Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***

 Atualizado em 20-07-18 01h47min  |  Fonte: Superesportes - UAI |  Qtd Leituras: 336
Estratégias e conteúdo para cruzeirenses nas redes sociais


Não necessariamente ele é o 'estagiário', aquele personagem que faz as publicações do Cruzeiro e conversa com o torcedor nas redes sociais, mas certamente está sempre por perto.

Na verdade, embora não tente atrair nenhum holofote, é a cabeça por trás de toda estratégia de conteúdo digital do clube. Contratado no início do ano para liderar um departamento até então inexistente na Toca da Raposa, André Luiz Araújo deixou a estabilidade na Fiat para encarar o desafio de mudar a linguagem do Cruzeiro na internet e aumentar o engajamento, até então muito longe dos números alcançados por adversários brasileiros.

Em entrevista ao Superesportes, o jornalista diz o que representou alcançar 100 mil internautas inscritos no canal oficial do Cruzeiro no Youtube depois de fechar 2017 com pouco mais de 65 mil assinantes. André também explica o fim do sócio 'Cruzeiro Digital', criado em 2017 para tirar conteúdo do público comum, na contramão de tudo que os adversários faziam, para oferecer exclusivamente ao sócio. Ele também falou sobre a reestruturação da equipe, a ideia da criação de novas seções, como 'Resenha' e a websérie 'La Bestia', e detalhou o projeto do novo site oficial do clube. O gerente revelou que o novo espaço na web terá tradução completa para outras duas línguas.

Veja a entrevista completa com André Luiz Araújo, gerente de conteúdo do Cruzeiro:

UAI - O que representa chegar aos 100 mil inscritos no Youtube e qual o segredo? Qual a estratégia?

André Araújo - Em 2016, o canal do Cruzeiro no Youtube tinha 22 mil inscritos. Ao final de 2017, terminamos o ano com 66 mil inscritos. A gente cresceu 44 mil inscritos em 2017. Em 2018, em três meses, crescemos 40 mil, o que representa 89% de crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Conseguimos isso com conteúdo diferenciado, que aproxima o torcedor do jogador, ou a série de resenha, que aproxima dos ídolos. Essa aproximação tem resultado no meio digital e isso vai para a arquibancada. Claro que também são várias ações, time jogar bem, eventos, etc. Estratégia fora campo, encabeçada pelo Marco, com marketing, sócio, evento, tudo aproxima o torcedor do clube. E isso tem resultado.A tendência de conteúdo é estruturar melhor as seções. Estamos trabalhando para apresentar a grade de conteúdo, ainda estamos fechando. Vai ficar cada vez mais fácil entender o papel das redes sociais e outras redes que a gente usa.

UAI -Porque o fim do sócio Cruzeiro Digital?

André Araújo - A gente resolveu analisar os nossos canais e o atual cenário. Analisamos que, neste momento, não estamos preparados para esse ter esse canal, esse sócio digital. O Marco (Antônio Lage, vice-presidente executivo) passou o desafio de estar próximo do torcedor, de utilizar uma linguagem próxima dele e que produza engajamento para ele ficar com a gente nessa caminhada em 2018. A gente percebeu que, dentre os canais, a gente precisava trabalhar de forma mais intensa os canais públicos, Facebook, Twitter, Instagram e Youtube. Era um passo importante para cumprir esse objetivo, a ala de conteúdo ficar mais próxima do torcedor. No segundo momento, podemos caminhar para um serviço mais qualificado, a partir da estruturação da nossa equipe, para atender um sócio para ele ter conteúdo diferenciado. Mas não é esse momento.

UAI - Há uma mudança na linguagem do conteúdo apresentado nas redes sociais?

André Araújo - A gente vem mudando a linguagem. O Cruzeiro não fala mais sobre ele em terceira pessoa, agora é primeira pessoa. Esse foi o primeiro passo. O Cruzeiro interage mais com os torcedores e queremos escutar o torcedor de forma eficiente. Nossa razão de ser é o torcedor. Trazer conteúdo é o nosso objetivo. O Twitter do sócio do futebol é muito SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) do sócio, mas não impede de trazer outros conteúdos. Já no perfil oficial do Cruzeiro no Twitter, são dúvidas mais gerais. A gente pensa nas diferenças dos canais, são 17, entre audiovisual, redes... Cada canal tem seu público, missão e jeito de fazer. Trabalhamos numa Estratégia 360 graus. É Cruzeiro 360 graus.

UAI - Como funcionou a reestruturação da equipe de conteúdo? São novos colaboradores?

André Araújo - Não existia uma área de conteúdo no Cruzeiro. Existia um pedaço de rede social no marketing e do site na assessoria de imprensa. O Marco veio e criou a área de conteúdo, que produz materiais para o torcedor, que é nossa alma, nosso direcional. A gente faz conteúdo para o torcedor. Temos parceiros que precisamos ativar de alguma forma, mas o conteúdo é para o torcedor e cada vez será mais para o torcedor. Trouxemos alguns profissionais de audiovisual, mas a equipe ainda está em estruturação. Queremos trazer conteúdo digital, que engaje e sem esquecer a forma de ativar. Quando falamos de conteúdo, é substituir as publicidades por conteúdos do Cruzeiro. Se a marca vier a ter alguma ativação, esse conteúdo vai ser do Cruzeiro com a eventual presença de marca. Vamos pensar cada vez mais conteúdo do Cruzeiro.

UAI - De onde surgiu a ideia para a produção dos conteúdos diferentes, como o documentário La Bestia, por exemplo?

André Araújo - A gente ainda está longe de ser o ideal e o que a torcida merece. Estamos estruturando o papel certinho dos canais. Vamos apresentar os conteúdos novos nos canais. As seções são úteis para criar engajamento e interatividade. Por isso o Netflix faz tanto sucesso com as séries, por exemplo. A gente ainda vai ter séries com ídolos, com pessoas das (categorias) de base, dia a dia dos atletas, materiais com o Raposão e Raposinho, seções de torcida. Tudo isso o torcedor pode esperar.

UAI - E as histórias dos profissionais 'invisíveis' antes dos vídeos de bastidores dos jogos?

André Araújo - O objetivo é sempre aproximar o torcedor do clube. Qualquer filme, quando você assiste, seriado, evento, que seja, geram muita curiosidade sobre como as coisas são feitas. Nós unimos o útil ao agradável. A aproximação do torcedor do clube, porque ele quer saber, ele vê o Mano, mas não sabe que tem equipe grande por trás para tomar decisões e preparar os jogadores.

UAI - Sabemos que há o projeto do novo site. A torcida costuma pedir muito, também. Ele está para sair?

André Araújo - Eu já era consumidor dos produtos do Cruzeiro bem antes de vir para cá. O site era uma angústia para mim. Tem um tipo de conteúdos que os torcedores não aceitam, não é interativo, nem o visual. O que vamos fazer, estamos trabalhando e muito em breve vai sair do papel. É um site totalmente novo, responsivo, que aceite as diversas plataformas. É também interativo, compartilhável em redes sociais e que leva o Cruzeiro a um lugar que ele não está hoje. Teremos um site em português, em espanhol, porque é importante ser visto lá fora. Não é aceitável jogar uma Copa Libertadores e não ter conteúdo em espanhol. Querer ser visto no exterior e não ter em inglês. E não queremos igual outros clubes, com três matérias traduzidas. Sou especialista em tradução, tenho pós-graduação nessa área, e não aceito pouco material em outros idiomas. Queremos tudo com tradução.

UAI - Fala-se muito sobre compra de seguidores pelos clubes. Como o Cruzeiro pensa isso?

André Araújo - Aqui no Cruzeiro a gente pensa muito sério que o engajamento nas redes sociais acontece quando o conteúdo é interessante, interativo e de qualidade. Quando a gente junta essas três coisas, os números de seguidores vão aumentar, o engajamento vai aumentar. É natural. A gente acredita que não precisa comprar seguidores. Temos estratégias para aumentar a forma de divulgação e nenhuma delas envolve compra de seguidores. Uma das coisas que acredito é que tenhamos conteúdo transmídia. Cada plataforma tem um perfil de seguidores, um tipo de conteúdo. Eles são complementares, mas não são os mesmos. Precisamos de uma história, um jogo, por exemplo. Ele vai ser trabalhado de formas diferentes no Facebook, Twitter, Instagram.


Números das redes sociais do Cruzeiro

Twitter
2017 - 1.853.149
2018 - 1.959.715

Facebook
2017 - 2.820.550
2018 - 3.025.745

Instagram
2017 - 567.200
2018 - 634.571

YouTube
2017 - 66.621
2018 - 106.732

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

No h comentrios para esta notcia.

 Twitter 

 Notcias   rss
19/07 - 07h32 [0 coment.]
Cruzeiro enfrenta América-MG em busca de recuperação no Br´18 

18/07 - 21h14 [0 coment.]
Cruzeiro poderá ter, até o fim de agosto, um jogo a cada três dias  

18/07 - 19h38 [0 coment.]
Em meio a polêmicas com o Sada Cruzeiro, Simon está na Itália 

17/07 - 14h52 [1 coment.]
Cruzeiro garantiu R$ 5,4 mi e pode ganhar 'bolada' na Copa do Brasil 

17/07 - 12h43 [3 coment.]
Mano é ironizado por sua avaliação dos 44 mil no Mineirão 

17/07 - 10h03 [1 coment.]
Pentacampeão, Cruzeiro completa 150 jogos pela Copa do Brasil 

17/07 - 08h57 [2 coment.]
Arrascaeta se iguala a Willian em artilharia na 'era novo Mineirão 

17/07 - 08h35 [1 coment.]
Torcida do Cruzeiro registra maior público em oitavas da CopaBr 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster