Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Blog | Charges | Colunistas | Competições | Especiais | Fórum | No Mundo | Notícias | Quem Somos | Serviços | Torcedor do Futuro 

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***
Cruzeiro.Org - 25 anos

01-04-06 22h54min  | Competições
Mineiro 2006 - Cruzeiro 1 x 1 Ipatinga

Com o 1 x 1 no 1º jogo da final mineira, Raposa tem de vencer no Vale do Aço, enquanto o Tigre joga por outro empate.

Cruzeiro e Ipatinga só empatam pela final

Por Pelé.Net

Em jogo bastante movimentado e com boas chances de gol, Cruzeiro e Ipatinga ficaram no empate em 1 x 1, nesta Quarta-feira, no Mineirão, pela primeira partida da decisão do Campeonato Mineiro. Os dois voltam a jogar no próximo domingo, no Estádio Ipatingão, no Vale do Aço, quando será conhecido o campeão mineiro de 2006.

Como fez a melhor campeão na primeira fase, o Ipatinga joga por outro empate para sagrar-se bicampeão mineiro. O Cruzeiro, que terminou em segundo lugar na fase eliminatória, precisa vencer fora de casa para conquistar o título estadual.

Os dois gols saíram no primeiro tempo. O Ipatinga começou melhor a partida e abriu placar aos 20min, com o atacante Camanducaia. O Cruzeiro reagiu e chegou ao empate com Gil, aos 39min. A torcida compareceu em bom número no Mineirão (mais de 35 mil pagantes).

Mesmo jogando fora de casa e sendo bastante pressionado pelo Cruzeiro, o Ipatinga manteve uma invencibilidade de 22 jogos, sendo 15 vitórias e sete empates. A última derrota do Tigre ocorreu em 22 de outubro do ano passado, quando perdeu para o América de Natal, pela Série C do Brasileiro.

Batizados de "matriz" e "filial", por causa da parceria que mantém desde o ano passado, Cruzeiro e Ipatinga disputam a decisão estadual pela segunda vez seguida. Apesar de imperar o clima ameno entre as diretorias, o técnico Paulo César Gusmão e o presidente Itair Machado trocaram "alfinetadas" pela imprensa.

No ano passado, Cruzeiro e Ipatinga chegaram à final com campanhas diferentes. Enquanto a Raposa fez a melhor campanha e jogava por dois resultados iguais, o Tigre foi o segundo colocado e decidiu o título em Belo Horizonte. Após empatar em 1 x 1 no Ipatingão, o time do Vale do Aço venceu a equipe da Toca por 2 x 1, em pleno Mineirão.

Este ano, a história se inverteu. O Ipatinga terminou a fase classificatória em primeiro lugar e conquistou a vantagem de jogar por dois resultados iguais, além de decidir em casa. O Cruzeiro chegou em segundo lugar e, ao contrário de 2005, fará o segundo jogo longe de Belo Horizonte.

Nas semifinais, o Cruzeiro passou pelo rival Atlético. Após empatar em 2 x 2, no primeiro clássico, o time celeste derrotou o Galo por 2 x 0. O Ipatinga eliminou o América-MG com duas vitórias: 3 x 2, no Independência, e 3 x 1, no Ipatingão.

O jogo

O primeiro tempo no Mineirão foi marcado pelo equilíbrio e por um confronto aberto, com as duas equipes jogando para a frente. O Ipatinga começou melhor a partida, dominou os donos da casa e conseguiu abrir o placar. Incentivado pela torcida, que passou a pedir "raça" ao time, o Cruzeiro passou a jogar melhor, empatou o jogo e teve chance de ampliar.

O Ipatinga mostrou um bom toque de bola desde o início e envolveu o adversário, criando oportunidades para marcar e sem se intimidar com a torcida adversária. Por outro lado, o Cruzeiro iniciou a partida errando muitos passes e se perdendo na armação das jogadas.

A insistência do Tigre surtiu efeito aos 20min de bola rolando. O volante Léo Silva fez boa jogada e tocou para Camanducaia, que saiu livre e bateu na saída de Fábio. A partir daí, o Cruzeiro acordou e partiu para cima do Ipatinga, mudando o panorama do jogo.

Depois de pressionar bastante, a Raposa chegou ao empate aos 39min. Jonathan tabelou com Francismar e tocou para Gil, que, dentro da pequena área, só escorou a bola para o fundo das redes. Cinco minutos depois Élber teve a chance de ampliar. Após cruzamento de Wagner, artilheiro cabeceou para fora, desperdiçando grande chance.

No segundo tempo, as duas equipes voltaram com propostas diferentes. Precisando da vitória em casa, o Cruzeiro manteve o ritmo forte e partiu para cima do adversário. O Ipatinga optou por administrar o empate e passou a jogar mais na defesa, limitando-se a marcar o time da capital.

No final, a partida ganhou lances de emoção que contribuíram para a qualidade do confronto. As duas equipes criaram boas chances para marcar, e o placar poderia ter sido outro não fosse os erros de finalização.

CRUZEIRO 1 X 1 IPATINGA

Cruzeiro - Fábio; Jonathan (Luizinho), André Leone, Edu Dracena e Anderson; Diogo, Fábio Santos, Francismar e Wagner (Diego); Gil e Élber. Técnico: Paulo César Gusmão

Ipatinga - Rodrigo Posso; Leandro Salino, Willian, Teco e Marinho Donizetti; Paulinho, Léo Silva (André), Léo Medeiros (Jaílton) e Walter Minhoca; Camanducaia (Cristian) e Diego Silva. Técnico: Ney Franco

Data: 29/3/2006 - quarta-feira
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Público: 35.495 pagantes
Renda: R$ 290.220
Árbitro: Alício Pena Júnior (FIFA/MG)
Cartões amarelos: Francismar, André Leone (Cruzeiro); Diego Silva, Léo Silva (Ipatinga)
Gols: Camanducaia, aos 20min, Gil, aos 39min do primeiro tempo.


Classificação da Rodada

Aqui você fica sabendo como ficou a classificação da competiçao após a rodada.



Arquivo Cruzeiro.org

Se você não acompanhou a transmissão ao Vivo pelo Cruzeiro.org ou quer rever como foi mais esta partida do Cruzeiro.
Clique no link abaixo e relembre cada lance da partida, de acordo com a narração exclusiva Cruzeiro.Org. Somente Cruzeiro.Org leva para a Maior Torcida de Minas Gerais.Arquivo ao vivo

  Colunas 
22/03/2020 | Evandro Oliveira
Torcedor Cibernético - Idiossincrasias e Idiotices

09/03/2020 | Evandro Oliveira
Torcedor Cibernético – A Ficha não caiu

02/01/2020 | Voz da Arquibancada
A Ítaca Eterna e Azul de Homero

26/12/2019 | Voz da Arquibancada
Carta Aberta ao Cruzeiro

14/12/2019 | Jorge Schulman
River e Cruzeiro: meus dois amores “rebaixados”

 Últimas notícias 
04/04 - 07h08 [1 coment.]
COLAPSO: Emílio Brandi retira sua candidatura às eleições de maio 

03/04 - 22h42 [1 coment.]
COLAPSO: Condomínio de credores pode assumir direitos de atletas 

03/04 - 21h04 [1 coment.]
COVID-19: Presidente da CBF anuncia isenção de taxas para clubes 

03/04 - 05h44 [1 coment.]
COVID-19: Cabulosas participam da campanha de combate à pandemia 

02/04 - 16h32 [1 coment.]
COLAPSO: Núcleo Gestor apresenta relatório de 100 dias de ações 

 Torcedor do Futuro 

Giovana

Olá Mundo Azul!
Sou a Giovana, nasci em janeiro de 2006.
Três meses depois que nasci já comemorava um titúlo conquistado pelo Cruzeiro.
É CHATO!!!!
Meus primos e tios avisaram que ia ser assim.
>> Mais Torcedores

Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster