Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - PODCASTs, NOTÍCIAS E COLUNAS DE OPINIÃO ESTARÃO, a partir de 26 de JULHO de 2020 no Blog PHD ***
Cruzeiro.Org - 25 anos



Retrovisor Celeste

24/06/2012 | Lílian Alcântara
E a Crise?

Por fim a crise acabou ou só está tirando um cochilo?

E o Cruzeiro vai saindo de levinho da crise. Bateu o Botafogo (desfalcado, é verdade) no Rio, e agora fez o mesmo com o líder (até então invicto) Vasco e assume a liderança do Campeonato Brasileiro. Corinthians, Santos e Grêmio que são times fortes estavam/estão jogando com times reservas por priorizarem outras competições. Portanto é bastante provável que o campeonato mude muito ao longo do ano.

Celso Roth mais uma vez leva times taxados como rebaixáveis às cabeças do campeonato. Mas será que temos elenco para manter o time ali? Longe de mim cornetar por cornetar, mas é fato que não temos laterais, nem peças de reposição em caso de contusões e as suspensões que não são poucas ao longo do campeonato. O que tento dizer é que o Brasileirão é muito longo para ficarmos sem peças de reposição à altura dos titulares.

É certo que a diretoria afirma estar buscando as peças que faltam. Mas ainda com essas peças o time estaria forte o suficiente para manter-se na ponta e levar o campeonato ou mesmo uma vaga na Libertadores?

A "crise" do Cruzeiro começou quando o time caiu na Libertadores 2011 e não conseguiu recuperar-se no Campeonato Brasileiro. Empatou e perdeu jogos importantes para a permanência na série A. Recuperou-se muito bem na última rodada batendo o rival Atlético-MG por 6x1, uma linda goleada que recuperou o torcedor.

Mas quando falamos de crises no futebol, normalmente estamos falando de diretorias e elencos divididos. Até então o Cruzeiro não parecia diferente, mas agora Roth parece ter resolvido muita coisa, dispensou jogadores e pediu outros. O técnico ainda está invicto, arrumou a defesa e o meio do time estrelado. Pede por laterais e confia no ataque.

Está mesmo tudo resolvido? O time ainda será testado, com uma derrota. Não poderá abater-se após a primeira. Nem reavivar velhos problemas. Para sair da crise ainda precisamos cutucá-la e ver se reage. No mais, somos lideres invictos!

E fica a provocação: na maior crise que vi no clube (sou de 1992) o Cruzeiro foi capaz de massacrar o rival por 6x1 (o jogo seguinte foi um empate e não uma derrota como prometido) e ser líder invicto do Brasileirão com direito a 3 gols no, até então, líder jogando fora de casa. Por essa e outras o Cruzeiro é único, diferente de qualquer outro clube brasileiro.

Lílian Alcântara
lilian_alcantara92@yahoo.com.br

Leia também as colunas anteriores Retrovisor Celeste

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 webber | Belo Horizonte | 25-06-12 12h11min
Crise!? A única crise do Cruzeiro é a mineirice, como sempre venho afirmando. Muito mumumu-mimimi. A famosa conversa de botequim em que os mineiros são mestres e que não levam a lugar nenhum. Traços culturais da velha Política mineira. E o Celso Roth disse a palavra mágica. Time aguerrido. Tivemos um lampejo com o Cuca que deu uma alma ao time. Mas com o fracasso na Libertas, foi uma deprê mais profunda que a Fossa das Filipinas. Temos outro sulista no comando. Que o time aguerrido, com alma,...
 webber | Belo Horizonte | 25-06-12 12h17min
perdure por todo o campeonato, e mais, que seja uma marca do Cruzeiro. O toque de bola, marca registrada do clube, voltará. É questão de tempo. Mas agregar à cultura do time, do clube, o fator jogar com a alma aguerrida, isto é uma dádiva. Vamos lembrar que temos um argentino no ataque e um uruguaio na defesa; temos um Tinga e um Souza no meio. Jogar aguerrido contagia e jogadores como os citados sentem-se em casa quando o padrão deles dá sinal de vida. Mineiridade, sim; mineirice nunca mais!
 webber | Belo Horizonte | 25-06-12 12h27min
Cautela, sim. Mas esperteza de matuto, nunca mais, pois a preguiça, a malemolência dos matutos até taxam o mineiro de "baiano cansado". Temos mesmo que acabar com a mineirice e cultivar a objetividade, a persistência. Celso Roth tá certo, o time precisa ser aguerrido; nós precisamos ser aguerridos quando queremos conquistar um objetivo. Pode até não vir um título, mas a postura do time me alegra. Falhas, temos. Mas o time trabalhando para minimizá-las é de encher os olhos.
 webber | Belo Horizonte | 25-06-12 12h33min
A seleção da Espanha é a imagem do Barcelona sem o Messi! E eu entendi a maneira de jogar da Espanha. É cultural! A Espanha joga como um toureiro na arena. Frio, constante, sem grandes desvios, a seleção espanhola toureia o adversário. Cansa-os até matá-los, como o toureiro faz com o touro. E o Barcelona com o Messi apenas puxou para si aquilo que pode derrotá-lo: a imprevisibilidade que só os gênios, os craques, conseguem. Para quebrar a seleção espanhola, a busca deve ser a jogada imprevisível
 webber | Belo Horizonte | 25-06-12 12h40min
do craque, o adversário (touro) tendo mais nervos que o toureiro e o touro não mirando a capa (a bola), mas o baile do toureiro. Só assim para acertá-lo com uma bela chifrada. Claro, não estou aqui me referindo a matar alguém da seleção espanhola, mas sim o jogada, o toque de bola, o baile dos jogadores que mudam de posição. Ou seja, encurtar as distâncias e ser rápido. O Chelsea deixou parte da lição. Nosso sub-20 deixou outra parte quando jogou e venceu a Espanha sub-20 no mundial.
 webber | Belo Horizonte | 25-06-12 12h46min
E vencemos sem abdicar da característica brasileira, o talento, a genialidade, a imprevisibilidade. Nosso Dudu fez parte daquela sub-20 e entre outros, deu ares do talento do jogador brasileiro. Tudo isto para dizer que o Cruzeiro tem uma cultura do toque de bola, mas não precisa buscar ser um Barcelona ou seleção espanhola que tem no sangue a cultura das touradas. Mas agregar a competitividade, a objetividade, a garra, fazendo o time aguerrido, só vai fazer bem ao Cruzeiro.
 webber | Belo Horizonte | 25-06-12 12h52min
Vai elevar o toque de bola para um outro patamar, mais elevado, mais rápido, mais objetivo. O toque de bola dos anos 60 pertence aos anos 60. Hoje o Cruzeiro precisa inventar, e tem time para isto, um novo padrão. Mineiramente dominar o adversário, mas com objetividade, com espírito aguerrido e se deixar despertar os lampejos de talento quando o momento permitir, como os dois últimos golaços do WP e a plasticidade dos gols de Montillo e ARamon. Simples e bonitos. The simple is better!
 alex | São Paulo | 05-07-12 17h21min
PRESTEM ATENÇÃO GALERA!!!!! O ATUAL PRESIDENTE DA CBF É UM EX JOGADOR DO SÃO PAULO E ATUALMENTE CONSELHEIRO DO MESMO E JA COMEÇOU A ARRANJAR AS COISAS PARA O SEU SÃO PAULO.....FINAL DO PAULISTÃO NO MORUMBI, AMISTOSO DA SELEÇÃO NO MORUMBI E PREPARAÇÃO NO CT DELES...AGORA TRATOU DE LIBERAR O TÉCNICO NEY FRANCO PARA O TIME DELE, ENQUANTO QUE EM OUTRAS OCASIÕES A CBF NÃO LIBERARA PARA OUTROS TIMES INCLUSIVE O CRUZEIRO!!!!!!!!
 cruzazul | Itabira | 07-07-12 14h59min
oque fizeram com o Marcelo Oliveira? Alguém sabe onde ele anda? Será que ele não é "homem de confiança do técnico"?
 XANDAO CAPINEIRO |  CAMPINAS-PELOTAS | 08-07-12 23h02min
Doce ilusão Em 2003 tivemos a doce ilusão que deixaríamos de ser um time provinciano, que trocava o mineirão pelo maracanã para perder um título nacional para o Vasco, deixaríamos de ser um time que vendia todos as suas revelações já no primeiro ano de sucesso, deixaríamos de ser um time que montou o primeiro centro de treinamento do país, mas que não soube profissionalizar-se, transformar-se numa verdadeira empresa lucrativa, deixaríamos de ser time idiota que perde 2 campeonatos do mundo, ...
 XANDAO CAPINEIRO |  CAMPINAS-PELOTAS | 08-07-12 23h02min
Doce ilusão Em 2003 tivemos a doce ilusão que deixaríamos de ser um time provinciano, que trocava o mineirão pelo maracanã para perder um título nacional para o Vasco, deixaríamos de ser um time que vendia todos as suas revelações já no primeiro ano de sucesso, deixaríamos de ser um time que montou o primeiro centro de treinamento do país, mas que não soube profissionalizar-se, transformar-se numa verdadeira empresa lucrativa, deixaríamos de ser time idiota que perde 2 campeonatos do mundo, ...
 XANDAO CAPINEIRO |  CAMPINAS-PELOTAS | 08-07-12 23h03min
chegando ao cúmulo de contratar panteras e bebetos, deixaríamos de ser um time que não revela craques na base, deixaríamos de ser administrados por incompetentes (para não dizer outras coisas) e finalmente deixaríamos de ser uma torcida alheia para sermos uma torcida atuante. Ledo engano, continuamos provincianos um time de segunda, onde temos somente o patrocínio dos times medíocres e cuja cor até eles determinam. Pobre cruzeirinho.
 XANDAO CAPINEIRO |  CAMPINAS-PELOTAS | 08-07-12 23h03min
chegando ao cúmulo de contratar panteras e bebetos, deixaríamos de ser um time que não revela craques na base, deixaríamos de ser administrados por incompetentes (para não dizer outras coisas) e finalmente deixaríamos de ser uma torcida alheia para sermos uma torcida atuante. Ledo engano, continuamos provincianos um time de segunda, onde temos somente o patrocínio dos times medíocres e cuja cor até eles determinam. Pobre cruzeirinho.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
26/07 - 07h00 [1 coment.]
Cruzeiro.Org muda o foco de seu conteúdo e serviços 

10/07 - 11h07 [2 coment.]
COLAPSO: ´Má Gestão x Má Fé` por Sérgio Santos Rodrigues 

10/07 - 07h07 [0 coment.]
CENTENÁRIO: CBF marca jogo contra o Cuiabá (MT) dia 2 de janeiro 

10/07 - 06h49 [1 coment.]
COLAPSO: Aumento das despesas de salários em 50% com Wagner Pires 

09/07 - 19h34 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Vinte anos do TRI na Copa do Brasil na Toca 3 

09/07 - 19h17 [0 coment.]
COVID-19: CBF define calendário. Série B encerrará em 30 de janeiro 

08/07 - 12h42 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro prioriza Toca 3 mas avalia sede no interior 

07/07 - 19h29 [0 coment.]
COVID-19: FMF define retorno do Mineiro 2020 para 26 de julho 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster