Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***

 Atualizado em 17-12-18 17h02min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 595
Cruzeiro joga sua 8a final em busca do hexa na Copa do Brasil


O Cruzeiro inicia nesta quarta-feira sua oitava final de Copa do Brasil em busca do hexa. Campeão em 1993, 1996, 2000, 2003 e 2017 e finalista em 1998 e 2014, o time celeste enfrentará o Corinthians, detentor de três títulos (1995, 2002 e 2009), às 21h45, no Mineirão, pela primeira partida da decisão. O confronto de volta será no dia 17, no mesmo horário, na Arena Corinthians.

Será a terceira final em que o Cruzeiro será mandante na ida. Em 1996, houve empate por 1 a 1 diante do Palmeiras, no Mineirão, e vitória no segundo jogo, no Palestra Itália, por 2 a 1. Em 1998, contra o mesmo Verdão, a sorte não foi a mesma: triunfo em BH, por 1 a 0, e revés em São Paulo, por 2 a 0. Nas demais conquistas e até mesmo no revés para o Atlético, em 2014, o Cruzeiro disputou o duelo de volta diante de sua torcida.

No confronto de logo mais, o Cruzeiro tentará quebrar o incômodo tabu de não ter vencido uma vez sequer no Mineirão na edição de 2018 da Copa do Brasil. Nas oitavas de final e na semifinal, o time empatou com Atlético-PR e Palmeiras, respectivamente, por 1 a 1. Nas quartas de final, o revés para o Santos por 2 a 1 levou a briga pela vaga para os pênaltis. Graças ao brilho do goleiro Fábio, responsável por três defesas, e ao índice de 100% de aproveitamento no tiro livre de 11 metros, a equipe comandada por Mano Menezes fez 3 a 0. Em contrapartida, o Cruzeiro triunfou três vezes longe de BH: Atlético-PR (2 a 1), Santos (1 a 0) e Palmeiras (1 a 0).

A final da Copa do Brasil colocará frente a frente duas gerações de treinadores. De um lado estará o experiente Mano Menezes, de 56 anos, bicampeão do torneio nacional (2009 e 2017) e perto de iniciar sua quarta final. Em sua segunda passagem pelo Cruzeiro, iniciada em julho de 2016, o gaúcho completará 181 jogos à frente do clube, igualando-se a Matturio Fabbi, técnico do Palestra Itália de 1928 a 1938. Por sua vez, o ainda novato Jair Ventura, de 39 anos, almeja o primeiro título como profissional. Ele chegou ao Parque São Jorge no início de setembro substituindo Osmar Loss e montou a formação que eliminou o Flamengo nas semifinais.

Dentro de campo, o Cruzeiro conta com boa parte da base campeã de 2017, como o goleiro Fábio, os zagueiros Dedé e Leo, os volantes Henrique e Lucas Silva e os meias Robinho, Thiago Neves e Rafinha. Os demais titulares – o lateral-direito Edilson, o lateral-esquerdo Edílson e o atacante Hernán Barcos – também celebraram o gosto de faturar o torneio nacional.

´É sempre novo, independentemente do que você vivenciou. Tudo tem que ser feito novamente, esta é a melhor forma para concretizar o título. Por mais que tenha quase 20 anos como profissional, várias situações, vários jogos, várias decisões, é algo novo que você fica com a expectativa para que o jogo comece, fica com frio na barriga`, disse o goleiro Fábio.

´A gente sonhou isso desde garoto, a gente quer esse ambiente, a gente vai vivenciar isso tanto no Mineirão quanto na Arena. E a expectativa sempre foi como se fosse a primeira vez. É aproveitar ao máximo e agradecer`, completou o camisa 1, que também integrou o grupo campeão da edição de 2000.

Cruzeiro favorito?

Justamente por ter um elenco mais rodado, com mais opções e que recebeu mais investimentos para 2018, o Cruzeiro entra nessa decisão com maior responsabilidade de levantar a taça. O trabalho longevo de Mano reforça esse cenário. Caberá aos celestes superar a recente eliminação nas quartas de final da Libertadores para o Boca Juniors.

Além do título, estão em jogo para o Cruzeiro a reorganização financeira, já que o título valerá mais R$ 50 milhões no caixa, e a volta à fase de grupos da Libertadores em 2019. No Campeonato Brasileiro, o time é o nono, com 37 pontos, oito a menos que o Atlético, último integrante da zona de classificação para o torneio continental.

As ausências cruzeirenses neste duelo serão o atacante Sassá, expulso contra o Palmeiras na semifinal, e o meia Arrascaeta, convocado para amistosos da Seleção Uruguaia na contra Coreia do Sul, em Seul (12/10), e Japão, em Saitama (16/10). A diretoria celeste ainda tentará o retorno do meia ao Brasil a tempo da segunda partida, no dia 17, mas a chance é remota.

Corinthians

Assim como o Cruzeiro, o Corinthians foi campeão estadual. Por outro lado, entrou como coadjuvante na Copa Libertadores (caiu nas oitavas para o Colo Colo), no Brasileiro (é o 11º) e na Copa do Brasil. Chegar à decisão chegou a surpreender até ao torcedor mais otimista. Em crise financeira, o clube perdeu peças importantes ao longo do ano, entre elas o técnico campeão brasileiro em 2017, Fábio Carille, e sofre com a escassez de peças. Um eventual título sobre o Cruzeiro seria o fim de ano mais que sonhado pelos torcedores.

As novidades do Corinthians no Mineirão serão as voltas de Fagner à lateral direita e de Gabriel ao meio-campo, no posto de Douglas, suspenso. O setor ofensivo será formado por Romero, Jadson e Mateus Vital; além do atacante Clayson.


ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

Jogos: 85

Vitórias: 26
Empates: 21
Derrotas: 38

Saldo: -12

Gols marcados: 96
Gols sofridos: 115
Saldo: -19

Partida mais recente (Jogo 85)
Corínthians 2 x 0 Cruzeiro - 25/07/2018
Brasileiro
Arena Corínthians - São Paulo (SP)


CURIOSIDADES

Na Copa do Brasil

Cruzeiro e Corinthians se enfrentaram em cinco outras edições da Copa do Brasil, em 1991, 1996, 1998, 2002 e 2016. A Raposa levou a melhor em três destes confrontos e a equipe paulista em dois.

1991 – oitavas de final
Corinthians 3 x 1 Cruzeiro – Pacaembu, São Paulo-SP
Cruzeiro 0 x 1 Corinthians – Independência, Belo Horizonte-MG
Classificado: Corinthians

1996 – quartas de final
Cruzeiro 4 x 0 Corinthians – Independência, Belo Horizonte-MG
Corinthians 3 x 2 Cruzeiro – Pacaembu, São Paulo-SP
Classificado: Cruzeiro

1998 – quartas de final
Cruzeiro 3 x 1 Corinthians – Mineirão, Belo Horizonte-MG
Corinthians 1 x 1 Cruzeiro – Pacaembu, São Paulo-SP
Classificado: Cruzeiro

2002 – oitavas de final
Corinthians 2 x 2 Cruzeiro – Morumbi, São Paulo-SP
Cruzeiro 2 x 3 Corinthians – Mineirão, Belo Horizonte-MG
Classificado: Corinthians

2016 – quartas de final
Corinthians 2 x 1 Cruzeiro – Arena Corinthians, São Paulo-SP
Cruzeiro 4 x 2 Corinthians – Mineirão, Belo Horizonte-MG
Classificado: Cruzeiro

Em Minas Gerais

Os dois times se enfrentaram 40 vezes no estado de Minas Gerais, em Belo Horizonte, Sete Lagoas (2), Ipatinga (1), Uberlândia (1) e Varginha (1), com 17 vitórias da equipe mineira, 7 empates e 16 derrotas. O Cruzeiro marcou 52 gols e levou 48.

Em Belo Horizonte

As duas equipes se enfrentaram 35 vezes em Belo Horizonte, nos estádios Mineirão (31 jogos) e Independência (4), com 14 vitórias de cada lado e 7 empates. A Raposa fez 48 gols e sofreu 45.

No Mineirão

Houve 31 confrontos no Mineirão, dos quais a equipe celeste venceu 13, empatou 7 e perdeu 11, com 42 gols feitos e 39 sofridos.

Principais Artilheiros

6 gols – Marcelo Ramos
4 gols – Dirceu Lopes
3 gols – Alecsandro, Evaldo, Ramón Abila e Tostão
2 gols – Alcides, Bentinho, De Arrascaeta, Fábio Júnior, João Carlos, Joãozinho, Kelly,
Leonardo, Nelinho, Palhinha (1996), Robinho e Valdo
1 gol – Anselmo Ramon, Bruno Rodrigo, Célio Lúcio, Charles, Cláudio Adão, Cleison, Dagoberto, Deivid, Edenílson, Edilson, Édson, Edu, Ezequiel, Fred, Geovanni, Gilberto, Hamilton, Henrique, Heyder, Jonathan, Jorge Wagner, Jussiê, Kléber, Marcelo Djian, Martinez, Martinuccio, Maurinho, Moisés, Montillo, Muller, Natal, Nonato, Orlando, Paulão, Paulo Isidoro, Piazza, Rafael Sobis, Rafinha, Ramon Menezes, Roberto Batata, Roberto César, Roberto Gaúcho, Sérgio Manoel, Sorín, Viveros, Wallyson e Willian


FICHA TÉCNICA


CRUZEIRO X CORINTHIANS

Motivo: Partida de Ida (First Leg) - Copa do Brasil - FINAL
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: quarta-feira, 10 de outubro de 2018
Horário: 21h45

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA/RS)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha Matos (FIFA/BA) e Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA/GO)
Árbitro de vídeo: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)

Prováveis escalações:

CRUZEIRO - Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos. Técnico: Mano Menezes

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Gabriel; Romero, Jadson e Mateus Vital; Clayson. Técnico: Jair Ventura

(*) Com conteúdo de Cruzeiro Site Oficial / Superesportes/UAI

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

 estrelado campeao | Ubá  | 10-10-18 13h38min
Pra cima deles Cruzeiro. Postura tem que ser mais ousada que contra o Boca. Fazer o resultado aqui, para lá poder administrar.
 pyxis | BHZ | 10-10-18 14h44min
Pois eu estou passando mal...
Leio que:
1) administrar resultado
2) Arrascaeta não faz falta
3) Vamos vencer de 3
e outras sandices... passo mal... deixa eu me concentrar... volto depois do jogo.
 estrelado campeao | Ubá  | 10-10-18 15h55min
kkkkkk. Falo em administrar o segundo jogo Evandro. O primeiro temos que ir pra cima e abrir vantagem. Com Arrascaeta seria muito mais fácil. Ele é o craque do time. Não o TN 30 . Ele que decidiu a Copa do Brasil 2017 em favor do Cruzeiro. Sem o gol dele não teríamos vencido nas penalidades. Ele que decidiu contra o Emplumado(gol no Indepa e primeiro gol na Toca 3). Ele é o cara.
 estrelado campeao | Ubá  | 10-10-18 15h56min
E a CBF me marca a decisão em cima da data FIFA. Vai vendo.
 Twitter 

 Notícias   rss
16/12 - 07h54 [0 coment.]
Sada Cruzeiro bate Sesc (RJ) por 3 a 1 em um grande jogo no Riachão 

15/12 - 13h22 [0 coment.]
Cruzeiro avalia aquisição de direitos se atletas da categoria Sub 20 

14/12 - 18h17 [0 coment.]
Família Vicintin compra clube de futebol da 3s divisão em Portugal 

13/12 - 23h02 [0 coment.]
Cruzeiro Master disputará torneio internacional em janeiro de 2019 

12/12 - 23h57 [0 coment.]
Sada Cruzeiro faz 3 a 0 no Taubaté e recupera-se na Superliga 18/19 

11/12 - 13h52 [0 coment.]
Major eleito pelo PSL avançará no projeto pelo fim das organizadas 

10/12 - 21h47 [0 coment.]
Wagner Pires de Sá, recebe título de cidadão honorário de BH 

09/12 - 08h39 [0 coment.]
Sada Cruzeiro derrota Minas TC pela Superliga Masculina 18/19 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster