Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO
COMENTE E COMPARTILHE AS NOTÍCIAS E COLUNAS DO CRUZEIRO.ORG e concorra a ingressos para o jogo contra o Sport(PE) no próximo domingo

 Atualizado em 17-08-17 01h01min  |  Fonte: Superesportes/GloboEsporte.Com |  Qtd Leituras: 754
Cruzeiro vence Murici por 2 a 0 e abre vantagem na Copa do Brasil

Um gol de cabeça do zagueiro Manoel e uma finalização rasteira do centroavante Ramón Ábila garantiram a vitória do Cruzeiro sobre o Murici-AL, por 2 a 0, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. A jogada aérea e algumas tabelas foram as soluções encontradas pelo clube celeste, que sentiu muitas dificuldades para trocar passes no gramado do Estádio José Gomes da Costa, em Murici, no interior de Alagoas. Tanto que o Murici, segundo o Footstats, teve 61% de posse de bola - algo pouco comum para um time pequeno contra uma equipe de grande porte.

Apesar de não ter mostrado um futebol de qualidade, o Cruzeiro manteve a invencibilidade em 2017, chegou a 11 vitórias em 12 jogos e abriu vantagem sobre o Murici-AL no mata-mata. As equipes se reencontram na próxima quarta-feira, às 21h45, no Mineirão. A expectativa é que a Raposa jogue melhor num gramado qualificado e diante de seus torcedores.

Antes de pensar novamente na Copa do Brasil, o Cruzeiro terá um clássico pela frente. No domingo, às 16h, o oponente será o América, no Independência. O duelo valerá pela sétima rodada do Campeonato Mineiro, competição em que os comandados de Mano Menezes ocupam a vice-liderança, com 16 pontos.

O jogo

Com apenas dois titulares poupados - o lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o armador Robinho -, o Cruzeiro entrou em campo contra o Murici-AL com o objetivo de encaminhar um placar confortável. Só que o clube celeste esbarrou nas condições ruins do gramado do Estádio José Gomes da Costa e teve dificuldades para criar. O lance mais perigoso ocorreu aos 12min, quando Thiago Neves bateu da entrada da área e exigiu boa defesa do goleiro Dias. No mais, muitos passes errados e escorregões em campo - o próprio Thiago foi ´vítima` da grama e tropeçou no momento em que se preparava para dar assistência a Arrascaeta.

Acostumado ao campo, o Murici viu que poderia produzir jogadas importantes e passou a tocar a bola. Quem ditava o ritmo da equipe era Júnior Murici - que já passou pelas divisões de base da Raposa. Aos 28min, o camisa 8 deu bom passe para Deysinho, que ajeitou a bola e chutou forte, exigindo grande defesa de Rafael. Enquanto os alagoanos continuaram tranquilos na etapa inicial e até arrancaram aplausos dos torcedores, o Cruzeiro cometeu equívocos na saída de bola e esteve longe de mostrar o entrosamento dos confrontos anteriores.

O técnico Mano Menezes não mexeu na equipe no intervalo. E na volta para o segundo tempo, o clube celeste continuou inoperante e atacando apenas em lances isolados. Mano, então, acionou dois jogadores: Rafinha e Elber. O segundo, que contou com torcida especial - os familiares viajaram 84 quilômetros de Passo de Camaragibe, sua terra natal, até Murici -, sofreu falta na lateral de campo aos 27min. Esse lance mudou a história da partida. Thiago Neves cruzou fechado em direção à pequena área e encontrou Manoel livre para cabecear firme em direção às redes: 1 a 0.

Mesmo com o 1 a 0, o Cruzeiro só foi ensaiar uma tabela de qualidade na reta final do segundo tempo. E o argentino Ramón Ábila, por vezes rotulado como jogador de pouca mobilidade, desvencilhou-se da marcação adversária e recebeu assistência de Rafinha. Cara a cara com o goleiro Dias, o camisa 9 - que estava em campo há apenas quatro minutos - bateu rasteiro e fechou o placar no interior de Alagoas: 2 a 0.

MURICI-AL 0X2 CRUZEIRO

MURICI-AL
Dias; Paulo Sérgio (João Paulo, no intervalo), Cláudio, Edson Veneno e Patrick; Edvaldo Rambo, Guêba, Júnior Murici e Deysinho; Alexandre (Alexandro, aos 13min do 2ºT) e Kattê (Tarcísio, aos 13min do 2ºT)
Técnico: Roberval Davino

CRUZEIRO
Rafael; Ezequiel, Leo, Manoel e Fabrício; Henrique, Ariel Cabral, Thiago Neves e Alisson (Rafinha, aos 16min do 2ºT); Arrascaeta (Elber, aos 26min do 2ºT); Rafael Sobis (Ramón Ábila, aos 39min do 2ºT)
Técnico: Mano Menezes

Gols: Manoel, aos 27min, e Ramón Ábila, aos 43min do 2ºT (CRU)
Cartões amarelos: Edvaldo Rambo, aos 7min, Cláudio, aos 22min do 2ºT (MUR); Ezequiel, aos 34min do 2ºT (CRU)
Motivo: jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil
Estádio: José Gomes da Costa, em Murici-AL
Data: quarta-feira, 8 de março de 2017
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (BF-RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (CBF-RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (CBF-RS)

ATUAÇÕES (GloboEsporte.Com)

Ariel Cabral alia técnica e raça para comandar o Cruzeiro em Murici (AL).
Manoel e Thiago Neves também tiveram bom desempenho diante do Murici

Ariel Cabral
Aliando raça e técnica, se adaptou rapidamente às condições precárias do gramado para comandar a vitória do Cruzeiro. Nota: 8,0

Manoel
Cumpriu bem as obrigações defensivas e teve tempo para abrir o caminho da vitória com um belo gol de cabeça. Nota: 7,5

Thiago Neves
Pela primeira vez, jogou os 90 minutos de uma partida, com a camisa do Cruzeiro. Lutou contra o gramado e fez o que pôde para ajudar. Nota: 7,0

AS NOTAS:
Rafael [GOL]: 6,5
Ezequiel [LAD]: 7,0
Léo [ZAG]: 7,0
Manoel [ZAG]: 7,5
Fabrício [LAE]: 5,5
Ariel Cabral [VOL]: 8,0
Henrique [VOL]: 7,0
Arrascaeta [MEI]: 6,5
(Elber [MEI]): 6,5
Thiago Neves [MEI]: 7,0
Alisson [MEI]: 5,5
(Rafinha [MEI]): 6,5
Rafael Sobis [ATA]: 7,0
(Ramón Ábila [ATA]): 7,0

/elo


Banda Help

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

 pyxis | BHZ | 09-03-17 11h13min
Jogo feio e com a maioria os jogadores fazendo atuações abaixo da crítica. O time foi equilibrado mas abaixo do necessário contra um adversário voluntarioso, que fazia o ´jogo da sua vida` mas que não passa de um time fraco e que usa das péssimas condições do estádio, para a prática de futebol profissional, para obter resultados mais favoráveis. Ao contrário do que disse o Mano, este time não deve oferecer nenhum perigo no Mineirão, ou então o Mano é INCOMPETENTE.
 pyxis | BHZ | 09-03-17 11h18min
Dando um desconto para o péssimo pasto e o discurso do Mano...
Melhor em campo: Ariel Cabral
Pior em campo: Ezequiel
Herói do jogo: Manoel
Vilão do jogo: Fabrício
Minhas notas: Rafael(7); Ezequiel(3), Leo(4,5), Manoel(5), Fabrício(3,5), Henrique(4), ACabral(7,5), TNeves(5), Alisson(6,5), Rafinha(4); Arrascaeta(3,5), Elber(4), RSobis(5,5), RÁbila(6). Mano Menezes(3).
 fabio velame | Governador Valadares | 09-03-17 20h30min
temporada 2017. Mesmo com esse gramado que era um pasto, achava que o time poderia ter se apresentado melhor. O Mano continua em sua saga de queimar o Ábila, dessa vez o argentino marcou (bom para o Cruzeiro e pra ele tbm).
 fabio velame | Governador Valadares | 09-03-17 20h34min
Faltou algumas palavras no início do texto anterior. Foi a pior partida do Cruzeiro na temporada 2017. O melhor do jogo fica difícil escolher, mas eu voto no Cabral.
 Supercopa92 | N�o definido | 10-03-17 10h07min
Preciso que me expliquem uma coisa: Por que o Ábila é um jogador “sacaneado” pelo técnico? Os outros que só entram no segundo tempo ou nem ficam no banco de reserva também não o são?
 Twitter 

 Notícias   rss
16/08 - 13h53 [6 coment.]
Cruzeiro x Grêmio: O maior confronto de times copeiros do Brasil  

16/08 - 12h58 [1 coment.]
Números fazem Grêmio e Cruzeiro os ´donos` da Copa do Brasil 

16/08 - 11h43 [0 coment.]
Cruzeiro expande negócios internacionais com futebol de base 

16/08 - 10h38 [0 coment.]
Cruzeiro x Sport (PE): Ingressos à venda para Sócios do Futebol 

15/08 - 12h40 [6 coment.]
Zezé Perrella anuncia intenção em ser presidente do Conselho 

15/08 - 07h31 [2 coment.]
Vicintin abre o jogo sobre política, DM, diretoria e futuro 

14/08 - 09h29 [1 coment.]
Vinte anos atrás a América do Sul ficava colorida de azul e branco 

13/08 - 16h37 [2 coment.]
Cruzeiro perde para São Paulo com a contribuição da arbitragem 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster