Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Eliane Pessoa - Consultora RH



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

08/02/2012 | Evandro Oliveira
Observatório - Meias Verdades

A partir de meias verdades, monta-se um quadro de meias mentiras. Não sabemos a quem interessa, mas vende mais jornais e audiência de teleguiados

Até para se criticar a imprensa, tem que ter certa tranquilidade e ver como as coisas são montadas e o que se pode intrepretar de frases ou parágrafos que, nem sempre, traduzem as intenções do entrevistado.

A regra de colocar frases das pessoas entre aspas, por vêzes, é desrespeitada e, em alguns casos, o reporter, coloca palavras diferentes. Colocar o texto ipsis literis entre aspas é muito importante, contextualizá-lo à pergunta feita, é mais importante ainda.

Na sequência, retirei frases do Mancini, técnico do Cruzeiro, Roger, jogador do Cruzeiro e Dimas Fonseca, diretor do Cruzeiro. A questão principal é como a mídia traduz estas frases e como o torcedor se comporta frente a estas diferenças de interpretação para uma mesma frase.

Em momentos diferentes de entrevista e sem que nenhum dos interlocutores estivesse presente quando o outro se manifestou, e pressupondo que o conteúdo entre aspas é, realmente o que disse o autor (não tenho o aúdio das entrevistas), identificamos:

do Mancini:

“Vocês, imprensa e torcedor, têm de saber o que podem fazer para ajudar ou atrapalhar o Cruzeiro. Todos têm de saber que cobrança tem de ter limites, a gente não pode entrar para o segundo jogo do ano com uma arma apontada para cabeça”

“O Cruzeiro passa por reestruturação administrativa, após mais de 15 anos. No elenco, também teve muita mudança. A cobrança está muito forte para o primeiro jogo do ano”.


do Roger:

“Quem não quer cobrança tem de pedir para sair do Cruzeiro. Quem tiver medo de suportar o Cruzeiro, não pode jogar no Cruzeiro, tem de jogar em times sem pressão. A gente carrega o peso dessas estrelas e tem de ser forte, ter personalidade, chamar a responsabilidade e jogar futebol. Se não aguentar, tem de sair”.

do Dimas Fonseca

”O Vágner Mancini está prestigiado ainda, temos que dar tempo para ele trabalhar, foi apenas o primeiro jogo, mas sabemos que, no Brasil, treinador precisa de vitórias para se manter, com ele não vai ser diferente. A gente espera vitórias. Vamos aguardar o desempenho do time nas próximas rodadas para ver” .

As perguntas que me veem à cabeça são:
1) Mancini está querendo pautar a mídia e os torcedores ou está insatisfeito com a mídia e com o que esta mídia stá passando para os torcedores?
2) Mancini não chegou aqui no primeiro jogo do ano. Ele acha que num time grande como é o Cruzeiro, vamos esperar perder o Ruralito para cobrar?
3) O Roger agora é gerente de futebol? Ele está responsável por avaliar outros jogadores, técnico etc? Ele já fez o exercício da auto-avaliação? Não seria melhor ele começar a temporada jogando bola? Ela tá preparando para ser gerente de marketing ou assessor de imprensa?
4) O Dimas tá usando a palavra prestigiado de sacanagem? Não seria conveniente ele falar para o técnico que o período de avaliação dele é X ou Y? Existe alguma indisposição que faça com que o Mancini já esteja de aviso prévio?

Não sou admirador do trabalho do Mancini, mas considerando que a diretoria (inclusive o Sr. Dimas Fonseca) o manteve no cargo, acho que alguns discursos estão jogando contra o Cruzeiro.
Não se mantêm um técnico na pré-temporada e na primeira partida sai falando que ele está prestigiado.
Não se faz cobranças ao técnico enquanto jogador vai para a mídia dizer que tem que aguentar pressão e se não aguenta tem que pedir para sair. Não estamos no Tropa de Elite.
Não se busca justificativas extra-campo para o trabalho que vem sendo desenvolvido.

A imprensa somente aproveita disto tudo, a partir de meias verdades monta seus quadro de meias mentiras e busca agradar alguém. Não sabemos quem ela quer agradar, mas certamente vende mais jornais e audiência, nem que seja para a torcida do Cruzeiro ficar tão desnorteada que vaia jogador com 5 minutos de jogos e pede a cabeça do técnico na primeira partida do ano.

Depois reclamam quando são chamados de teleguiados. Estão ficando insuportáveis para todos (parte da torcida, diretoria, jogadores, comissão técnica) a avalanche de cornetagens baseadas em manchetes sensacionalistas e “furos” de reportagem que nunca se confirmam.

A quem interessa este ambiente no Cruzeiro no início de temporada?

Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

Não há comentários para esta Coluna.

 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

16/11 - 18h51 [1 coment.]
Zagueiro Manoel passará por tratamento o restante da temporada 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster