Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Eliane Pessoa - Consultora RH



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

11/08/2017 | Evandro Oliveira
Torcedor Cibernético – Não cai? Até Quando?

Nunca quis ensinar a ninguém torcer. Cada um torce como quer. Mas não queiram que eu aceite a imbecilidade e passividade de torcedor teleguiado ...

Corria o ano de 2011. O presidente com mandato vigente, Zezé Perrela, suplente de Senador, assumiu a cadeira no Senado Federal no início daquele ano. A partir dali, seu diretor de futebol, Dimas Fonseca, auxiliado por Valdir Barbosa e Beneci Queiróz, tocaram o time.

Não vou dissecar o que foi aquele ano pois a salvação, diante do rival citadino, aos ´91 minutos do segundo tempo` tornou-se o maior símbolo da rivalidade contemporânea do futebol mineiro e que, possivelmente, serviu de motivação para nosso adversário buscar as conquistas que conseguiu (isto é tema de outra coluna – se acontecer um dia!).

Quero aqui mostrar que não existe time ´incaível` (um dos mitos e lendas urbanas criadas com a vitória salvadora daquele ano). Aquela salvação possibilitou a criação de ídolos de barro e lendas urbanas que se proliferam e parecem ser verdade. Não são !

Minha linha de pensamento é divertir e levar a sério o futebol. Sou do tempo em que zoação ficava no futebol. Desde criança, sempre foi maravilhoso ver o adversário perder título e jogos. Aprendi muito com uma frase do saudoso Felício Brandi que dizia: ´... nossos adversários comemoram vitórias isoladas, nos comemoramos títulos ...`. Tenho pra mim que quando comemoramos vitórias isoladas (como vi nossos adversários fazendo durante décadas)ou quando comemoramos derrotas dos adversários, perdemos a noção da importância de cada conquista nossa.

Tenho a visão de que o advento da Internet nivelou por baixo a qualidade do torcedor cruzeirense. Esta semana, desci ao nível deles, com cruzeirenses que queriam me ´obrigar` a comemorar a eliminação deles ou que recriminaram a minha decepção com a torcida do Cruzeiro. Esta geração de torcedores eu chamo de Geração ZZP. A razão é uma só: esta geração nasceu sob a égide da Internet e das Redes Sociais e quando nossos adversários rurais foram rebaixados, no ano em que poderíamos ter aumentado o número de títulos oficiais regionais, nacionais e internacionais consecutivos, a torcida Geração ZZP preferiu zoar do que ficar preocupada com os rumos do Cruzeiro.

Rebaixamento é coisa séria. Torcedor que usa o ´incaível` como forma de defesa e ataque para zoar, ainda não entendeu o que é futebol e paixão por um time. Existem mais antifrangas do que torcedores do Cruzeiro (pelo menos é o que consigo provar pelas AÇÕES de enormes grupos de torcedores). Podemos cair sim. 2011 parece que não serviu de aprendizado. Estamos vivenciando, pelo menos eu vejo indícios graves disso, a mesma situação de 2011.

Senão vejamos. Existem alguns elementos (considerando a ótica de quem fala racionalmente sobre futebol) que constam, no futebol brasileiro, do cardápio de times rebaixados, sejam eles Gigantes, Grandes, medianos, pequenos ou até mesmo rivais.

1 ) Elencos Inchados – Quando se contrata muita gente, onde técnicos chegam a pedir três jogadores por posição, onde o ego e a briga por posições é desenfreada, as frases de efeitos começam a pular e ´controle do vestiário`, ´espírito de equipe` e outras viram desculpas pela incompetência em gerenciar um elenco despreparado, por exemplo, para um Brasileirão com rebaixamento. Elencos inchados podem ser justificados para participar de competições diferentes, mas o nível destas competições e erros como vivemos no Cruzeiro de ter chances somente na CopaBr e Primeira Liga e não termos um atacante qualificado e titular, mostra uma faceta de nossos problemas nesta temporada. E a responsabilidade não é somente do treinador.

2) Troca de treinadores – Alguns anos recentes foram especialmente exemplares na identificação do problema que a troca de treinador no meio da temporada provoca. Não precisaria ser muito inteligente para descobrir isto. Mas torcedores idiotas, alguns com interesses escusos, ficam pedindo a troca de treinador na segunda ou terceira derrota. Desde a demissão do campeão Ênio Andrade, em 1995, grandes grupos de torcedores tem sido manipulados (e acham que não são) para que a demissão do treinador empane a incompetência do dirigente. Perdemos uma excelente oportunidade de mudar este quadro quando veio o Paulo Bento. Mas o presidente supremo preferiu ceder à pressão de conselheiros estúpidos, à pressão de torcedores manipulados e à sua própria prepotência e incompetência. Por isso venho mantendo a opinião de que Mano Menezes tem que ficar até o final do ano.

3) Problemas internos - Se até no dia seguinte da Tríplice Coroa, os problemas internos (aqueles que a mídia não consegue descobrir direito ou não serve para vender jornal e hit na Web) aconteceram, imagina após Luxemburgo querer virar dono do time de futebol chamado Cruzeiro. Os problemas internos fazem parte do dia a dia. Se não houver gestão honesta, sem proteções e partidarismos, o prato fica cheio para o caos. No momento, o problema interno que mais salta aos olhos é a questão do chamado Departamento Médico (DM). E fica um monte de gente falando abobrinha como se fosse algum tipo de analista especialista em Cruzeiro. Duas merdas que ouvi, recentemente, e me deixaram irritado (levo a sério as merdas proferidas até por simpatizantes do Cruzeiro): a) a culpa do DM é da obsolescência dos equipamentos; b) A entrada de um novo diretor médico é que foi definitiva para afastar o Dedé de atividades físicas. Esta questão do DM tem material para dúzias de colunas, desde a década de 60. Já até convidei um ex-médico do Cruzeiro para escrever histórias antigas, mas o mensageiro do convite não deve ter entendido ou tem alguma coisa contra o Cruzeiro.Org. Se relatamos parcialmente o que acontece com o problema chamado DM imagina se ocorrem outros problemas internos.

4) Disputas políticas - Assim como aconteceu em 2011, quando uma mudança estatutária proporcionou ao Gilvan Tavares dar um chapéu no Zezé Perrela, que desejava Dimas como presidente e continuar mandando mesmo estando em Brasília, e tornar-se presidente. Naquele ano, a maioria da torcida cibernética apoiava a chapa Alberto Rodrigues e Antônio Claret. Gilvan negociou e obteve apoio do Zezé Perrela, o preço foi alto. Dois títulos brasileiros calaram os oposicionistas. É bom lembrar que os títulos vieram após a demissão do Dimas Fonseca e que Gilvan carregou a pecha de continuísmo, aplicada pelos opositores, que queriam não queriam a continuidade de Zezé Perrela. Vivemos um ano eleitoral e as bobagens e desconhecimento que vejo na mídia são impressionantes. Aliás, pioraram muito. A proliferação de portais, blogs, canais virtuais e perfis de redes sociais que se julgam donos de uma opinião que deva ser considerada, alguns virulentos, venais e canalhas, tem colocado a disputa política deste ano no mais baixo nível da história do clube. Ainda bem que este povo não vota.

5) Salários atrasados - Salário atrasado beira o crime, pelo menos até que as recentes reformas de golpistas se encerrem e não sejam piores do que imaginamos. Quando falamos de salários atrasados não estamos falando somente de salários de jogadores, que particularmente nem considero salários pois são tão absurdos e desproporcionais com o que oferecem em troca que me recuso a considerar que salário atrasado de jogador é motivo suficiente para rebaixamento. Uma estrutura, como a do Cruzeiro, que atrasa salário de funcionário e mantêm pagamentos de jogadores em dia, está contaminada. Mortalmente. O Cruzeiro optou por ser inadimplente perante fornecedores. A tal transparência prometida por Gilvan para ao menos o Sócio do Futebol nunca foi cumprida. O roteiro está sendo mantido.

Cai SIM !

Neste contexto, ficar pegando números estatísticos e discutindo planejamento para ao restante da temporada, IMNSHO, é puro bla-bla-bla para torcedor teleguiado. E fico igualmente irritado quando alguém vem dizer que eu devo falar alguma coisa que eles não saibam. Ou que entrevistas com jogadores, dirigentes, técnicos ou médicos são mesmice.

Nunca quis ensinar a ninguém torcer. Cada um torce como quer. Mas não queiram que eu aceite a imbecilidade e passividade de torcedor teleguiado, ou até a submissão a pusilâmines que se arvoram de epistemólogos ou próceres do conhecimento para manipular a cabeça das pessoas. Admiro quando algum torcedor diz para mim algo do tipo ´abandonei minha paixão pelo futebol e pelo Cruzeiro, vou a campo quando der. Não entro em debates em redes sociais`. Não respeito torcedor que diz ´futebol é a coisa mais importante das menos importantes` e fica enchendo o saco e cagando regrinha.

Time gigante, time grande CAI SIM. Basta ter grandes grupos de tapados travestidos de torcedores, quando não passam de meros simpatizantes tentando manipular outros. Não existe torcedor ignorante, existe torcedor que abre mão de ter conhecimento. Preferem repetir chavões e o que ouvem na mídia, especialmente mídia digital, rasteira, supérflua e venal.

Entendam os argumentos, retirem meus adjetivos grosseiros, argumentem e tentem apresentar argumentos dignos da nação cruzeirense e o momento em que vivemos. Estou à postos !

#CruzeiroOrg_25Anos

Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 Celeste  | Sorocaba-Itajub� | 11-08-17 22h31min
Infelizmente o time, há 3 anos, vem se esforçando para cair. E vejo um técnico inoperante. A ausência dele no banco, no jogo contra a Ponte, mostrou total desleixo com o campeonato.
 Joao Duarte | Vit�ria | 12-08-17 02h51min
Evandro,
Claro que time grande cai... Bobagem negar isto e a receita é simples, tendo características comuns :
☻ Montagem de elencos desequilibrados, cheios de vaidade e nos quais os objetivos individuais são mais import. que o grupo
☻ Disputa política no clube, imperando o quanto pior melhor
☻ Baixo rendimento como mandante, com a torcida local se virando contra o time e vaiando jogadores durante os jogos
☻ Comportamento ARROGANTE dentro do clube, especialmente de dirigentes
 Joao Duarte | Vit�ria | 12-08-17 02h54min
Claro que cai, principalmente se :
☻ São for feita mais de uma mudança de treinador na temporada, mudança de métodos de treinamento, mudança de filosofia, confundindo a cabeça dos atletas e do torcedor. FALTA DE UNIÃO DE PROPÓSITOS.
☻ Dirigentes OMISSOS que somem nas derrotas e só aparecem na boa, deixando o treinador e atletas inseguros quanto aos rumos que deverão ser seguidos.
☻ Finalmente, é preciso se ver a QUALIDADE DO ELENCO DISPONÍVEL. Se tiver murmuração é pênalti.
 Joao Duarte | Vit�ria | 12-08-17 02h57min
E para terminar, listo um dos pontos que mais me incomodam :
☻ Lideres fracos no elenco ou inexistência de liderança que seja inspiradora ou motivadora. Líderes que só reclamam, que adoram colocar a culpa em A ou B pelo insucesso, geram é revolta e revide no grupo.
Pode parecer clichê, mas, o sentimento que tem que imperar é este de que no grupo TODOS ganham e TODOS perdem. Quando se vê um treinador esculachar um jogador em público, mesmo com razão, o risco de perder o grupo é enorme.
 Joao Duarte | Vit�ria | 12-08-17 02h58min
E aí Evandro...citei 7 pontos.
Com quantos você concorda ? kkkkk (parei em 5, tá certo ?(rs, rs, rs)
 pyxis | BHZ | 12-08-17 07h49min
Dra. Celeste, este é um dos erros comuns, colocar a lupa num assunto Ou resultado ruim em campo para justificar uma possível situação desastrosa.
Há muitos anos DESAFIO aqueles boquirrotos que ficam falando e escrevendo sobre rebaixamento e cota 45. Muitos aqui no site e nos espaços virtuais. São beócios, tapados. Nem sabem o que acontece num clube que tem time de futebol. Por isso abordei cinco temas. Espero que parte da torcida entenda.
Nosso momento político é GRAVÍSSIMO !
 pyxis | BHZ | 12-08-17 07h53min
JDUarte, olha... vc e seu otimismo reproduzem muito do que escrevi. Principalmente quando você se preocupa mais com ZOAR FRANGAS do que com analisar a conjuntura baseada no pontos que eu escrevi...
aí vc diz que escreveu 7 ?
Na boa?
Escreveu 5 com a linha exata dos que escrevi e dois que seriam subconjunto ou ´especialização` de algum que escrevi.
Modéstia às favas, estes pontos são para contrapor as bobagens que vc escreveu para ´planejar o restante de 2017`. Não me queira mal !!!
 Celeste  | Sorocaba-Itajub� | 12-08-17 10h29min
Caro Evandro, sobre a política, eu já havia lido aqui, e tenho quase certeza que foi um texto seu, que o ano seria difícil também por isso. Penso que essa situação também é reflexo da atual gestão do clube. Se o clube estivesse bem talvez tivéssemos uma disputa mais decente.
 Celeste  | Sorocaba-Itajub� | 12-08-17 10h31min
E é obvio que a mídia local vai continuar jogando álcoól na fogueira e o torcedor engolindo e replicando.
 Joao Duarte | Vit�ria | 12-08-17 22h09min
Evandro,
Você está com um problema sério de interpretação de textos, mas, não varia nada.
O que escrevi na coluna a respeito de 2017 não é PLANEJAR 2017, mas, o que nos restou... O que é diferente.
Nos restaram :
- Copa do Brasil
- Copa da Primeira Liga (que vale muito pouco)
- E o Brasileiro, onde sendo otimista podemos lutar sim por uma vaga na Libertadores.
Não tenho culpa de você ter jogado a toalha...
 Joao Duarte | Vit�ria | 12-08-17 22h11min
Sobre um time cair... A receita é esta aí, seja com grupos ou sub-grupos. Escrevi com minha palavras, sem discordar de você. Que no entanto se não puder discordar de mim, não comenta (rs, rs, rs). kkkkk (parei em 5k) de novo
 pyxis | BHZ | 13-08-17 07h41min
JDuarte,
Feliz Dia dos Pais.
Vc tá certíssimo, eu ´sempre` tenho sérios problemas de interpretação.
 pyxis | BHZ | 14-08-17 09h40min
Caro(a)s, não escondo a minha gratidão e reconhecimento ao Felício Brandi. Aprendi a torcer pelo Cruzeiro na gestão dele (por isso entendo os simpatizantes da Geração ZZP - ainda estão aprendendo), e admiro Benito Masci que evitou uma catástrofe, cortando na própria carne, que poderia ter nos lançado em algum porão.
cont ...
 pyxis | BHZ | 14-08-17 09h43min
...
Esta semana, um conselheiro nato, respeitadíssimo e empresário de altíssima categoria, disse o seguinte:
...´ com estes dois candidatos, corremos o risco de cair antes do centenário `...
Pode parece que estou influenciado pelo péssimo resultado de ontem. Não estou. As condições para o que escrevi na coluna estão presentes e PIOR, SANGRANDO os cofres. Aguardem que vem mais bomba por aí. A administração/gestão do clube é MAIS DO QUE TEMERÁRIA.
 _vitor | Vitoria | 14-08-17 22h04min
Queria saber mais sobre a eleição no Cruzeiro, tento ler o máximo de material possível na internet, mas tem mais balela do que informações reais. Nenhumas das duas chapas me agrada, achei assustadora algumas falas do Wagner, e a outra com um politico por trás dispensa comentários..
 pyxis | BHZ | 17-08-17 22h21min
Vítor, você pode saber sobre a regulamentação das eleições no Estatuto que tem no site oficial.
O resto, você tá coberto de razão, muito bla bla bla e mimimi e pouco conteúdo.
Sabe por que?
Porque o colégio eleitoral é de conselheiros que não ficam em redes sociais e Internet (aliás, a maioria ODEIA)... A única coisa que fazem com tecnologia é criar grupos do WhatsApp para difamar e fazer proselitismo. Ler o Estatuto é um bom começo para entender o submundo das eleições do Cruzeiro.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
20/11 - 07h30 [0 coment.]
Zagueiro Léo lançará livro ´A Quinta Estrela` sobre a CopaBr´17 

19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster