Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***
Cruzeiro.Org - 25 anos



Torcedor Cibernetico

A Dialetica Virtual x Real
Observatorio da Imprensa
Principe Azul

02/08/2018 | Evandro Oliveira
Príncipe Azul – Filosofando Maquiavelicamente VIII

. . . em certas ocasiões, é preciso contemporizar a fazer uma dura oposição . . .


Mais uma coluna da série ´O Príncipe Azul`, desta feita, a partir de um capítulo que achei interessante noutro livro de Maquiavel (Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio). A leitura do povo cruzeirense nem sempre está sendo bem compreendida.

Repetindo o que tenho dito e que muitos não leram, a frase de um conselheiro - ´... o preço a ser pago será alto ...` vai se confirmando não como profecia, mas como constatação de quem conhece os intramuros do Barro Preto.

O Príncipe Azul - Da Origem

Algumas datas são, misteriosamente, curiosas. O dia 2 de cada mês foi escolhido por mim para publicar a coluna de opinião mensal sobre filosofia e as coisas do Cruzeiro. A ideia foi gestada durante muito tempo e, no final do ano passado, em dezembro (28), publiquei a primeira coluna com o título ´O Príncipe Azul – Filosofando Maquiavelicamente`. Esta coluna era para ser publicizada dia 2 de agosto, não o foi porque houve concorrência de outra coluna e alguns mal entendidos poderiam esperar.

As Repúblicas do Barro Preto

Maquiavel, inspirado nos ideais republicanos da Roma antiga, apresentou proposta de reestruturação política de Florença, para que atingisse o estado da arte da democracia e liberdade de uma organização republicana.

Maquiavel, aqui entre nós, seria chamado de tolinho, se vivesse nestes tempos de redes sociais e se estivesse atuando como conselheiro do Príncipe Azul da república do Barro Preto. A primeira coisa que diriam ao ler isto numa rede social não seria que o conselheiro era ´raiz`, seria #SQN, Maquiavel.

Avalio que a república do Barro Preto é um corpo político, assim como era a Florença de Maquiavel, que teve a sua estrutura político-institucional dilacerada por conta das mudanças ocorridas no final do ano passado. Imaginava-se uma reestruturação que privilegiasse a coesão da república mas o que vimos foi o acirramento das disputas internas sem a perspectiva, até o momento, de trégua e avanço. Estamos parecendo a república vizinha, décadas atrás, que esfacelou-se e até hoje vive com ajuda da mídia subserviente, oportunista e passional.

A república do Barro Preto não pode descer ao baixo nível dos rivais. Nosso paradigma deve ser elevado, como no Hino ao Palestra.

... Não temos conosco
Razão que nos há
De cortar a amizade
E os ódios gerar ...


Os Conselheiros do Barro Preto

Não sei ao certo se felizmente ou infelizmente, houve disputa pela República do Barro Preto e mudou-se o “príncipe”. Somos uma república por sermos um regime presidencialista, logo, a analogia com o príncipe presta-se mais como aproximação às cousas de Maquiavel, até mesmo pelas origens, com fatos atuais.

Até onde estamos informados, a reforma da instituição republicana Barro Preto era, e ainda é, necessária, mas a forma como está se dando parece-nos insatisfatória aos princípios democráticos.

Ora… ora… ora… diria o falecido narrador mineiro.

Ou somos uma república, ou somos uma monarquia/principado.

As várias classes de súditos (torcedores, sócios do clube, conselheiros, servos etc. ) deveriam ser contemplados numa democracia que mirasse elevado grau de liberdade e que os integrantes do corpo político visasse a igualdade.

Além disso, seria interessante que estes conselheiros tivessem equilíbrio para, vez por outra, dar voz às manifestações de oposição e, em algumas instâncias, aceitassem e praticassem uma contemporização, evitando o recrudescimento da oposição e evitando que o mal à república cresça. Cortar o mal pela raiz pode não ser adequado quando o objetivo é liberdade e democracia.

Conselheiros do “príncipe” estão metendo os pés pelas mãos e até entre estes conselheiros, existe, claramente, direcionamentos que atende desejos e ideário de alguns tipos de homens, comprometendo os objetivos da ´república`.

Classe de homens

Como indicado assim, nossa república tem classes distintas, cada um contribuindo com sua capacidade e competência. Ignorar, tripudiar ou simplesmente bloquear cada uma destas classes, é contrário à democracia e liberdade de uma república.

O conselho deliberativo tem separação de classes. Conselheiros natos menosprezam conselheiros suplentes como se de uma segunda classe fossem. Conselheiros menosprezam sócios do clube e numa escala mais perversa, torcedores que não são sócios. Neste ínterim, surge a classe de sócios do futebol, que contribuem com a vida financeira do clube e que são desprezados por todos que vivem deste dinheiro.

Aqui um espaço para reflexão complementar. Estes sócios do futebol são uma categoria que discrimina torcedores que não são sócios do futebol, se acham melhores do que outras classes e não tem nenhuma consciência republicana. Escrevi muito sobre esta categoria em outras colunas e tornou-se assustador as premissas e ignorância desta classe. A maioria é individualista e quer saber somente dos benefícios individuais, numa clara transposição do posicionamento político predominante no país.

Uma república democrática e de princípios da liberdade não prospera dadas as atuais condições estabelecidas, IMNSHO, no Barro Preto.

Estaremos atentos e à disposição para contribuir com todas as instância democráticas que surgirem e tiverem o entendimento de que príncipes, serviçais e conselheiros são passageiros. A instituição deve-se perpetuar pela continuidade de sua torcida.

Afinal, qual é a república que você, nobre cruzeirense participa? Pense nisto!

E que nenhum déspota esclarecido imagine que somos imortais. Ninguém e nenhuma instituição é imortal.



-------------------------------------------------------------------------------

PEDIDO DE APOIO

O torcedor que inspirou a coluna ´Haja Coração` ( http://www.cruzeiro.org/coluna.php?id=2760 ) precisa do apoio de todos e não somente de cruzeirenses. Ele estava na arquibancada na decisão do estadual de 2018 e estará em muitas outras mais. Infartou não pela emoção que viveu, estava acostumado. Mas teve problemas em relação ao tratamento do coração, que está novo em folha, e terá inúmeras outras histórias maravilhosas para contar,

Se você interessa em saber a história e mais detalhes sobre o que precisa este nosso guerreiro, escreva para solidariedade@cruzeiro.org

O coração do guerreiro pulsa forte e a força está com ele.

Junte-se à Força Azul !!!



---
Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 estrelado campeao | Ubá  | 22-08-18 15h11min
Muito bem Evandro. Primoroso o texto. Pena saber que até no clube a luta de classes é acirrada. Concordo com relação também ao comportamento do sócio torcedor; se acham. Finalmente, fechou com chave do ouro, ao publicar que ninguém, nem humanos, nem nenhuma instituição é imortal. O problema é a vaidade das pessoas se sobrepondo aos interesses da instituição. Triste, tal como acontece no Poder Judiciário atualmente.
 estrelado campeao | Ubá  | 22-08-18 15h24min
E fico pensando, que o Centenário está aí. O que nos espera?
 estrelado campeao | Ubá  | 22-08-18 15h24min
Ou melhor, o que podemos fazer ?
 Pyxis | BHZ | 23-08-18 19h31min
Estrelado,
1) Obrigado pelas considerações.
2) O centenário não me preocupa.
3) Podemos fazer muito, só não temos a ideia da força da torcida.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
20/09 - 03h35 [12 coment.]
Insólita expulsión por medio del VAR 

19/09 - 12h45 [1 coment.]
Cruzeiro enfrenta seu grande rival na Libertadores, na Argentina  

17/09 - 21h03 [2 coment.]
Cruzeiro embarca para enfrentar Boca Juniors sem Arrascaeta 

17/09 - 18h14 [1 coment.]
Cruzeiro apresenta a lista dos jogadores na sequência da Lib´18 

17/09 - 09h22 [0 coment.]
Atletismo consegue bons resultados na Europa e em provas no Brasil 

17/09 - 08h26 [4 coment.]
Atlético Mineiro emite nota de repúdio a cântico de sua torcida 

17/09 - 07h45 [2 coment.]
Cruzeiro empata com rival, atuando com seus jogadores reservas 

16/09 - 18h30 [0 coment.]
Sada Cruzeiro é superado pelo Fiat Minas no tie-break 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org® 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster