Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** ATENÇÃO - Peça uma nova senha - Todas as senhas foram alteradas - Atualize seu cadastro ***
Cruzeiro.Org - 25 anos



Torcedor Cibernetico

A Dialetica Virtual x Real
Observatorio da Imprensa
Principe Azul

05/12/2005 | Evandro Oliveira
Desígnios Celestes ou Celestiais?

Se ganha um título, entra em campo a turma que defende que "os fins justificam os meios", se perde títulos...

É muito comum, a cada final de temporada, que aqui no Brasil se confunde com final de ano, torcedores, comentaristas, dirigentes, mídia especializada em geral, fazerem um "balanço" e suas análises do que foi o ano e temporadas passadas.

Parafraseando Guevara, citado com extrema propriedade pelo amigo Jorge Schulman em um de seus comentários em notícias reproduzidas aqui no site, o passado é para ser analisado mas não é para ser o motivo principal de nossas aspirações futuras no que discordo daqueles que vêem que o futuro não nos pertence. Pertence a quem?

Se deixarmos que o futuro seja orientado como se fosse desígnio de entidades superiores seremos guiados por oportunistas e ilusionistas. Alguns podem estar se perguntando qual o motivo destas alusões pretensiosas e quase filosóficas. É simples. Fico muito preocupado com o futuro (2006) quando vejo que estamos terminando 2005 da mesma maneira que 2004. A torcida inebriada e comemorando rebaixamento de quem deveria ser rebaixado e sem dar atenção a coisas realmente importantes e que colocaram o Cruzeiro num patamar muito aquém da dignidade e merecimento obtidos em 2003.

O que foi feito em 2004 e 2005 que não deveria ser repetido em 2006?

O que foi feito em 2004 e 2005 que deveria ser aprimorado em 2006?

São tantas as coisas erradas e tão poucas as experiências exitosas que fica difícil pensar que estamos no caminho certo.

Os analistas mais apressados pautam-se pelos resultados. Se ganha um título, entra em campo a turma que defende que "...os fins justificam os meios...", se perde títulos entra a facção que quer eleger um culpado (geralmente o candidato é o treinador), se apresentações são vexamosas e com resultados iguais, entram em campo as desculpas esfarrapadas e chavões que a torcida do Cruzeiro não aceita facilmente.

Quando a torcida deixa que seu futuro seja guiado pelos desígnios celestes ou celestiais abre mão de intervir no processo e naquilo que acha mais correto. Não existe espaço vazio que espere pelo destino e que o futuro está traçado. Se alguém deixar espaço vazio ou abrir mão de suas prerrogativas de intervenção, outro ocupará o espaço.

Muitas coisas aconteceram em 2005 com o Cruzeiro e a avaliação de cada torcedor varia de acordo com seu ponto de vista e detalhes que deseja reforçar e pelo nível de informação que este torcedor possui.

Um torcedor que não sabe como se dão as claúsulas contratuais com a "parceria" com o Ipatinga tem uma visão completamente diferente de quem conhece e avalia os resultados em função do Cruzeiro como um todo. Responda a pergunta: O que o Cruzeiro (e a torcida) ganharam com a "parceria" com o Ipatinga (para não falar de todas as outras)? Ao responder o torcedor estará justificando o futuro (2006) que prevê a renovação da "parceria".

Num outro exemplo, o elenco de 2005 mostrou ser muito aquém daquilo que a torcida acostumou-se a ver. A rigor, na opinião da maioria (conforme enquete em curso no site www.cruzeiro.org) mais de 10 jogadores deveriam ser sumariamente liberados para o bem do time. Mas se a pergunta for, Quais jogadores deverão ser liberados?, a coisa muda de figura e a briga entre os torcedores vai ser ferrenha. Tem jogador que é defendido por parte dos torcedores, ao mesmo tempo é visto como ruim e totalmente dispensável (o maior exemplo que vejo neste elenco hoje é o Wágner, seguido por Maldonado e do goleiro Fábio), por outros torcedores. Quem está certo ou errado não interessa e, na maioria dos casos, não se chega a conclusão nenhuma tantos são os adjetivos, equívocos de informação, más referências e meros palpites.

Aí fica a dúvida: Alguém em sã consciência, caso fosse presidente do Cruzeiro, iria mandar embora mais de 7 jogadores do time titular e contratar outros? Lembrem-se que isso foi feito entre 2004 e 2005 e o resultados parecem não ser os melhores (nem o ruralito ganhamos!).

Então prá que deixar o futuro por conta dos desígnios celestiais?

Mas como opinar e intervir se a torcida não tem vez, nem voz e muito menos voto na atual estrutura celeste?

É uma situação muito difícil de ser encaminhada e não é como alguns pensam (inclusive os internautas cruzeirenses que frequentam habitualmente nossas páginas) que bastaria a vontade individual e os idealismos de cada um para resolver as mazelas do futebol brasileiro e melhorar as coisas que acontecem no Cruzeiro.

De algumas coisas temos certeza: não fiquem de braços cruzados para o que acontece com o Cruzeiro e esperando que o futuro seja o melhor dos mundos de acordo com nossos sonhos. Em segundo lugar, sabemos que comemorar derrota alheia é bom, mas quando toma proporções de escapismo, torna-se ópio e ilude a torcida para os reais problemas e, finalmente, esperar que tudo aconteça como sonhamos e que todos os envolvidos em agir atuem como nossos sonhos, sem participarmos de todas as etapas é utopia.

Querem um Cruzeiro melhor em 2006?

Já estão atrasados nas ações pois não temos nada para comemorar em 2005 (pelo contrário perdemos uma seqüência anual de títulos que dificilmente reconquistaremos) e estamos abrindo mão de pensar em 2006. Alguns dirão que agora deve-se comemorar e pensar em 2006 somente em janeiro. Só lembro que este erro foi o mesmo de 2003 e 2004. Permanecer no erro não é um dos meus esportes favoritos.

---
Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

Não há comentários para esta Coluna.

 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
23/02 - 10h36 [1 coment.]
Vale Tudo: Mineiro 2018 do público não pagante e dos ´fantasmas` 

21/02 - 09h38 [0 coment.]
Da Arquibancada - Sai Gasparzinho, entra La Bestia - Gustavo Nolasco 

20/02 - 11h52 [0 coment.]
Cruzeiro 'recria' marca ´La Bestia` no retorno à Libertadores 

19/02 - 11h43 [0 coment.]
Cruzeiro vende ´pacotes` para jogos da primeira fase da Lib´18 

18/02 - 11h27 [3 coment.]
Sub-20 do Cruzeiro perde a terceira e deixa Lib´18 sem pontuar 

18/02 - 11h21 [0 coment.]
Torcida ultrapassa média de 37 mil presentes no Mineiro de 2018 

17/02 - 23h48 [0 coment.]
Cruzeiro vence o Villa Nova e dispara na liderança do Mineiro´18 

17/02 - 08h44 [0 coment.]
Quando o futebol é mais do que um jogo - por Bruno Vasconcelos 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org® 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster