Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - PODCASTs, NOTÍCIAS E COLUNAS DE OPINIÃO ESTARÃO, a partir de 26 de JULHO de 2020 no Blog PHD ***
Cruzeiro.Org - 25 anos



Papo com Alan Alencar
Alan Alencar escreve regularmente

27/06/2005 | Alan Alencar
Erros em série

Uma sequência preocupante de erros, que está nos custando muito caro.

Nação Celeste. Ao final da 9 rodada do Brasileirão tivemos o encerramento de uma semana conturbada e polêmica envolvendo nosso Cruzeiro. Expectativa de apresentação do jogador Edilson, contratação de lateral e mais ainda, uma apresentação da equipe para convencer no Mineirão.



O resultado de todos estes eventos não poderia deixar de ser pior.



Começamos a semana com uma infeliz entrevista do nosso técnico atual, dizendo que estava satisfeito com o desempenho do time diante do vice-líder (na ocasião) Juventude em Caxias do Sul. Ele entendeu que houve progressos já que conseguiu enxergar o time mais compacto, mais competitivo e ao seus olhos, o placar havia sido justo. Diferenças a parte, EU (vou me ater apenas a meus pensamentos para não comprometer ninguém) e o Levir assistimos a jogos diferentes. Primeiro que o Juventude dominou toda a partida durante quase 90 minutos. Diminuiu a pressão apenas quando o time cansou, devido ao gramado pesado da chuva que ocorrera sábado antes da partida. Não consegui ver progressos na organização. O time não armou, não foi competitivo no meio-campo e tivemos mais uma vez uma cena esdrúxula de bate-cabeça entre Argel e Fábio. O goleiro Celeste já demonstra desconfiança na sua dupla de zaga e tenta a todo custo fazer com que a bola saia das imediações do gol Celeste. Ai somos obrigador e dar risadas e nos envergonhar com tremenda falta de sintonia do time.



Levir só para não contrariar seus críticos, deixou Lopes no banco de reservas, já que de certo alguém descobriu através da fechadura do portão principal da Toca II, que ele o tinha escalado por conhecer o Alfredo Jaconi. Quando até queríamos entender o Levir, ele aparece com o jogador no banco. Contraditório? Quê nada. Já nos acostumamos com o que conhecemos como "Birra do Levir". Aliás, essas atitudes não podem ser consideradas novidade. Já em 1998 ele já promovia seus treinos secretos, portões fechados e mudanças na toca I para conter os espiões de plantão.



Não satisfeito com suas falácias, Levir concedeu uma entrevista contestando, ou melhor, afirmando que as categorias de bases do Cruzeiro é fraca e não tem jogador a altura para participar do elenco profissional. Disse que acompanhou a Copa São Paulo e que não enxergou nenhum jogador a altura de ser promovido. Bom, hoje, depois das apresentações, das vergonhas e da nossa campanha no brasileirão eu até entendo ele. Levir é cego. Ai não tem condições mesmo de analisar nada, e o mais fácil é realmente rejeitar o que não aproveitamos. Levir disse em janeiro, que Gamarra não servia para jogar no Cruzeiro. Era um jogador em fim de carreira e só tinha jogado 2 partidas desde outubro de 2004 pela Inter de Milão. Preferiu Argel. Glamoroso, clássico, marcador nato. Um exemplo de zagueiro. Quis Fernando. Era o zagueiro que o Cruzeiro precisava. O Cruzeiro procurou, tentou, pechinchou e nada. O jogador foi para o Flamengo e graças a Deus não veio parar aqui. Já temos o Argel, não precisamos de outro. Aliás, já andaram me perguntando e é verdade. O Moisés deve ser muito ruim para não ganhar a titularidade. Ou deve ser mais feio e menos falastrão que os atuais titulares. Há, já ia me esquecendo. O Levir é míope. Deixa pra lá.



Voltando a semana. Caso Edilson. Eu vou inclusive parabenizar nossa diretoria, porque temos que ser justos. No sábado retrasado, tive a oportunidade de compor a mesa de debate do programa Clube do Meu Coração, a nova parceria do Cruzeiro.org para abrir mais um canal de participação e informação aos torcedores Celestes. Na ocasião disse em alto e bom som:



- Estou contanto os minutos para o Edilson chegar. Ele é um jogador que desequilibra, chama para sí a responsabilidade, e sabe além de marcar gols, dar uma assistência para o companheiro que estiver em melhores condições. Weldon e Louzada que me perdoem, mas Edilson tem lugar cativo no ataque do Cruzeiro.



Continuo achando tudo isso do Edilson, mas ele desrespeitou a mim, a você e a todos os Cruzeirenses ao simplesmente não se apresentar conforme combinado. Ele tinha que entender que não estava fazendo favores a ninguém. Ele fora contratado (ou pré-contratado) e seria certamente muito bem pago por isso. Já sabíamos da dificuldade que seria, mas desta vez ele ultrapassou os limites. Sumir e não deixar nenhuma informação é um desrespeito grande a instituição Cruzeiro Esporte Clube. Achei correto a espera por dois dias, factível pela pessoa do Edilson. Ele é o tipo de jogador que ao meu entender merece ser reconsiderado por algumas falhas, mas elas não podem exceder os limites. E os limites foram excedidos. Quando na sexta-feira o Alvimar saiu em pronunciamento, bati palma. Digamos que essa tenha sido a primeira atitude louvável da nossa diretoria este ano. Não sei o quanto isso custou internamente, mas foi o mais correto para o momento. Se quiser fazer hora, que procure outro time. Vá jogar com os amigos, mas o Cruzeiro é muito maior que ele. Minha educação e princípios dizem: - "Você não é obrigado a fazer nada, mas uma vez que tenha combinado, é obrigado a cumprir".



Engraçado que vejo alguns torcedores dizendo que a diretoria errou. Se o Edilson estava fazendo hora, que diferença tem de ser chamado de palhaço? Cachaceiro? Não é a mesma coisa?



Qual a diferença de atrasar 3 dias e acenar jocosamente para a torcida como fez o Ruy?



Bom; um erro não justifica o outro. Ao seu momento, cada um deveria ter sido tratado individualmente com de fato foi, mesmo que a nosso contra-gosto. Não será por isso que Edilson ou qualquer outro jogador poderá agir dessa forma. Caso superado. Edilson deve mesmo ir jogar os amigos no planalto central. Vá com Deus.



Vem o final de semana. Expectativa para uma boa apresentação. As mesmas falácias dos jogadores sobre superação, chances, "vou agarrar a chance se tiver", "vamos reconquistar a torcida", "é jogo de final", "vamos mostrar nosso verdadeiro valor". É ...



Não seria melhor: - Vamos retificar nosso verdadeiro valor?



Valor esse baixo e fora dos padrões Cruzeirenses de jogador, fora dos padrões de nossa tradição. A torcida já não merece mais assistir aos desencantos de um time que hoje podemos chamar de medíocre, já que deixou a desejar em diversas situações. Sem querer rimar com os cânticos da torcida, um time sem-vergonha. Um time mal treinado, mal escalado. Um time que não se empolga com torcida. O pior, um time que não tem nenhuma expectativa de vencer e aliado a isso tudo um técnico míope. Acho que vou indicar meu oftalmologista ao Levir. Ele tem uma cirurgia de correção que pode fazer com que o Levir largue de vez o futebol e concentre suas atenções na culinária. Será, Será, Será? Irritante isso.



Ao final da partida de ontem, meu ídolo Argel (estou elegendo ele a partir da agora) pulou afrente dos jogadores sorteados para entrevista e foi logo dando a mão a palmatória. "Estamos aqui como palhaços e bobos para darmos explicações". Êta. Você é ruim como zagueiro, mas pela sua consideração com a torcida que por vez já foi chamada de palhaça, você até que pensa. Pena que tirou essa conclusão sozinho. Poderia ser de todos os jogadores do elenco, inclusive daqueles que não jogam.



Levir por sua vez, só desculpas. "Vamos trabalhar para superar o momento ruim". Ladainha da cartilha do treinador, página 3, capítulo 4. Ridículo nas observações, se esquivou das perguntas e ainda foi mal-educado com um reporter que disse sobre a insatisfação da torcida. Ele saiu para cima do jornalista dizendo que era um pensamento dele e que não era verdade. Muito pelo contrário. Tem o respeito da torcida que o cumprimenta nos sinais de trânsito, dá força e o apoia. Levir, sua miopia é de grau tão alto que você não está conseguindo diferenciar preto e branco de Azul. Talvez você tenha outros complicadores, como quem sabe um daltonismo.



rapidinhas:



- Gladstone não ganha titularidade no Cruzeiro. Até ai nada de surpreendente. Agora, ele pode ganhar os gramados italianos. Pretendido pela Roma, o zagueiro deve mesmo deixar o Cruzeiro nos próximos dias.



- Tá achando que o Gladstone é o único? Engana-se. Diogo está sendo pretendido também pelo Marítimo de Portugal. Ao andar da carruagem seremos campeões Lusitanos em breve.



- Meu amigo e comentarista da bancada do programa Clube do Meu Coração, Alexandre, já não aguenta mais o Levir. Ontem após a partida, recebi suas mensagens pelo celular e com toda razão pede e saída do atual treinador. Creio eu que você ainda poderá comentar sobre a sua provável queda até no próximo final de semana, quando mais uma derrota para o Fiqueirense deixa Levir no meio do caminho. Fica logo em Coritiba.



- Recebi algumas mensagens na minha coluna anterior. Respondi a todos mesmo que atrasado. Obrigado e é muito importante discutirmos de forma saudável os assuntos do Cruzeiro. Longe de querer ser dona da verdade. Ressalto que aqui escrevo apenas o meu e exclusivamente meu ponto-de-vista.



- Convido a todos a assistir e participar do programa Clube do Meu Coração, que vai ao ar todos os sábados às 13:30hrs pelo canal TVC, número 13 na Net e Way. Quem não puder assistir e participar nesta data/hora, pode assistir a reprise no domingo às 9:30hrs da manhã. Você pode enviar seus comentários, perguntas e participações pelo e-mail
clubedomeucoracao@cruzeiro.org



- Recomendo a leitura da coluna, Torcedor Cibernético IV. É uma análise inteligente e bem escrita pelo Evandro sobre comportamento. Confira lá.



- Acho que o Kleber (ex-corinthians) deve fechar a qualquer momento com o Cruzeiro.



Bom, já escrevi demais por hoje. Vamos acompanhando, buscando informações para que possamos passá-las a vocês, torcedores do maior de Minas.



Saudações Celestes



Alan Alencar

alan@cruzeiro.org




Alan Alencar
alan@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Papo com Alan Alencar

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

Não há comentários para esta Coluna.

 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
26/07 - 07h00 [1 coment.]
Cruzeiro.Org muda o foco de seu conteúdo e serviços 

10/07 - 11h07 [2 coment.]
COLAPSO: ´Má Gestão x Má Fé` por Sérgio Santos Rodrigues 

10/07 - 07h07 [0 coment.]
CENTENÁRIO: CBF marca jogo contra o Cuiabá (MT) dia 2 de janeiro 

10/07 - 06h49 [1 coment.]
COLAPSO: Aumento das despesas de salários em 50% com Wagner Pires 

09/07 - 19h34 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Vinte anos do TRI na Copa do Brasil na Toca 3 

09/07 - 19h17 [0 coment.]
COVID-19: CBF define calendário. Série B encerrará em 30 de janeiro 

08/07 - 12h42 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro prioriza Toca 3 mas avalia sede no interior 

07/07 - 19h29 [0 coment.]
COVID-19: FMF define retorno do Mineiro 2020 para 26 de julho 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster