Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***

 Atualizado em 20-06-18 14h27min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 337
Cruzeiro enfrenta Racing lutando por liderança e vantagem na Lib´18

Virtualmente classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores, o Cruzeiro tenta garantir nesta terça-feira, diante do Racing, às 21h30, no Mineirão, a liderança do Grupo 5. De olho na vantagem de decidir o duelo da próxima fase dentro de casa e contra equipes teoricamente menos complicadas, Mano Menezes poupou jogadores no clássico com o Atlético, no último sábado, para ter força máxima diante dos argentinos. Uma vitória simples basta para a Raposa alcançar o objetivo. La Academia, por sua vez, precisa de um empate para seguir na ponta.

Mano Menezes terá dois retornos importantes para este compromisso. Recuperados de dores, o lateral-direito Edilson e o meia Thiago Neves ficam à disposição do treinador. Ainda não há confirmação, no entanto, se ambos começam jogando ou se serão opções no banco de reservas. O primeiro não atua desde a goleada por 7 a 0 sobre a Universidad de Chile, em 26 de abril, enquanto o segundo entrou em campo pela última vez na vitória por 1 a 0 contra o Botafogo, no dia 6 de maio.

Em entrevista coletiva na véspera da partida, Neves disse que está preparado, mas não necessariamente para atuar por 90 minutos. ´Estou bem melhor (fisicamente). Um pouco de medo ainda pela panturrilha, é um lugar complicado. Se romper, vou ficar um longo período parado, por isso que de vez em quanto vou no campo, faço um movimento ou outro que incomoda e preciso voltar. Agora vamos ver o que o Mano vai fazer. Eu falei que quero jogar. Não sei se estou preparado para jogar os 90 minutos, o time está com pegada muito forte, mas quero ficar à disposição, estar preparado. Estou motivado para jogar e, se precisar, estou pronto`, garantiu o meia, ausente nas vitórias sobre Sport e Atlético-PR e na derrota para o Atlético.

Se não terá muitas alterações em relação ao time titular que emplacou invencibilidade de seis partidas desde a goleada contra La U, a escalação do Cruzeiro será bem diferente daquela derrotada por 4 a 2 no primeiro jogo com o Racing na Libertadores. Pelo menos cinco jogadores que estiveram naquele compromisso não serão utilizados por Mano Menezes entre os 11 principais nesta terça: o goleiro Rafael, os zagueiros Manoel e Murilo, o volante Ariel Cabral e o atacante Fred. Fábio, Dedé, Leo, Lucas Silva e Sassá são os substitutos. Com exceção de Fred, ainda no departamento médico, todos as mudanças são por opções técnicas.

Toda essa atmosfera de decisão ganhará ainda mais significado com as arquibancadas do Mineirão tomadas por cruzeirenses. A última parcial indicou mais de 45 mil torcedores garantidos antecipadamente no Gigante da Pampulha. Se o número for confirmado nesta terça-feira, será o recorde de público entre brasileiros na Libertadores de 2018. Até aqui, o melhor índice é do Grêmio. O Tricolor levou 42.076 pagantes à Arena na vitória por 5 a 0 sobre o Cerro Porteño.

Racing

Em Belo Horizonte desde a tarde do último domingo, o Racing não tem nenhuma indefinição para enfrentar o Cruzeiro. O técnico Eduardo Coudet confirmou que Lisandro López, recuperado de lesão, estará entre os titulares no Mineirão. Ao lado de sua comissão técnica, o comandante visitou o Gigante da Pampulha na véspera do confronto para conferir o estado do gramado. Ele comandou atividade na Cidade do Galo também nessa segunda-feira. Os desfalques são o zagueiro Leonardo Sigali, o lateral-direito Renzo Saraiva e o volante Nery Domínguez, todos machucados.


CURIOSIDADES

Na Libertadores da América

Cruzeiro e Racing estão se enfrentando pela primeira vez pela Copa Libertadores da América. No jogo de ida, houve vitória da equipe argentina por 4 x 2.

No Mineirão

As duas equipes se enfrentaram cinco vezes em Belo Horizonte, todas elas no Mineirão, com quatro vitórias da Raposa e um empate. O Cruzeiro marcou 11 gols e sofreu apenas um.

Artilheiros contra o Racing

3 gols – Lima (1971)
2 gols – Paulo Isidoro (1999), Roberto Gaúcho e Robson
1 gol – André Luiz, Boiadeiro, Charles (1992), Cris, De Arrascaeta, Dirceu Lopes, Djair, Evaldo, Heyder, Luiz Fernando Flores, Muller, Roberto Batata e Robinho

Confrontos Decisivos

Cruzeiro e Racing já se enfrentaram em quatro confrontos decisivos e cada equipe saiu vencedora em dois deles. Nas duas decisões de títulos que disputaram entre si, cada time saiu vencedor uma vez. O Racing foi campeão da Supercopa de 1988 e o Cruzeiro ficou com o título da Supercopa de 1992. As outras duas vezes em que se cruzaram em confrontos decisivos foram pelas oitavas de final da Supercopa de 1990, em que o Racing se classificou, e pela semifinal da Copa Master de 1992, com a Raposa ficando com a vaga na final.

FINAL

- Supercopa 1988
13/06/88 – Racing 2 x 1 Cruzeiro (Juan Perón, em Avellaneda-ARG)
18/06/88 – Cruzeiro 1 x 1 Racing (Mineirão, em Belo Horizonte-MG)
Campeão: Racing

- Supercopa 1992
18/11/92 – Cruzeiro 4 x 0 Racing (Mineirão, em Belo Horizonte-MG)
25/11/92 – Racing 1 x 0 Cruzeiro (El Cilindro, em Avellaneda-ARG)
Campeão: Cruzeiro

SEMIFINAL

- Copa Master 1992
29/05/92 – Racing 1 x 1 Cruzeiro (José Amalfitani, em Buenos Aires-ARG)
Pênaltis: Cruzeiro 3 x 1
Classificado: Cruzeiro

OITAVAS DE FINAL

- Supercopa 1990
25/10/1990 – Cruzeiro 1 x 0 Racing (Mineirão, em Belo Horizonte-MG)
07/11/1990 – Racing 1 x 0 Cruzeiro (José Amalfitani, em Buenos Aires-ARG)
Pênaltis: Racing 4 x 2
Classificado: Racing


ESTATÍSTICAS

Número de jogos 13
Vitórias do Cruzeiro 7
Empates 2
Derrotas 4
Saldo de vitórias 3

Gols do Cruzeiro 22
Gols de Racing 11
Saldo de gols do Cruzeiro 11

Jogo mais recente

Racing 4 x 2 Cruzeiro - 27/02/2018





FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO X RACING

Motivo: 6ª rodada do Grupo 5 da Copa Libertadores
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 22 de maio de 2018 (terça-feira), às 21h30
Árbitro: Andrés Rojas (COL)
Assistentes: Alexander Gusman e Eduardo Diaz (COL)

CRUZEIRO - Fábio; Lucas Romero (Edilson), Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Rafinha, Thiago Neves (Robinho) e Arrascaeta; Sassá. Técnico: Mano Menezes.

RACING - Juan Musso; Ivan Pillud, Miguel Barbieri, Alejandro Donatti e Alexis Soto; Diego González; Frederico Zaracho, Neri Cardozo e Ricardo Centurión; Lisandro López e Lautaro Martínez. Técnico: Eduardo Coudet.

(*) Com conteúdo de Cruzeiro Site Oficial / Cruzeiropedia.Org / Superesportes/UAI


/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

 pyxis | BHZ | 22-05-18 14h29min
Tenho medo desta mídia... e de torcedores teleguiados...
´praticamente classificado` não é,nunca foi e nunca será CLASSIFICADO.
Espero que o Mano e jogadores entendam isto...
 pyxis | BHZ | 23-05-18 01h41min
Um jogo que poderia ser fácil...
quase todo mundo jogou Muito bem.
Não se perde gols como perdemos numa Libertadores.
Como o Mano tira este Bruno Silva da cartola... precisamos disso ?
 Twitter 

 Notcias   rss
18/06 - 07h33 [0 coment.]
Mano Menezes adquire status de mais longevo treinador da Série A 

17/06 - 08h55 [0 coment.]
Sub-15 e Sub-17 vencem o Funorte e seguem na ponta do Mineiro 

17/06 - 07h00 [0 coment.]
Sub-20 retoma liderança e garante classificação no Mineiro´18  

16/06 - 18h51 [0 coment.]
Inter-temporada para recuperar Thiago Neves, David e Egídio 

15/06 - 21h14 [0 coment.]
Cruzeiro poderá ter, até o fim de agosto, um jogo a cada três dias  

15/06 - 21h09 [0 coment.]
Cruzeiro enfrentará Corinthians (SP) nos dias 4 e 11 de julho 

14/06 - 22h07 [0 coment.]
Mano admite queda de produção e critica defesa por gol sofrido 

14/06 - 21h42 [0 coment.]
Léo é homenageado com camisa comemorativa pelos 300 jogos 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster