Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

*** Como você tem acessado o site - Envie sua sugestão - NÃO recomendamos o uso do Firefox ***

 Atualizado em 20-07-19 05h09min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 598
Cruzeiro, irreconhecível, estreia no Br´19 perdendo invencibilidade


O Cruzeiro conheceu sua primeira derrota na temporada 2019 ao levar virada do Flamengo na noite deste sábado, no Maracanã, pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro. O time celeste até saiu na frente, com gol de Pedro Rocha, aos 39min da etapa inicial, mas levou o empate no minuto seguinte, em finalização de Bruno Henrique. No segundo tempo, Bruno Henrique voltou a balançar a rede e Gabriel fechou a vitória rubro-negra em 3 a 1.

Com o revés no Rio de Janeiro, o time celeste perdeu invencibilidade de 22 partidas: 21 em 2019 (16 vitórias e cinco empates) e uma em 2018 (um empate). Curiosamente, a última equipe que havia triunfado sobre a Raposa era justamente o Flamengo, no dia 25 de novembro do ano passado, pela 37ª rodada do Brasileiro, no Mineirão: 2 a 0.

Na próxima quarta-feira, feriado do Dia do Trabalhador, o Cruzeiro enfrentará o Ceará, às 19h15, no Mineirão, pela segunda rodada do Brasileiro. Por sua vez, o Flamengo visitará o Internacional no mesmo dia, às 16h, no Beira-Rio, em Porto Alegre.


O JOGO

Mano Menezes já havia indicado na sexta-feira que o lateral-direito Edilson, o lateral-esquerdo Dodô, o volante Lucas Romero e o armador Rodriguinho voltariam à equipe. A grande novidade foi a presença do atacante Pedro Rocha entre os titulares. Ele atuou aberto pelo lado esquerdo, enquanto o meia Marquinhos Gabriel supriu a ausência de Robinho na direita. Além dessas mudanças, o treinador escalou o zagueiro Murilo na vaga de Leo, vetado por causa de indisposição. No lado do Flamengo, Abel Braga colocou força máxima. Destaque para o quarteto ofensivo formado por Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabriel.

Nos primeiros minutos, as equipes até encontravam espaço para tocar a bola no meio-campo e na intermediária de ataque. Porém, quando tentavam alguma infiltração na área em jogadas de triangulação, esbarravam na marcação adversária. O Cruzeiro tentou aos 26min, em tabela entre Pedro Rocha e Fred. César, goleiro do Flamengo, foi ágil e saiu para defender. O Flamengo respondeu aos 36min, quando Bruno Henrique cortou para o pé esquerdo e bateu rasteiro em cima de Murilo.

Aos 39min, o Cruzeiro finalmente conseguiu encaixar boa jogada. O lance começou ainda na defesa, com Marquinhos Gabriel, e passou por Pedro Rocha, que tocou de primeira para Fred e correu nas costas de Pará para receber a bola na entrada da grande área. Em velocidade, o camisa 32 deixou os defensores rubro-negros para trás e bateu na saída de César: 1 a 0.

Mal deu tempo de a Raposa comemorar. O Flamengo deu a saída de jogo e partiu em direção ao ataque. No cruzamento de Éverton Ribeiro, Fábio se precipitou ao sair do gol e foi antecipado por Bruno Henrique, que cabeceou para cima e conseguiu completar o lance dando um pontapé: 1 a 1. Gabriel, em posição de impedimento, apenas se aproximou, sem participar efetivamente da jogada. Caso o centroavante tivesse encostado na bola, provavelmente o árbitro de vídeo atestaria irregularidade.

Em função do duelo equilibrado nos primeiros 45 minutos, os times voltaram com as mesmas formações para o segundo tempo. O Flamengo começou em cima, com marcação adiantada, controle da posse de bola e avanço pelas beiradas, enquanto o Cruzeiro pecou nos erros de passe, principalmente no meio-campo.

Aos 10min, o Fla quase marcou com Gabriel, que acertou a rede pelo lado de fora depois de falha da defesa celeste na tentativa de corte em cobrança de escanteio. Aos 14min, a Raposa encaixou um contragolpe, mas Marquinhos Gabriel demorou a tocar para Fred e foi desarmado dentro da área.

Com Rodriguinho apagado na partida, Mano Menezes colocou Thiago Neves aos 16min. Depois, quando se preparava para acionar Lucas Silva no lugar de Lucas Romero, viu a equipe ser envolvida pelo Flamengo. Aos 21min, Willian Arão tabelou com Gabriel, correu à linha de fundo e tocou para o meio da grande área. Bruno Henrique bateu forte, a bola desviou no zagueiro Dedé e enganou o goleiro Fábio: 2 a 1.

Depois de levar a virada, o Cruzeiro não deu qualquer perspectiva de que buscaria o empate. Já o Flamengo aumentou ainda mais o volume de jogo, com 66% de posse de bola, segundo o Footstats, e chances para fazer mais gols. Na reta final, o técnico Mano Menezes recebeu cartão amarelo por reclamar com o árbitro Anderson Daronco. Já o zagueiro Murilo, que enfrentou muitas dificuldades principalmente na bola aérea, levou o vermelho ao fazer falta em Bruno Henrique. Com um jogador a mais, o rubro-negro aumentou a vantagem aos 44min. Bruno Henrique ganhou de Dedé e finalizou rasteiro. Fábio rebateu a bola em direção a Gabriel, que estava livre para marcar o terceiro: 3 a 1.

Com placar confortável, o técnico Abel Braga colocou o veterano Juan para se despedir dos gramados. Ele se aposentou oficialmente aos 40 anos, com 331 jogos, 33 gols e sete títulos pelo clube. No último minuto da partida, o zagueiro Rodrigo Caio, do Flamengo, chocou-se com Dedé, do Cruzeiro, e caiu desacordado na grande área. Por causa da gravidade da pancada, o camisa 3 precisou ser retirado do gramado de ambulância. Ao ser socorrido, ele já se encontrava consciente e foi encaminhado para o hospital.


ATUAÇÕES

Por GloboEsporte.com

Fábio - Nota: 5
É raro, muito raro. Mas Fábio é ser humano e também falha. Um dos desses pouquíssimos episódios ocorreu neste sábado no Maracanã, com o goleiro saindo mal do gol no primeiro tempo, em atitude decisiva para o gol de empate do Flamengo. No restante, não comprometeu.

Pedro Rocha - Nota: 6,5
Parece ser a posição que vai ser escalado por Mano. Tanto que o treinador deslocou Marquinhos Gabriel para a direita. Jogou bem e deu velocidade ao time enquanto teve ´perna`. O pecado foi no gol da virada do Flamengo, quando não acompanhou Willian Arão na jogada. Marcou o primeiro gol pelo Cruzeiro.

Murilo - Nota: 4
Entrou mais uma vez no time, substituindo Léo, e não foi bem. Assim como o companheiro de zaga Dedé (nota 4 também), também esteve fora do lugar em alguns lances e teve dificuldades para impedir o avanço do adversário. Levou cartão vermelho no fim do jogo.

Notas : Fábio(5), Edílson(6), Dedé(4), Murilo(4), Dodô(6), Henrique(5,5), Lucas Romero(5,5), Lucas Silva(Sem Nota), Marquinhos Gabriel(6), Rodriguinho(5), Thiago Neves(5), Pedro Rocha(6,5), Rafinha(5), Fred(6).

Por Lance!

Fábio falhou no primeiro gol e não conseguiu evitar os outros dois. Já Dedé e Murilo sofreram com as investidas do ataque rubro-negro, principalmente, com Bruno Henrique

Fábio(5,0) Errou feio na saída pelo alto que acabou resultando no gol de Bruno Henrique.

Edílson(6,0) Firme na marcação, ganhou praticamente todos os duelos pelo lado direito defensivo do Cruzeiro no primeiro tempo. Recebeu um amarelo na segunda etapa.

Dedé(5,5) Sofreu com o ataque do Flamengo, principalmente, com Bruno Henrique. Ganhou bolas pelo alto, mas bobeou em alguns lances e não conseguiu brecar o ímpeto rubro-negro.

Murilo(4,0) Outro que vai ter pesadelos com Bruno Henrique. Foi o alvo do atacante do Flamengo em todos os duelos e raramente levou vantagem. Teve a má atuação coroada com uma expulsão no fim do jogo.
Atuações - Cruzeiro

Dodô(6,5) Foi o jogador mais regular do Cruzeiro em campo. Esteve muito firme na marcação, apoiou ‘na boa’.

Henrique(5,5) Mais um que também correu atrás do ataque do rubro-negro e levou a pior muitas vezes. Não conseguiu dar a melhor proteção à defesa celeste.

Lucas Romero(5,5) O volante é muito voluntarioso, mas peca em alguns gestos técnicos. Errou muitos passes, e por isso, prejudicou alguns contragolpes do

Marquinhos Gabriel(5,5) Com Pedro Rocha em campo, foi deslocado para o lado direito e não rendeu bem. Sumido, participou da construção do jogo celeste

Rodriguinho(5,0) Bem marcado, esteve bastante apagado no Maracanã. No combate direto com Cuellar, levou a pior boa parte das vezes. Não conseguiu mostrar seu futebol

Pedro Rocha(6,5) Foi arisco pela esquerda e se entendeu bem com Fred. Já havia feito diferença na final do Mineiro, e já na sua estreia como titular, marcou o primeiro com a camisa da Raposa. Caiu muito na segunda etapa e perdeu pontos.

Fred(6,5) Apesar de não ter marcado, foi imprescindível para o Cruzeiro sem a bola. Recebeu vários passes na referência, deu passe para o gol de Pedro Rocha e ajudou na defesa.

Lucas Silva(5,5) Entrou no lugar de Romero para tentar melhorar a saída de bola, mas não teve êxito. Assim como o companheiro, errou muitos passes.

Thiago Neves(5,0) Entrou para substituir Rodriguinho e teve uma atuação tão apagada quanto. Com o time celeste sucumbindo à intensidade rubro-negro, pouco tocou na bola.

Rafinha(6,0) Único dos substitutos do Cruzeiro que foi visto em campo. Mostrou arrancadas pelo lado esquerdo, tentou desafogar a equipe, mas sozinho, não foi muito longe.

Mano Menezes(5,0) Mudou Marquinhos Gabriel de lado e tirou a opção das bolas cruzadas pelo lado esquerdo - ponto forte da equipe na temporada. Demorou a substituir Romero, que vinha mal.


ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO (1)

Jogos: 97

Vitórias: 36
Empates: 26
Derrotas: 35
Saldo: 1

Gols marcados: 120
Gols sofridos: 127
Saldo: -7

Partida Anterior (Jogo 96)
Cruzeiro 0 x 2 Flamengo - 25/nov/2018
Brasileiro
Toca 3 - Belo Horizonte (MG)


CURIOSIDADES (1)

No Brasileiro

Cruzeiro e Flamengo se enfrentaram 61 vezes pelo Campeonato Brasileiro, desde 1967. Foram 24 vitórias, 14 empates e 23 derrotas. O Cruzeiro marcou 68 gols e a equipe carioca 75.

No Rio de Janeiro

Foram 40 partidas entre as duas equipes no estado do Rio de Janeiro, na capital (Maracanã, 2 jogos no Engenhão, 1 em Laranjeiras e 1 no Luso-Brasileiro) e duas em Volta Redonda (Raulino de Oliveira), com 10 vitórias do Cruzeiro, 10 empates e 20 derrotas. O Cruzeiro marcou 37 gols e sofreu 68. Pelo Campeonato Brasileiro, no estado do Rio de Janeiro, foram 30 jogos, com 9 vitórias do Cruzeiro, 6 empates e 14 derrotas, que marcou 50 gols e o Cruzeiro fez 29.

No Maracanã

Cruzeiro e Flamengo se enfrentaram 34 vezes no Maracanã. A Raposa venceu 9, empatou 9 e perdeu 15, com 31 gols marcados e 50 sofridos. No Maracanã, pelo Brasileirão, foram 25 confrontos. O Cruzeiro venceu 8, empatou 5 e perdeu 12, com 23 gols marcados e 35 sofridos.

Artilheiros
4 gols: Tostão
3 gols: Dirceu Lopes, Fábio Júnior, Fred (5 jogos), Marcelo Ramos e Zé Carlos
2 gols: Borges, Cris, De Arrascaeta, Elmo, Everton Ribeiro, Guilherme (2007 e 2008), Heyder, Ismael, Natal, Niginho, Ninão, Palhinha (1996), Ramires, Ricardo Goulart, Roberto Batata, Roni e Thiago Ribeiro


FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 X 1 CRUZEIRO

Motivo: 1a rodada do Campeonato Brasileiro 2019
Estádio: Maracanã
Data: sábado, 27 de abril de 2019

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA/RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Árbitro de vídeo: Leandro Pedro Vuaden (RS)
ssistentes do árbitro de vídeo: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Público Pagante: 29.459
Público Presente: 35.016
Renda: R$ 1.311.592,00

FLAMENGO - César; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar e Willian Arão; Everton Ribeiro (Juan, aos 45min do 2ºT), Arrascaeta (Diego, aos 29min do 2ºT) e Bruno Henrique; Gabriel. Técnico: Abel Braga

CRUZEIRO - Fábio; Edilson, Dedé, Murilo e Dodô; Henrique e Lucas Romero (Lucas Silva, aos 23min do 2ºT); Pedro Rocha (Rafinha, aos 24min do 2ºT), Rodriguinho (Thiago Neves, aos 16min do 2ºT) e Marquinhos Gabriel; Fred. Técnico: Mano Menezes

Gols: Bruno Henrique, aos 40min do 1ºT e aos 21min do 2ºT; Gabriel, aos 44min do 2ºT (FLA); Pedro Rocha, aos 39min do 1ºT (CRU)

Cartões amarelos: Pará, aos 24min do 1ºT; Léo Duarte, aos 4min, Gabriel, aos 16min, Diego, aos 48min do 2ºT (FLA); Murilo, aos 4min do 1ºT e aos 39min do 2ºT; Lucas Romero, aos 6min, Edilson, aos 16min, Fred, aos 33min, Mano Menezes, aos 35min, Thiago Neves, aos 43min do 2ºT (CRU)

Cartão vermelho: Murilo, aos 39min do 2ºT (CRU)

(*) Com material de Cruzeiro Site Oficial e Portal UAI

(1) Números e estatísticas em processo de revisão.

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

 pyxis | BHZ | 28-04-19 10h41min
É muito CHATO ser profeta do acontecido... e mais chato ainda ficar dizendo: EU AVISEI !
Uma defesa fica boa quando tem EQUILÍBRIO e um time com todos setores equilibrados, mostra resultado.
No jogo de ontem, deficiências no meio defensivo e no ataque/armação provocaram a péssima apresentação. Os erros de Fábio e Murilo são SOMENTE o reflexo do resto que foi muito mal...
E nem vou tentar mostrar diferenças de falha, erro etc e tal...
 pyxis | BHZ | 28-04-19 10h45min
Completamente INÚTIL criticar ou falar sobre estes caras que dão notas e escrevem para portais...
Melhor em campo: PASSO
Pior em campo: Murilo
Herói do Jogo: PASSO
Vilão do Jogo: Rafinha
Minhas Notas: Fábio(5), Edilson(3,5), Dedé(5), Murilo(2), Dodô(4); Henrique(5), Lucas Romero(5), Lucas Silva(Sem Nota), Pedro Rocha(6), Rafinha(2,5), Rodriguinho(3,5), Thiago Neves(3), Marquinhos Gabriel(4), Fred(4,5). Mano Menezes(4).
 fabio velame | Governador Valadares | 28-04-19 11h18min
Pessima partida do Cruzeiro. Fábio falhou, Murilo inseguro e Dedé da mesma forma.Rafinha é a cereja do bolo, quando o treinador aposta em sua entrada, dá um desânimo que só.
 pyxis | BHZ | 28-04-19 11h22min
Quando leio algo do tipo ´... Rafinha, cereja do bolo ...` lembro de muita gente...
Mas fico em dúvida sobre ser, ou não, algum tipo de sarcasmo, ironia ou afins...
E lembro também da Gabiru, Alex Mineiro e outras ´cerejas`...
 Marco | Curitiba | 28-04-19 12h18min
Sabíamos que a invencibilidade cairiam cedo ou tarde, mas a maneira como aconteceu foi péssima. Algumas considerações: Rodriguinho apagado pelo terceiro jogo seguido (os 2 contra as frangas e o de ontem). Será que só joga bem contra times fracos? Murilo péssimo! Temos o Fabrício B. no banco para que? Dedé não está bem desde o final do ano passado. Sem o Léo, nossa defesa fica fraca. Para finalizar, quando o MM coloca Rafinha para tentar melhorar o time sabemos que a coisa vai mal. Aguardemos...
 _vitor | Vitoria | 28-04-19 15h35min
Ao contrário da maioria da torcida, não acho que o Murilo seja o grande responsável pela derrota. Mais ou menos na mesma linha do Evandro, acho que a forma que o Cruzeiro se postou que foi determinante pra essa apresentação lamentável. Flamengo jogou na altitude na quarta, jogo pesado, não era pra ter dominado o jogo os 90 minutos assim. Olhem os nossos volantes, acertaram somente 30% dos passes.. A equipe não se acertava em campo. Pra mim, apenas Pedro Rocha e Fred jogaram o esperado.
 _vitor | Vitoria | 28-04-19 15h41min
O cara do GloboEsporte deu 6 pro Rafinha?!Que isso.. Errou de forma tosca um passe que resultou na expulsão do Murilo e depois errou outro passe que resultou no terceiro gol do Flamengo. Definitivamente esses caras não assistem o jogo. Achei sacanagem tbm o cara da itatiaia falar que o Dedé foi mal por causa do Murilo como dupla. É tão difícil assim admitir que o Dedé foi mal? (e não foi a primeira vez na temporada).
 Twitter 

 Notcias   rss
17/07 - 22h16 [6 coment.]
Cruzeiro avança às semifinais da CopaBr pela quarta vez seguida 

17/07 - 19h18 [1 coment.]
Cruzeiro encaminha contratação de destaque do Olímpia (PAR) 

17/07 - 18h08 [0 coment.]
Sub-20 bate o Santos (SP) e garante segunda vitória no Brasileiro 

16/07 - 19h04 [0 coment.]
Cruzeiro empata com a Ponte Preta pelo Br Feminino Sub-18 

16/07 - 15h40 [1 coment.]
Cruzeiro inova e cede ´Naming Rigths` de Departamento Médico 

15/07 - 16h01 [1 coment.]
Cruzeiro compra parte dos direitos econômicos do volante Éderson 

15/07 - 13h40 [0 coment.]
Sub-17 goleia o Villa Nova na estreia pela Copa Tributtarium 

15/07 - 06h48 [2 coment.]
Cruzeiro faz péssima apresentação e empata sem gols com Bota 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org 1999-2019 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster