Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Blog | Charges | Colunistas | Competições | Especiais | Fórum | No Mundo | Notícias | Quem Somos | Serviços | Torcedor do Futuro 

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***
Cruzeiro.Org - 25 anos

20-02-06 11h52min  | Competições
Mineiro 2006 - Cruzeiro 1 x 1 América-MG

Cruzeiro desperdiça a oportunidade de garantir vaga à semifinal do Mineiro, mas se mantém na liderança.

Cruzeiro empata e segue líder e invicto

Por Pelé.Net

Cruzeiro e América-MG fizeram um clássico equilibrado na maior parte do tempo, neste domingo, no Mineirão, em que o time de Paulo César Gusmão não conseguiu confirmar o favoritismo e a superioridade técnica de seus jogadores em relação à equipe do estreante Flávio Lopes. Os dois camisas 9 deixaram suas marcas e o jogo terminou empatado, em 1 x 1, com gols de Élber e Washington.

O primeiro tempo terminou 0 x 0 e foi nivelado por baixo. A etapa final apresentou uma melhoria dos dois times. O Cruzeiro começou melhor nessa fase, quando Élber abriu o marcador e deu a impressão de que o time celeste conseguiria ampliar a vantagem. O América, no entanto, conseguiu equilibrar novamente a situação e chegou ao empate com o gol de Washington.

O empate manteve a invencibilidade do Cruzeiro e também a liderança da competição, com 18 pontos, ao lado do Ipatinga, mas com vantagem no saldo de gols. A igualdade no clássico, no entanto, impediu que a Raposa chegasse aos 20 pontos, número indicado pelos matemáticos como o mínimo para se garantir a classificação entre os quatro semifinalistas.

O resultado não foi dos melhores para o América, que passou a 10 pontos, mas continua fora da zona de classificação para a etapa seguindo do Mineiro. O empate, pelo menos, evitou que o Coelho sofresse a terceira derrota seguida, já que vinha de resultados negativos para Atlético e Volta Redonda, este em jogo válido pela Copa do Brasil. O time americano, que estreou o técnico Flávio Lopes, precisará de vencer três e empatar um dos seus quatro últimos jogos para continuar com chances de classificação.

Cruzeiro e América darão um tempo no Mineiro para voltarem suas atenções à Copa do Brasil. A Raposa estréia na competição nacional, na próxima quarta-feira, em Manaus, diante do Nacional, e tentará uma vitória por dois ou mais gols de diferença para evitar a partida de volta. Já o Coelho recebe o Volta Redonda, no mesmo dia, no Independência, e uma vitória por 1 x 0, leva o time à fase seguinte do certame, já que o Voltaço ganhou por 2 x 1. Pelo Mineiro, o Cruzeiro enfrenta a Caldense, e o Coelho pega o Uberlândia.

O jogo

A primeira etapa começou com o América-MG surpreendendo o Cruzeiro em função de um posicionamento mais ofensivo, que não lembrava em nada a forma que o time atuou, domingo passado, no clássico com o Atlético, quando perdeu por 1 x 0 e houve a demissão de José Maria Pena. O Coelho não se limitava a defender, tanto que no primeiro minuto de jogo houve um lance polêmico na área celeste: Jonilson derrubou o atacante americano Washington, mas o árbitro Rogério Pereira da Costa não assinalou o pênalti.

Nos primeiros 15 minutos de partida, os destaques foram os dois laterais-direitos. Michel, que está emprestado pelo Cruzeiro ao América, e o jovem Jonathan, que ganhou a concorrência de Luizinho, pela primeira vez no banco celeste, eram os responsáveis pelos ataques mais perigosos dos seus times. Aos 5min, Michel, por duas vezes seguidas, ameaçou o gol de Fábio. Dois minutos depois, Jonathan serviu a Gil, que bateu com perigo, para fora.

Aos poucos, o Cruzeiro foi se impondo sobre o adversário, conseguindo recuperar mais bolas e levando perigo ao gol americano. Aos 15min, o zagueiro Edu Dracena passou a Júlio César, que bateu de esquerda, para fora. Aos 21min, Francismar acertou bom chute, obrigando o veterano goleiro Gilberto a fazer boa defesa e quatro minutos depois, Élber cabeceou bem, mas errou o alvo, com a bola passando por cima do travessão.

Até os 25min, o Cruzeiro havia recuperado oito bolas, o dobro do Coelho. Nas bolas cruzadas sobre a área adversária, o predomínio também era da Raposa, que havia feito 11 cruzamentos contra três da equipe americana. Também no quesito finalização, o clube celeste foi bem mais efetivo no começou da etapa inicial: sete conclusões contra duas do rival. O problema era a pontaria, pois apenas uma bola teve a direção certa, sendo defendida por Gilberto.

O Cruzeiro ganhava a disputa no meio-campo, o que resultava no domínio da partida. O técnico estreante, Flávio Lopes, gritava e reclamava muito da atuação americana, por entender que o time estava disperso e sonolento no gramado, cedendo espaços ao adversário. Faltava também ao Coelho a criação de jogadas de ataque. Já a Raposa, quando chegava á frente ameaçava mais.

Foi assim, aos 33min, quando o centroavante Élber recuou e tocou a bola entre as pernas do zagueiro Wellington Paulo, deixando Jonathan na cara de Gilberto. O lateral tentou deslocá-lo, mas o goleiro americano fez difícil defesa. Nos minutos seguintes, o América ensaiou uma pressão contra o Cruzeiro, conseguindo dois escanteios seguidos. Aos 37min, a melhor chance americana. Adriano cruzou para Washington que ajeitou de cabeça para o giro de Leonardo. O chute, no entanto, saiu torto e foi para fora.

Aos 40min, Francismar teve a melhor chance do primeiro tempo, quando recebeu a bola livre, na área adversária, mas chutou a bola na trave. "Faltou um pouco de calma e acabei errando", justificou o meia, emprestado pelo América ao Cruzeiro. Para o goleiro Gilberto, o Coelho esteve bem posicionado em campo, mas chegou pouco ao ataque. "Quando chegamos não finalizamos bem", observou.

Os dois times voltaram para a etapa final com as mesmas formações. O panorama da partida também não modificou. Muita marcação de ambos os lados, mas poucas jogadas objetivas. Os laterais de Cruzeiro e América apoiavam bem seus ataques, mas erravam os cruzamentos, facilitando o corte pelos zagueiros ou goleiros do outro time. Erros de passes também eram característica comum.

PC Gusmão precisou de poucos minutos para perceber que precisaria mexer no time. Aos 7min, ele colocou Leandro Bomfim, que fez a sua segunda exibição com a camisa celeste, para a saída de Francismar, que teve atuação apagada e deixou o gramado sob vaias do torcedor cruzeirense. O América, por sua vez, pressionava mais no início da etapa final.

Mas, exatamente quando o América era melhor, o Cruzeiro abriu o marcador. Gil lançou Élber, que driblou o zagueiro Fabrício Soares, para chutar forte, no canto do goleiro Gilberto, fazendo o seu quarto gol na competição. Dois minutos depois, o experiente atacante novamente recebeu a bola livre, mas dessa vez não conseguiu colocar a bola nas redes, batendo fraco e praticamente atrasando para o goleiro americano.

O Cruzeiro ainda criou e desperdiçou outras oportunidades para ampliar o marcador, aproveitando-se de um nervosismo do América. Flávio Lopes mexeu no time, tirando Dudu e Zeziel para as entradas de Carlão e Ivonaldo. Na base da vontade, o Coelho conseguiu o seu empate, aos 23min, quando Michel, com um toque de calcanhar, deixou Washington livre, para marcar o seu sexto gol, mantendo-se na artilharia da competição.

CRUZEIRO 1 X 1 AMÉRICA-MG

Cruzeiro - Fábio, Jonathan (Luizinho), Edu Dracena, Moisés e Júlio César; Diogo, Jonílson (Recife) e Francismar (Leandro Bomfim); Diego, Élber e Gil. Técnico: Paulo César Gusmão

América - Gilberto, Wellington Paulo, Fábio Paulista e Fabrício Soares; Michel, Dudu (Carlão), Marcelino, Leonardo e Zeziel (Ivonaldo); Adriano (Dênis) e Washington. Técnico: Flávio Lopes

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 19/2/2006 (domingo)
Público:12.579 pagantes
Renda: R$ 54.692,50
Árbitro: Rogério Pereira Costa
Cartões amarelos: Edu Dracena, Jonilson, Luizinho (Cruzeiro); Marcelino (América-MG)
Gols:Élber, aos 9min, Washington, aos 23min do segundo tempo


Classificação da Rodada

Aqui você fica sabendo como ficou a classificação da competiçao após a rodada.



Arquivo Cruzeiro.org

Se você não acompanhou a transmissão ao Vivo pelo Cruzeiro.org ou quer rever como foi mais esta partida do Cruzeiro.
Clique no link abaixo e relembre cada lance da partida, de acordo com a narração exclusiva Cruzeiro.Org. Somente Cruzeiro.Org leva para a Maior Torcida de Minas Gerais.Arquivo ao vivo

  Colunas 
10/06/2020 | Evandro Oliveira
Torcedor Cibernético - Lanterna Azul

06/06/2020 | Walisson Ferreira
Gol Importante

27/05/2020 | Voz da Arquibancada
Luz no fim do túnel

02/05/2020 | Evandro Oliveira
Torcedor Cibernético - Walk Alone Azul

 Últimas notícias 
10/07 - 11h07 [0 coment.]
COLAPSO: ´Má Gestão x Má Fé` por Sérgio Santos Rodrigues 

10/07 - 07h07 [0 coment.]
CENTENÁRIO: CBF marca jogo contra o Cuiabá (MT) dia 2 de janeiro 

10/07 - 06h49 [0 coment.]
COLAPSO: Aumento das despesas de salários em 50% com Wagner Pires 

09/07 - 19h34 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Vinte anos do TRI na Copa do Brasil na Toca 3 

09/07 - 19h17 [0 coment.]
COVID-19: CBF define calendário. Série B encerrará em 30 de janeiro 

08/07 - 12h42 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro prioriza Toca 3 mas avalia sede no interior 

07/07 - 19h29 [0 coment.]
COVID-19: FMF define retorno do Mineiro 2020 para 26 de julho 

07/07 - 09h59 [0 coment.]
CENTENÁRIO: Cruzeiro detêm a melhor média de pontos da Libertadores 

 Você Sabia? 



()


Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster