Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***

 Atualizado em 21-09-18 18h50min  |  Fonte: Superesportes - UAI |  Qtd Leituras: 748
Cruzeiro X Argentinos: Títulos, vitórias marcantes e decepções

O termo em castelhano ´los cinco grandes` é utilizado na Argentina para designar os maiores clubes de futebol do país. Somando tradição, títulos e tamanhos de torcida, a lista não deixa nenhuma dúvida quanto aos integrantes: Boca Juniors, River Plate, Independiente, Racing e San Lorenzo. Há uma eterna discussão sobre quem seria o sexto grande. Tal condição postulada por Estudiantes, Vélez Sarsfield, Newell’s Old Boys, Rosario Central e Huracán. Mas aí é outra história...

Embora tenham ocorrido vários jogos por torneios como Supercopa, Copa Master e Mercosul, o Cruzeiro nunca encarou o Racing pela Copa Libertadores da América. O debute desse duelo na maior competição do continente acontecerá às 21h30 desta terça-feira, no estádio Presidente Perón, conhecido como El Cilindro, em Avellaneda (ARG). A partir do momento em que a bola rolar na Argentina, a Raposa já terá enfrentado todos os gigantes do país ´hermano` na Libertadores.

Dos 148 jogos disputados pelo Cruzeiro na competição, 18 foram diante dos grandes argentinos. E o retrospecto geral aponta equilíbrio: são oito vitórias celestes, três empates e sete derrotas. Levando em consideração apenas os jogos na Argentina, a equipe mineira ganhou duas vezes, empatou uma e perdeu cinco.

Sem dúvidas, a maior vitória aconteceu no terceiro jogo da final de 1976, no dia 30 de julho, quando o Cruzeiro se sagrou campeão da Libertadores pela primeira vez ao bater o River Plate. O gol de Joãozinho aos 43min do segundo tempo garantiu o triunfo estrelado por 3 a 2, no estádio Nacional de Santiago, no Chile. Nelinho e Eduardo marcaram os outros tentos celestes, enquanto Oscar Mas e Urquisa fizeram os gols do River.

Em 1994, mais uma página heroica e imortal foi escrita na história do Cruzeiro. No dia 16 de março, o goleiro Dida se transformou num verdadeiro paredão e segurou o 0 a 0 no primeiro tempo do jogo contra o Boca Juniors, no La Bombonera, pela fase de grupos. Na etapa final, uma bela cobrança de falta do lateral-direito Paulo Roberto Costa aos 14min abriu caminho para a vitória celeste. Roberto Gaúcho ampliou a vantagem aos 27min. No fim, Acosta fez o gol de honra do Boca (2 a 1), que amargava a quarta derrota em casa contando todas as participações em Libertadores.

Mas o mesmo Boca Juniors havia sido anos antes algoz cruzeirense pela competição. Em 1977, os xeneizes venceram a final da Libertadores nos pênaltis, por 5 a 4, depois de empate sem gols no tempo normal. A terceira partida da final aconteceu em 14 de setembro, no estádio Centenário, em Montevidéu (URU). Já em 2008, o Boca voltou a impor sua força no confronto válido pelas oitavas de final e ganhou os dois jogos por 2 a 1, no La Bombonera e no Mineirão.

Em 2014 e 2015, o Cruzeiro amargou eliminações nas quartas de final da Libertadores para San Lorenzo e River Plate. Esta última gerou um sentimento forte de decepção nos torcedores, pois o time havia vencido a partida de ida no Monumental de Núñez, por 1 a 0, porém foi goleado na volta por 3 a 0, no Mineirão.

Já contra o Independiente, o Cruzeiro deixou escapar grande chance de disputar a final da Libertadores de 1975. O time celeste poderia perder por 2 a 0 ou 3 a 1 a partida de encerramento do triangular da semifinal, mas acabou goleado por 3 a 0, em Avellaneda. O resultado fez os Rojos avançarem pelo saldo de gols, deixando a Raposa e o Rosario Central para trás. O time argentino ganhou a competição ao bater na decisão a Unión Española, do Chile.

Outros adversários argentinos

O Cruzeiro enfrentou, ao todo, 14 clubes argentinos. E criou uma espécie de rivalidade com alguns fora da lista dos cinco grandes, casos de Estudiantes (algoz na final da Copa Libertadores de 2009) e Vélez Sarsfield (adversário da decisão da Supercopa de 1996). Contabilizando amistosos e competições oficiais, a Raposa encarou também Argentinos Juniors, Atlético Tucumán, Belgrano, Chacarita Juniors, Huracán, Rosario Central e San Martín.

No geral, foram 97 partidas contra times argentinos. O Cruzeiro ganhou 49, empatou 14 e perdeu 34. São 134 gols pró e 123 contra.

CRUZEIRO CONTRA OS CINCO GRANDES DA ARGENTINA:

Jogos: 64
Vitórias: 35
Empates: 9
Derrotas: 20
Gols marcados: 91
Gols sofridos: 85

Libertadores

Jogos: 18
Vitórias: 8
Empates: 3
Derrotas: 7
Gols marcados: 22
Gols sofridos: 21


BOCA JUNIORS

Libertadores

Jogos: 7
Vitórias: 3
Empates: 1
Derrotas: 3
Gols marcados: 7
Gols sofridos: 7

1977: Boca conquistou o primeiro título da Copa Libertadores
1994: Cruzeiro venceu os dois confrontos da fase de grupos
2008: Boca Juniors se classificou nas oitavas de final

Geral

Jogos: 14
Vitórias: 6
Empates: 3
Derrotas: 5
Gols marcados: 16
Gols sofridos: 14


RIVER PLATE

Libertadores

Jogos: 5
Vitórias: 3
Derrotas: 2
Gols marcados: 9
Gols sofridos: 8

1976: Cruzeiro conquistou o primeiro título da Libertadores
2015: River Plate se classificou nas quartas de final

Geral

Jogos: 14
Vitórias: 10
Derrotas: 4
Gols marcados: 24
Gols sofridos: 13

1991: Cruzeiro conquistou a Supercopa da Libertadores
1998: Cruzeiro conquistou a Recopa Sul-Americana (final disputada em 1999)


INDEPENDIENTE

Libertadores

Jogos: 2
Vitórias: 1
Derrotas: 1
Gols marcados: 2
Gols sofridos: 3

1975: Independiente se classificou na semifinal da Libertadores (formato triangular)

Geral

Jogos: 15
Vitórias: 9
Empates: 1
Derrotas: 5
Gols marcados: 21
Gols sofridos: 17


RACING

Libertadores: nenhum jogo

Geral

Jogos: 12
Vitórias: 7
Empates: 2
Derrotas: 3
Gols marcados: 20
Gols sofridos: 7

1988: Racing conquistou a Supercopa da Libertadores
1992: Cruzeiro conquistou a Supercopa da Libertadores


SAN LORENZO

Libertadores

Jogos: 4
Vitórias: 1
Empates: 2
Derrotas: 1
Gols marcados: 4
Gols sofridos: 3

2008: Cruzeiro venceu em casa (3 a 1) e empatou fora pela fase de grupos (0 a 0)
2014: San Lorenzo se classificou nas quartas de final da Copa Libertadores

Geral

Jogos: 9
Vitórias: 3
Empates: 3
Derrotas: 3
Gols marcados: 10
Gols sofridos: 9


Principais títulos dos cinco grandes do futebol argentino

Boca Juniors

Mundial de Clubes – 3 (1977, 2000 e 2003)
Copa Libertadores – 6 (1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007)
Copa Sul-Americana – 2 (2004 e 2005)
Supercopa da Libertadores – 1 (1989)
Recopa Sul-Americana – 4 (1990, 2005, 2006 e 2008)
Copa Master da Supercopa – 1 (1992)
Copa Ouro – 1 (1993)
Campeonato Argentino – 32 títulos
Copa da Argentina – 12 títulos

River Plate

Mundial de Clubes – 1 (1986)
Copa Libertadores – 3 (1986, 1996 e 2015)
Copa Sul-Americana – 1 (2014)
Supercopa da Libertadores – 1 (1997)
Recopa Sul-Americana – 2 (2015 e 2016)
Campeonato Argentino – 36 títulos
Copa da Argentina – 9 títulos

Independiente

Mundial de Clubes – 2 (1973 e 1984)
Copa Libertadores – 7 (1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984)
Copa Sul-Americana – 2 (2010 e 2017)
Supercopa da Libertadores – 2 (1994 e 1995)
Recopa Sul-Americana – 1 (1995)
Campeonato Argentino – 16 títulos
Copa da Argentina – 6 títulos

Racing

Mundial de Clubes – 1 (1967)
Copa Libertadores – 1 (1967)
Supercopa da Libertadores – 1 (1988)
Campeonato Argentino – 17 títulos
Copa da Argentina – 12 títulos

San Lorenzo

Copa Libertadores – 1 (2014)
Copa Sul-Americana – 1 (2002)
Copa Mercosul – 1 (2002)
Campeonato Argentino – 15 títulos
Copa da Argentina – 1 título

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

No h comentrios para esta notcia.

 Twitter 

 Notcias   rss
20/09 - 03h35 [12 coment.]
Insólita expulsión por medio del VAR 

19/09 - 12h45 [1 coment.]
Cruzeiro enfrenta seu grande rival na Libertadores, na Argentina  

17/09 - 21h03 [2 coment.]
Cruzeiro embarca para enfrentar Boca Juniors sem Arrascaeta 

17/09 - 18h14 [1 coment.]
Cruzeiro apresenta a lista dos jogadores na sequência da Lib´18 

17/09 - 09h22 [0 coment.]
Atletismo consegue bons resultados na Europa e em provas no Brasil 

17/09 - 08h26 [4 coment.]
Atlético Mineiro emite nota de repúdio a cântico de sua torcida 

17/09 - 07h45 [2 coment.]
Cruzeiro empata com rival, atuando com seus jogadores reservas 

16/09 - 18h30 [0 coment.]
Sada Cruzeiro é superado pelo Fiat Minas no tie-break 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster