Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

PROMOÇÃO CRUZEIRO.ORG 25 anos - COPA DO BRASIL - FINAL NO MINEIRÃO
Comente no site, Compartilhe no Facebook ou Retuíte as notícias no Cruzeiro.Org e concorra a ingresso na final da Copa do Brasil
De Jure - Coworking



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

12/12/2013 | Evandro Oliveira
Observatório – Mentiras para os Alienados

Fico indignado quando algum órgão da mídia se arvora a fazer enquetes sem nenhum critério científico, sem nenhuma qualificação acadêmica ...

Estou com, ao menos, uma meia dúzia de temas em pauta para construir uma coluna, que possa exprimir a minha opinião sobre a temporada 2013. Um releitura das colunas que escrevi neste ano, e a observação constante do que escrevem os cruzeirenses na Internet, além do que publica a mídia, serve de (ins)piração para uma centena de abordagens.

Só para relacionar os temas e contextualizá-los, rapidamente, gastaria mais de uma coluna. Até pensei em relacionar alguns temas, pedir algumas sugestões e deixar para que os leitores de boa vontade escolhessem. Melhor não !!! Estaria sendo parcial demais e, pior, cometeria um erro que me levou a fazer esta coluna de estreia da entressafra que o futebol nos proporciona neste final de ano. Ao menos uma vantagem terei. A maioria dos que lerem é porque gostam de futebol e não são alienados por manchetes panfletárias e resultados de jogos.

Vou falar de uma mentira, falácia, enganação e outras adjetivações mais que se aplicam à matéria “96% dos cruzeirenses são favoráveis à extinção de Torcidas Organizadas” que pode ser lida no Site Superesportes.

Fico indignado quando algum órgão da mídia se arvora a fazer enquetes sem nenhum critério científico, sem nenhuma qualificação acadêmica e sem nenhuma lógica que não seja a de vender manchete para ter audiência.

Embora o Superesportes seja um órgão da mídia que possui como profissionais torcedores dos dois maiores times da Grande BH e que seja, reconhecidamente, um órgão parcial e tendencioso, algumas práticas são condenáveis, especialmente se existe no Manual de Redação daquela órgão da mídia, recomendações (???) contrárias a este tipo de matéria. Pra que Manual de Redação se os seus profissionais (???) não leem? Pra que Manual de Redação se seus editores e condôminos dos Diários Associados jogam no lixo todas recomendações a cada matéria de interesse do “dono”? A censura e o cerceamento de opinião imperam naquele (e em muitos outros) órgãos da mídia.

Uma enquete, feita pela Internet, é questionável sob todos os aspectos. Feitas em TVs e rádios chegam a ser abomináveis. Tem quem adora, especialmente os torcedores alienados. Por isso programas como “Big Brother” fazem sucesso. A horda de alienados é muito maior do que a pequena parcela de leitores, telespectadores e ouvintes atentos e críticos.

Certamente, nenhum destes órgãos da mídia, e em especial as mídias vinculadas aos Diários Associados sabe o significado de credibilidade, imparcialidade e auditoria independente. Mas eles tem suas motivações e explicações, exclusivas, para seus condôminos, para a família que manda. Sabem mandar e mostram o poder que tem a cada demissão Ou censura de conteúdo.

Sobre a enquete que suscitou a matéria indicada acima, só posso dizer que não me representa. Não entro na esparrela de dizer que “... como não entrei na enquete, não confio nela ...”. Seria leviano da minha parte, mais leviano do que a enquete e a matéria que eles publicaram.

O assunto sobre extinção, ou não, de torcidas organizadas não é senso comum nem entre as autoridades competentes para isto. Uma enquete destas, sob o calor de incidentes graves envolvendo torcidas organizadas no país, é oportunismo barato. Integrantes e dirigentes de uma torcida do adversário rural do Cruzeiro assassinaram um cruzeirense, foram julgados e condenados, e não vi este órgão da mídia fazendo enquete pela extinção da torcida que eles participavam.

Não quero colocar nenhuma pedra sobre o assunto, só entendo que é canalhice tratar um tema grave desta natureza através de uma enquete em portal da Internet. Só de aceitar participar de uma pantomina como esta enquete, já podemos revelar a (des)qualificação dos torcedores que a responderam.

Quero o debate. Quero que as pessoas ponham a cara antes de apresentarem suas opiniões. É muito fácil fazer uma enquete e depois uma matéria sensacionalista para atrair audiência. Atraiu a minha audiência, mas não da forma como pretendem alguns áulicos.

O que a matéria sugere, e que os participantes da enquete aceitaram (pelo menos na conclusão da matéria) é que, se me permitem uma analogia, se alguns advogados são pegos em flagrante delito ou crime, deve-se acabar com a OAB pois ela não consegue controlar as ações de seus associados quando usam da carteirinha de advogado. Ou tem alguma diferença entre cometer um crime ou delito usando uma camisa ou uma carteirinha de associado?

Esta analogia serve para outras profissões, como a de jornalista, repórteres e afins. Mas a de advogado fica melhor pois até quem articulou a matéria do Superesportes vai entender.

Sou contra a “modinha” que a mídia amplifica de extinguir as torcidas organizadas como forma de acabar com o problema que algumas destas torcidas veem causando. Parafraseando um especialista em segurança europeu eu diria que, ... aqueles que imaginam que um único e determinado mecanismo/ação na segurança, serve para resolver um problema de amplo espectro de segurança, não conhece o mecanismo e muito menos o seu problema... .

Não vejo nenhum órgão da mídia falando sobre a maravilhosa festa que a torcida do Cruzeiro tem feito nas arquibancadas (vejo raros falando disso), e não vejo ninguém dizer que esta festa NÃO SERIA POSSÍVEL sem as torcidas organizadas do Cruzeiro que atuam em prol do Cruzeiro. E qualquer pessoa que disser que esta festa proporcionada em 2013 seria possível sem as torcidas organizadas, não sabe, definitivamente, do que está falando.

Sou contra o que elementos de duas ou mais torcidas do Cruzeiro fazem em nome de suas próprias facções. Existem mecanismos policiais e de segurança pública para resolver, mitigar ou aplacar algumas destas ações. Enquetes eletrônicas e matérias como a indicada acima são lixo e prestam um desserviço à torcida do Cruzeiro.

Espero iniciar um debate sobre o assunto, todos que lerem esta coluna poderiam se apresentar com suas opiniões, deveria ser aberto no Superesportes um espaço ao contraditório, parece que eles não gostam de contraditório e contestação. Usam a força do poder midiático para oprimir, impor, rechaçar, alijar. Esta é a práxis da mídia sem limites, da mídia irresponsável, da mídia que usa a “opinião do povão” para forjar verdades. Goebbels tinha razão. Arrume 1000 cliques numa enquete eletrônica e teremos mais uma verdade.

P.S. Pediria a todos que leram a coluna que a divulguem e iniciem uma discussão séria sobre o gravíssimo problema entre DUAS (e não todas) torcidas organizadas do Cruzeiro e que, historicamente, dizem respeito a conflitos entre as duas e não ao CRUZEIRO e sua grande torcida, organizada ou não.

Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 wallacewfs | Belo Horizonte | 12-12-13 10h06min
Por isso não assinei o abaixo assinado para o fim das torcidas organizadas. Não vejo isso como solução para os problemas causados por integrantes das duas torcidas. As medidas punitivas para quem cometer os atos em estádios devem ser aplicadas. Fala-se muito em cadastros dos torcedores, TODOS sabem quem são os brigões, coloque-os em medidas sócio educativas, coloque-os para se apresentar numa delegacia em todos os jogos do Cruzeiro, e se houver reincidência cadeia neles.
 PHDF | Brasília | 12-12-13 10h14min
- Ótima coluna, em especial o paralelo efetuado com a OAB.
- Se os erros de um ou mais membros de uma instituição significassem a necessidade de sua extinção, não existiriam nenhuma: Congresso, Assembleias, CBF, Clubes, Sindicatos, Associações, Condomínios, etc.
- O foco deveria ser a incompetência para impedir a ação de certas pessoas que se comportam com marginais, pertencendo ou não a torcidas organizadas.
- E não é preciso inventar, basta seguir o modelo aplicado na Inglaterra.
 arturcsl | Não definido | 12-12-13 10h43min
Sou um dos que concorda com a extinção, desde que seja de TODAS ELAS. Apenas as duas maiores do Cruzeiro, por causa de um evento, seria ridículo. Se for para extinguir, que se leve em conta todos os atos praticados. Não só os desse ano. Não adianta prender 4, 7 ou 20. É muito mais gente do que isso. Quantas vezes os clubes e as torcidas terão que pagar pela atitude de 50 pessoas? No entanto, concordo com a imparcialidade do portal uai. Parei de frequentar o site tem mais ou menos 1 ano.
 arturcsl | Não definido | 12-12-13 10h48min
Sou sócio, mas apenas para ajudar meu clube. Vou poucas vezes ao estádio. E o motivo disso, no MEU caso, é a segurança. Tenho amigo que já apanhou da máfia azul, dentro do mineirão. Respeito totalmente quem discorda de mim, cada um tem seus motivos. Esse ano, quase jogamos fora do mineirão, um jogo que poderia definir o campeão(se não fosse nossa larga vantagem conquistada), por culpa de animais. E TODO SANTO ANO isso se repete. Enfim, se a decisão fosse minha, eu não pensaria duas vezes.
 arturcsl | Não definido | 12-12-13 10h49min
E não adiantaria apenas a extinção. O certo seria, junto com a extinção, registrar todos os ex-membros, e nunca mais deixa-los entrar num estádio.
 rdish | Fabriciano / Belo Horizonte | 12-12-13 10h56min
Eu era a favor do fim das torcidas organizadas. Mudei de idéia após pensar melhor. Elas continuariam existindo na clandestinidade se proibidas, não são todas as 'problemáticas' e a existência delas facilitaria a identificação e condenação dos culpados por badernas.
 wallacewfs | Belo Horizonte | 12-12-13 11h00min
arturcsl você é favor da extinção de todas as torcidas por quê? Qual o motivo de se extinguir todas as torcidas? Todas as torcidas organizadas são iguais ?
 rdish | Fabriciano / Belo Horizonte | 12-12-13 11h01min
Mas sou a favor SIM da responsabilização das torcidas organizadas dos atos de seus membros. Discuti isso com o Evandro na lista-cruzeiro. A comparação das TO's com as entidades de classe não cabe, porque os papéis de ambos são MUITOS diferentes. As TO's não são apenas representantes, são organizadores, líderes, de grupos de torcedores, que agem nos jogos de forma comum, organizada por uma diretriz determinada pelas liderança das torcidas.
 rdish | Fabriciano / Belo Horizonte | 12-12-13 11h04min
Por isso, penso q as TO's são responsáveis por quem se associa a elas, e que em nome das próprias entidades que são, deveriam sim tomar ações próprias para evitar integrantes indesejáveis em suas linhas e punir severamente os desvios de comportamento que porventura algum torcedor associado vier a cometer. E em caso de negligência, que as lideranças das torcidas sejam punidas, junto dos vândalos.
 arturcsl | Não definido | 12-12-13 11h05min
Wallace, sou a favor de extinguir todas elas pelos simples fato de que se extinguirem a Máfia azul, amanhã mesmo os integrantes criam outra com outro nome. Como exemplo, cito a mancha verde, que após ser extinta, virou mancha alviverde. E quando eu me referi a todas, quis dizer de todos os times. Não seria justo apenas as cruzeirenses serem extintas apenas pelo fato do ocorrido ser mais recente.
 rdish | Fabriciano / Belo Horizonte | 12-12-13 11h08min
O q ocorre é q, muitas vezes, torcidas organizadas defendem ao invés de punir integrantes q participam de atos violentos. Veja o caso da do Vasco, q pôs advogados pra defender os vândalos q participaram daquela barbárie em Joinville. Os vagabundos usam essa proteção das TO's para cometerem seus delitos com a garantia de q escaparão impunes, com ajuda das TO's. Isso tem de acabar.
 rdish | Fabriciano / Belo Horizonte | 12-12-13 11h10min
Enfim... Acabar apenas com as TO's não resolve o problema. O torcedor violento, por definição, é um *****, q precisa de um grupo de iguais a ele pra cometer as maldades q tem vontade de fazer. Pra enfrentá-los, deve-se combater as formas pelas quais eles se agrupam, para isolá-los. E responsabilizar (não acabar) com as TO's pelos seus membros é UM DOS caminhos pra isso, penso.
 arturcsl | Não definido | 12-12-13 11h13min
É o que falei. Apenas acabar, não resolve. Junto com isso, deveria vir a proibição de todos os ex-integrantes entrarem nos estádios.
 redmosk | Uberl�ndia | 12-12-13 12h26min
Primeiro passo para acabar com essa violência é tirar futebol do mundo paralelo que vive é aplicar as leis do mundo real,desta forma pensariam duas vezes antes de fazer baderna,agora já sabendo que punição no máximo é sair do estadio fazer um B.O ou seja nada. Acabar com organizada não resolve nada!! entrarão do mesmo jeito no jogo,vão ficar no mesmo lugar com as mesmas atitudes. A violência do nosso cotidiano também e refletida no futebol,por isso falo: "Tirem o Futebol Do Seu Mundo Paralelo".
 alexaug | Belo Horizonte | 12-12-13 17h00min
Minoria violenta: ainda bem que sempre será minoria. Cadastro de TO: até meados de 2011 o cadastro das maiores não chegou a 400 cada (elas falam em 30 a 40 mil). Mais lenha: chegou-se a este estado de coisas pelas reiteradas brigas entre TOs. TACs: enquanto só entidades forem punidas sem medida contra indivíduos (caminho mais fácil) a baderna continuará. O inferno são os outros: "só me defendi"; "eles"; "autoridades incompetentes"; "elitização do futebol". Parem de prejudicar o Cruzeiro.
 abilio | Belo Horizonte | 12-12-13 17h10min
Mais uma vez o Cruzeiro será perseguido pelo STJD. Dessa vez será por uma briga entre 10 pessoas que trocaram tapas, essa briga acabou após alguns minutos e cada um seguiu seu caminho. Não foi citada em sumula do jogo BAHIAXCRUZEIRO. Isso aconteceu no Sul em jogos do Grêmio e nunca foi a julgamento. Mais aqui em Minas existe a figura do Roberto Vasconcelos, que hoje é auditor do tribunal e ex-vice-presidente do patético. Desde que essa pessoal iniciou como assistente da promotoria desse maldito
 abilio | Belo Horizonte | 12-12-13 17h11min
cont.tribunal, o Cruzeiro vem sofrendo com punições, o estranho é que ninguém fala nada dessa situação.
 arasilva | Espanha | 12-12-13 17h12min
Encima do muro... Que torcida organizada fez e faz muito bem ao futebo e inevitavel negar...que por outro lado fez e faz muito mal, esta em evidencia nos ultimos dias Tive oportunidade de ver final libertadores no minerao em 98? e final com santos em 2003 do brasileiro...e inesquecivel a festa...impossivel de sentar no intervalo principalmente pela festa que faz organizada...aqui onde moro vi um classico Real Madrid vs Atl. Madrid e pareceia mais um teatro. Todos sentados, e como muito aplauso
 arasilva | Espanha | 12-12-13 17h16min
por outro lado, aqui a segurança e visivel, com crianças e familias no estadio...vendo um teatro mas participa...no brasil meu pai nunca me deixou ir a um classico...apenas jogos de uma torcida...que ultimamente ate eles estao sendo perigosos com varios post aqui mostrando a violencia... O futebol nao ira acabar sem organizada...o programa de socio veio para ficar e garante estadio cheio durante o ano... sem elas o que ira mudar vai sera o modo de se ver o futebol...
 arasilva | Espanha | 12-12-13 17h20min
Estarao em um local talvez mais seguro, e irao esta sentado durante um jogo no minerao (hoje e quase impossivel). Agora que o problema e muito grave e tem que ser debatido entre todos e com urgencia...pena que se resolver a violencia nos estadios e um minimo passo para resolver a violencia do nosso Brasil. Para não ficar encima do muro...que fod...todas organizada...principalmente as grandes de todos os clubes...que seija o propio clube que organize 100% da festa nos estadios e nao as organiz
 abilio | Belo Horizonte | 12-12-13 17h21min
Com referencia a coluna, essa questão é responsabilidade do poder publico, não cabe o clube de futebol responder. Tem que aplicar a lei ao individuo, e não aos clubes como vemos hoje. Vivemos sobre a ditadura dos patéticos, principalmente depois que o Falil assumiu. Não sai nada negativo ou que possa prejudicar. Já contra o Cruzeiro procuram com lupa e colocam manchetes garrafais.
 arasilva | Espanha | 12-12-13 17h24min
Obs...desculpa-me os erros ortograficos e concordancia...sei que deve doer ao ler o que escrevo...estou com portunhol ha 16 anos e ja se nota... :)
 alexaug | Belo Horizonte | 12-12-13 17h34min
A mídia costuma trabalhar de forma atabalhoada e perde qualidade quando enfatiza os conceitos virais em detrimento da qualidade da informação. A torcida do CEC quer mesmo é o fim da violência. Talvez seja importante perguntar: Quando MAz e TPI vão fazer a sua parte e por fim à confusão? Ou: É possível o fim do atrito entre MAz e TPI? Há muitos que, sendo livres, se entregam nãos mãos de tutores e curadores... Esse parece um caso bem típico.
 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 12-12-13 17h36min
Evandro, essa questão é bastante complexa e você mostra isto muito bem. Eu já passei por problemas de torcidas organizadas e realmente tem que ser levado a sério. Tem que se buscar a causa e combater isto. Não se pode generalizar, mas buscar especificamente cada solução. O que ocorre com a torcida do Vasco é bastante diferente e órgãos competentes devem atuar. Como? Eu não sei, mas discussões são caminhos para se achar soluções e sua coluna está dando a partida para isto. Abraços.
 carlos_Almeida | Vitória | 12-12-13 19h08min
Evandro, sou um torcedor que mora a 500Km de BH, a Internet aumentou significativamente o interesse pelo meu time. Sempre tive curiosidade em conhecer melhor a história das TOs, como surgiram, como cresceram porque mudaram e porque querem acabar com elas. Sempre li comentários chamando-os de marginais, percebia um medo e receio da mídia sobre o assunto, as brigas, mas também as festas e hoje percebo os clubes falando em uso de imagem e assimilando-os com a violência e iniciando a uma ruptura.
 alexaug | Belo Horizonte | 13-12-13 01h15min
Certas realidades sobre TOs só aparecem em matérias como do SBT Repórter, 13.12.2014. Um repórter se infiltrou 4 meses numa das maiores TO do Brasil no ano 2013. Olharam vários aspectos: consumo de drogas, abuso de álcool, crimes, violência, confissão de assassinato, emboscadas... Esse tipo de jornalismo dá trabalho mas contribui para desbancar, por meio de fatos, as falácias... O discurso e a prática são muito diferentes. Ainda veremos algo assim sobre as TOs em MG? Quem sabe...
 Álbano-Banu | Não definido | 13-12-13 09h22min
Nossa, Evandro! Gostei demais das suas críticas e confesso que assinei a petição contra as duas torcidas organizadas cruzeirenses , a Máfia e o Pavilhão. Sempre trabalhei com organizações sociais (associações, clubes, cooperativas, sindicatos, consórcios). Inclusive, já fiz parte da Máfia Azul, organizando núcleos em Berilo, no Vale do Jequitinhonha e Montes Claros, no norte de Minas. Depois, me afastei devido ao desvirtuamento dos seus princípios. Devemos combater "organizadas" de guerra.
 Álbano-Banu | Não definido | 13-12-13 09h28min
Devido às rivalidades entre clubes, as torcidas organizadas têm esquecido de incentivar o seu time, e priorizado o combate aos seus adversários. Muitos cantos destas organizadas são de guerra e morte aos adversários que já se tornaram inimigos a ser exterminados, para estas organizadas. Tenho parentes e amigos atleticanos e não deixo de gostar deles devido à escolha pelo nosso principal rival. Moro no interior. Só assisti dois jogos este ano,Botaf/S.Paulo. Gostei da festa e da alegria. E volto!
 Álbano-Banu | Não definido | 13-12-13 09h35min
Me afastei do Mineirão devido à violência. Pretendo continuar frequentando apesar dela. Assim, defendo as torcidas organizadas e o belo papel que muitas fizeram na grande conquista de 2013. Gostaria que você ou o João fizesse algum post sobre o papel das várias torcidas cruzeirenses, algumas organizadas por um pequeno grupo de amigos, outras maiores, e o papel delas das grandes festas que aconteceram em cada jogo, neste ano, no Mineirão. A minha grande família de cruzeirenses é uma delas.
 wallacewfs | Belo Horizonte | 13-12-13 14h05min
arasilva conversa fiada sobre espanha, ontem na holanda teve pancadaria, e olha que os holandeses são muito mais civilizados que espanhóis. Ontem na NFL também tem esfaqueamento de torcedores no jogo Broncos em Denver. Ou seja o problema não é de torcidas organizadas, o problema não é estar junto ou separado, ser ricou ou pobre, educado/civilizado ou não. É um problema de conduta, o cara apelou e esfaqueou o torcedor rival, cadeia nele. Na NFL não tem TO e ai, qual a solução ?
 arasilva | Espanha | 13-12-13 15h46min
wallacewfs...violência existe em todo mundo...mas existe uma grande mentira q se chama probabilidade...hoje,vc e um cara do bem, tranquilo e vai um clássico...a probabilidade de acontecer una desgraça com vc no Brasil e bem maior do q na Espanha. E um dos motivos pode ser as organizada...e por isso essa discussão aqui. Se vc concorda ou não é outra coisa.
 Nelsao | Brasilia | 13-12-13 17h52min
ATENÇÃO TORCIDA CELESTE: se o florminese NAO cair por causa de julgamento com retirada de pontos DA PORTUGUESA, PODEREMOS SER TETRA, POIS O MESMO FATO OCORREU COM O FLUFLU EM 2010 E ELES NAO PERDERAM PONTOS, SE PERDESSEM COMO AMEAÇAM A LUSA NOS, ISTO MESMO NOS TEMOS COMO POR DIREITO O CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2010, PAU QUE BATE EM CHICO BATE EM FRANCISCO, SE LIGA NESSA GILVAN DE PINHO TAVARES.
 Nelsao | Brasilia | 13-12-13 18h00min
Esse fato ocorreu em 2010. Pois bem, neste mesmo ano de 2010, o Fluminense foi campeão brasileiro. Terminou a competição com 71 pontos e o Cruzeiro com 69. No empate em 1-1 diante do Goiás, pela 35ª rodada do segundo turno, o time carioca escalou o meia Tartá de maneira irregular no parecer do STJD. Isso porque o jogador, que iniciou a competição pelo Atlético-PR, levou dois cartões amarelos, na segunda rodada (empate em 2-2 contra o Guarani) e sétima (derrota 0-1 para o Vitória). Já com a camis
 Nelsao | Brasilia | 13-12-13 18h01min
Já com a camisa do Fluminense, para onde foi transferido, Tartá tomou cartão amarelo na rodada 31, diante de seu ex-time, no empate em 2-2 na Arena da Baixada. No jogo seguinte, triunfo de 2-0 contra o Grêmio, no Engenhão, Tartá ficou de fora. Mas nos dois jogos seguintes, empate 0-0 contra o Inter, em Porto Alegre, e vitória 1-0 sobre o Vasco (gol de Tartá), o jogador recebeu cartões amarelos. Ou seja: se o STJD desconsiderou o cartão amarelo que Leandro Chaves recebeu com a camisa do Ipatinga
 Nelsao | Brasilia | 13-12-13 18h02min
Ou seja: se o STJD desconsiderou o cartão amarelo que Leandro Chaves recebeu com a camisa do Ipatinga, deveria fazer o mesmo com os dois que Tartá levou com a camisa do Atlético-PR. Portanto, segundo entendimento do STJD, na partida contra o Goiás Tartá não tinha condições de jogo. O caso foi levantado depois de encerrada a competição, exatamente como acontece agora neste episódio envolvendo Héverton, meia da Portuguesa. Mas o Fluminense nem sequer foi a julgamento no STJD. Deveria, mas não foi;
 Nelsao | Brasilia | 13-12-13 18h03min
Se fosse, perderia quatro pontos. E se perdesse quatro pontos, acabaria o Brasileiro de 2010 com 67 e o Cruzeiro, que terminou com 69, seria o campeão nacional. E sabem o que Paulo Schmidt, o procurador geral do tribunal, disse à época em entrevista ao SporTV (veja vídeo abaixo) quando questionado sobre a irregularidade de Tartá? Disse Schmidt: “Rediscutir o título que foi conquistado no campo de jogo, da forma que foi, abrir precedente não só para o Cruzeiro, mas vários clubes discutir tudo iss
 Nelsao | Brasilia | 13-12-13 18h03min
Então, STJD, como é que fica agora? A situação é a mesma. A Portuguesa, usando as mesmas palavras de Paulo Schmidt, conquistou o direito de permanecer na Série A no campo de jogo, de forma heroica. Se valeu para o Fluminense, tem que valer para a Portuguesa também.
 pyxis | BHZ | 13-12-13 21h04min
Nelsão, como escrevi no início da coluna, são vários os temas que eu poderia, E VOU, abordar. Resolvi colocar somente o tema das torcidas organizadas para que os comentários se concentrem sobre o assunto. Em breve (estou aguardando a decisão da segunda do STJD), abordarei a questão dos julgamentos e tribunais de exceção que constituem-se estes tribunais esportivos.
Pediria que todos os comentaristas ficassem restritos ao tema da coluna.
 pyxis | BHZ | 13-12-13 21h07min
Agradeço a todos os comentaristas que manifestaram suas opiniões sobre o tema da coluna. Minha indignação maior é com a postura dos órgãos da mídia, em especial o Superesportes e suas enquetes fradulentas e manipuladoras. Minha opinião é pela NÃO extinção das organizadas e não vi nenhum argumento que me fizesse mover desta opinião, inclusive a analogia que utilizei é apropriada. O debate vai continuar aberto e se alguém quiser escrever uma coluna para o VOZ DA ARQUIBANCADA, refutando .... cont
 pyxis | BHZ | 13-12-13 21h08min
... a minha opinião, fiquem à vontade e enviem a coluna para arquibancada@cruzeiro.org que teremos o maior interesse em publicar cada uma das opiniões mais fundamentadas do que permitem simples comentários de 400 caracteres.
 Nelsao | Brasilia | 13-12-13 21h17min
Beleza, e vc esta certo, mas SERA QUE PODEMOS COMPENSAR O PASSADO, PASSADO ESTE QUE NOS FOI RETIRADO POR UM CARIOCA O TITULO DE CAMPEAO BRASILEIRO E AGORA A JUSTIÇA PODE NOS DEVOLVER? BASTA FICARMOS ATENTOS E CORREMOS ATRÁS. SE A JUSTIÇA ABRIR ESTE QUESTIONAMENTO.
 pyxis | BHZ | 13-12-13 21h45min
Nelsao, estou me manifestando sobre o assunto, por enquanto, em outros espaços... Você pode se manifestar, por exemplo,
AQUI -> http://cruzeiro.org/blog/samudio-1%C2%AA-contratacao-pra-tempoarda-2014/
Muito certamente, abordarei o tema, mas de maneira mais perene do que redes sociais e blogs de 15minutos...
 yon | BH | 14-12-13 10h32min
O que é espantoso é o fato do clube arcar com as consequências dos atos de sua torcida e a "organizada" enquanto entidade ou sei lá o quê, não. Ora, tem que haver punição exemplar. A impunidade grassa então pra quê parar de vandalizar e prejudicar o time? Os BLUEBLOCKS devem ser pegos e punidos exemplarmente. Estamos correndo o risco de ter mais jogos com estádios vazios, que cheios por conta de punições aos clubes apenas.
 yon | BH | 14-12-13 10h35min
Já por outro lado sou a favor de não deixarem usar a marca do clube gratuitamente.
 arasilva | Espanha | 15-12-13 07h39min
Acho que as TO ja fizerao o seu papel e pela dimensão da violencia que esta em seu entorno(não importa se e um grupo de 50 ou 100 - dos 30 000 de cada TO..elas brigão em nome de todo grupo, de uma camisa)tem que ser extinta. Ingressos mais caro não tirou violencia. Prejudicar e muito o time não inhibe as brigas...e vamos aos numeros... se somos 8M de tocerdores, acho que não existe 100 000 em todas organizada...com socio torcedor(NÃO FAZ FALTA AS ORGANIZADA)...o estadio estara cheio
 arasilva | Espanha | 15-12-13 07h47min
cheio independente das TOs. Acho que o clube tem condição de garantir a festa e a organização da torcida...Evandro...voce que esta bem proximo da realidade deste ano, participando de varios epetaculos e não e contra as TOs...e evidente o prejuizo que o Cruzeiro E. C. teve e tera este ano com as brigas...o que poderia ser feito na sua opinião para inibir a violencia, diminuir a pessima imagem que nos deu as org. este ano para manter as organizada assim como são hoje?
 pyxis | BHZ | 15-12-13 10h35min
arasilva, Olha, sempre fiz parte de movimentos sociais de base, desde a minha adolescência. Torcida Organizada é somente UM DELES. Me aproximei destesmovimentos quando meu pai me levou, ainda criança, para o meio da Charanga do Aldair Pinto (SIM... na década de 60 era esta a forma de ORGANIZAÇÃO dos torcedores - que viveu isto saberá o que estou falando). No início final da década de 60 e início da década de 70, surgiram as torcidas organizadas que durante muito tempo ... cont
 pyxis | BHZ | 15-12-13 10h37min
... conviveram com as charangas de cada grande clube.
É necessário este relato pois a teoria que a maioria dos defensores da extinção de torcidas organizadas apresenta é parcial e limitado. QUem não viveu próximo a uma torcida organizada e só tem notícia das coisas que as torcidas organizadas fazem hoje pelas manchetes das cosias ruins, não está minimamente qualificado para falar em extinção.
É um equívoco falar em extinção com a afirmação de que "... elas cumpriram seu papel ..." ...cont
 pyxis | BHZ | 15-12-13 10h41min
... QUAL É o papel que ela cumpriu? Quem não acompanhou a história não pode falar sobre isto. É como na história de ascensão e queda de qualquer movimento... sindicatos, partidos políticos, movimentos de base.
A maioria dos comentaristas aqui (não vou refutar nenhum separadamente como fiz em outras colunas pois entendo que a fragilidade dos argumentos corroboram a minha teoria) é teleguiado por aquilo que publica a midia. Seja para torcidas organizadas, sindicatos, movimentos de base ...cont
 pyxis | BHZ | 15-12-13 10h44min
... O único "império" que não tem ascensão e queda tem nome: MÍDIA, desde Gutemberg. E a reação do povão, que chamo de patuleia ou teleguiados, é a mesma. Não querem discutir e debater nada. Querem aderir à onda midiática.
Se o movimento de torcidas organizadas "... já cumpriu o seu papel ...", qual será o sucessor dele? Os sócios do Futebol com o seu individualismo e passividade? Os conselheiros dos times/clubes? Ou você imagina que a festa proporcionada pela TORCIDA do Cruzeiro ...cont
 pyxis | BHZ | 15-12-13 10h46min
... na temporada de 2013 seria possível sem as torcidas organizadas do Cruzeiro (TODAS!)??? Se alguém imagina isto, eu desprezo profundamente qualquer opinião desta pessoa pois ela não sabe do que está falando. Não sabe mesmo. Ignorância e preconceito puro.
Dizem, nos movimentos sociais de base, que a cada ciclo é necessário se reinventar. A torcida do Cruzeiro tem se reinventado. Se a violência está fora de moda, as iniciativas de torcidas como A TFC, Geral Celeste, Churrazeiros ...cont
 pyxis | BHZ | 15-12-13 10h49min
...são evolução que a maioria dos torcedores que pede extinção das TO´s do Cruzeiro e a própria diretoria, deveria entender. Mas preferem ir na onda do que dita a MÍDIA.
Erram todos que, de maneira falaciosa, escrevem e propagam extinção e outras punições para TO´s, de maneira geral (EXTINGUE TODAS) ou com ações localizadas equivocadas (PROÍBE DE USAR MARCA DO CLUBE). Mas não vou encontrar espaço na mídia para fazer nenhum "tratado social" sobre TO´s... a guerra é PUNK... não aguento!
 estrelado campeão | Ubá  | 16-12-13 09h29min
Bom dia Evandro. Já disse em uma de suas colunas, que não existe ciência social neutra e o jornalismo, em um país com divisões sociais, não foge à regra. E o jornalismo esportivo no Brasil não e "pisa na bola", literalmente. Ainda lembro da Máfia Azul como Organização Máfia Azul da Floresta, década de 80. Lembro de várias torcidas com suas faixas, algumas não, vejo mais : Raposões, Vanguarda Crumunista, FAL(Força Azul de Lavras), Cru Fiel(que depois se uniu à Máfia), etc. Continua.
 estrelado campeão | Ubá | 16-12-13 09h29min
Bom dia Evandro. Já disse em uma de suas colunas, que não existe ciência social neutra e o jornalismo, em um país com divisões sociais, não foge à regra. E o jornalismo esportivo no Brasil não e "pisa na bola", literalmente. Ainda lembro da Máfia Azul como Organização Máfia Azul da Floresta, década de 80. Lembro de várias torcidas com suas faixas, algumas não, vejo mais : Raposões, Vanguarda Crumunista, FAL(Força Azul de Lavras), Cru Fiel(que depois se uniu à Máfia), etc. Continua.
 estrelado campeão | Ubá  | 16-12-13 09h38min
Lembro que tinha uma associação que congregava todas as torcidas organizadas do clube: ASTOCA, parece-me que era esse o nome. Não sei se existe mais. Sempre fui admirador das organizadas e defendo a sua permanência e nunca associei a existência das mesmas com a questão da violência. Pelo contrário, achava que as organizadas ofereciam maior proteção, principalmente em jogos fora do Estado. Veio o novo milênio, e a coisa mudou um pouco, ou melhor mudou bem(internet, redes sociais, etc). Cont.
 estrelado campeão | Ubá | 16-12-13 09h38min
Lembro que tinha uma associação que congregava todas as torcidas organizadas do clube: ASTOCA, parece-me que era esse o nome. Não sei se existe mais. Sempre fui admirador das organizadas e defendo a sua permanência e nunca associei a existência das mesmas com a questão da violência. Pelo contrário, achava que as organizadas ofereciam maior proteção, principalmente em jogos fora do Estado. Veio o novo milênio, e a coisa mudou um pouco, ou melhor mudou bem(internet, redes sociais, etc). Cont.
 estrelado campeão | Ubá  | 16-12-13 09h50min
E o advento da internet mudou o comportamento das pessoas. Um episódio como esse, na década de 80 teria um outro olhar por parte da imprensa. Hoje com as redes sociais bombando, com todo mundo conectado, os órgãos de imprensa tentam usar de artifícios e artimanhas capazes de prender a atenção dos leitores. Então é sensacionalismo mesmo, não tem apelação. Mas isso, você já colocou muito bem na coluna. E você chamou para o debate. Então gostaria de entrar no mérito da questão, embora careça...
 estrelado campeão | Ubá | 16-12-13 09h50min
E o advento da internet mudou o comportamento das pessoas. Um episódio como esse, na década de 80 teria um outro olhar por parte da imprensa. Hoje com as redes sociais bombando, com todo mundo conectado, os órgãos de imprensa tentam usar de artifícios e artimanhas capazes de prender a atenção dos leitores. Então é sensacionalismo mesmo, não tem apelação. Mas isso, você já colocou muito bem na coluna. E você chamou para o debate. Então gostaria de entrar no mérito da questão, embora careça...
 estrelado campeão | Ubá  | 16-12-13 10h00min
Então gostaria de entrar no mérito da questão, embora não tenha todas as informações necessárias, por não morar em BH e não maiores detalhes. O que eu sei, é que ocorreu um racha na Máfia Azul e foi formada a Pavilhões. Não sei quem dá início aos confrontos por ocasião dos jogos e não sei até que ponto isso ajudaria a solucionar a questão, mas como dirigente do Cruzeiro tomaria a seguinte atitude : chamaria os dois grupos para negociação para selar a paz. Isso já foi feito??? Continua..
 estrelado campeão | Ubá | 16-12-13 10h00min
Então gostaria de entrar no mérito da questão, embora não tenha todas as informações necessárias, por não morar em BH e não maiores detalhes. O que eu sei, é que ocorreu um racha na Máfia Azul e foi formada a Pavilhões. Não sei quem dá início aos confrontos por ocasião dos jogos e não sei até que ponto isso ajudaria a solucionar a questão, mas como dirigente do Cruzeiro tomaria a seguinte atitude : chamaria os dois grupos para negociação para selar a paz. Isso já foi feito??? Continua..
 estrelado campeão | Ubá  | 16-12-13 10h09min
Não havendo consenso nas negociações e persistindo a rivalidade e conflitos, aí sim, haveria necessidade de exclusão, DE APENAS UMA DELAS. Embora nunca tenha pertencido a nenhuma das duas, tenho minha opinião sobre qual deveria ser excluída. Como a Máfia Azul é a mais antiga, pra mim seria preservada. Sei que muita gente vai achar estranha e serei criticado, principalmente por simpatizantes da Pavilhões. Vão dizer que não conhece de perto, e não conheço mesmo, já disse que não moro em BH. Cont.
 estrelado campeão | Ubá | 16-12-13 10h09min
Não havendo consenso nas negociações e persistindo a rivalidade e conflitos, aí sim, haveria necessidade de exclusão, DE APENAS UMA DELAS. Embora nunca tenha pertencido a nenhuma das duas, tenho minha opinião sobre qual deveria ser excluída. Como a Máfia Azul é a mais antiga, pra mim seria preservada. Sei que muita gente vai achar estranha e serei criticado, principalmente por simpatizantes da Pavilhões. Vão dizer que não conhece de perto, e não conheço mesmo, já disse que não moro em BH. Cont.
 estrelado campeão | Ubá  | 16-12-13 10h21min
Não estou pedindo que o Cruzeiro.Org ou qualquer órgão de imprensa,faça uma nova enquete sobre o caso, não é isso. Mas, ilustra o quanto às pessoas "votam no escuro" e como são manipuladas pela imprensa. É assim que a imprensa faz , realizando enquetes sobre redução de idade para condenação de menores infratores, sobre pena de morte, etc, etc. Se pelo menos alguém discorresse sobre as origens do conflito, ou ouvissem os " acusados" os participantes não votariam no escuro.
 estrelado campeão | Ubá | 16-12-13 10h21min
Não estou pedindo que o Cruzeiro.Org ou qualquer órgão de imprensa,faça uma nova enquete sobre o caso, não é isso. Mas, ilustra o quanto às pessoas "votam no escuro" e como são manipuladas pela imprensa. É assim que a imprensa faz , realizando enquetes sobre redução de idade para condenação de menores infratores, sobre pena de morte, etc, etc. Se pelo menos alguém discorresse sobre as origens do conflito, ou ouvissem os " acusados" os participantes não votariam no escuro.
 estrelado campeão | Ubá  | 16-12-13 10h36min
Corrigindo, o primeiro comentário na coluna : E o jornalismo esportivo no Brasil "pisa na bola, literalmente. P.S.1- Existe uma sutil diferença entre exigir e desejar. Apenas desejei a vitória sobre o Flamengo, como sempre. Não exijo nada para torcer para o Cruzeiro. Se desejar a vitória, do meu Cruzeiro, sobre quem quer que seja, é sinônimo de alienação, então sou mesmo alienado, pelo Cruzeiro. P.S.2- Qual a data do encontro do Cruzeiro.Org. Início do ano que vem??
 estrelado campeão | Ubá | 16-12-13 10h36min
Corrigindo, o primeiro comentário na coluna : E o jornalismo esportivo no Brasil "pisa na bola, literalmente. P.S.1- Existe uma sutil diferença entre exigir e desejar. Apenas desejei a vitória sobre o Flamengo, como sempre. Não exijo nada para torcer para o Cruzeiro. Se desejar a vitória, do meu Cruzeiro, sobre quem quer que seja, é sinônimo de alienação, então sou mesmo alienado, pelo Cruzeiro. P.S.2- Qual a data do encontro do Cruzeiro.Org. Início do ano que vem??
 pyxis | BHZ | 17-12-13 00h39min
Estrelado Campeão, não vou debater com cada um dos comentaristas sobre este assunto. O principal, pra mim, é a questão da MANIPULAÇÃO da mídia (que vc chama de falta de isenção das "ciências sociais").
Destaco somente que, é altamente relavante, na análise de todo este processo, algum rigor cronológico.
1. A ASTOCA antecede a existência da Máfia.
2. Algumas torcidas que você cita antecedem à existência da Cru-Fiel Floresta. .... cont
 pyxis | BHZ | 17-12-13 00h43min
3. A cisão que gerou a Pavilhão, vem do início da década de 90.

Duas outras questões altamente relevantes:
a) A Máfia tem personalidade jurídica, a Pavilhão não tem.
b) A Máfia vem enfrentando problemas internos gravíssimos há alguns anos. A separação de alguns segmentos dentro da Máfia, talvez tenha sido o estopim da crise. Especialmente após o afastamento de alguns diretores "históricos".
IMNSHO, leio muita m3rda de quem não sabe da missa metade. E serei crucificado por isso!
 pyxis | BHZ | 17-12-13 00h46min
Estrelado Campeão,
Sobre seu PS1: Não se faça de vítima e pobre coitado para defender sua opinião. é feio!
Sobre seu PS2: Não tenho a menor ideia. Não consegui muita gente para me ajudar na organização de um encontro de final do ano do Cruzeiro.org (lista, site etc). É possível que saia um encontro das pessoas que comentam no Blog PHD. é possível...
Adianto UMA COISA... muita gente vai ter surpresas nos primeiros meses de 2014 em relação ao Cruzeiro.Org. Mais não digo.
 alexaug | Belo Horizonte | 17-12-13 01h00min
Olha aí para reflexão: a Nissan, que tinha contrato com o Vasco (sete anos, salvo engano), acaba de romper o vínculo com o clube. Foi alegado que não querem a marca ligada a episódios de violência como o ocorrido em SC. Pode até ser por causa da queda para a 2ª divisão, contudo, o patrocinador penalizou o clube por causa da conduta de torcedores.
 pyxis | BHZ | 17-12-13 10h29min
Alexaug, Infelizmente, a notícia da Nissan x Bacalhau cai como uma LUVA no título desta coluna. MENTIRA PARA OS ALIENADOS. A Nissan, mesmo que seu contrato com o bacalhau seja recente, já estava com problemas no patrocínio (parece que o bacalhau pegou muito dinheiro e queria mais)... OPORTUNISMA, HIPÓCRITA, CANALHA e DEMAGÓGICA a decisão da Nissan.
Mas é IMPORTANTÍSSIMO que os torcedores comecem a pensar nestes assuntos e como podem prejudicar o seu time... aí começaremos a separar torcedores
 estrelado campeão | Ubá  | 17-12-13 17h20min
Obrigado pelas informações. Já sabia que a ASTOCA e Raposões antecediam à Mafia. Não sabia que a cisão que gerou a Pavilhão, vem do início da década de 90 e não sabia que a Pavilhões não tem personalidade jurídica. Sobre o PS1 - "Não se faça de vítima e pobre coitado para defender sua opinião. é feio!" Não entendi; sinceramente, não mesmo... Não fui irônico e nem dissimulado. Não preciso disso. Sempre falo diretamente, sem mensagens subliminares. Deveria ter usado um contra-argumento melhor.
 estrelado campeão | Ubá | 17-12-13 17h20min
Obrigado pelas informações. Já sabia que a ASTOCA e Raposões antecediam à Mafia. Não sabia que a cisão que gerou a Pavilhão, vem do início da década de 90 e não sabia que a Pavilhões não tem personalidade jurídica. Sobre o PS1 - "Não se faça de vítima e pobre coitado para defender sua opinião. é feio!" Não entendi; sinceramente, não mesmo... Não fui irônico e nem dissimulado. Não preciso disso. Sempre falo diretamente, sem mensagens subliminares. Deveria ter usado um contra-argumento melhor.
 pyxis | BHZ | 17-12-13 20h24min
Estrelado Campeão, se você afirma que não foi irônico e nem dissimulado. Corrobora a minha opinião sobre seu PS1.
Nem sempre, quando as pessoas escrevem, elas são dissimuladas. É comum as pessoas escreverem falácias sem terem a intenção (daí a diferença quando identificamos sofismas). Procure sobre uma falácia denominada "ad misericordium" e vai entender o que escrevi. Pode não ter sido intencional... mas escrevi e acertei.
 Beth Makennel | Belo Horizonte | 20-12-13 17h06min
É Evandro, não suporto a midiazinha rosa que esta sempre inventando algo para ser votado por torcedores " Cruzeirenses". É claro que a raça galenigenas também vão votar. Mas uma coisa é certa; é preciso fazer algo para coibir de vez as atrapalhadas das 2 torcidas organizadas brigadeiras. O Cruzeiro tem sido demais prejudicado por este bando de irresponsáveis. Evandro, e demais amigos Cruzeirenses, FELIZ NATAL E UM MUNDO AZUL DE FELICIDADES PARA VOCÊS.
 paulo1092 | Não definido | 27-12-13 16h58min
É visível que as torcidas organizadas são a força que move o time fora das arquibancadas. Como é maravilhoso ver aquela festa, o bandeirão, as bandeiras de bambu, a galera fazendo as coreografias, a bateria pulsando como o coração, tudo isto faz do estádio um lugar diferente do bar ou mesmo da sua casa! Se for pra ficar sentado, sem gritar e agitar eu ficaria em casa. E não venha me dizer que o povão vai conseguir agitar o estádio que não vai! São as vozes da arquibancada que faz a mágica
 paulo1092 | Não definido | 27-12-13 17h06min
acontecer. Mas o que está acontecendo é inadmissível sim. Mas é o seguinte, a solução é simples: primeiramente, para se criar uma organização, ela deve ter uma razão social, CNPJ, enfim, atributos que tornem possível seu acionamento judicial, segundo, a torcida que for flagrada não só brigando, depredando patrimônio público ou privado, enfim, causando desordem social, e neste caso devemos excluir casos isolados como um dos integrantes passar a mão nas partes de uma mulher, ou um pego com drogas
 paulo1092 | Não definido | 27-12-13 17h09min
deve ser punida, com pagamento de multas pesadas! O clube, a torcida e o futebol não sobrevivem sem a alegria das arquibancadas que é trazida pelas torcidas organizadas. Extingui-las é agir da maneira mais inútil possível, já que vão continuar existindo na clandestinidade e aí sim, passarão de violentas a terroristas.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
24/09 - 20h40 [1 coment.]
Arrascaeta marca gol 900 no Campeonato Brasileiro por pontos corridos 

24/09 - 10h03 [8 coment.]
Cruzeirenses torcendo #24hnoMineirão e mostrando a sua força 

24/09 - 09h32 [0 coment.]
Alisson é liberado pelo departamento médico e confirmado na decisão 

23/09 - 23h21 [0 coment.]
Sub-14 estreia no estadual com vitória sobre o América-MG 

23/09 - 23h12 [0 coment.]
Sada Cruzeiro bate Sesc RJ e começa torneio com a mão direita 

23/09 - 23h00 [0 coment.]
Sada Cruzeiro FA confirma a 1a colocação da Conferência Sudeste 

23/09 - 22h51 [0 coment.]
Diretoria do Cruzeiro anuncia a renovação de contrato de Murilo 

22/09 - 15h29 [3 coment.]
FMF é usada para gerar renda a aliados e membros de uma família 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster