Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - PODCASTs, NOTÍCIAS E COLUNAS DE OPINIÃO ESTARÃO, a partir de 26 de JULHO de 2020 no Blog PHD ***

 Acesso mais recente em 09-08-20 20h07min  |  Fonte: UOL Esporte |  Qtd Leituras: 217
COLAPSO: Alexandre Mattos age rapidamente e ajuda Cruzeiro


Alexandre Mattos resolveu pendências importantes no Cruzeiro em seu primeiro dia de trabalho. Em menos de 24 horas auxiliando o departamento de futebol, ele solucionou o caso Fabrício Bruno, economizou mais de R$ 7,3 milhões com as saídas de Egídio, Henrique e Marquinhos Gabriel, foi preponderante para a escolha de Ocimar Bolicenho para o cargo de diretor de futebol e ainda resgatou a arranhada imagem do clube no mercado da bola.

Disposto a ajudar o antigo time de forma gratuita até conseguir o visto de trabalho para atuar no Reading, da Inglaterra, o ex-dirigente do Palmeiras chegou à Toca da Raposa II às 6h de ontem, de acordo com funcionários do clube. A primeira missão era solucionar casos antigos. O UOL Esporte apurou o que foi feito pelo dirigente em seu primeiro dia de trabalho.


Economia de R$ 7,3 milhões

Alexandre Mattos foi o responsável por negociar as saídas de Egídio e Henrique para o Fluminense e de Marquinhos Gabriel para o Athletico Paranaense. O trio perdoou dívidas antigas da diretoria para deixar a Toca da Raposa II. Ao todo, houve uma economia de R$ 7,3 milhões com a rescisão dos jogadores. O lateral esquerdo e o volante já têm um acerto com o Tricolor Carioca. O meia-atacante acerta os últimos detalhes com o Furacão.


Caso Fabrício Bruno

A boa relação de Alexandre Mattos com Thiago Scuro, CEO do Red Bull Bragantino, foi preponderante para a solução do caso Fabrício Bruno. O zagueiro acionou a justiça do trabalho pedindo R$ 3,5 milhões e a rescisão unilateral do contrato por causa de dívidas referentes sete meses de imagem, dois meses de salários e por não recolhimento do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Mattos negociou com o agente do jogador, que havia se envolvido em uma confusão com a diretoria recentemente, e acertou a venda para o Red Bull Bragantino. O atual campeão da Série B pagará R$ 2,8 milhões pelo negócio. Os mineiros ficarão com R$ 2 milhões. O restante - R$ 800 mil - será repassado ao atleta para que ele retire a ação contra o clube.


Escolha de Ocimar Bolicenho

Alexandre Mattos se reuniu pela primeira vez com Saulo Fróes, presidente do Conselho Transitório, e Pedro Lourenço, vice-presidente de futebol, há dois dias em Belo Horizonte. O futuro cartola do Reading indicou três nomes para o cargo de diretor de futebol. Entre eles, estava Ocimar Bolicenho. Houve um consenso do trio que o escolhido era o melhor para a função neste momento.

No dia seguinte, o acordo com ele foi alinhavado.


Renovação de Cacá

Alexandre Mattos foi quem solucionou a renovação de Cacá. Avaliado como principal promessa do clube na atualidade, o zagueiro tinha vínculo até dezembro de 2020. Mattos, entretanto, conseguiu se encontrar com o estafe do atleta para resolver a sua renovação. Ele estendeu o vínculo até dezembro de 2022.


Recuperação da credibilidade do clube

A imagem do Cruzeiro está arranhada no mercado da bola. As denúncias e investigações contra a gestão passada, liderada por Wagner Pires de Sá e Itair Machado, deixaram o clube sem força no mercado da bola. A chegada de Alexandre Mattos faz com que a situação seja alterada. O UOL conversou com agentes, que elogiaram a maneira do dirigente conduzir os negócios com a volta de Mattos à Toca da Raposa II.

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
26/07 - 07h00 [1 coment.]
Cruzeiro.Org muda o foco de seu conteúdo e serviços 

10/07 - 11h07 [0 coment.]
COLAPSO: ´Má Gestão x Má Fé` por Sérgio Santos Rodrigues 

10/07 - 07h07 [0 coment.]
CENTENÁRIO: CBF marca jogo contra o Cuiabá (MT) dia 2 de janeiro 

10/07 - 06h49 [0 coment.]
COLAPSO: Aumento das despesas de salários em 50% com Wagner Pires 

09/07 - 19h34 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Vinte anos do TRI na Copa do Brasil na Toca 3 

09/07 - 19h17 [0 coment.]
COVID-19: CBF define calendário. Série B encerrará em 30 de janeiro 

08/07 - 12h42 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro prioriza Toca 3 mas avalia sede no interior 

07/07 - 19h29 [0 coment.]
COVID-19: FMF define retorno do Mineiro 2020 para 26 de julho 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster