Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***

 Acesso mais recente em 25-05-20 02h53min  |  Fonte: Portal UAI |  Qtd Leituras: 114
COLAPSO: Hermínio Lemos usou cartão corporativo desmedidamente


19 de abril de 2018. Naquele data, às 21h30 (de Brasília), Universidad de Chile e Cruzeiro iniciavam duelo que acabou empatado por 0 a 0 pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Cerca de 24 horas antes da partida, dirigentes, conselheiros e familiares aproveitaram, às custas do clube, o cardápio farto do Restaurante Donde Augusto, no tradicional Mercado de Santiago.

Documentos obtidos pelo Superesportes revelam que o ex-vice-presidente, Hermínio Lemos, pagou, com cartão corporativo do Cruzeiro, uma conta de R$ 3.652,00. Fontes ouvidas pela reportagem estiveram no Mercado de Santiago naquela data e presenciaram a mesa repleta de convidados (foto abaixo), cervejas e frutos do mar, especialidade do restaurante. Entre os presentes, conselheiros que acabaram expulsos pelo clube nessa quarta-feira por terem sido remunerados pela antiga administração.

Essa não foi a única oportunidade em que Hermínio utilizou o cartão corporativo do Cruzeiro para realizar pagamentos fora do Brasil. Na Argentina, país frequentado pela delegação celeste em mais de uma oportunidade entre janeiro de 2018 e dezembro de 2019, o ex-vice-presidente quitou três compras em restaurantes, todas acima de R$ 500. Na ‘La Cervecaria’ (R$ 521), ‘Siga La Vaca’ (R$ 515) e ‘La Brigada Restaurante’ (R$ 502).

Se somados os pagamentos em Santiago e em Buenos Aires, Hermínio Lemos utilizou o cartão corporativo do Cruzeiro para pagar um montante de R$ 5.190 em restaurantes durante períodos em que a delegação do clube celeste estava fora do país para duelos pela Libertadores.


Chopp delivery

Assim como o do ex-presidente Wagner, o cartão corporativo de Hermínio também mostra contratação de serviços de chopp delivery durante o mandato. Documentos analisados por auditorias internas e externas indicam que o ex-dirigente usou o cartão corporativo para pagar conta de R$ 1.731 em Chopp Brahma Express.


Outro lado

Procurado pelo Superesportes, Hermínio Lemos garantiu que só utilizou o cartão corporativo do Cruzeiro para comprar produtos para o clube e não de uso pessoal. ´Eu sempre emprestei o meu cartão de crédito corporativo a outros diretores quando o Cruzeiro não tinha crédito. Lá estão compras de material de construção (R$ 6.003) , compras de lojas de departamento (R$ 3.347 em Casas Bahia e Americanas), já comprei uma televisão para o Cruzeiro. Tem nota fiscal de tudo, basta ligar para os chefes de compra e responsáveis pelo departamento financeiro`, explicou.

Gerente de compras do Cruzeiro, Waneimar Pereira também foi procurado pela reportagem. ´Eu confirmo que, quando necessário, pegávamos os cartões para comprar coisas para o clube. O processo de compras do nosso departamento é extremamente correto. Utilizamos os cartões para conseguir prazo, parcelamentos`, disse o profissional, que admitiu, no entanto, não ter controle sobre gastos de viagens de dirigentes.

Hermínio também foi questionado, especificamente, sobre o pagamento em um restaurante no Chile. ´Aquilo foi um almoço que oferecemos para os dirigentes do clube de lá. Vou pagar isso com meu dinheiro? Estava representando o Cruzeiro`. Ele confirmou que conselheiros do clube celeste participaram do encontro. Nas reuniões entre delegações, é praxe que o clube mandante da partida, no caso a Universidad de Chile, convide os visitantes e pague almoços e/ou jantares.

Sobre a compra do chopp express, Hermínio se mostrou surpreso. Ele garantiu que não utilizou o cartão para contratar esse serviço. ´Eu jamais comprei chopp no meu cartão. Eu não sei de onde saiu isso. Te peço para também conferir com o chefe de compras se foi algo feito por ele`, disse.

Waneimar Pereira confirmou que o departamento já pagou esse tipo de compra com cartões corporativos. ´A gente já fez isso. Compramos chopp ou demos parte do valor do contrato com cartões corporativos. Tudo para nossas festas, como Churrascão, Festa Junina, Festa Italiana, entre outros`, disse.


Investigações

Não há, no Estatuto ou no código de conduta do clube - os dois únicos documentos disponíveis no site oficial -, quaisquer artigos ou parágrafos que tratem exclusivamente da ‘regulação’ do cartão de crédito corporativo. Em geral, no entanto, ele deveria ser utilizado especialmente por supervisores de futebol e por responsáveis pelo departamento financeiro para pagamentos relativos ao dia a dia do clube.

As faturas dos cartões de crédito de Hermínio e de outros dirigentes já estão com a Kroll, empresa de investigação corporativa contratada pelo Cruzeiro para auditar cada passo da antiga administração do clube.

Internamente, o Cruzeiro acredita que poderá cobrar dos ex-dirigentes os valores que foram gastos por meio dos cartões corporativos. Não há, até aqui, nas investigações, qualquer sinal de que as quantias tenham sido reembolsadas.

Esta reportagem é a terceira de uma série que pretende revelar, de forma ainda mais profunda, como os ex-dirigentes do Cruzeiro utilizaram de forma desregrada as receitas do clube, que atravessa a maior crise financeira/institucional de sua história e disputará, em 2020, aos 99 anos, sua primeira Série B do Campeonato Brasileiro.


--

Siga as notícias do Cruzeiro e do futebol pelo Whatsapp

Inscreva-se no Chat Whatsapp Cruzeiro.Org (Notícias) em
https://chatwhatsapp.com/DilKZbCSWRb4hEikyutuMi

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

No h comentrios para esta notcia.

 Twitter 

 Notcias   rss
15/05 - 04h28 [0 coment.]
COLAPSO: Ministério Público vê irregularidades além do normal

14/05 - 07h20 [0 coment.]
COLAPSO: Conselheiros avaliarão reformulação do Estatuto

13/05 - 18h31 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro recebe autorização para retornar aos treinos

13/05 - 08h49 [0 coment.]
COLAPSO: Conselho Fiscal vai demorar a apreciar as contas de 2019

12/05 - 19h35 [0 coment.]
COLAPSO: Conselheiros excluídos terão direito a voto nas eleições

11/05 - 19h39 [0 coment.]
COLAPSO: Chapas para eleições em 21 de maio foram definidas

10/05 - 14h53 [0 coment.]
COLAPSO: Eleição será com cédula de papel e uso de máscara

09/05 - 06h43 [0 coment.]
Evandro anuncia a sua saída da equipe de vôlei do Sada Cruzeiro

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster