Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** AZUL ESCURO - O Filme. Seu Lúcio e a história do cruzeirenses de Novo Airão (AM) ***

 Atualizado em 19-02-19 18h23min  |  Fonte: Portal UAI |  Qtd Leituras: 177
Cruzeiro deve terceirizar equipe de futebol feminino em 2019


O Cruzeiro deverá, até janeiro de 2019, apresentar sua equipe feminina de futebol. A modalidade é exigência da Conmebol para que clubes participem da Copa Libertadores da América. Em entrevista ao Superesportes, o vice-presidente de futebol do clube celeste, Itair Machado, explicou que o time deverá ser ´terceirizado`.

´O Marcone (Barbosa) é o gerente de futebol. Deleguei esse assunto a ele, que está conversando com possíveis parceiros. O Cruzeiro pretende terceirizar. O Cruzeiro tem um problema grave, que é o espaço físico. Não temos um espaço físico em Belo Horizonte para atender as demandas da disputa do feminino`, afirmou o dirigente.

A reportagem procurou Marcone Barbosa, gerente de futebol. Segundo ele, houve dez reuniões para tratar do tema, mas o martelo ainda não foi batido. Marcone, contudo, assegurou: em 2019, o Cruzeiro terá um elenco feminino apto a disputar todas as competições.

´Temos dois modelos: o primeiro é o Cruzeiro fazer de forma direta, com recursos próprios. O segundo é fazer por meio de parcerias. Ainda não definimos como será a formatação, mas já houve reuniões tanto com interessados em parcerias para desenvolver o projeto quanto com profissionais especializados em conduzir de maneira direta. O que a norma diz é que a gente tem que ter uma equipe a partir de 2019 em condições de disputar as competições. Vamos cumprir o que é exigido pela Fifa e pela Conmebol`.

Marcone preferiu não revelar os nomes dos interessados em firmar parceria com o Cruzeiro, porém afirmou ter conversado com três clubes. Como as propostas seguem em aberto, não há definição sobre locais de treinamento e jogos.

Regulamento da Conmebol

Em seu estatuto publicado em 2016, a Conmebol explica o passo a passo para os clubes postulantes às vagas nas competições sul-americanas a partir de 2019. Segundo a entidade, além de uma ´primeira equipe`, o interessado deve ter ao menos um elenco de categoria de base. Há ainda a necessidade de fornecer infraestrutura para a prática desportiva. O regulamento permite a realização de parcerias, como pretende o Cruzeiro.

´O solicitante (à licença) deverá ter uma primeira equipe feminina ou associar-se a um clube que possua o mesmo. Além do mais, deverá ter pelo menos uma categoria juvenil feminina ou associar-se a um clube que possua. Em ambos os casos, o solicitante deverá prover de suporte técnico e todo o equipamento e infraestrutura (campo de jogo para a disputa de jogos e treinos) necessária para o desenvolvimento de ambas as equipes em condições adequadas. Finalmente, se exige que ambos os times participem de competições nacionais e regionais autorizadas pela respectiva associação membro`.

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
18/02 - 07h07 [3 coment.]
Cruzeiro tem atuação pífia e não consegue vencer o América-MG  

17/02 - 09h05 [0 coment.]
Sada Cruzeiro vira contra o Campinas e lidera Superliga 18/19 

16/02 - 18h24 [0 coment.]
Mano destaca as 5 partidas mais marcantes dentre as 200 pelo Cruzeiro 

16/02 - 07h32 [0 coment.]
Itair Machado, vice de futebol, cala-se sobre denúncia do MP 

15/02 - 19h16 [0 coment.]
Marco Antônio, meia do Sub20 renova contrato por 4 temporadas 

14/02 - 18h43 [0 coment.]
MP oferece denúncia contra Itair Machado por suposta ameaça de morte 

13/02 - 12h11 [0 coment.]
Caio, meia de destaque na Copinha, celebra contrato de 5 temporadas 

12/02 - 09h37 [4 coment.]
Profissionais opinam sobre empréstimo de R$ 300 Millhões do Cruzeiro 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® 1999-2019 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster