Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***

 Acesso mais recente em 07-04-20 16h07min  |  Fonte: Portal UAI |  Qtd Leituras: 208
COVID-19: CBF e clubes planejam formas de salvar suas finanças


Uma das lideranças dos clubes brasileiros, o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, revelou neste domingo uma proposta elaborada pelos clubes para ´salvar o futebol brasileiro` em meio à pandemia do novo coronavírus. O objetivo é equilibrar as finanças das agremiações, que já vêm sofrendo com a perda de receita e queda no fluxo de caixa.

´O Fluminense já está sofrendo as consequências, como outros clubes. Tivemos patrocinadores cancelando contratos, estamos sem as receitas, obviamente, de bilheteria, venda de camisas, atrasamos o lançamento da nova camisa que seria hoje até. Estamos reduzindo muitas receitas, não tem como vender atletas. O Corinthians já teve patrocínio cancelado, Flamengo, Vasco, o próprio Maracanã, vi uma matéria hoje mais cedo que o Barcelona está sofrendo. Imagina, se eles sofrem, imagina os brasileiros`, disse o dirigente, em entrevista ao canal SporTV.

Além de presidente do Flu, Bittencourt atua como porta-voz da Comissão Nacional de Clubes. Ele revelou que representantes de clubes das quatro divisões do futebol brasileiro se reuniram na sexta-feira, por videoconferência, para discutir a proposta apresentada à Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf).

´Tem uma comissão de clubes das séries A, B, C e D, que já existia anteriormente. Eu faço parte junto com Grêmio, Palmeiras, Bahia e Atlético. Na sexta, fizemos uma grande videoconferência, uma reunião com mais de 20 clubes presentes, e tentamos desenvolver uma proposta de acordo, deixando claro que não é algo unilateral, é algo para ser levado aos atletas. É algo para minimizar o prejuízo que nós temos como clubes, que os atletas têm, os jornalistas têm. A ideia é tentar manter o maior número de empregos possível.`

A principal proposta é colocar os jogadores em férias coletivas, enquanto todas as competições nacionais foram paralisadas em razão da pandemia. ´Assim, poderíamos esticar o calendário até o fim do ano. Não sabemos o que vai acontecer, quanto tempo a temporada vai ficar paralisada.`

Pela proposta, os clubes pagariam 50% do salário das férias neste momento. O restante seria quitado no fim do ano. Ao fim das férias, caso os campeonatos ainda não sejam retomados, a alternativa seria orientar os jogadores a fazerem treinos individuais em suas casas, com o suporte dos clubes. Neste período, eles sofreriam um corte de 50% na remuneração na carteira de trabalho e também nos direitos de imagem. O pagamento seria na íntegra caso já pudesse haver jogos com os portões fechados.

Se a paralisação do futebol brasileiro se estender além de 60 dias, contando o período das férias e o primeiro mês ao fim da folga, a proposta dos clubes será de suspender todos os contratos de trabalho. Segundo Bittencourt, os jogadores seriam compensados com a extensão dos seus vínculos no futuro em período proporcional ao tempo parado em razão da pandemia.

O porta-voz dos clubes explicou ainda que a proposta contaria com dez dias extras de folga, ao fim do ano, para que os jogadores possam aproveitar o descanso para viajar, algo não adequado neste momento de quarentena. ´Fizemos a proposta, entregamos para a Fenapaf e esperamos até amanhã (segunda) ou terça uma resposta`, declarou Bittencourt.

Também ao SporTV, Marcus Salum, presidente do América, aprovou as ideias de Mário Bittencourt, porém chamou a atenção para a extensão do prazo de combate ao coronavírus. O dirigente do Coelho acredita que os meses de março, abril e maio serão preenchidos por campanhas de prevenção à COVID-19, de modo que o futebol só seria retomado em junho.

´O futebol brasileiro hoje está passando por um momento difícil. Essa primeira ideia colocada pelo Mário é boa. Mas mês de março, abril e maio, estão completamente tomados pelo combate à doença. Talvez em junho haverá alguma luz. Acho que temos que começar a estudar calendário e outras soluções já pensando num quadro pior. Temos que desenhar uma realidade um pouco pior e, a partir da realidade, se as coisas melhorarem, vamos agregando melhores soluções`.

O Campeonato Mineiro, do qual o América é líder, com 21 pontos, foi paralisado depois da nona rodada. A Federação Mineira de Futebol chegou a fazer planos para retomar a competição em 8 de abril, mas terá de projetar uma nova data se aos órgãos de saúde mantiverem a decisão. Já o Campeonato Brasileiro, sob responsabilidade da CBF, está previsto para começar na primeira semana de maio.


--

Siga as notícias do Cruzeiro e do futebol pelo Whatsapp

Inscreva-se no Chat Whatsapp Cruzeiro.Org (Notícias) em
https://chatwhatsapp.com/DilKZbCSWRb4hEikyutuMi

Para Grupo de Debates o link é
https://chat.whatsapp.com/3yzhAeILBAC1wpGSNK7GMR

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

 pyxis | BHZ | 23-03-20 09h23min
Se as reformas não vieram com os ´7 a 1` têm que vir AGORA !
Ou NUNCA MAIS...
espero estar vivo para er a certeza de que o que estou afirmando é a ÚNICA CHANCE !
 Twitter 

 Notícias   rss
04/04 - 07h08 [1 coment.]
COLAPSO: Emílio Brandi retira sua candidatura às eleições de maio 

03/04 - 22h42 [1 coment.]
COLAPSO: Condomínio de credores pode assumir direitos de atletas 

03/04 - 21h04 [1 coment.]
COVID-19: Presidente da CBF anuncia isenção de taxas para clubes 

03/04 - 05h44 [1 coment.]
COVID-19: Cabulosas participam da campanha de combate à pandemia 

02/04 - 16h32 [1 coment.]
COLAPSO: Núcleo Gestor apresenta relatório de 100 dias de ações 

02/04 - 13h15 [1 coment.]
COVID-19: Patrocinadores tentam renegociar contratos por pandemia 

02/04 - 08h45 [1 coment.]
Marcas do goleiro Fábio são ´redescobertas`em tempos de isolamento 

01/04 - 12h53 [1 coment.]
COVID-19: Cruzeiro comunica corte de 25% de salários no clube 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster