Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - PODCASTs, NOTÍCIAS E COLUNAS DE OPINIÃO ESTARÃO, a partir de 26 de JULHO de 2020 no Blog PHD ***
Cruzeiro.Org - 25 anos



Retrovisor Celeste

08/11/2012 | Lílian Alcântara
Cruzeiro ano a ano: 1922 - As primeiras finais

Em 22 o clube disputou três finais, sua imagem começava a resplandecer na capital mineira.

O clube comemorou um ano de sua fundação num domingo e no sábado seguinte (8 de jan) já fez seu primeiro jogo daquele ano, pela Taça Cruz Vermelha - iniciada no ano anterior - o Palestra acabou perdendo o jogo no Prado por 0x1, gol de Mayo aos 20'.

Depois veio um amistoso contra o Villa Nova, que terminou em empate. E a grande final da Taça Cruz Vermelha, Palestra 1 x 2 Morro Velho, o time de Nova Lima sagrou-se campeão da taça, na melhor de três.

Então era hora de focar-se na segunda taça que estava sendo disputada, também desde o ano anterior a Taça Nova Lima, no primeiro jogo, em Nova Lima, Palestra 2 x 3 Villa Nova e o Palestra perdeu outra vez, a taça ficou com o Villa. Aquele ano não parecia guardar boas surpresas.

Antes de iniciar o Campeonato da Cidade o time ainda perdeu um amistoso contra o Atlético. Então seguiram 3 empates, 1 derrota (para o América) e 5 vitórias*, somando assim o mesmo número de pontos que o maior clube da época, o América, encarando sua primeira decisão. Os times já haviam se enfrentado 3 vezes aquele ano, duas pelo Campeonato da Cidade e uma pela Taça Independência do Brasil (que viria a ser disputada em 5 jogos). Fato é que o Palestra havia segurado o time adversário, perdeu apenas uma vez e empatou as outras duas, o que surpreendia, pra um time mal acabado de nascer.

Então foram à decisão do Campeonato da Cidade no dia 5 de novembro de 1922, jogo difícil, o Palestra segurou muito, mas acabou perdendo, Saint Clair marcou os dois gols do América e não há registros de quem marcou o gol palestrino. Ainda assim, o clube já havia levado seu primeiro vice-campeonato em tao pouco tempo de existência, desbancando times tradicionais como o Atlético.

Atlético, aliás, com o qual jogamos mais uma partida aquele ano, que terminou - mais uma vez - em empate, por 2x2, no Prado, já em novembro, uma semana depois da final contra o América.

Em dezembro a colônia contou com a colaboração dos palestrinos para comprar um terreno na avenida Augusto de Lima, no Barro Preto, e construir seu estádio. Até aí os jogos eram mandados no Prado (da Federação Mineira), alguns treinos eram feitos ali e outros no campo de treinos do Atlético. O clube não teve nenhuma ajuda da prefeitura para construir seu estádio, ao contrário dos demais times da capital. A estréia aconteceria em julho do ano seguinte, então fica pro próximo texto.

Então terminava 1922, o time seguia crescendo, já começava seu estádio, havia disputado uma final e mostrado força. Já não havia na cidade quem não conhecesse o tal do "time da colônia italiana".

*Há um jogo contra o Atlético em 17/09 sem registro de placar, mas o Cruzeiro só pode ter vencido, caso contrário não alcançaria o mesmo número de pontos que o Atlético. Na internet há um estranho registro de placar inverso, 1x0 para o alvinegro.

Twitter: @lilianalcantara
e-mail: lilianalc92@gmail.com

Lílian Alcântara
lilian_alcantara92@yahoo.com.br

Leia também as colunas anteriores Retrovisor Celeste

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 estrelado campeao | Ubá  | 13-11-12 20h44min
Belo trabalho de resgate da nossa história, Lílian. E interessante a informação de que o Cruzeiro já usou por empréstimo o campo do AtléticoMG. Como as coisas mudam em um espaço de tempo relativamente pequeno. Ninguém poderia imaginar que o Cruzeiro roubaria a cena. O grande da época era o América, e o segundo o AtléticoMG. Continue seu trabalho Lílian.
 lilianalcantara | Foz do Iguaçu | 13-11-12 23h34min
pois é estrelado, mais a frente vou falar melhor desta rivalidade Cruzeiro x Atlético, e a supremacia do América naqueles tempos, vai dar pra entender melhor quando começou a rivalidade, na verdade como ela foi sendo construída por vários fatos. Estou mudando de cidade e o texto de 1923 vai demorar uma ou duas semanas pra sair ainda, mas vamos que vamos, vou tentar acelerar o processo se não isso nunca termina
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
26/07 - 07h00 [1 coment.]
Cruzeiro.Org muda o foco de seu conteúdo e serviços 

10/07 - 11h07 [2 coment.]
COLAPSO: ´Má Gestão x Má Fé` por Sérgio Santos Rodrigues 

10/07 - 07h07 [0 coment.]
CENTENÁRIO: CBF marca jogo contra o Cuiabá (MT) dia 2 de janeiro 

10/07 - 06h49 [1 coment.]
COLAPSO: Aumento das despesas de salários em 50% com Wagner Pires 

09/07 - 19h34 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Vinte anos do TRI na Copa do Brasil na Toca 3 

09/07 - 19h17 [0 coment.]
COVID-19: CBF define calendário. Série B encerrará em 30 de janeiro 

08/07 - 12h42 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro prioriza Toca 3 mas avalia sede no interior 

07/07 - 19h29 [0 coment.]
COVID-19: FMF define retorno do Mineiro 2020 para 26 de julho 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster