Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Banda Help



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

17/01/2005 | Evandro Oliveira
A Transição já passou?

A alegria da comemoração da Tríplice Coroa de 2003 durou até a conquista do Campeonato Mineiro de 2004

No ano passado, quando se iniciava a temporada, ainda bem no começo do campeonato mineiro, utilizávamos deste espaço para discutir sobre como seria o ano de 2004 para o Cruzeiro e para a torcida do Cruzeiro.


As expectativas eram boas, mas os acontecimentos do início de temporada com a saída do treinador e algumas contratações mal resolvidas, fizeram com que não conseguimos ver um período de estabilidade e tranquilidade. A alegria da comemoração da Tríplice Coroa de 2003 durou até a conquista do Campeonato Mineiro de 2004. A desclassificação da Libertadores e a instabilidade do elenco e diretoria trouxeram o período de insatisfação e reclamações.


Neste sentido, escrevíamos que o nosso desejo era que o que chamamos de transição, fosse rápida e serena. NÃO FOI


Mas o ano passado NÃO é para ser esquecido. Que a lição e os erros sirvam para que não se repitam coisas que foram previstas e cantadas em verso, prosa e nas colunas de quase todos os comentaristas que sabem das coisas de futebol (aqueles que não sabem são somente comentaristas do acontecido e de fatos passados!).


Saindo das reminiscências do passado e projetando o que vemos para a temporada que se inicia, cuidamos de acompanhar o início de pré-temporada, de receber os novos contratados.


Aqui, faz-se necessário, a abertura de um parentesis. É impressionante como em outros clubes as contratações levam os torcedores a prestigiarem, comparecerem, criticarem, valorizarem, desdenharem... nas apresentações dos oito novos contratados pelo Cruzeiro, é importante ressaltar que somente dois deles são destaque da mídia e deveriam ser da torcida, na nossa opinião, Fábio (goleiro) e Athirson, por si só já deveriam mobilizar a torcida. Nem a mídia dando uma boa cobertura à apresentação destes jogadores a torcida manifestou-se com entusiasmo. Parece que o anticlímax das contratações de 2003 e até mesmo de 2004, tomou conta dos torcedores.


Fechado o parentesis, retormamos ao que observamos neste início de pré-temporada.
Dos jogadores remanescentes de 2003 e que sofreram (ou fizeram a torcida sofrer!) em 2004, nota-se que não estão com o mesmo espírito campeão que já vimos. As novas contatações chegam com um discurso pouco efusivo (sabe aquela história de ser mais um somador ao elenco - igual a máquinas calculadoras???). Excetuando-se o jogador Athirson que foi, de longe, o mais animado de todos, os demais não fizeram nada além do que o trivial e o ensaiado.


Passados os testes físicos e iniciados os treinamentos, percebe-se que o treinador Levir Culpi tem a mesma filosofia de trabalho de outras passagens pelo Cruzeiro. Tem um número de jogadores que gosta de contar no elenco, tem propostas de trabalho que não mudaram muito (esperamos que esteja menos cabeça-dura!!!) e quer provar que seu estilo pode dar certo e ser vitorioso. De cara começou a ter atritos com aqueles que o apelidaram de Levice e vai querer mostrar que eles estão errados. As dúvidas, na cabeça do torcedor, são muitas. Vão desde a confiança nas contratações até a possibilidade de que jogadores tidos como titulares possam sair do elenco sem substituição à altura. Dúvidas que passam inclusive pela serenidade esperada do treinador para conduzir uma equipe à vitória.


No ano passado pedíamos celeridade e serenidade para a transição. Contamos que a transição já tenha sido efetuada e que agora todos possam trabalhar para que a torcida fique tranquila e confiante. Se as coisas não se iniciarem bem e houver divergências é porque a transição pode não ter se encerrado (o que seria de certa maneira trágico). Mais importante do que conquistar o campeonato mineiro, é conquistá-lo com a confiança de ter sido melhor e que a conquista do mineiro não sirva para achar que o time está pronto para a Copa do Brasil e o Brasileiro. A disputa será dura mas o Cruzeiro sempre entrou como um dos favoritos ao título regional e ao título da Copa do Brasil. Em 2005 não será diferente e, assim sendo, poderemos nos esquecer do ano de 2004, como nos esquecemos dos últimos anos terminados em 4 (quatro) quando as campanhas do Cruzeiro foram trágicas.


Saudações Celestes ETERNAMENTE CAMPEÃS


Evandro Oliveira

Belo Horizonte - MG


Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

Não há comentários para esta Coluna.

 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

16/11 - 18h51 [1 coment.]
Zagueiro Manoel passará por tratamento o restante da temporada 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster