Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***

 Acesso mais recente em 13-07-20 13h38min  |  Fonte: GloboEsporte.Com |  Qtd Leituras: 179
COLAPSO: Jogadores do Cruzeiro ouvidos em inquérito policial


o inquérito que investiga irregularidades no Cruzeiro, durante a gestão de Wagner Pires de Sá, há depoimentos de jogadores do clube. Alguns deles, que integravam o elenco profissional nos primeiros anos do mandato do dirigente, foram ouvidos pela Polícia Civil, assim como seus empresários. Os nomes são mantidos em sigilo, segundo fontes ligadas ao inquérito ouvidas pela Globo.

Os atletas prestaram depoimento nas investigações sobre ´rachadinha`. As suspeitas de irregularidades foram reforçadas pelo relatório da Kroll - consultoria especializada em serviços de gestão de riscos, investigações corporativas, compliance e cibersegurança, entre outras áreas.

O documento indica que o Cruzeiro pagou mais de R$ 7 milhões em comissões para intermediários de jogadores que já atuavam no clube. Os pagamentos seriam referentes a negociações de aumento salarial para esses atletas. Os contratos de intermediários previam também o recebimento de bonificação todas as vezes que o jogador representado atingisse metas de performance.

Na avaliação da Kroll, esse tipo de comissão não é irregular, mas pode ser considerada uma prática incomum e prejudicial ao Cruzeiro. É a chamada ´rachadinha`.

O chefe da Divisão Especializada em Investigação de Fraudes da Polícia Civil, Domiciano Monteiro, diz que todos os documentos passam por perícia e avaliação.

- As investigações estão sendo conduzidas pela Primeira Delegacia Especializada em Investigação de Fraudes, com acompanhamento do Ministério Público. O inquérito policial já possui mais de 1500 folhas, já foram ouvidas mais de 50 pessoas, e dentre as diversas diligências realizadas, ocorre análise de vasta documentação pelos investigadores e peritos que também atuam no caso.

Eleito presidente do clube na quinta-feira passada, Sérgio Santos Rodrigues aguarda o resultado das investigações. Ele comentou sobre as suspeitas de ´rachadinha`, citando o caso do lateral Mayke. E avisa: será implacável com quem cometeu irregularidades no Cruzeiro.

- Estamos esperando as confirmações. Essa denúncia nem é recente. Já tinha sido publicada há um tempo atrás. Na questão da venda do Mayke, entre outras. Do Mayke, especialmente, eu lembro de ter visto o contrato, porque ele tinha, salvo engano, direitos pré-fixados e colocaram um empresário que não tinha nada a ver para receber o dinheiro. É lamentável, como todas as outras atitudes. Mas é o que a gente fala, pode ter certeza que nós vamos ser implacáveis com isso aí e vamos correr atrás para permitir que, esse dinheiro, a gente traga de volta pro Cruzeiro.

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
10/07 - 11h07 [0 coment.]
COLAPSO: ´Má Gestão x Má Fé` por Sérgio Santos Rodrigues 

10/07 - 07h07 [0 coment.]
CENTENÁRIO: CBF marca jogo contra o Cuiabá (MT) dia 2 de janeiro 

10/07 - 06h49 [0 coment.]
COLAPSO: Aumento das despesas de salários em 50% com Wagner Pires 

09/07 - 19h34 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Vinte anos do TRI na Copa do Brasil na Toca 3 

09/07 - 19h17 [0 coment.]
COVID-19: CBF define calendário. Série B encerrará em 30 de janeiro 

08/07 - 12h42 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro prioriza Toca 3 mas avalia sede no interior 

07/07 - 19h29 [0 coment.]
COVID-19: FMF define retorno do Mineiro 2020 para 26 de julho 

07/07 - 09h59 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Cruzeiro detêm a melhor média de pontos da Libertadores 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster