Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** Cruzeiro.Org® - Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - 20 ANOS ***

 Atualizado em 17-11-19 17h58min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 426
Cruzeiro vence primeira fora de casa e pode ficar fora da ZR4


O Cruzeiro saiu da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ao vencer o Corinthians de virada, por 2 a 1, neste sábado, na Arena Corinthians, pela 27ª rodada.

Na etapa inicial, o lateral-direito Fagner abriu o placar para o time paulista, porém Fred, em cobrança de pênalti, deixou tudo igual. No segundo tempo, o volante Éderson se aproveitou de ´passe` para trás de Fagner, carregou a bola sozinho até a grande área e driblou o goleiro Walter para marcar o segundo tento celeste.

Com o resultado, o Cruzeiro celebrou a primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro de 2019 e quebrou jejum de mais de um ano e quatro meses sem ganhar fora de Belo Horizonte pela competição. O último triunfo havia ocorrido em 3 de junho de 2018: 1 a 0 em cima do Ceará, no Castelão, pela edição de 2018. Desde então, o retrospecto apontava 12 empates e 13 derrotas.

Para se manter em 16º lugar, com 28 pontos, o Cruzeiro ‘secará’ seus concorrentes na luta contra o descenso, que só entram em campo na segunda-feira. O Ceará, 17º (26), visitará o Bahia, às 19h30, no Estádio de Pituaçu, em Salvador. Já o CSA, 18º (26), enfrentará o Botafogo, às 20h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

No próximo sábado, às 21h, a Raposa terá confronto direto com o Fortaleza (13º, com 31), no Mineirão, pela 28ª rodada do Brasileiro. Será o reencontro com o técnico Rogério Ceni, demitido do clube no fim de setembro e substituído por Abel Braga.


O JOGO

Abel realizou duas mudanças em relação ao time que havia vencido o São Paulo na quarta-feira, por 1 a 0, no Mineirão. Na lateral direita, Orejuela, de volta após convocação à Seleção Colombiana, substituiu Edilson. No setor ofensivo, Marquinhos Gabriel supriu a ausência de David, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O Cruzeiro começou a partida bem na troca de passes e com marcação compacta no meio-campo. Em dado momento, chegou a emplacar 55% de posse de bola. Nem parecia que estava há um ano e quatro meses sem ganhar fora de BH pelo Brasileiro. O problema era a dificuldade em transformar o volume de jogo em finalizações.

Aos 18’, o time sofreu uma baixa importante. Dedé, que não havia participado do treinamento de sexta, queixou-se de dores no joelho direito e deixou o gramado mancando. Cacá entrou em seu lugar. Aos 21’, o Cruzeiro enfim criou a primeira grande chance. Em cruzamento rasteiro de Thiago Neves, Fred se antecipou à zaga corintiana e, cara a cara com Walter, bateu para fora.

O Corinthians, até então em dificuldades para envolver a Raposa no toque de bola, obteve sucesso na jogada aérea. Aos 33’, Danilo Avelar cruzou na segunda trave, Gustavo dividiu pelo alto com Fabrício Bruno, e Fagner pegou a sobra de primeira, acertando um bonito chute no canto direito de Fábio: 1 a 0.

A resposta cruzeirense foi dada rapidamente. Aos 35’, Marquinhos Gabriel cabeceou, e Bruno Méndez tocou na bola com a mão. Auxiliado pelo VAR, o árbitro Bruno Arleu de Araújo marcou pênalti. Fred bateu no canto esquerdo e empatou: 1 a 1. Na reta final do primeiro tempo, Thiago Neves teve duas oportunidades: aos 41’, em cobrança de falta, e aos 43’, em tentativa de cobertura de cabeça. Walter defendeu as duas conclusões.

Depois de uma etapa inicial segura, o Cruzeiro voltou para o segundo tempo acuado e levou pressão do Corinthians. Aos 5’, Cacá afastou mal o lançamento de Sornoza, Pedrinho ficou com a sobra e soltou a bomba da entrada da área. Fábio se esticou e espalmou para a linha de fundo. No lance seguinte, em escanteio, Mateus Vital se aproveitou de corte ineficaz de Orejuela e balançou a rede, mas Bruno Arleu de Araújo viu falta de Marllon em Fred e parou o jogo antes mesmo de a bola entrar.

Depois de sustentar pressão do Corinthians, o Cruzeiro se soltou a partir dos 20 minutos. Aos 22’, Thiago Neves teve espaço para carregar a bola, bateu rasteiro e quase marcou por causa de desvio em Marllon. Aos 23’, mais uma grande chance perdida por Fred, que não aproveitou como deveria a assistência de TN10.

Aos 25’, o Cruzeiro virou o jogo em um lance inusitado. O volante Éderson, que voltava de impedimento após ficar caído perto da área do Corinthians, recebeu bola sem nenhuma marcação. Ao perceber que o árbitro Bruno Arleu de Arajúo não apitou, ele carregou até a grande área, driblou Walter e fez 2 a 1.

Os jogadores do Corinthians reclamaram bastante, pois o assistente número um, Luiz Cláudio Regazone, havia levantado a bandeira e, por isso, Marllon acabou não acompanhando Éderson. Entretanto, o auxiliar não tinha o mesmo ângulo de visão de Bruno Arleu, que verificou o passe para trás do corintiano Fagner, em vez de assistência do cruzeirense Marquinhos Gabriel. Esse detalhe descaracterizou o impedimento. O comentarista de arbitragem da TV Globo, Sálvio Spínola Fagundes Filho, considerou a jogada legal.

Com a vantagem de 2 a 1, Abel Braga ‘fechou’ o meio-campo a partir dos 30 minutos, colocando o volante Ariel Cabral no lugar do meia Robinho. O técnico também mexeu no ataque ao mandar Joel, atleta de mais velocidade, na vaga de Fred. O Corinthians, por sua vez, apostou no experiente Vagner Love e em Clayson, porém não foi capaz de superar a marcação do Cruzeiro, que, enfim, comemorou o placar favorável longe de seus domínios e diminuiu a pressão no Brasileiro.


ATUAÇÕES

Por GloboEsporte.Com

Fábio - Decisivo, mais uma vez. Nas vezes em que o Corinthians chegou com perigo, apareceu bem. Não teve culpa no gol sofrido, e evitou um outro, em um chute de Pedrinho, quando a partida estava empatada em 1 a 1. Com muita gente na frente, o goleiro fez uma defesa sensacional. Nota: 7,5

Éderson- Não apenas por ter feito o gol da vitória, que vem para coroar as boas atuações anteriores, mas também por estar ligado no lance que originou o segundo gol cruzeirense. Mesmo com o bandeirinha tendo assinalado o impedimento, Éderson, que chegou a parar, percebeu que o árbitro não havia apitado, e deu continuidade ao lance. Fora o drible de corpo em Walter e a finalização para a rede. Nota: 7,5

Orejuela- Caiu de produção. Desatento em alguns lances, errou muitos passes, não foi bem ofensivamente, diferentemente do que a torcida está acostumada a ver, e também foi mal na marcação. Nota: 5,0

As notas para os jogadores do Cruzeiro: Fábio(7,5), Orejuela(5,0), Dedé(6,0),
Cacá(6,5), Fabrício Bruno (6,5), Egídio(5,5), Henrique(6,5), Éderson(7,5), Robinho(6,0), Ariel Cabral(6,0), Thiago Neves(6,0), Marquinhos Gabriel(6,0), Fred(6,5), Joel(6,0).


ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

Jogos: 90

Vitórias: 30
Empates: 22
Derrotas: 38
Saldo: -8

Gols marcados: 102
Gols sofridos: 117
Saldo: -15

Partida Anterior (Jogo 89)
Cruzeiro 0 x 0 Conrínthians - 8/jun/2019
Brasileiro
Toca 3 - Belo Horizonte (MG)


CURIOSIDADES

Pelo Brasileiro

Cruzeiro e Corinthians se enfrentaram 69 vezes pelo Campeonato Brasileiro, desde 1967. Foram 24 vitórias do Cruzeiro, 18 empates e 27 vitórias do Corinthians. O Cruzeiro marcou 66 gols e o Corinthians 76.

Em São Paulo

Na cidade de São Paulo, houve 45 confrontos entre Cruzeiro e Corinthians, com 11 vitórias da Raposa, 13 empates e 21 triunfos do time local, que marcou 67 gols, contra 47 do Cruzeiro. Pelo Brasileirão, na capital paulista, foram 36 partidas. O Cruzeiro venceu nove, houve dez empates e o Corinthians saiu vitorioso em 17 ocasiões. O Maior de Minas marcou 29 gols e a equipe paulista fez 45 gols.

Na Arena Corínthians

As duas equipes se enfrentaram, por diversas competições, sete vezes na Arena Corinthians, em São Paulo, com quatro vitórias do Corinthians, duas do Cruzeiro e um empate. A Raposa fez sete gols e sofreu 12.
Na Arena Corinthians, pelo Brasileirão, foram quatro jogos, com três vitórias do Corinthians e uma única do Cruzeiro, quebrando o tabu de não vencer pelo Brasileiro no novo estádio do time paulista. Pelo Brasileiro o time mandante fez marcou sete gols e sofreu dois.

Artilheiros

6 gols – Marcelo Ramos
4 gols – Dirceu Lopes
3 gols – Alecsandro, De Arrascaeta, Evaldo, Ramón Abila, Robinho e Tostão
2 gols – Alcides, Bentinho, Fábio Júnior, João Carlos, Joãozinho, Kelly,
Leonardo, Nelinho, Palhinha (1996) e Valdo


FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 2 CRUZEIRO

Motivo: 27ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo-SP
Data: sábado, 19 de outubro de 2019

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
VAR: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes do VAR: Alexandre Vargas Tavares de Jesus e Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ)

Público Pagante: 31.631
Público Presente: 31.882
Renda: R$ 1.529.296,10

CORINTHIANS - Walter; Fagner, Marllon, Bruno Méndez e Danilo Avelar; Ralf e Sornoza (Jadson, aos 12min do 2ºT); Pedrinho (Clayson, aos 36min do 2ºT), Mateus Vital (Vagner Love, aos 27min do 2ºT) e Janderson; Gustavo
Técnico: Fábio Carille

CRUZEIRO - Fábio; Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno (Cacá, aos 18min do 1ºT) e Egídio; Henrique e Éderson; Robinho (Ariel Cabral, aos 29min do 2ºT), Thiago Neves e Marquinhos Gabriel; Fred (Joel, aos 31min do 2ºT)
Técnico: Abel Braga

Gols: Fagner, aos 33min do 1ºT (Corinthians); Fred, aos 37min do 1ºT; Éderson, aos 25min do 2ºT (Cruzeiro)

Cartões amarelos: Bruno Méndez, aos 36min do 1ºT. Vagner Love, aos 45min do 2ºT (Corinthians); Éderson, aos 20min do 1ºT (Cruzeiro)





Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

 pyxis | BHZ | 20-10-19 15h38min
Tenho muita tranquilidade para escrever que eu NÃO ERA um dos que cogitava entregar a toalha... e escrevi sobre isto.
Mas preocupa-se que estes jogadores venham atuando de forma muito diferente de algumas rodadas atrás...
IMNSHO, fizeram corpo mole e estavam mais preocupados com o SALÁRIO. Não tem outra explicação...
EM todo caso, bola pra frente e um ALERTA ... a CRISE dentro das 4 linhas vai ser afastada... fora delas, a conta chegou e não foi paga.
 pyxis | BHZ | 20-10-19 15h43min
As atuações mudam muito com promessas de salários ´em dia`. Entretanto, alguns jogadores não dá mais... Duro é ver muitos destes ganhando até prêmio de melhor em campo.
Melhor em campo: Éderson
Pior em campo: Robinho
Herói do jogo: Éderson
Vilão do jogo: Robinho
Minhas notas: Fábio(7), Orejuela(5), Dedé(Sem Nota), Fabrício(6,5), Cacá(6,5), Egídio(6), Henrique(5), Éderson(7,5), Robinho(4), ACabral(Sem Nota), TNeves(5), MGabriel(4,5), Fred(5), Joel(Sem Nota). Abel(5).
 _vitor | Vitoria | 21-10-19 14h59min
Depois dos empates com o desfalcado Fluminense e Chape, eu já estava jogando a toalha. Time não vencia e pra marcar gol é um parto. Finalmente, deu uma melhorada. Alguns jogadores estão um pouco melhor mesmo. Não acho que seja por causa dos salários não.. mas é possível. Quem piorou muito foi o Robinho! Posso estar errado, mas acho que esse esquema do Abel exige mais dele fisicamente, resultando em perda técnica. Éderson segue sendo o melhor em campo, importantíssimo!
 heliosangueazul | São Paulo | 21-10-19 15h56min
Creio que depois dessas duas vitórias teoricamente difíceis, o time conseguiu adquirir uma certa confiança, e isso fará muito bem ao elenco. Claro que essa confiança pode acontecer mais ou menos em cada jogador, mas de uma forma geral, fará bem ao grupo. Quanto a ter melhorado depois da promessa de acerto de salário, acho que tem a ver sim, mas não se aplica (acho) em todos jogadores, até porque uma queda de um time grande, é muito ruim também para o currículo dos atletas. Enfim! Esperar p ver
 Twitter 

 Notícias   rss
11/11 - 08h20 [1 coment.]
Crise: O dia que o clássico mostrou que o futebol morreu em Minas 

10/11 - 23h02 [0 coment.]
Nota Oficial do Cruzeiro - Jogo Cruzeiro 0 x 0 Atlético (MG) 

10/11 - 22h28 [1 coment.]
Cruzeiro tem resultado ruim com uma apresentação terrível 

09/11 - 22h58 [0 coment.]
Sada Cruzeiro vira sobre o Ribeirão Vôlei na estreia da Superliga 

09/11 - 19h11 [0 coment.]
Feminino vence Futgol e termina primeira fase do Mineiro ´100%`  

09/11 - 15h36 [0 coment.]
Cruzeiro e Instituto Mário Penna juntos no ´Novembro Azul` 

08/11 - 07h57 [0 coment.]
Crise: Cruzeiro quita parte dos salários atrasados de setembro 

07/11 - 23h16 [0 coment.]
Sada Cruzeiro é derrotado pelo Taubaté Funvic na Supercopa 2019 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - 20 ANOS - Contatos para Webmaster