Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***

 Atualizado em 16-07-18 03h20min  |  Fonte: Superesportes - UAI |  Qtd Leituras: 181
Balanço dos atletas do Cruzeiro atuando por outras equipes no mundo


Com posse de direitos econômicos de mais de 80 jogadores, o Cruzeiro emprestou alguns a clubes brasileiros e europeus. Os desempenhos são 'mistos': enquanto uns emplacaram por suas equipes, outros não conseguiram tanto espaço. Veja, abaixo, um resumo sobre os jogadores cedidos pela Raposa.

No exterior

Gabriel Xavier (meia)

Está no Nagoya Grampus, do Japão, desde julho de 2017. Em sua primeira temporada, marcou sete gols e contribuiu com 14 assistências, ajudando a equipe a subir da segunda para a primeira divisão japonesa. Por conta do ótimo desempenho, Gabriel Xavier trocou a camisa 44 pela de número 10. Ainda ganhou um carro Toyota de presente.

Em 2018, o Nagoya Grampus faz péssima campanha na J-League: é o lanterna (18º), com apenas nove pontos em 15 jogos. Gabriel disputou 12 partidas pela competição e marcou quatro gols, além de ter contribuído com cinco assistências. Ele, portanto, participou de mais de 60% dos tentos assinalados pela equipe.

O Nagoya tem até 1º de janeiro de 2019 para exercer a totalidade da compra dos direitos econômicos. Conforme apurou o Superesportes, o 'passe' do meio-campista está estipulado em 3,5 milhões de dólares (R$ 13 milhões). O Cruzeiro detém a participação em 32,5% - US$ 1,13 milhão, ou R$ 4,18 milhões na cotação deste domingo, 17/6/2018.

Vale ressaltar que os US$ 300 mil do empréstimo de Gabriel Xavier pagos pelo Nagoya Grampus ao Cruzeiro não estão 'diluídos' nos 3,5 milhões de dólares. Ainda assim, os japoneses tentam um 'desconto' na aquisição definitiva do jogador.


Joel (atacante)

Chegou ao Marítimo-POR em janeiro e logo assumiu a titularidade. Em 15 jogos no Campeonato Português, marcou nove gols e deu duas assistências. Sua equipe encerrou a competição na sétima posição, com 47 pontos.

O bom desempenho em Portugal despertou a atenção dos gigantes do país, Porto, Sporting e Benfica. Porém, nenhuma proposta oficial foi enviada ao Cruzeiro. Como tem acordo por mais um ano com o Marítimo (junho de 2019), o clube português precisaria ser consultado em eventual transferência.

De qualquer forma, a Raposa espera lucrar com o camaronês, pois detém 50% de seus direitos econômicos. O restante está dividido entre Londrina e investidores.

Joel tem contrato com o Cruzeiro até 13 de junho de 2020.


Bruno Ramires (volante)

Fez 20 jogos pelo Moreirense, de Portugal, em 2017/2018: 17 no Campeonato Português, dois na Taça de Portugal e um na Taça da Liga. Além de jogar por 90 minutos em apenas sete ocasiões, o volante não marcou gol e nem deu assistência.

Para 2018/2019, Bruno Ramires negociou transferência para o Marítimo, mas a equipe de Portugal desistiu da contratá-lo. De acordo com o presidente maritimista, o volante fez exigências financeiras antes da assinatura do contrato que desagradaram o clube e não deverá permanecer no Marítimo.


Caicedo (zagueiro)

Vencido contrato de empréstimo com o Barcelona de Guayaquil, do Equador, nesta terça-feira (19/6). Como o clube equatoriano não deverá exercer o direito de compra, o Cruzeiro estuda propostas de times mexicanos. Tigres e Tijuana já teriam manifestado o interesse no defensor de 26 anos.

Caicedo, de 1,80m, disputou 16 partidas pelo Barcelona-EQU em 2018. Seu contrato com a Raposa vai até 31 de dezembro de 2021. Houve ainda um imbróglio na Fifa, pois o Independiente del Valle, ex-clube do zagueiro, cobrou da direção cruzeirense o pagamento de US$ 3,3 milhões pela compra dos direitos econômicos.


No Brasil

Alex (meia)

Inicialmente, iria para o Londrina, mas o Atlético-PR 'atravessou' o negócio e contratou o jovem de 21 anos. No Campeonato Paranaense, ele marcou um gol em nove partidas. No Campeonato Brasileiro, acabou não sendo aproveitado até aqui.

O Atlético-PR, inclusive, 'relegou' Alex para a equipe de aspirantes. Ele jogou por 26 minutos no empate por 2 a 2 com o Santos, dia 5 de junho, na Arena da Baixada.


Bryan (lateral-esquerdo)

Jogou 17 partidas no primeiro trimestre, mas uma lesão muscular o fez ser substituído aos 38 minutos do duelo com o Bragantino, em 15 de março, pela Copa do Brasil. Desde então, Bryan não voltou a atuar. Quem vem atuando na lateral esquerda é Jeferson, emprestado pela Ponte Preta até dezembro.

Bryan tem contrato com o Cruzeiro até maio de 2019.


Fabrício Bruno (zagueiro)

Emprestado pela Chapecoense pelo segundo ano seguido, o zagueiro de 22 anos fez apenas nove jogos na temporada, com um gol marcado. Por conta de uma lesão no púbis, está sem atuar desde fevereiro. A previsão do departamento médico da Chape é que Fabrício Bruno regresse aos gramados em outubro.

Em 2017, Fabrício fez 43 partidas e marcou um gol com a camisa do clube catarinense.


Judivan (atacante)

Afastado dos gramados por dois anos e cinco meses em virtude de grave lesão nos ligamentos do joelho esquerdo, o atacante disputou três jogos pelo Cruzeiro na reta final da temporada 2017 e apenas um em 2018. Por conta da forte concorrência no setor de ataque, ele acabou emprestado ao América, onde recebeu mais oportunidades no Campeonato Brasileiro. Utilizado em sete partidas, Judivan não contabilizou nenhum gol. Seu contrato com a Raposa vai até dezembro de 2020.


Mayke (lateral-direito)

Reserva no elenco do Palmeiras, Mayke ainda pertence ao Cruzeiro, com o qual tem contrato até dezembro de 2020. Em 2018, o lateral-direito fez apenas seis jogos, sendo cinco como titular, ficando à sombra do também mineiro Marcos Rocha, do Atlético, cedido ao Verdão até dezembro.

Mayke integrou o elenco do Cruzeiro bicampeão brasileiro em 2013 e 2014. Cria das categorias de base da Raposa, o lateral disputou 145 jogos, marcou três gols e deu 24 assistências pelo clube.


Renato Kayser (atacante)

Foi contratado pela diretoria do Cruzeiro como aposta de mercado, após se destacar pelo Tupi no Campeonato Mineiro de 2018 (cinco gols em 11 jogos). O clube celeste o repassou ao Atlético-GO, que disputa a Série B do Brasileiro. Até aqui, Renato Kayser fez sete partidas (cinco entre os titulares) e não balançou a rede.


Thonny Anderson (meia)

Campeão brasileiro e da Supercopa Sub-20 pelo Cruzeiro, em 2017, o meia-atacante foi emprestado ao Grêmio em 2018 e tem sido bastante utilizado pelo técnico Renato Gaúcho. Até aqui, fez 20 partidas – oito no Estadual, duas na Copa do Brasil, cinco no Brasileiro e cinco na Libertadores –, com três gols marcados. O bom futebol apresentado por ele no Sul fez a imprensa local considerá-lo revelação.

O acordo costurado entre Cruzeiro e Grêmio é alvo de críticas de alguns torcedores. A diretoria cruzeirense repassou 30% dos direitos econômicos do meia-atacante aos gaúchos como parte da compensação pela contratação do lateral-direito Edilson. O outro jogador envolvido na transação foi o também meia-atacante Alisson, que até construiu história de respeito pela Raposa – 168 partidas, 23 gols, 25 assistências e quatro títulos (Campeonato Brasileiro de 2013 e 2014; Copa do Brasil de 2017; Campeonato Mineiro de 2014).

Caso queira adquirir mais 40% dos direitos de Thonny Anderson e mantê-lo em definitivo no elenco, o Grêmio precisará desembolsar R$ 500 mil.



PROMOÇÃO - CRUZEIRO.ORG

Comente no site e ganhe UM ingresso (Setor Amarelo Superior)

Libertadores 2018

Cruzeiro x Flamengo
29/8 (quarta-feira), às 21h45
Mineirão

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

 pyxis | BHZ | 26-06-18 11h01min
Há muitos anos... eu diria que desde o início da década de 90, o Cruzeiro trabalha co QUANTIDADES e não com qualidade.
Lembro que as últimas ações exitosas foram a contratação do atacante Charles, goleiro Dida e do Ronaldo para a base.
De lá pra cá, muita quantidade, pirotecnia, diversionismos e cortinas de fumaça, começando por aquele ´troca-troca` 5-em-1 com o SPFW ...
O lema tem sido, há mais de VINTE ANOS, ... os fins justificam os meios ...
cont . . .
 pyxis | BHZ | 26-06-18 11h04min
. . .
Títulos foram ótimos...
Mas até quando viveremos com matérias como esta?
Não tem como ´culpar` a mídia tendenciosa... é a realidade
Se colocarmos numa balança os custos com estas contratações nos últimos 25 anos, e a relação retôrno técnico e financeiro não é possível que o torcedor não chegue à conclusão que tem muita coisa errada.
Aí vejo torcedor fazendo sua ´seleção` desde 1966 e deixa de fora Tostão, Piazza, Dirceu... ACABOU !!!
 _vitor | Vitoria | 27-06-18 00h58min
Cruzeiro deveria olhar com mais atenção o caso do Alex, emprestar pra outro time. Esquecer o menino lá no time de aspirantes do Atlético-pr é sacanagem. Tem tanto pereba que faz sucesso em mercados menores e rende uma graninha..
 Twitter 

 Notícias   rss
12/07 - 17h38 [1 coment.]
Simon é notificado pelo Sada Cruzeiro por não ter se apresentado 

12/07 - 06h03 [1 coment.]
Cruzeiro atua melhor mas cede empate contra o Corínthians (SP) 

11/07 - 19h30 [4 coment.]
Sub 20 estreia no Brasileiro da categoria com vitória fora de casa 

11/07 - 18h15 [1 coment.]
Sub 15 é vice campeão na Copa 2 de Julho, disputada na Bahia 

10/07 - 22h36 [1 coment.]
Raul Plassmann visita Reduto Celeste nos EUA e emociona torcedores 

10/07 - 17h33 [4 coment.]
Cruzeiro confirma a contratação do atacante Hernán Barcos 

09/07 - 18h17 [1 coment.]
Atletismo é bicampeão na Corrida Internacional 9 de julho em RR 

08/07 - 12h55 [2 coment.]
Cruzeiro contrata lateral Gustavo, ex-Remo, para reforçar a base 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster