Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** Participe da estreia do filme AZUL ESCURO - Você pode ser o convidado especial do Cruzeiro.Org ***

 Atualizado em 20-01-19 08h33min  |  Fonte: Portal UAI |  Qtd Leituras: 235
Os adversários do Cruzeiro na Copa Libertadores de 2019

O Cruzeiro já conhece seu caminho na fase de grupos da Copa Libertadores. A Raposa terá como adversários um time formado em uma empresa de energia elétrica, o sexto grande do futebol argentino e um neófito, a equipe mais nova da Copa Libertadores.

O Superesportes preparou um apanhado de informações sobre os rivais do clube estrelado. Conheça Emelec, Huracán e Deportivo Lara.

EMELEC

Guaiaquil, Equador
Fundação: 28 de abril de 1929
Estádio: George Capwell
Títulos da liga nacional: 14

O Emelec nasceu graças ao esforço de um norte-americano que tinha o objetivo de incentivar os funcionários a praticar esportes. George Capwell assumiu a superintendência da Empresa Elétrica do Equador nos anos 1920.

Ao observar que o esporte despertava grande paixão, convocou uma assembleia ao lado de outros amigos e funcionários da empresa para fundar o clube Empresa Eléctrica del Ecuador, ou Emelec. Eram muitos os esportes, como basquete, natação, boxe, beisebol e futebol, entre outros.

Até o início dos anos 1940, o Emelec era mais conhecido por sua equipe de beisebol, esporte preferido de Capwell. Na década de 1950, o futebol cresce e se estabelece como o esporte mais popular. Atualmente, o clube de Guaiaquil é o segundo em número de títulos nacionais, com 14 conquistas. O maior campeão é o Barcelona, com 15.

O Emelec garantiu vaga na Copa Libertadores por ser o vice-campeão do Campeonato Equatoriano. Perdeu a final para a LDU. O principal jogador do rival do Cruzeiro é Brayan Dennis Angulo, de 23 anos. Ele foi o vice-artilheiro do torneio local, com 28 gols. Na última Copa Libertadores, o Emelec fez apenas um ponto em seu grupo, que contava com River Plate, Flamengo e Santa Fe-COL.

Emelec e Cruzeiro já se enfrentaram na fase de grupos da Copa Libertadores de 2001. No Mineirão, o time celeste venceu por 2 a 0, com dois gols do atacante Geovanni. No Equador, houve empate por 0 a 0.


HURACÁN

Buenos Aires, Argentina
Fundação: 1 de novembro de 1908
Estádio: Tómas Adolfo Ducó, El Palacio
Títulos da liga nacional: 5 (4 na era amadora e 1 na profissional)

Os fundadores do Huracán resolveram colocar um nome um tanto insólito no clube: ´Verde esperanza no pierde` ou ´Verde esperanza y no se pierde`. Os jovens da região de Nueva Pompeya, em Buenos Aires, foram a uma livraria para fazer um carimbo com a denominação. Como não havia dinheiro para tantas letras, resolveram trocar o nome.

Naquele momento, os jovens jogadores viram em uma das paredes da livraria o quadro com a legenda ´El Huracán`. E assim ficou. Contudo, o carimbo, primeiro registro do clube, teve um erro ortográfico: Uracán, sem o H. Pesquisadores acreditam ser um erro do livreiro, por distração ou pelo fato de ele ser italiano, idioma no qual a letra H é usada com diferenciações em determinadas palavras.

Mesmo tendo menos títulos relevantes que Vélez Sarsfield e Estudiantes de La Plata, o Huracán é considerado o sexto maior clube da Argentina, atrás de Boca, River, San Lorenzo, Independiente e Racing. O clube do Parque Patricios ficou em quarto no último Campeonato Argentino e garantiu vaga nesta Copa Libertadores.

O Cruzeiro enfrentou o Huracán na Copa Libertadores de 2015 e não conseguiu vencer. O time argentino bateu a Raposa por 3 a 1, em Buenos Aires. Ábila marcou dois gols. Na volta, no Mineirão, segurou o empate em 0 a 0.

A grande fase de Ábila despertou o interesse do Cruzeiro. A Raposa se propôs a pagar US$ 4,2 milhões por 50% dos direitos econômicos do jogador, além de ter concordado comprar a outra metade por US$ 4 milhões, totalizando US$ 8,2 milhões. Como não conseguiu recurso financeiro para honrar o compromisso e foi notificado pela Fifa, o Cruzeiro acabou entrando em acordo para repassar Wanchope ao Boca e ficar com apenas 15% dos direitos do atleta.


DEPORTIVO LARA

Barquisimeto, Venezuela
Fundação: 2 de julho de 2009
Estádio: Metropolitano de Fútbol de Lara
Títulos da liga nacional: 1

O Deportivo Lara é o clube mais jovem que disputará esta edição da Copa Libertadores, com fundação datada em julho de 2009. A equipe surgiu para manter o estado de Lara com um representante na elite do futebol venezuelano, logo após o encerramento das atividades do Guaros, outro clube da cidade de Barquisimeto.

Mesmo jovem, o Deportivo Lara já demonstrou que tem grandes ambições: conquistou o Campeonato Venezuelano de 2012. Os sonhos poderiam ser maiores não fosse a situação calamitosa que vive a Venezuela. A inflação no país já ultrapassou 1.000.000%. Quase metade da população vive em condição de pobreza, segundo organizações estrangeiras. A ONU prevê que o êxodo venezuelano para outros países vai chegar a 5,3 milhões em 2019.

Esta será a terceira Copa Libertadores do Lara, que, anteriormente, disputou a competição em 2013 e 2018. Na última edição da Copa Libertadores, o clube levou 7 a 2 do Corinthians, demonstrando a sua fragilidade.

Contra venezuelanos, o Cruzeiro jamais foi derrotado. O time já enfrentou Caracas (3 vitórias e 1 empate), Deportivo Itália (3 vitórias e 1 empate), Galícia (3 vitórias), Mineros de Guayana (2 vitórias) e Portuguesa (2 vitórias).


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
19/01 - 21h05 [2 coment.]
Cruzeiro vence Guarani, em Divinópolis, na estreia do Mineiro 2019 

19/01 - 08h28 [0 coment.]
Toque di Letra - Com reajuste, Mineiro pagará R$ 38,5 milhões 

18/01 - 19h21 [0 coment.]
Primeira Liga fora do calendário de 2019 teve morte anunciada 

18/01 - 17h11 [0 coment.]
Cruzeiro divulga numeração fixa para 2019 com a ´10` sem dono 

18/01 - 07h59 [0 coment.]
Cruzeiro divulga preços de ingressos para jogo contra Patrocinense 

18/01 - 06h36 [0 coment.]
Cruzeiro é eliminado nos pênaltis na Copa SP de Juniores 2019 

17/01 - 19h49 [0 coment.]
Cruzeiro tem dois suspensos para a estreia no Mineiro´19 

17/01 - 18h31 [0 coment.]
Campeão da Copa do Brasil pode receber 70 milhões em premiação 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® 1999-2019 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster