Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

PROMOÇÃO CRUZEIRO.ORG 25 anos - COPA DO BRASIL - FINAL NO MINEIRÃO
Comente no site, Compartilhe no Facebook ou Retuíte as notícias no Cruzeiro.Org e concorra a ingresso na final da Copa do Brasil
Agência Minas Esportes



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

04/05/2010 | Evandro Oliveira
Torcedor de Futebol de Botão (I)

Dedico esta coluna ao grupo de torcedores, que habitam as arquibancadas e a Internet como Orkut, Twitter, MSN, Fóruns, Blogs etc - Torcedores de tecla

Esta coluna será especialmente dedicada a um grupo de torcedores, que se encaixam numa das várias classificações existentes, e que começaram a ser identificadas a partir da grande conquista de 2003, a Tríplice Coroa.

O colunista Wilson Flávio começou identificando estes tipos de torcedores. Lá se vão quase seis anos e a coluna “Torcida Cruzeirense de A a Z” só fica desatualizada pois alguns tipos de torcedores passam a fazer parte de grupos mais seletivos e específicos.

Dedico esta coluna a este grupo de torcedores, que habitam as arquibancadas e a Internet como Orkut, Twitter, MSN, Fóruns, Blogs e qualquer outra coisa que fale do Cruzeiro, sempre sem fundamento ou sem saber do que está falando, mas arguindo o direito de se expressar.

Sobre “direito de se expressar” e “liberdade de expressão” entendemos que uma das conquistas de lutas democráticas, do último século, tem sido usada para deturpar, distorcer, ludibriar e enganar pessoas ou mesmo caluniar e difamar. Assim sendo, é mais do que necessário que os grupos sociais e interesses organizados aperfeiçoem suas regras de convivência democrática.

Quando, em nome da liberdade de expressão, subtrai-se o direito do cidadão, e também do torcedor de receber as informações limpas, respeitando-se o contraditório, quando não se tratar de informação factual, permitindo ao cidadão ser bem informado para que ele possa formar seu juízo, devemos defender a criação e operacionalização de conselhos editoriais que representem amplamente os diferentes interesses e visões existentes na nossa sociedade ou nos grupos sociais dos quais participamos.

A Internet expõe de forma perversa esta faceta. Pessoas de má índole usam do anonimato para se fazerem passar por quem não são, para disseminar cizânea onde deveriam ajudar a compreender os problemas e evoluir.

Esta introdução, que nada tem de pequena e nem é simples (muita gente vai ter dificuldade de entender e comentar dizendo que não entendeu o que eu quis dizer!), e o título, dizem respeito ao fato que muitos não aceitam: O futebol de hoje não é como jogar futebol de botão, jogar Elifoot ou um vídeo game avançado no playstation. Futebol hoje deve ter alegria, como estão praticando os “Meninos da Vila”, mas devem ter resultados que permitam um time sobreviver nos duros tempos que se avizinham.

Iremos contrapor a opinião rasteira, fraudulenta e distorcida de muitos que participam do Cruzeiro.Org e começar a discussão sobre um problema sério que muito nos preocupa pois coloca em risco o futuro do Cruzeiro enquanto instituição. Iremos falar, nesta e colunas a serem publicadas adiante, do Balanço Patrimonial do Cruzeiro no exercício encerrado em 31 de dezembro de 2009.

Vamos ao que interessa...

Vou tentar explicar e apresentar ponto de vista sobre elementos constantes no Balanço do Cruzeiro e seus demonstrativos, apresentados em Assembléia de Aprovação anual de Contas, e que reforçam a gravidade que o Balanço estático e pareceres não mostram.

1) O presidente do Conselho Fiscal, Sr. Wagner Antônio Pires de Sá, coloca no documento que ele chama de “Parecer do Conselho Fiscal relativo às Demonstrações” que “...Não há evidências ou motivos que possam comprometer as Demonstrações Financeiras analisadas e o Clube encontra-se em situação econômica estável”.

Pois bem. Numa das demonstrações referidas pelo conselheiro e auditor, existe o comparativo entre os prejuízos apurados em 31/12/2008 (R$17,447 milhões) – Destaco que existe uma rasura grosseira no referido resultado que chega a assustar pela baixa qualidade da rasura, inadmissível para um balanço final – e em 31/12/2009 (R$24,458 milhões).

Mesmo sabendo que situação econômica não diz respeito à situação financeira, o clube/time ter aumentado o prejuízo no exercício em mais de R$6 mi, significa que os prejuízos mensais foram superiores a R$500mil, ou U$250mil/mês. Em qualquer lugar do mundo, uma empresa que tem esta ordem de prejuízo mensal deve ter seu alerta ligado.
De onde o Cruzeiro tira dinheiro para financiar um prejuízo mensal destes?
Como o Cruzeiro equaciona seu fluxo de caixa tendo que cobrir um rombo destes?

Se isto não é evidência para o presidente do Conselho Fiscal atuar e pesquisar mais detalhadamente, deveria ser para os outros integrantes do Conselho Fiscal e demais conselheiros do clube. Infelizmente, não foi, e o Balanço e Prestação de Contas foram aclamados.
Será que todos os conselheiros estão contaminados?

2) Tentando entra mais esqpecificamente na questão econômica, vamos ao Patrimônio e a sua evolução (ou seria Involução?).

Uma das principais fonte de receita é a negociação de seu maior patrimônio, pelo menos o que é mais fácil de ser negociado: Os Direitos Econômicos sobre os jogadores, que tem sido utilizados pela diretoria para justificar a liberação de jogadores (dois ou três) a cada competição, desrespeitando a cronologia das temporadas e quebrando as possibilidades de contarmos com jogadores por duas ou três temporadas seguidas.

Adicionalmente, a diretoria explica o aumento do prejuízo e diminuição patrimonial com a crise econômica que abalou o planeta no final de 2008 (observem que o prejuízo e diminuição do patrimônio levou a impactos no balanço daquele mesmo ano e no ano de 2009. Zezé Perrella deu algmas explicações surrealistas em determinado programa de rádio. Prova que ele conhece de muitas coisas, menos de balanços e análise contábeis.

Grosso modo, o Cruzeiro tinha Imobilizado de R$74,847 milhões e Patrimônio Intagível (Marcas e Patentes, Atletas Profissionais e Atletas em Formação) de R$61,074 milhões em 31/12/2008. Na mesma data do ano seguinte, o Imobilizado decresceu pouco, ficando próximo aos R$74 milhões, em função de depreciação e ausência de grandes investimentos patrimoniais (sofre o associado do clube). O Patrimônio Intangível, ao final de 2009, caiu assustadoramente indo a R$41,459milhões, algo em torno de um rombo no patrimônio de mais de 30%. Incompreensível se um time galga posições em rankings mundiais e os responsáveis pela construção deste ranking ficam desvalorizados desta maneira. Alguma coisa tá errada. O Cruzeiro investindo definitivamente em jogadores que se desvalorizam ou quem provocam queda no Patrimônio dos "Direitos Econômicos"? A contratação de "bananeiras que já deram cacho", de qualidade duvidosa e difícil recuperação dos investimentos, sem a devida recuperação com a venda de jogadores, deveria estar assustando os conselheiros e o torcedor comum que não entende de balanços.

Imaginemos que a marca Cruzeiro só tem se valorizado durante os anos. Suponhamos que a nossa principal fonte de receita são os jogadores da base que, hipoteticamente, geram receitas mais promissoras e consistentes (os contratos de formação serão um dos alvos da próxima coluna). O Cruzeiro andou auferindo receitas em jogadores de empresários que foram exibidos nas prateleiras da Toca II e ao aparecer o primeiro comprador foram cedidos com ganhos significativos para os cofres (ex: O Marcelo Moreno custou somente salários em troca de exposição e 40% líquidos - segundo dados da mídia, não temos acesso ao contrato, os membros do Conselho Fiscal deveriam ter – para os cofres do Cruzeiro). Alguma coisa está desconectada.

Então, é mais do que preocupante quando a situação econômica do clube/time tem explicitada estas questões e piora ainda mais quando o presidente do Conselho Fiscal, e seus integrantes não conseguem ver nada disso. Fica ainda mais grave quando integrantes deste mesmo Conselho Fiscal utilizam de espaços nada amigáveis aos cruzeirenses para tentar explicar o inexplicável.

Finalizando este capítulo/coluna, digo que não queremos respostas, réplicas, tréplicas ou afins da diretoria do Cruzeiro. Queremos somente subsidiar a torcida cruzeirense para que acorde e pense bem quando for vaiar seu Patrimônio que atua dentro de campo. Saibam que as diferenças de opinião contra técnico e jogadores, ou até mesmo com a diretoria, devem ser bem avaliadas quanto ao interesse de quem a emite. A veracidade dos fatos deve ser apurada. Desconfiem de pessoas que pegam um microfone ou um espaço de jornal e escrevem para obter audiência. Não sejam teleguiados e procurem a Liberdade de Expressão que seja a mais desprovida de interesses pessoais, ainda mais daqueles que nunca mostram a cara de verdade.

Toda opinião, toda informação adicional, toda correção do conteúdo do texto serão extremamente benvindas e respondidas. Aquilo que não se encaixar nestes quesitos será desconsiderado.

Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 Guilherme Fonseca | BELO HORIZONTE | 04-05-10 07h10min
Parabéns pela coluna,muito oportuna e coloca pelo menos um dedo numa ferida que talvez nuca se feche.
 juds1001 | Itabira | 04-05-10 10h53min
Pyxis, uma ótima oportunidade para a torcida enxergar o que se passa.Pena que isso não irá acontecer pois o exemplo do balanço não tem " importância " para o torcedor.Será que percebem o calar da imprensa? Como acordar os torcedores?Acredito que novos torcedores estão sendo formados e que isso vai mudar.Uma coisa tenho certeza ,o Cruzeiro.org tem uma parte bacana nesta formação e acredito que irá contribuir ainda mais para isso.
 Marcbsb | Brasília | 04-05-10 14h53min
O que mais me assusta é q 2009 deveria ter sido um ano de lucros.
Fomos campeões mineiros, disputamos a LA até o fim (com bilheterias milionárias em vários jogos, além das cotas de TV), houve a implantação do sócio-torcedor (que seria a nossa salvação financeira), chegamos entre os 4 no Brasileirão e vendemos Guilherme ($$$ + Kléber), Ramires, Wagner e Gérson Magrão. Como justificar o prejuízo??? Como pedir pro torcedor confiar e ser sócio?
 MAIOR DE MINAS | Pouso Alegre | 04-05-10 20h06min
Alô Evandro. Muito oportuna sua coluna. Que bom que você publicou sua opinião. Que bom se a diretoria também emitir a opinão deles aqui no BLOG. Vamos ter oportunidade de analisar as opiniões. Sou um simples torcedor aqui do interior e não entendo nada desse assunto. O que me intriga é porque a um ou dois anos atrás o modelo de gestão do cruzeiro era considerado o melhor do Brasil e hoje pairam dúvidas no ar!!!! ZEIRO SEMPRE!!!!!
 Celeste | Sorocaba-Itajub� | 04-05-10 20h20min
Evandro para nós que moramos longe a dificuldade em entender esse emblólio é maior ainda. Continue nos passando esse tipo de informação. Gostaria de saber se a Toca I dá lucro?
 Celeste | Sorocaba-Itajub� | 04-05-10 20h25min
Evandro eu jamais vaiaria o jogador. Eu, para ser feliz, preciso que ele jogue bem. A vaia só atrapalha. Mas a diretoria, ao disponibilizar alguns jogadores, também desvalorizou o patrimônio. Complicado.
 oliver | Belo Horizonte | 04-05-10 21h06min
Evandro, para piorar a situação, o torcedor tem abandonado o time nos últimos anos. Alguns falam em lotar estádio, mas isso só acontece em alguns jogos por ano. É difícil até de assistir jogos no mineirão: Um dia vou de arquibancada que está cheio de cornetas e começam a criticar logo nos primeiros lances, na próxima vez vou de cadeira de setor e é ainda pior e quando vou de geral, diminui um pouco mas ainda acontece. A maioria dos torcedores só sabem reclamar, não colaboram. (continua)
 wilsonflavio | China Azul | 04-05-10 21h14min
Evandro, o modelo de gestão da atual diretoria está cada dia mais saturado. Isso é bastante abordado lá no blog. Embore eu defenda que o departamento de futebol tenha feito um bom trabalho de 2007 para cá, o clube engloba outras áreas.

Ano passado ainda teve a questão do patrocínio que demorou.

 oliver | Belo Horizonte | 04-05-10 21h16min
O Cruzeiro.org é um bom exemplo da frieza da torcida, antes tínhamos belas discussões e muitos comentários. Hoje em dia os "torcedores" só ficam detonando, ninguém serve pra jogar no clube e até o número de participações tem diminuido diante de tanto negativismo. Apesar das dificuldades diante da falta de patrocínios, falta de torcida em campo, da concorrência gigantesca do eixo e da mídia negativa (BH),o Cruzeiro tem feito um bom papel.(continua)
 oliver | Belo Horizonte | 04-05-10 21h23min
Se apoiarmos de verdade,seremos mais fortes dentro e fora de campo, teremos mais direito de cobrar. Tudo isso não justifica falha na administração do clube, mas que a torcida (nós estamos) está em falta com o time, eu acredito que sim.
 estrelado campeão | Ubá  | 06-05-10 08h04min
Evandro, não entendo de balanço financeiro, porém é fácil perceber que algo de estranho acontece no Cruzeiro. Algumas vendas de jogadores foram até inoportunas. Será que é difícil convencer o jogoador o seu famigerado empresário que a venda após a conquista de um titulo valoriza ainda mais o atleta ? O Cruzeiro sempre vende em momentos de grandes decisões, em meio de temporada. Temos que pensar em nova fórmula para gerir futebol. É muito estranho esse comportamento da diretoria. Questionemos!!!
 estrelado campeão | Ubá | 06-05-10 08h04min
Evandro, não entendo de balanço financeiro, porém é fácil perceber que algo de estranho acontece no Cruzeiro. Algumas vendas de jogadores foram até inoportunas. Será que é difícil convencer o jogoador o seu famigerado empresário que a venda após a conquista de um titulo valoriza ainda mais o atleta ? O Cruzeiro sempre vende em momentos de grandes decisões, em meio de temporada. Temos que pensar em nova fórmula para gerir futebol. É muito estranho esse comportamento da diretoria. Questionemos!!!
 mfox | Chicago | 06-05-10 13h31min
Evandro, legal a coluna para discutirmos este assunto tão importante. Fiquei com algumas dúvidas que talvez você possa esclarecer. Você menciona no texto que "existe uma rasura grosseira no referido resultado que chega a assustar pela baixa qualidade da rasura, inadmissível para um balanço final." - Você pode dar mais detalhes?
 mfox | Chicago | 06-05-10 13h33min
Qual a origem do prejuízo? Reduzimos receitas, aumentamos despesas, e, nos dois casos, quais receitas e despesas foram mais impactantes?
 mfox | Chicago | 06-05-10 13h36min
Você poderia descrever melhor os critérios de avaliação do Patrimônio Intagível (Marcas e Patentes, Atletas Profissionais e Atletas em Formação), e como este patrominômio é afetado contabilmente ao longo do tempo (ajustes, amortização, efeitos de baixa, etc)?
 mfox | Chicago | 06-05-10 13h40min
Com relação aos efeitos da crise: os outros clubes de futebol também foram afetados? Algum apresentou alguma informação mais específica? O que você vê de diferente no balanço de outros clubes grandes? Temos alguma base de comparação?
 mfox | Chicago | 06-05-10 13h42min
Onde encontrá-las? Acho que entendendo melhor essas questões é possível melhorar a discussão... Por fim, as demonstrações financeiras de 2009 são de público acesso?
 ACRossi | Belo Horizonte | 07-05-10 12h43min
Evandro, Parabéns pela coluna. Acredito que precisamos no Cruzeiro, do mesmo que cobramos em tudo no Brasil: Transparência. Com a nova lei do passe, ficou ainda mais difícil acompanhar as negociações dos direitos. Todo mundo tem participação no jogador, e estas transações nem sempre vem a público, o Conselho teria obrigação de ter estes dados. Saudações Celestes
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h11min
Guilherme,
Obrigado.
A intenção não é apontar erros aleatóriamente ou colocar dedos em feridas, desnecessáriamente.
Nosso propósito e levar ao torcedor muito do que ele não tem nem noção que acontece. O que este torcedor vai fazer com esta informação é que pode mudar para melhor nossas perspectivas de futuro.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h12min
Juds1001,
Agradeço em nome de todos os colaboradores Cruzeiro.org e todos aqueles que, como você, conseguem enxergar que estamos trabalhando para a TORCIDA DO CRUZEIRO (ao menos para a maioria dela).
Você percebeu que as nossas Intenções são as melhores Possíveis.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h15min
Marcbsb,
Discordo desta visão de que "2209 deveria ser ano de lucro". O fato de termos vendido jogadores NÃO significa que isso reflita em "lucro". Os valores das vendas/negociações e o mercado determinam muito desta relação lucroxprejuizo.
Agradeço as suas considerações e entendemos que podemos evoluir muito conhecendo um pouco mais dos relatórios e documentos contábeis legais.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h17min
Dra.Celeste,
A sua pergunta sobre lucro na TOca I será respondida, em termos, nas próximas colunas. A conclusão final caberá ao torcedor. Acreditamos que conhecendo mais, os torcedores poderão formar uma massa crítica mais apropriada ao que desejamos para o Cruzeiro. Sem acusações, sem ilações, sem suposições, faremos um Cruzeiro, muito melhor.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h20min
Oliver,
São coisas diferentes em eixos temáticos diferentes. O torcedor abandona porque não vê transparência ou não há transparência porque não se tem torcedores interessados???
A torcida do Cruzeiro tem se comportado como todas as outras no Brasil. Presente nas vitórias e ausente quando se precisa. O detalhe é que a torcida do Cruzeiro está exigindo além dos limites e papel do torcedor, e se julga dona de tudo, das únicas opiniões possíveis exarcebando no individualismo.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h23min
wilsonflávio,
Se tomarmos questões puntuais (como o patrocinio master que, nos dias de hoje não pode faltar) os defeitos da administraçao parecem piores do que realmente são.
Os diversos setores do Cruzeiro (MKT, Logística, Futebol etc) apresentam defeitos como qq empresa. Entretanto, o problema é que a administração do Cruzeiro não admite erros/falhas e não aceita críticas e sugestões com facilidade. Eu diria que a INTERAÇÃO precisa melhorar.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h26min
Estrelado,
Nosso propósito/desejo é, primeiro explicar como são algumas coisas. Em segundo lugar, tentar uma interação para que o Cruzeiro ajude a complementar as explicações e DEPOIS, apoiar os mecanismos de participação do torcedor para que ele tenha vez, voz e voto. Torcedor falar que não vai ao estádio por causa de técnico ou que não associa ao Sócio do Futebol por causa de uma suspeita, NÃO É uma forma sensata de torcer A FAVOR.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h31min
Moema,
Você faz muitas perguntas, e é assim que deve ser. Quando não sabemos sobre determinada coisa ou se uma coisa leva a outras duvidas, PERGUNTEMOS!.
Tentaremos responder a várias de suas indagações nas próximas colunas.
A principio, não me balizarei por nenhum outro clube. Posteriormente, pensarei no assunto se obtiver ajuda de alguém.
Os documentos que tenho acesso deveriam ser TOTALMENTE abertos aos cruzeirenses interessados. Foi distribuído somente para os conselheiros...
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h39min
... nem os sócios receberam.
Buscaremos os documentos que estiverem ao nosso alcance.
Nosso Objetivo não é jogar informações soltas para o pessoal só criticar. Temos que colocar opiniões baseados em fatos. Estamos providenciando um espaço para acesso aos documentos que recebemos de maneira integral.
A rasura é uma rasura. Um número apagado, outro colocado em cima e sem maiores explicações. Certamente trata-se de ERRO e não de fraude... mas um erro inadmissivel para um documento final.
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h40min
Rossi,
Muito obrigado, em nome de todos que estão iniciando este trabalho que é dar mais transparência para as coisas do Cruzeiro e fazer com que o torcedor fale com conhecimento de causa e não "por ouvir dizer que...".
 pyxis | BHZ | 07-05-10 13h42min
Como as dúvidas são muitas, os comentários desta coluna estão servindo de roteiro para a próxima coluna a ser publicada na semana que vem.
Agradeco a participação de todos os comentaristas e as observações feitas atavés do meu e-mail.
 Celeste | Sorocaba-Itajub� | 07-05-10 14h10min
Evandro parabéns pela iniciativa e acredito que esse assunto ainda vai muito longe.
 mfox | Chicago | 07-05-10 18h33min
Obrigada, Evandro, aguardarei com ansiedade a nova coluna! Se vc puder listar os documents a que teve acesso, facilitaria para direcionarmos as discussões! Abraços, Moema.
 flageo | Não definido | 14-05-10 09h11min
Olá! Observações contundentes carregadas de muita criticidade. Temo pelo futuro do clube caso a administração Perrela continue. Alguém ai sabe qtos e quais são os processos que o Zezé e Cruzeiro respondem na justiça? Quanto o clube recebe de patrocínio? Quanto recebeu pela venda de jogadores em 2009? Qual a qtde de atletas que são patrimônio do clube? Qto arrecada com sócio-torcedor? Acordem! Corremos o risco de nos transformamos em Vasco da Gama. LAMENTAVELMENTE!
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
24/09 - 20h40 [1 coment.]
Arrascaeta marca gol 900 no Campeonato Brasileiro por pontos corridos 

24/09 - 10h03 [8 coment.]
Cruzeirenses torcendo #24hnoMineirão e mostrando a sua força 

24/09 - 09h32 [0 coment.]
Alisson é liberado pelo departamento médico e confirmado na decisão 

23/09 - 23h21 [0 coment.]
Sub-14 estreia no estadual com vitória sobre o América-MG 

23/09 - 23h12 [0 coment.]
Sada Cruzeiro bate Sesc RJ e começa torneio com a mão direita 

23/09 - 23h00 [0 coment.]
Sada Cruzeiro FA confirma a 1a colocação da Conferência Sudeste 

23/09 - 22h51 [0 coment.]
Diretoria do Cruzeiro anuncia a renovação de contrato de Murilo 

22/09 - 15h29 [3 coment.]
FMF é usada para gerar renda a aliados e membros de uma família 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster