Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

*** Cruzeiro.Org® - Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - 20 ANOS ***

 Atualizado em 22-10-19 09h08min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 433
Derrota na estreia de Abel agrava situação do time no Br´19


Com novidade no banco de reservas, o Cruzeiro voltou a ser derrotado em compromisso pelo Campeonato Brasileiro. Na estreia do técnico Abel Braga, o time celeste viu o Goiás marcar com Alan Ruschel, aos 16’ da segunda etapa, e confirmar a vitória por 1 a 0 no Serra Dourada, em Goiânia. Em crise severa, cada vez mais profunda, a Raposa alcançou o quinto jogo consecutivo sem triunfo na Série A.

Com o revés, o Cruzeiro se vê ainda mais afundado na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Na 17ª colocação da tabela, com 19 pontos, os mineiros permanecem a três de distância do Fluminense, primeiro time fora do Z4, que soma 22. Como tem duas vitórias a menos do que o Tricolor, a Raposa não conseguirá deixar o grupo dos quatro últimos na próxima rodada, independentemente dos resultados.

Na próxima rodada, o Cruzeiro receberá o Internacional no Mineirão. O duelo está marcado para as 21h de sábado, dia 5 de outubro. Será o reencontro de mineiros e gaúchos depois da semifinal da Copa do Brasil. Naquela ocasião, o Colorado venceu a Raposa nos dois jogos - 1 a 0 no Mineirão e 3 a 0 no Beira-Rio. Adversário desta quarta, o Goiás tem pela frente o Ceará pelo Campeonato Brasileiro.


O JOGO

Com mais volume e mais posse de bola, o Cruzeiro teve o controle da primeira metade do tempo inicial. Sob o comando de Abel Braga, o time celeste coordenou as ações de ataque e viu o Goiás se fechar em busca de um contra-ataque no Serra Dourada. Aos 13’, com Sassá, mas principalmente aos 15’, com Robinho, os mineiros assustaram o goleiro Tadeu.

Os donos da casa exploraram as jogadas de bola parada. Rafael Vaz tentou em cobrança de falta, aos 10’, mas a bola passou longe do gol de Fábio. Já aos 27’, Alan Ruschel cruzou da direita, e Fábio Sanchez, de cabeça, dentro da área, deu trabalho ao camisa 1 celeste, que completou 39 anos nesta quarta-feira.

Diferentemente dos minutos iniciais, quando as duas equipes chegaram com alguma frequência ao terço final do campo adversário, os instantes finais do primeiro tempo foram mais monótonos. Goiás e Cruzeiro seguraram a bola na região central do campo, diminuíram a movimentação e encerraram os 45 minutos sem marcar gols.

Buscando retomar o controle do jogo, o Cruzeiro voltou do intervalo buscando com mais efetividade o gol do Goiás. Logo aos 4’, David - muito participativo no jogo - recuperou bola na ponta esquerda, foi até a linha de fundo e serviu Thiago Neves na área. Livre, o camisa 10 finalizou e marcou. O VAR, no entanto, viu posição de impedimento no início da jogada e anulou o tento celeste.

No momento em que tinha domínio das ações, o Cruzeiro viu o Goiás abrir o placar. Aos 16’, Michael fez jogada individual pela direita e cruzou para Alan Ruschel. Livre de marcação na esquerda, já que Edilson fechou o meio, o lateral esmeraldino só teve o trabalho de completar para o gol, sem chances para Fábio. 1 a 0.

Abel Braga ainda buscou ofensividade, trocando o volante Éderson pelo atacante Ezequiel, mas, muito nervoso, o Cruzeiro não conseguiu acertar o último passe e desperdiçou novas chances no Serra Dourada. Desta forma, acabou observando a derrota se confirmar e a situação na tabela de classificação ficar ainda mais complicada.


ATUAÇÕES

Por GloboEsporte.Com

David é o que mais tenta; erros de Edilson e Dedé fazem alegria do Goiás. O atacante cria principais oportunidades de gol e a dupla de defensores falha em lance que termina no gol de Alan Ruchel.

Edilson (4,5) - Entrou no intervalo com a missão de melhorar o acabamento das jogadas ofensivas. Chegou pouco ao ataque e, ainda por cima, não estava marcando ninguém no lance do gol do Goiás, quando fechou o meio e levou bola nas costas.

Dedé (5,5) - O Goiás não ofereceu muitos problemas à dupla de zaga do Cruzeiro. Dedé, assim como Edilson, errou no lance do gol goiano. Foi ele quem deu condição de jogo para Alan Ruschel.

David (7,5) - Foi o que mais criou mais problemas à defesa do Goiás. No lance do gol anulado, fez boa jogada individual pela esquerda e deixou Thiago Neves numa boa para finalizar.

Confira as notas - Fábio(5,5), Orejuela(5), Edilson(4,5), Dedé(5,5), Fabrício Bruno(5,5), Egídio(6,5), Henrique(5,5), Éderson(6), Ezequiel(5,5), Robinho(5,5), Marquinhos Gabriel(Sem nota),Thiago Neves(6,5), David(7,5), Sassá(6,5).

Por O Tempo

Fábio - No dia do aniversário, levou um 'presente de grego'- 7
Orejuela - Irregular quando esteve em campo - 5
(Edilson) - Totalmente fora de sintonia. Falha de marcação no gol - 2
Dedé - Também tem sua parcela de culpa no gol - 5
Fabrício Bruno - Não comprometeu defensivamente - 6
Egídio - Tentou algumas jogadas sem muita efetividade - 5
Henrique - Muita vontade e trabalho no meio-campo - 6
Éderson - Teve uma atuação mais tímida contra o Goiás - 6
(Ezequiel) - Entrou ao menos tentando algumas coisa - 6
Robinho - Muito apagado em campo - 5
(Marquinhos Gabriel) - Mostrou pouco em campo - S/N
Thiago Neves - Acabou o gás na segunda etapa - 5
David - Tentou o que podia apesar da deficiência técnica - 6
Sassá - Só correu, brigou, mas nada tão efetivo - 5


ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

Jogos: 55

Vitórias: 31
Empates: 10
Derrotas: 14
Saldo: 17

Gols marcados: 73
Gols sofridos: 52
Saldo: 21

Partida Anterior (Jogo 54)
Cruzeiro 2 x 1 Goiás - 5/mai/2019
Brasileiro
Toca 3 - Belo Horizonte (MG)


CURIOSIDADES

No Brasileiro

Cruzeiro e Goiás se enfrentaram 42 vezes pelo Campeonato Brasileiro. Foram 23 vitórias do Cruzeiro, sete empates e 12 derrotas. O Cruzeiro marcou 56 gols e sofreu 37.

Em Goiás

Cruzeiro e Goiás se enfrentaram 27 vezes no estado de Goiás, todas elas na capital Goiânia, nos estádios Pedro Ludovico (quatro jogos até 1974), e Serra Dourada. A Raposa venceu nove jogos, empatou sete vezes e sofreu onze derrotas. O time celeste marcou 22 gols e levou 34. Pelo Brasileirão, em Goiânia, aconteceram 21 partidas entre os adversários. O Cruzeiro venceu sete, empatou cinco e perdeu nove, com 16 gols marcados e 24 sofridos.

No Serra Dourada

Foram 23 confrontos no estádio Serra Dourada, em Goiânia, com seis vitórias do Cruzeiro, seis empates e onze triunfos da equipe da casa, que marcou 34 gols e sofreu 19. Pelo Campeonato Brasileiro no Serra Dourada, as duas equipes se enfrentaram 19 vezes. A Raposa venceu cinco, empatou cinco e sofreu nove derrotas. Fez 14 gols e levou 24.

Artilheiros

4 gols: Charles (1991 e 1992) e Deivid
3 gols: Alex, Alex Mineiro, Fred e Jussiê
2 gols: Adilson, Dirceu Lopes, Marcelo Ramos, Nilton, Roberto César, Wellington Paulista e Willian


FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1 X 0 CRUZEIRO

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 30 de setembro de 2019 (segunda-feira), às 20h

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Fábio Pereira (TO)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Público pagante: 19.215
Público total: 20.884
Renda: R$ 260.455,00

Goiás - Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel; Gilberto Júnior, Yago Felipe e Léo Sena; Michael, Rafael Moura (Papagaio) e Leandro Barcia (Kaio). Técnico: Ney Franco

Cruzeiro - Fábio; Orejuela (Edilson), Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique e Éderson (Ezequiel); Robinho (Marquinhos Gabriel), Thiago Neves e David; Sassá. Técnico: Abel Braga

Gol: Alan Ruschel (aos 16’2ºT)
Cartões amarelos: Henrique, David e Thiago Neves (Cruzeiro)

(*) Com conteúdo de Cruzeiro Site Oficial / Portal UAI


/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

 pyxis | BHZ | 30-09-19 23h27min
Pensei se continuaria fazendo comentários até o final do ano... Decidi que vou continuar...
Será necessário mais quantas partidas para os PATETAS de rede social (os contra e os a favor) caírem na real?
Abel ou vira MÁGICO e tira raposa matreira da cartola ou vai se juntar a um BANDO de jogadores de péssima índole e pouco profissionais.
 pyxis | BHZ | 30-09-19 23h31min
Melhor em campo: Fabrício
Pior em campo: Edílson
Herói do jogo: Não houve
Vilão do jogo: Dedé
Minhas notas: Fábio(5), Orejuela(5), Edílson(3), Dedé(3,5), Fabrício(6,5), Egídio(4), Henrique(3,5), Éderson(6), Ezequiel(5), Robinho(4), MGabriel(Sem nota), TNeves(4,5), David(5), Sassá(4). Abel(5).
 alan | Belo Horizonte | 30-09-19 23h37min
Olhando friamente o jogo o time não apresenta um futebol tão pior que muitas equipes, mas desde o início do ano demonstra que tem muitas dificuldades de marcar gols. Ou quer fazer gols para concorrer ao Puskas ou não tenta marcar. O time está muito mau treinado, um excesso de toques laterais desnecessários que tiram a produtividade e torna as coisas mais complicadas além dos retornos para o Fábio que é sem noção. Quando a fase é ruim, pesa em dobro.
 alan | Belo Horizonte | 30-09-19 23h40min
Pyxis, Eu acho que o pior em campo foi o Edilson e é característica natural dele ser mau marcador. Em segundo lugar o Henrique que já passou da hora de perder a titularidade. Em terceiro o David que aos meus olhos é completamente improdutivo, mas segue com prestígio. O Egídio a quem critico muito fez um bom jogo hoje.
 pyxis | BHZ | 30-09-19 23h48min
Aqui... por mais racional que eu consiga ser, não tem como ver uma derrota como a de hoje, um empate como o de quarta e outras apresentações friamente ....
NÃO DÁ ! ! !
 alan | Belo Horizonte | 01-10-19 00h12min
Entendo, mas diante de tanto desespero, melhor por ora eu pensar assim. O pão só cai com a manteiga para baixo. Uma hora a sorte tem que virar, se é que já não passou a da hora e a vaquinha já está no brejo.
 heliosangueazul | So Paulo | 01-10-19 10h02min
Difícil imaginar que esse time consiga uma sequencia de vitórias, que é o que precisa para sair desse enrosco que se meteu. Triste, muito triste...
 pyxis | BHZ | 01-10-19 10h34min
Chegaremos no clássico rural LONGE do rebaixamento e uma vitória sobre eles selará nossa fuga do COLAPSO.
 heliosangueazul | So Paulo | 01-10-19 10h50min
Muito bom saber desse seu otimismo Evandro, Deus te ouça!
 marco | Curitiba | 01-10-19 12h29min
Gostaria muito de compartilhar deste otimismo, mas acho que iremos brigar contra o rebaixamento até a última rodada. Depois de ontem passei a temer pelo pior. Até então achava que sairíamos desta situação mais facilmente.
 mrr | Natal | 02-10-19 06h02min
Colegas, o CEC esse ano tem todas as características de um time rebaixado. Atraso de salários, disputa política, panela, troca sucessiva de treinadores e invasão no CT por organizadas. Está tudo ali, a tempestade perfeita.
 Twitter 

 Notcias   rss
20/10 - 12h54 [1 coment.]
Feminino vence o primeiro clássico da história do futebol mineiro 

20/10 - 07h06 [4 coment.]
Cruzeiro vence primeira fora de casa e pode ficar fora da ZR4 

18/10 - 17h41 [1 coment.]
Sub-14 sofre revés e se despede da Copa Brasileirinho 2019  

18/10 - 12h11 [1 coment.]
Crise: Cruzeiro adota novo formato administrativo temporário 

18/10 - 12h02 [1 coment.]
Cruzeiro vence América e garante vaga na final do Mineiro Sub-17 

18/10 - 12h01 [1 coment.]
Crise: Rodada ´perfeita` reduz possibilidade de rebaixamento  

18/10 - 11h55 [1 coment.]
Cruzeiro terá novidades em relação ao uniforme da Adidas para 2020 

17/10 - 12h17 [1 coment.]
Sub-14 bate Botafogo (RJ) e vai às quartas da Copa Brasileirinho  

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - 20 ANOS - Contatos para Webmaster