ataque do sport comete falta na área celeste.

62. Lucas Silva desfaz ataque do Sport e arma o time celeste. Everton Ribeiro chuta de fora da área, bola passa por cima do travessão.

63. TROCA. Wendel x Willian.

64. Neto Baiano cai, recebe um esguicho de água benta e se recupera.

65. TROCA. Neto Baiano x Danilo.

66. DO MEIO DA RUA. Renê chuta de longe, chocho, chocho, bola sai à esquerda de Fábio.

67. Ricardo Goulart chuta de longe, Magrão defende.

68. Perseguido por Marquinhos, Patric cruza da direita, Manoel cede corner. Na cobrança, bola fica com Fábio.

69. Egídio tira Patric da frente e cruza da esquerda, Henrique Matos corta, dentro da pequena área.

70. TROCA. Everton Ribeiro x Marlone.

70’30″. Bola alta na área celeste, Fábio tira de soco.

71. Marquinhos dribla Rithely, vai à linha de fundo e cruza rasteiro, Henrique Matos, na pequena área, faz o corte.

72. Egídio desarma Patric com facilidade e sai pro jogo.

73. Vários jogadores celestes bastante desgastados.

74. TROCA. Marcelo Moreno x Dagoberto.

75. FAIRPLAY. Manoel desfaz trama do Sport, Ibson está caído, Marquinhos manda bola pra lateral.

76. Egídio cruza em diagonal, da esquerda. Magrão fica com a bola.

77. Marquinhos cruza d esquerda, matos se antecipa a Marlone e corta, dentro da área do Sport.

78. Dagoberto erra passe na miuca, lá vem o Sport. Patrica chuta, bola passa longe do arco celeste.

79. Dagoberto cruza, no capricho, da esquerda, Renê, afoito se choca com Renê, que fica caído.

80. Felipe Azevedo cruza rasteiro, Fábio se atira pra defender e leva um toque de Danilo, na cabeça.

81. TROCA. Ibson x Augusto César.

82. Fábio, 588 jogos pelo Cruzeiro, se recupera, jogo recomeça.

83. Marlone na direita, Dagoberto no meio, Marquinhos na esquerda, Moreno na centroavância.

84. TRAPALHADA. Mayke cruza da direita, Egídio cruza da esquerda, Ricardo Goulart fura, na cara do gol.

85. Marlone e Dagoberto tramam na entrada da área, Marquinhos conclui, Magrão encaixa.

86. Marquinhos se atrapalha com a bola e desperdiça contrataque.

87. Marlone trabalha bola pela direita e pssa a Ricardo Goulart, que tenta encontrar alguém na área. Magrão pega a bola.

88. Marquinhos rola pra Dagoberto, que chuta, bola fica nas pernas de Henrique Matos.

89. AMARELO. Mayke, por falta em Willian parando contrataque.

90. AMARELO. Willian, por reclamação.

91. Dagoberto, na esquerda, cruza em diagonal, Ricardo Goulart chega atrasado.

92. Renê cobra falta na meiesquerda, Mayke corta, lá vem contrataque com Egídio.

93. FIM de jogo. Cruzeiro foi melhor, criou as únicas chances de gol da partida, mas o Sport soube segurar o empate, com boa marcação.

MELHOR DO JOGO, segundo comentaristas do PHD: Manoel [12] Marquinhos [10] Dedé [4] Lucas Silva [4] Egídio [2] Henrique [2] Nílton [1].

SPORT 0×0 CRUZEIRO, sábado, 27mai14, TEMPO nublado, temperatura 26º, vento 19 Km/h, umidade 78%. LOCAL: Arena Pernambuco (42 mil), gramado perfeito, cancha de 105x68m, São Lourenço da Mata. MOTIVO: 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014. TRANSMISSÃO: SporTV e PFC. PÚBLICO: pagantes, 23.236 presentes, R$629.325, ingresso médio de R$. ARBITRAGEM: Marielson Alves Silva (BA), juiz; Alessandro Rocha de Matos (BA/Fifa) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE/Fifa), bandeiras; Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL), 4ºA; Andre Luiz de Freitas Castro (GO) e Gleidson Santos Oliveira (BA), assistentes; Milton Otaviano dos Santos (CE), delegado. AMARELOS: Mayke (C), Wendel, Willian (S). CRUZEIRO: Fábio, Mayke, Dedé, Manoel e Egídio; Henrique (Nílton) e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart (Marlone) e Marquinhos; Marcelo Moreno (Dagoberto). T: Marcelo Oliveira. SPORT: Magrão, Patric, Henrique Matos, Durval e Renê; Ibson (Augusto César), Rithely e Wendel (Willian); Felipe Azevedo e Diego Souza; Neto Baiano (Danilo). T: Eduardo Baptista. HISTÓRICO: Foi o 36º Cruzeiro x Sport. O Cruzeiro venceu 18, empatou 10, perdeu 8, marcou 47 gols, levou 22. Em 30 jogos pelo Brasileiro, o Cruzeiro venceu 15, empatou 7, perdeu 8, fez 39 gols, levou 22. Sport, campeão brasileiro de 1987 e Cruzeiro, tricampeão 1966/2003/2013, jamais se enfrentaram decidindo um torneio. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Campeonato Brasileiro: 54 participações em 58 campeonatos, 1.278 jogos, 562 vitórias, 343 empates, 372 derrotas, 1.913 gols marcados, 1.462. gols sofridos.