Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
VBR Artes Gráficas



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

30/07/2017 | Evandro Oliveira
Observatório da Imprensa – Serviçais inúteis

Auxiliares de linha de fundo deveriam trazer mais eficiência à arbitragem. #SQN. São completos inúteis, omissos e verdadeiros canastrões ...

Há algum tempo que estou fazendo observações sobre um tema que vem sendo escondido pela imprensa. A inutilidade parcimoniosa dos tais auxiliares de linha de fundo que atuam em jogos do Campeonato Brasileiro.

Demorou algum tempo pois queria ver se eu não estava somente com uma péssima impressão e para ter algum grau de certeza de que não cometeria alguma injustiça.

Sempre defendi a presença de mais um árbitro em campo, mas esta farra que estão fazendo onde saltamos de um trio de arbitragem de alguns anos atrás para 5, 6 ou 7 árbitros e auxiliares numa única partida beira o absurdo.

Senão vejamos, segundo a Regra 5, que fala do árbitro, existe uma compreensão sobre a Regra e algumas orientações que vem sofrendo mudanças ao longo dos anos.

No manual da CBF sobre arbitragem (Regras de Futebol – 2016 – 2017, com a chancela do bandido fugitivo da polícia internacional, Marco Polo Del Nero) diz claramente que: ´Podem ser nomeados para o jogo outros oficiais de arbitragem (dois árbitros assistentes, quarto árbitro, dois árbitros assistentes adicionais e árbitro assistente reserva). Estes oficiais ajudarão o árbitro a controlar o jogo de acordo com as regras, sendo a decisão final tomada sempre pelo árbitro.`, dentre uma infinidade de bobagens em suas mais de duzentas páginas.

Lá no livrinho constam um monte de orientações que não vemos os árbitros principais seguirem e constatamos que seus auxiliares não passam de meros usurpadores do dinheiro do torcedor.

Estes serviçais inúteis enganam muita gente. Se prestam a fazer o que quem os escala determina. Afinal, ganhar o que ganham para as atividades que desempenham e o teatrinho que demonstram deve ser algo que mereça alguma retribuição.

Observo os auxiliares que correm nas laterais e fico pensando se eles tem a consciência tranquila quando só marcam laterais, por exemplo, após o árbitro principal indicar. Que tipo de auxiliar canalha é este que só balança a bandeira após o árbitro principal? Outras situações protagonizadas por estes auxiliares laterais, e nem vou citar os erros técnicos, são uma verdadeira afronta ao torcedor mediano.

Ao termos auxiliares de linha de fundo deveríamos imaginar algo mais eficiente para a arbitragem. Mas tem acontecido o contrário. Completos inúteis, omissos e verdadeiros canastrões pois as posições cênicas que adotam durante lances chega a ser cômica.

Aí vemos como um quarto árbitro, estes que ficam no meio do gramado, podem ser perniciosos como no recente episódio do jogo entre Flamengo e Santos, na Vila Belmiro. Muito além da interferência, descobrimos, estupefatos, que a detentora dos direitos de televisionamento, coloca um repórter só para acompanhar o quarto árbitro. E esta emissora tenta nos convencer de que este repórter está lá somente pelo dever de informar. Informar a quem? Ao quarto árbitro sobre o que deve ou não interferir?

E a intervenção da mídia não para por aí. Os comentaristas de arbitragem, de todas as emissoras, são, com raríssimas e desonrosas exceções, coniventes com a incompetência e lutam o tempo inteiro contra as imagens que são exibidas.

Chego à conclusão que montaram uma quadrilha (lembro que a quadrilha não tem escrúpulos e podem expurgar quem vacila como fizeram com Edílson Pereira de Carvalho) e que podem tudo e fazem de tudo, agora com até 7 (sete) pessoas, não-profissionalizadas, ganhando pró-labore, diárias, traslados, certificados, bonificações e quem sabe até comissões sobre os anúncios que carregam em seus uniformes.

Um conhecido escreve sempre pra mim dizendo que árbitros erram para os dois lados (o mesmo discurso falacioso da mídia como se todos os erros provocasse efeitos iguais); outro conhecido diz que só reclamamos de arbitragem quando perdemos (mais uma falácia comum entre torcedores medíocres), outro ainda diz que persegue-se a arbitragem. O árbitro do jogo da Vila Belmiro faltou chorar em determinado canal de TV como se estivesse sendo condenado à morte. Pois digo que são todos canalhas. Arrogantes e prepotentes, com a ajuda da mídia, não admitem que comentem erros que mudam resultados ou que prejudicam uma equipe.

Mas como no país onde reina a impunidade e onde a mídia e seus profissionais atuam de acordo com seus interesses pessoais, não dá para esperar por árbitros honestos. A regra é: Todos são desonestos, até que provem o contrário. E quem dá guarida a este tipo de gente, é conivente. Os casos vão se acumulando e a arbitragem nacional vai se degradando. Não tem fundo este poço. E não resolve trocar o presidente bandido da CBF pois a camarilha está infestada nas federações estaduais e assemelhados. Árbitros trocam de federação e negociam indicações para CBF e FIFA sem a menor cerimônia ou constrangimento. Nem a Polícia Federal daria jeito.

Pobre torcedor de futebol.



Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 30-07-17 15h07min
Evandro, fiz uma brincadeira com um amigo torcedor do Flamengo, com relação aos penaltis anulados e ele me disse: mas não foi penalti mesmo. Concordo com ele, mas a questão é: por que esta regra não se aplica em jogos de outros times? O jogo do Fluminense contra o Cruzeiro teve um penalti marcado contra nós em que não houve falta no jogador deles.E o contrário, quando é penalti e o juiz não marca. O árbitro de fora não deveria opinar? Me parece medidas de conveniência.Concorda?
 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 30-07-17 15h22min
Vejo que estão tentando administrar os campeonatos para Corintians ganhar o Brasileirão e o Flamengo ganhar a Copa do Brasil. Infelizmente é a realidade. Torço para o Botafogo eliminar o Flamengo, pois se forem para a final, nada irá tirar o título do Flamengo. Veja que apenas o Cruzeiro, fora do eixo Rio-SP, conseguiu ser campeão após os pontos corridos. Sua coluna aborda bem estas questões e o caminho é a profissionalização da arbitragem. Mas isto não é de interesse deles, não é mesmo?
 Joao Duarte | Vit�ria | 30-07-17 18h30min
Evandro,
Armando Marques cunhou a expressão VIGIA para os auxiliares de linha de fundo.
Creio que tenha sido de uma felicidade suprema, pois, tem sido de uma inutilidade suprema ou senão, usados em favor de certos times. Hoje, um gol legítimo do Corinthians foi anulado e desconfio que teve dedo não só do bandeira, mas, também de um dos tais vigias. Mas, o adversário era o Flamengo...
 pyxis | BHZ | 30-07-17 22h08min
Aloisio, O jogo de hoje, e alguns jogos que tenho visto, me fazem acreditar, por exemplo, que tem o dedo dos representantes da FMF quando recebem árbitros para jogos do Cruzeiro e das frangas, NÃO é possível ver tantos erros e parcialidade contra o Cruzeiro. Reitero TUDO que escrevi.
 pyxis | BHZ | 30-07-17 22h11min
JDuarte, creio que não foi o talzinho maledetto lá que cunhou a expressão, mas na realidade, nem interesso pela expressão.Estes INÚTEIS da linha de fundo irritam e não ajudam em nada. Vigiam ***** nenhuma. Ficam olhando e não orientam o árbitro por coisas que o árbitro não vê, ou se falam alguma coisa, estes árbitros devem ignorar.Repito, a arbitragem nacional atingiu um baixo nível que assusta, e PIOR, a mídia tá cheia de ex-árbitros apoiando e defendendo estes INCOMPETENTES e INÚTEIS.
 Joao Duarte | Vit�ria | 05-08-17 15h08min
SE a intenção é verificar se a bola entrou ou não. Um sensor nas 2 traves custaria muito menos e não teria erro.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

16/11 - 18h51 [1 coment.]
Zagueiro Manoel passará por tratamento o restante da temporada 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster