Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Eliane Pessoa - Consultora RH



Voz da Arquibancada
Voz da Arquibancada é o espaço de manifestação permanente do torcedor cruzeirense.

13/02/2008 | Voz da Arquibancada
Três volantes é o que há!

Por Alisson Guimarães

Ano passado foi um martírio. No Brasileirão, a equipe do Cruzeiro fez o torcedor oscilar momentos de euforia e de preocupação. Todo mundo se recorda que a mesma equipe que deu shows contra Palmeiras, Inter e Botafogo, foi a mesma que perdeu de forma pífia pontos importantes em jogos contra adversários teoricamente mais fáceis, como Paraná, Juventude e Figueirense.
O time era bom, na minha opinião. A defesa, apesar dos números provarem o contrário, não era tão ruim assim, se formos analisar os jogadores de forma individual.
O que faltou ao Cruzeiro ano passado, e isso me encabulava cada vez que a equipe entrava em campo, era a falta de um “camisa 5”. O volante-volante, como diz o Luxemburgo.
O esquema altamente ofensivo do Dorival nos brindava, às vezes, com atuações empolgantes. Outras vezes, com atuações esquecíveis. Como a tônica em um campeonato de pontos corridos se resume à regularidade...
Sempre fui defensor ferrenho de esquemas com três volantes. No entanto, o esquema com três volantes geralmente é traduzido - pelos saudosistas e pelos atuais adeptos da geração Winning Eleven, aquele joguinho de videogame - como retranca.
No entanto, desde que me entendo por gente, vi o Cruzeiro conquistar títulos jogando com três volantes.
O time bi da Supercopa em 91 e 92 tinha um forte meio-campo, com Douglas, Ademir e Boiadeiro.
O eternamente surpreendente time de Levir, que bateu adversários fortes na Copa do Brasil de 96, tal qual o poderoso Palmeiras Parmalat, contava com um meio campo sólido, formado pelos volantes Fabinho, Ricardinho e Cleison. Tal proteção feita pelos três cães de guarda foi um dos segredos para que o craque Palhinha desempenhasse sua função de “camisa 10” e contribuísse para o êxito daquele time.
Em 1997, o time que conquistou a Libertadores tinha o mesmo trio de ferro, que ainda era auxiliado pelo Elivelton, ora armador, ora um quarto volante que fechava a marcação no meio de campo. Enquanto isso, o Palhinha deitava e rolava.
O time do ano seguinte não conquistou títulos, mas também marcou época. Vice-campeão Brasileiro e das copas do Brasil e Mercosul, a equipe comandada por Levir Culpi mais uma vez contava com três volantes: Valdir, Ricardinho e Djair, que davam suporte para o gênio Valdo comandar as principais investidas ofensivas da equipe.
Em 2000, conquistamos a épica Copa do Brasil diante do São Paulo, mais uma vez atuando com três volantes: Donizete, Marcos Paulo e Ricardinho. Desta vez não tínhamos um “camisa 10” genuíno, afinal o Jackson não passou de uma eterna promessa. Mas contávamos com dois jogadores diferenciados que armavam as jogadas da equipe: Sorín e Geovanni.
Em 2003, o histórico esquadrão de Vanderlei Luxemburgo, melhor time brasileiro do novo século, tinha sua força concentrada na genialidade do Alex. Mas como o próprio gênio disse em seu site pouco tempo atrás, talvez o diferencial daquela equipe não fosse ele, mas sim Maldonado, que ao lado de Recife e Wendell ofereciam proteção à defesa, cobriam as investidas de Maurinho e Leandro e, de quebra, contribuíam para que a equipe de 2003 fosse equilibrada, como exige o futebol de hoje em dia.
O atual time de Adilson Batista começou empolgando. A força do conjunto, aos poucos, vai abatendo a desconfiança que boa parte da torcida tinha quando do início das contratações feitas pela diretoria.
Fabrício se tornou peça chave no esquema tático da equipe. Talvez se o Cruzeiro contasse com o futebol do “camisa 5”, ano passado, a história do Campeonato Brasileiro teria sido diferente.
Os zagueiros outrora criticados ano passado ainda são os mesmos: Thiago Heleno, Martinelli e Léo Fortunato.
Sendo assim, o papel do terceiro volante mais uma vez se faz presente na história do Cruzeiro. Ainda é cedo para fazer qualquer prognóstico, mas o Cruzeiro-versão-2008 começa bem mais equilibrado que o time do ano passado, pois os três volantes sabem marcar e sair pro jogo. A presença deles garante que o “camisa 10” Wagner e outros jogadores como Ramires e Jadílson joguem mais soltos, assim como em outras épocas aconteceu com Palhinha, Valdo e Sorín.
O início do Cruzeiro anima e vislumbra uma temporada bem mais animadora que as últimas. Individualmente e no papel, o time pode não ser o melhor do país. Mas a força do conjunto e o esquema tático felizmente acertado do Adilson podem reverter facilmente esse panorama e garantir alegrias para o torcedor celeste em 2008.

Alisson Guimarães
Formado em Publicidade pela PUC Minas
Escreve para o Jornal Nova Imprensa, da cidade de Formiga/MG

Voz da Arquibancada é o espaço dedicado ao torcedor da arquibancada, geral e de toda imensa torcida espalhada pelo mundo. O Cruzeirense que se sentir motivado, inspirado e/ou indignado, escreva seu texto e envie para arquibancada@cruzeiro.org. A equipe Cruzeiro.Org terá o prazer de selecionar os textos recebidos e publicar os melhores e mais apropriados.

Leia também as colunas anteriores Voz da Arquibancada

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 wilsonflavio | China Azul | 13-02-08 08h23min
Alisson, primeiramente, parabéns pela excelente coluna. Faço alguns comentários. 1) Uma discussão dessa pede a definição de volante, mas como esse parêntesis seria muito extenso e até inconveniente, fica pra outra hora. 2) Em 92, Boiadeiro não era volante. Quem se aproximava da posição que você expõe era o Luiz Fernando. Idem 91. 3) Em 98, nossa arrancada se deu após serem sacados o Todinho e o Ricardinho (em má fase) quando nossos "volantes" passaram a ser Marcos Paulo e Djair, apenas dois.
 wilsonflavio | China Azul | 13-02-08 08h24min
Por fim, o melhor exemplo de sua exposição é 2003. Os três - Recife, Maldonado e Wendell - jogavam quase em linha e estritamente defensivos. Nem o Luxa gostava muito do esquema, tanto que mudou no ano seguinte apesar de continuar com esses mesmos jogadores.
 unico3! | BHte | 13-02-08 14h03min
Excelente coluna, acredito que o DJ não soube armar a equipe ano passado, teve seus meritos como grande motivador do time, mas quando começaram a brigas internas ele não teve pulso... Alem disso o cruzeiro poderia ter colocado 3 volantes, tinha o Aldo que é péssimo lat.dir, mas joga bem como volante de contenção, depois ainda chegou o L.Alberto... Já esse ano eu acredito muito na força do elenco do Cruzeiro, temos bons goleiros,zagueiros,volantes,armadores e atacantes que podem crescer ainda
 Marcinho-gv | Manhuaçu | 13-02-08 14h08min
ALISSON voce não é o Alex mas é 10. Nós precisamos parar de escalar times por posições, devemos escalar de acordo com os jogdores. O Cruzeiro pode hoje, com os jogdores que tem, colocar mais dois "volantes" no time e continuaremos a jogar prá frente. São as caracteristicas dos jogadores que conta. Eu colocaria mais um pelo menos para que o Ramires ficasse mais a vontade ainda.
 unico3! | BHte | 13-02-08 14h11min
O Guilherme pelo que estou observando pode ter sua chance de ouro de se tornar um grande atacante, o Marcelo M. é muito raçudo se movimenta muito, cabeceia bem mas fica devendo com a bola nos pés... Marcel parece que será um novo Romulo, pode até queimar minha lingua, mas não acredito no futebol dele.. segue esperanças para o marcio que é bom de bola e o Joabe que corre como o I-pod e fez varios gols decisivos pelo juniores... Conclusão>ESPERO QUE O CRUZEIRO ACERTE O ATAQUE,Q.O RESTO ESTÁ BEM!
 alisson10 | Formiga | 13-02-08 14h21min
Marcinho, se eu fosse o Alex, estaria voltando para o Cruzeiro nesta semana já hehe.
 webber | Belo Horizonte | 14-02-08 18h15min
Sim, nosso time começou bem a emporada. Mas que não haja empolgação, pois até agora só pegamos rivais fracos pela frente. Quando chegarmos na fase eliminatória da Libertadores, ou fase decisiva do Mineiro e encavalando jogos do Brasileiro, aí sim, vamos ver de que material é feito este nosso time. Estou otimista, mas nada de empolgação. Ao menos parece que temos um grupo jogando, com bons goleadores e um sistema defensivo mais sólido. Os gols sofridos no Paraguai só mostrou a força das pedras.
 Bernardo | São Paulo | 15-02-08 21h48min
Ele é craque, ele é artilheiro, ele faz a diferença, ele é goleado, ele é O SONHO DA MAIOR TORCIDA DE MINAS GERAIS, e esta na reserva no time do Japão DENIS MARQUES

Zeze e Alvimar Perrelas, pelo tudo que é sagrado, trás esse ano, o Denis Marques para o Cruzeiro. Nosso time esta Otimo, mas pode ficar excelente.

DENIS MARQUES, por favor
 jeronimo | Rio de Janeiro | 18-02-08 16h30min
Alisson, nada a questionar. Para mim, perfeita sua explanação sobre a importância dos três volantes. Entendo que se forem volantes que sabem sair para o jogo, o esquema não é de retranca. Quem sabe em função disto, o Wágner não venha a ser o craque que tanto esperamos? Tenho certeza que é muito acima da média jogando sem a preocupação com a marcação e sem ter que ser o salvador da pátria, mas precisa de uma boa retaguarda para mostrar seu futebol.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
23/11 - 21h14 [2 coment.]
Cruzeiro vence rival e é campeão da Supercopa Sub 20 do Brasil 

23/11 - 10h51 [7 coment.]
Blog denuncia Itair e Ângelo Pimentel por receber dinheiro de jogador 

22/11 - 20h26 [5 coment.]
Vicintin: As cobranças de conselheiros, contratações e dívida 

22/11 - 20h00 [1 coment.]
Conselheiros pedem comissão para investigar gestão de Gilvan Tavares 

21/11 - 20h54 [1 coment.]
Léo protagoniza lançamento do livro ´A Quinta Estrela` sobre CopaBr 

21/11 - 20h38 [2 coment.]
Ex-diretor diz que Gilvan sabia das negociações com Latorre 

20/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

20/11 - 18h31 [3 coment.]
Cruzeiro esbarra na trave e empata com o Vitória (BA), no Barradão,  

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster