Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Banda Help



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

24/09/2005 | Evandro Oliveira
Estão matando nossa paixão.

Lamentavelmente, essas denúncias são fadadas a caírem no esquecimento. O ópio do povo falará mais forte...

Alguns torcedores já nos acusaram de várias coisas. Uma delas é de sermos iludidos. O futebol brasileiro tem problemas crônicos, que persistem há vários anos. Na década de 70 o repórter Marcelo Resende (o mesmo que hoje esbraveja em programas sensacionalistas e despropositados da TV) participou de uma excelente reportagem investigativa que desvendou a chamada “Máfia da Loteria”, denunciou árbitros, jogadores e envolveu muita gente (inclusive atletas que atuaram pelo Cruzeiro). Alguns “pagaram o pato” mas preso, ninguém foi.



“Jogo sujo no Futebol Brasileiro”



Agora temos de volta mais um escândalo.



O que mais impressiona é que, desde aquelas denúncias por causa da Loteria Esportiva, poucas moscas mudaram. Os dirigentes de futebol que se dizem modernos mantiveram as velhas práticas, a chamada Lei Zico, que virou Lei Pele, com seus autores negando a paternidade, transformou o futebol brasileiro, que distancia cada vez mais o torcedor comum de suas paixões, embora o discurso seja exatamente o contrário. Criaram até Estatuto do Torcedor que não é cumprido e fica por isso mesmo.



Continuam os mesmos dirigentes. O cara que era presidente de um clube do interior de SP, hoje é vice-presidente de qualquer coisa na CBF, o cara que capitaneou uma pseudo-revoluçao dos maiores clubes é defensor dos interesses de meia dúzia de clubes junto a determinada rede de televisão. Viradas e viradas de mesa foram protagonizadas nos últimos anos e, quando temos o campeonato com seu regulamento repetido por três anos seguidos, somos surpreendidos com a volta do mecanismo mais vil que se possa imaginar. Um único homem (chamado de árbitro da partida) coloca o sentimento e paixão de milhões de pessoas por terra.



Alguém já me perguntou porque continuo neste meio, sem entrar para a turma dos que se locupletam com essas maracutaias e se não sei o que acontece nos bastidores do futebol brasileiro. Não sou inocente a ponto de achar que não existem problemas no futebol brasileiro. Não sou inocente a ponto de pensar que diretorias de clubes e entidades fazem tudo que fazem por amor ao clube e ao esporte, mas ainda imagino que o futebol é um movimento social e uma paixão que merece respeito e que as pessoas tenham níveis mínimos de razoabilidade.



A se confirmarem as acusações mostradas na revista semanal Veja
( http://www.cruzeiro.org/php/noticias/exibir.php?id=17669 ) estaremos comprovando aquilo que o ser abjeto, que é coordenador das arbitragens no Brasil, sempre propugnou: “...algumas coisas se vê e outras não se vê...”. Este projeto de ser humano, desrespeita o torcedor apaixonado por clubes e pelo futebol brasileiro, e em especial ao torcedor cruzeirense, desde 1974 (mais de 31 anos) e torna indigna a paixão do brasileiro pelo futebol.



Nos últimos anos imaginou-se que a competição por pontos corridos pudesse minorar um pouco aquilo que era chamado de “erros de arbitragem” e tiraram títulos de equipes onde claramente o árbitro influenciou o resultado (recentemente, a Copa do Brasil ganha pelo Corinthians sobre o Brasiliense foi uma vergonha nacional). As redes de TV, e em especial a detentora dos direitos de transmissão, começaram falando mal do tipo de disputa e agora estão empolgadas com o sistema. Às vésperas de uma renovação de contrato com os times da Série A é, no mínimo, muito suspeito que essas denúncias venham à baila, ainda mais que a revista em questão está mais preocupada com a política nacional – ou será que resolveu protagonizar uma pizza nacional?



Lamentavelmente, essas denúncias são fadadas a caírem no esquecimento. O ópio do povo falará mais forte. Os torcedores que podem influenciar neste processo estarão preocupados com seus times para não serem rebaixados ou para serem campeões. Que se danem as arbitragens. Deixarão tudo nas mãos de pessoas como este Luiz Szveiter que não muda de roupa para tentar rebaixar um time como o Gama e livrar seu preferido Botafogo do rebaixamento.



Dias atrás, um empresário de jogadores veio a publico dizer que pagou a jogadores para ganharem um jogo (uma espécie de "doping positivo"). Jogou merda para que jogadores do Cruzeiro respondessem. O elenco cruzeirense, que não está nos seus melhores dias, passou a ter jogadores com a desconfiança da torcida e de outros jogadores. A denúncia deu certo. A cizânea foi instaurada. E o que aconteceu? Nada. O procurador sumiu dos noticiários, não provou nada de ninguém e a torcida agora cobra dos jogadores que estavam no Cruzeiro no ano passado algo que eles nem sabem como debater, e até mesmo se devem debater sobre isso nas atuais circunstâncias. E ficamos muito tristes quando vemos cruzeirenses caírem nestas esparrelas e ficarem feito papagaios repetindo a cobrança dos jogadores porque alguém com interesses pessoais e excusos teve espaço privilegiado no jornal e no rádio. Depois o torcedor bate no peito e se diz bem informado e que não se guia pela mídia de massa.



Infelizmente, estão acabando até com nossas esperanças e paixões. Isso não pode ser obra do acaso. E o mais impressionante é que tudo isso vira diversionismo perante as dificuldades e percalços do Cruzeiro nas últimas semanas. Torcedores propondo não ir ao estádio, torcedores se omitindo ao invés de se apresentarem para discutir (em níveis razoáveis e não com baixaria!) e propor melhorias. Fica todo mundo optando pelo mais fácil. Ficar sentado no sofá esperando o árbitro definir quem paga mais para ele decidir qual vai ser o resultado.



Torcedor cruzeirense, não vamos deixar acabar com nossa paixão!




Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

Não há comentários para esta Coluna.

 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
20/11 - 07h30 [0 coment.]
Zagueiro Léo lançará livro ´A Quinta Estrela` sobre a CopaBr´17 

19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster