Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Agência Minas Esportes



Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul
Joao Duarte, engenheiro escreve periodicamente no Cruzeiro.Org

08/03/2016 | Joao Duarte
Por mais sangue nos olhos

"Vejo o time do Cruzeiro com pouca pegada, um time que se conforma com pouco e que precisa ousar mais, se impor..."

Mundo Azul,


Um time de bonzinhos - Não bastará apenas tirar Deivid do comando para que o time do Cruzeiro melhore e ganhe a torcida de volta, não creio nisto. Antes de tudo é preciso que haja uma mudança no perfil e principalmente no espírito dos nossos jogadores.
O futebol é um esporte em que há traços marcantes nos vencedores.
Estes se impõem aos seus adversários. Esta imposição pode ser técnica, física, psicológica, de comando, na organização, enfim, um time enfrenta aquele que vai ser o campeão, prevendo ter vida difícil e derrota esperada.
O time do Cruzeiro padece do mal da falta de confiança.
E a falta de confiança muitas vezes decorre da falta de liderança e da falta de fé. De ousar e de acreditar que pode jogar contra qualquer adversário e vencer a partida.
Vejo o nosso time com jogadores de grande potencial, são jovens que tem tudo para brilhar em torno de alguém em quem possam se espelhar e mais do que isto em alguém com história de glórias e que nos momentos de dificuldade tragam a palavra de confiança, tragam a esperança de possam resolver a parada, de que num lance possam criar a chance de gol que todos esperam.

E sempre vem a pergunta... tem que ser jogador rodado ?
- Normalmente sim, mas, nem sempre. O Santos de Pelé confiava num menino de 17, 18, 19 ou 20 anos... Vimos o mesmo se repetir no Flamengo de Zico, no Cruzeiro de Tostão e Dirceu Lopes, no São Paulo de Raí, no Cruzeiro de Joãozinho, Batata e Palhinha e mais recentemente no Cruzeiro de Everton Ribeiro e Ricardo Goulart...
Havia sim a liderança técnica dos jovens, mas, sempre havia ao lado deles, jogadores mais rodados, experientes, que faziam bem ao grupo de jogadores.
Também quero citar aqui o papel dos que faziam o "jogo sujo"... Ou seja, bateu nos meninos lá na frente, a gente desconta aqui atrás.
Esta imposição psicológica existe sim. Para exemplificar vou falar apenas dos times do Cruzeiro do passado que foram campeões.
O time do Cruzeiro de 2013 e 2014 tinha jogadores que marcavam forte, que não deixavam passar barato como Nilton, Bruno Rodrigo, Dedé, Dagoberto, Ricardo Goulart que sabiam chegar junto. O time de Tostão e Dirceu Lopes ou mais à frente de Joãozinho e Palhinha tinha Pedro Paulo, Procópio, mestre Zé Carlos (perguntem um dia ao Cerezo como os tornozelos dele saiam de campo) que era um craque, Brito, Fontana, Mário Tito, mas, também sabia chegar junto além de Morais, Darci Menezes, Neco ou Rodrigues (o ponta esquerda que veio do Flamengo era craque de bola, mas, também nunca afinou).
Voltemos a 1997 e perguntem se Nonato, Donizete Oliveira, Wilson Gottardo, Cleisson, Ricardinho, Fabinho ou Roberto Gaúcho, eram santinhos dentro de campo... Ou se tiravam bife dos adversários caso fosse necessário ?

Vejo que o time do Cruzeiro anda muito zen nos últimos tempos, explicando o título do tópico "o time de bonzinhos".
Henrique não é nem sombra do volante guerreiro de sua primeira passagem no clube, Ariel Cabral e Sanchez Miño são jogadores clássicos. Fabrício que era um cara sanguíneo parece contido e ao invés de marcar forte, tem escolhido recuar, ceder campo. Fabiano e Mayke também são jogadores de bom porte físico e altura elevada (> 1,80 m), mas, também não são de abrir a caixa de ferramentas quando isto é preciso. Ou se o fazem, fazem sem exercer a marcação forte, se pegam os adversários é por falta de tempo de bola o que é completamente diferente.
Willians era um jogador marcado pelas arbitragens porque chegava junto... Mas, tinha um valor enorme para a trinca de meio, porque sabia parar uma jogada, usando lances de jogo.
Podem notar os nossos marcadores no meio atual, sempre levam cartões nos lances que param as jogadas. Isto não é normal. É posicionamento, é vontade, é deficiência de preparo físico.
Separo Lucas Romero deste processo porque em 2 jogos já mostrou condições de atuar no time, pois, fez bons desarmes e embora apenas iniciando sua temporada, perdeu poucas bolas, sendo mais conservador, o que é absolutamente normal, para um jogador que muda de país e chega a um mundo do futebol de cultura diferente e tem que se adaptar. Este rapaz veio para ficar. É muito bom jogador e jovem.

Insisto que vejo o time do Cruzeiro com pouca pegada, um time que se conforma com pouco e que precisa ousar mais, se impor...
O time faz 1 x 0 e parece que prefere se encolher e se posicionar para buscar os contra-ataques, mas, só que não é fácil fazer isto posicionando os nossos jogadores atrás da linha de meio-campo.
Isto explica o baixo número de gols marcados, a baixa eficiência nas conclusões, pois, para fazer um mísero gol o Cruzeiro tem que fazer 15 chegadas, o que é um absurdo, mas, facilmente explicável, se o jogador chega na zona de conclusão a gol com "pouco oxigênio", aí o cérebro pensa, mas, não consegue fazer a opção correta vencido pelo cansaço.

O time sofre de um mal que tem sido recorrente. Não é compacto defensivamente e menos ainda ofensivamente. Podem observar que nos jogos do Cruzeiro, os gols raros que tem saído são de lances em que houve falhas na marcação do adversário (Rafael Silva contra o Fluminense), ou jogadas em que alguém arranca e abre espaço vindo de trás em contra-ataque (Arrascaeta contra o Tupi, Élber contra o Fluminense) ou fortuitos (Alisson contra a Tombense).
Quando a gente fala em ser compacto defensivamente tem que lembrar da fala de Eduardo Baptista após o jogo contra o Fluminense que havia alertado ao Gustavo Scarpa sobre o espaço que era deixado entre o volante (Henrique) e a defesa (Manoel e Bruno Rodrigo) observado nos jogos anteriores. O que dizer do espaço que Bryan do América teve aos 46' do 2º tempo no jogo contra o América ou que Ricardo Oliveira teve no jogo contra o Santos ? Ambos na mesma posição e nas costas do volante pelo outro lado que era Ariel Cabral. Ora, este tipo de falha de marcação tem explicação e lógica na característica dos jogadores, da falta de espírito de time, de equipe, de fechar espaços e saber se defender bem nos finais de partida. Mesmo nos times campeões de 2013 e 2014 sob o comando de Marcelo Oliveira, com 2 volantes e 3 meias, cansamos de sofrer com este tipo de falha, principalmente nos finais dos jogos. Com Marcelo a falha era de recomposição na maioria das vezes. O problema de Deivid é também de CONCENTRAÇÃO, pois, o time está posicionado atrás da linha de meio-campo e ainda assim, há espaço no posicionamento dos jogadores, pois o time faz um V à frente da linha de 4 zagueiros... O meia que flutua recebe a bola às costas dos armadores do Cruzeiro e de frente para os beques, numa chamada "zona morta". Foi desta forma que Diego Souza, Bryan e até o Everton Maradona da Caldense nos criaram dificuldades.

As nossas jogadas de bolas paradas não tem tido eficiência nenhuma e foram importantíssimas no bi-campeonato brasileiro de 2013 e 2014,
mas, isto também se explica porque o Cruzeiro se desfez de seus melhores batedores de faltas (Dagoberto, Egídio, Everton Ribeiro, Souza Ruivo e Júlio Batista, além de outros menos votados como Samúdio, Marlone, Lucca e até mesmo Ceará que tinha qualidade). Hoje William e Álisson de vez em quando acertam uma cobrança e Fabrício fez um gol de falta contra o AtléticoPR no ano passado, muito pouco...
A história mostra que o Cruzeiro sempre teve um futebol vistoso, de toque de bola inteligente e envolvente quando os seus times chegaram às conquistas. Nossa torcida hoje cobra de um menino de 20 anos como Arrascaeta um futebol de comandante técnico do time. Não tem como isto ser justo. E a culpa não é dele.
A formatação do nosso elenco e a racionalização foram bem feitas, mas, se esperava que com a economia gerada neste processo a diretoria fosse trazer pelo menos UM grande nome entre meio e ataque para fazer este time mudar de patamar.
Claro que Deivid tem sua parcela de culpa pois até aqui em 9 jogos o time ainda não fez uma única grande exibição, mas, tudo na vida tem o seu limite.
Pode não ter os melhores jogadores do Brasil À sua disposição e não tem mesmo, mas, que o elenco que ele tem nas mãos já poderia estar produzindo um futebol de melhor qualidade é um grande verdade.
Não basta ganhar de 1 x 0 dos times do interior, o que está nos preocupando é a qualidade do futebol jogado. E é isto que se espera nos próximos 2 jogos, que o Cruzeiro evolua e mostre melhor futebol.
Este negócio de montar um time completamente reserva para jogar contra o Atlético-PR, não me parece a melhor estratégia. O ideal seria manter uma base e variar as peças no setor ofensivo dando oportunidade real para que os que fossem testados INICIANDO AS PARTIDAS pudessem mostrar serviço.
FORÇA CRUZEIRO... ESTAMOS JUNTOS SEMPRE...

E as homenagens desta coluna hoje vão para : as torcedoras cruzeirenses espalhadas por todo este país e aqui representadas por esta seleção montada no 4-3-3 com Beth Makennel, Drª Celeste Gonçalves, Mariana Rezende, Sandrinha Fernandes e Eloíza Ferri; Rita Silveira, Karoll Dutra e Naty Quaresma; Natália Andrade, Laura Estrela e Amanda Vargas. A técnica deste selecionado é Fafá Murcelle.
A homenagem especial de hoje tem : Madalena Chiabi Duarte, Eliana Chiabi Duarte Costa, Inês Lúcia de Oliveira Duarte, Eliane Figueiroa Duarte, Rachel Diniz Duarte, Claudinha de Joaquim Duarte, Izaura Tereza Nicoli Chiabi Duarte, Jéssica Duarte, Juliane Duarte, Jordana Duarte, Ana Cristina Duarte Costa, Valéria Duarte Paiva, Ana Paula Figueiroa Duarte Helal, Andrezza Duarte Cançado, Mariana Diniz Duarte, Izabella Diniz Duarte, Fernanda Stussi Duarte, que são as mulheres mais próximas da minha árvore de família, pois, hoje é o dia Internacional da Mulher. E não poderia esquecer as minhas primas e tias neste processo, mas, se fosse citar uma a uma estaria no sal... rs, rs, rs.
E de Conceição do Mato Dentro : hoje a coluna é em homenagem ao meu irmão de sangue azul de todas as horas Eliezer de Souza Mattos pelo seu aniversário neste 08 de março.
Cruzeiro, Cruzeiro Querido...Tão Combatido, Jamais Vencido



Joao Duarte
joaochiabi@globo.com

Leia também as colunas anteriores Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 09-03-16 10h45min
Bom dia João e amigos.
Seu posicionamento é pertinente João. Me parece um time um tanto "sem alma". Que ainda por cima, mesmo com semanas cheias, poucas contusões e uma pré-temporada completa, carece de melhor preparo físico.
O que preocupa é a involução. O time não consegue mostra competitividade.
A diretoria trabalhou bem no enxugamento do elenco, mas ainda precisamos de reforços.
Veja bem: temos somente 3 atacantes de Ofício: Willian, Coutinho e Rafael Silva...muito pouco.
 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 09-03-16 10h45min
Bom dia João e amigos.
Seu posicionamento é pertinente João. Me parece um time um tanto "sem alma". Que ainda por cima, mesmo com semanas cheias, poucas contusões e uma pré-temporada completa, carece de melhor preparo físico.
O que preocupa é a involução. O time não consegue mostra competitividade.
A diretoria trabalhou bem no enxugamento do elenco, mas ainda precisamos de reforços.
Veja bem: temos somente 3 atacantes de Ofício: Willian, Coutinho e Rafael Silva...muito pouco.
 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 09-03-16 10h48min
Este jogo contra o Atletico-Pr deveria ser mais um teste para os titulares. Pra ver como nos saímos contra mais um time da série A. Até aqui, 1 empate e 1 derrota ambos em casa.
Mas vai o time B.
Não concordo.
Será o 10o jogo oficial. Muito se fala que é o limite para se avaliar o trabalho de um treinador.
Até agora, não vejo como avaliar o time de modo a se ter esperanças de um bom campeonato Brasileiro.
Ou o time começa a mostrar serviço ou não faz sentido esperar mais.
 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 09-03-16 10h48min
Este jogo contra o Atletico-Pr deveria ser mais um teste para os titulares. Pra ver como nos saímos contra mais um time da série A. Até aqui, 1 empate e 1 derrota ambos em casa.
Mas vai o time B.
Não concordo.
Será o 10o jogo oficial. Muito se fala que é o limite para se avaliar o trabalho de um treinador.
Até agora, não vejo como avaliar o time de modo a se ter esperanças de um bom campeonato Brasileiro.
Ou o time começa a mostrar serviço ou não faz sentido esperar mais.
 Dr.Magno | BH | 09-03-16 10h59min
João Duarte
O principal erro do Deivid foi implantar a filosofia de trabalho do ultrapassado V.Luxemburgo ao invés de manter o padrão tático que estava dando certo com os mesmo atletas com Mano Menezes.
Não há como negar que ocorreu erros no Planejamento nas contratações. Os dirigentes optaram novamente em contratar atletas que foram reservas na ultima temporada nas suas antigas equipes. Mas nada justifica esse péssimo futebol apresentado, a verdade que não temos treinador.
 Dr.Magno | BH | 09-03-16 11h02min
Faltam vários fundamentos básicos nos coletivos e treinamentos.
Não adianta treinar somente 20 cobranças de falta, escanteios e jogadas ensaiadas duas vezes na semana. João, o Bruno V., Thiago Scuro e conselheiros já pediram a demissão do Deivid, mas Gilvan Tavares não dar o braço a torcer.
O Trabalho do Mano na toca, é muito superior e completo que do Deivid. Lembram que a equipe treinava as 12 horas no sol escaldante?
Acompanhe um dia de treinamento e tire suas conclusões João
 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 09-03-16 11h07min
E se o time B, faz uma grande apresentação hoje e enfia uns 3 x 0 com autoridade?
Muda todo mundo???
 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 09-03-16 11h07min
E se o time B, faz uma grande apresentação hoje e enfia uns 3 x 0 com autoridade?
Muda todo mundo???
 Dr.Magno | BH | 09-03-16 11h09min
Voltando nas contratações de 2016
SE comparar as contratações do Atlético-MG e do Cruzeiro, eles planejaram muito melhor que nós.
Enquanto nosso ataque tem: Rafael Silva, Douglas Coutinho, Alisson e Willian. Eles tem Robinho, Clayton, Lucas Pratto, Hyuri, Luan e Thiago Ribeiro, sem falar no Cazares que joga muito. A diferença é gritante no setor ofensivo, nosso ataque é muito inferior ao deles.
 João Duarte | Vit�ria | 09-03-16 11h27min
Dr. Magno,
Infelizmente por morar em Vitória não tenho como acompanhar o que é feito nos treinamentos no Cruzeiro e tenho que me limitar a comentar o que observo nos jogos.
Perdemos o Nilton e trouxemos o Willians que conseguia aliar pegada e futebol, embora ainda considere o Nilton muito superior para o time... Ai dispensam o Willians porque estava falhando disciplinarmente... Fica difícil argumentar contra a DISCIPLINA e sua importância, mas, que o cara faz falta, é inegável.
 Dr.Magno | BH | 09-03-16 12h04min
E outra João,
O Cruzeiro não joga domingo e qual motivo de poupar os titulares se a intenção é encontrar um entrosamento no time o mais rápido possível.
Muito arriscado escalar reservas contra uma equipe mais qualificada. Um derrota com goleada hoje, pode selar a demissão do treinador essa semana ainda.
 mrr | Natal | 09-03-16 12h23min
Dr. Magno este se ultimo post acima, posso dizer que esse esquema de folga faz também parte da filosofia do FEXÔ!
 Dr.Magno | BH | 09-03-16 12h42min
João, todos os anos vou passear no seu estado. Acho lindo as praias, principalmente de Guarapari e algumas de Vitoria. Conheço tbm Guriri.
O Lugar que me deixa sempre encantado é o Hotel Fazenda China Park e a Rota do Rabo do Lagarto em Pedra Azul. Lugar fantástico, nem parece Brasil, minha família em 2015 passou as ferias dividido na Pousada Rabo do Lagarto e Park do China, indico para todos.
Qdo for vim em BH, nos avise!!!
 carlos_Almeida | Vitória | 09-03-16 13h37min
JD, para haver contra ataque, o time tem que estar atrás da linha do meio campo, senão, não é contra ataque. Com as saídas de Willians e Ceará, o Cruzeiro voltou a ser aquele time que frequentava a zona de rebaixamento em 2015. O problema do Cruzeiro, além do time medíocre que restou do ano passado, está na qualidade das 8 contratações, que até agora só vingou Romero, os demais disputam posições. Assim não tem técnico que dê jeito.
 Beth Makennel | Belo Horizonte | 09-03-16 13h47min
João, concordo com você. Nosso time esta meio que zen mesmo. Não vejo ambição e dedicação em busca das vitórias. Faz 1 e fica tocando a bola parecendo time pequeno. É preciso mais ganância para fazer gols. Cruzeiro é time grande. Nunca vamos jogar com medo. Isto mesmo. Sinto nosso jogadores inseguros e nervosos em campo. São bons jogadores e precisam mais atrevimento e confiança em busca de títulos. Precisamos de um centroavante e um craque de nome no time para impor respeito ao adversário.
 helioazulceleste | São Paulo | 09-03-16 13h49min
João, tomara que o Deivid leia essa sua sua coluna, irá ajudá-lo muito nesse momento. Não entendi porque essa opção de colocar time reserva contra o Atético Paranaense, se ele ainda não conseguiu fazer nem o time titular render o necessário. Achei uma ótima idéia a efetivação do Deivid como técnico, mas confesso que já estou muito preocupado, sinto que ele é do tipo bonzinho demais com seus comandados, isso gera uma acomodação, é do ser humano com raras excessões.
 helioazulceleste | São Paulo | 09-03-16 13h59min
Pior é que pelas suas entrevistas, ele nos passa que está tudo certo, só porque é líder do campeonato mineiro, mas sofrendo para ganhar de 1x0 de times infinitamente inferiores ao nosso. Enfim, pra ser mais direto, acho melhor ser trocado antes que seja tarde.
 João Duarte | Vit�ria | 09-03-16 15h09min
Carlos Almeida,
O Cruzeiro fez reposições em termos de número, sem aportar qualidade ao elenco, porque fez APOSTAS.
De fato, os investimentos foram mínimos (Lucas Romero e Pisano nos custaram alguma coisa).
O Cruzeiro não vendeu ninguém na gestão de Scuro e Vicintin, o que também pesa na capacidade de investir.
E mais, está agindo como se o tal PROFUT já estivesse valendo, coisa que sabemos só será aplicado no duro da batatulina em 2017. Mas, o Cruzeiro já está procurando agir.
 João Duarte | Vit�ria | 09-03-16 15h12min
Eu esperava que com a racionalização feita o Cruzeiro ganhasse boa capacidade de investir, balizando a folha nas nossas arrecadações. Se ajustarmos para 80% das receitas, o futebol teria que ser gerido com gastos mensais máximos de R$ 13 M, incluídos os encargos sociais. não é tarefa fácil, mas, perfeitamente possível.
Creio que a aposta da nossa gestão de futebol foi de que um dos jovens de grande potencial que temos assumisse o papel de protagonista, o que ainda não aconteceu.
 João Duarte | Vit�ria | 09-03-16 15h14min
Assim, vejo que vão ter que tirar o escorpião do bolso e gastar um pouco se quiserem ver o time mudar de patamar e ter condições de brigar na parte de cima no BRASILEIRO.
Se permanecer o pensamento de retranca melhor preparar o ISORDIL e o coração...
 ronito | Marilia | 09-03-16 15h40min
João, é sempre bom poder ler e participar comentando em sua coluna. Uma pena que você aos poucos vai deixando lacunas entre uma publicação e outra. Você tem o meu respeito e admiração pq sabe argumentar sem ofender as pessoas que pensam o contrário de você. Sobre a coluna, acho que fizemos boas contratações, porém, erramos feio na efetivação do Deivid! Os jogadores que chegaram são jovens demais e precisariam de tempo ou de um time formado para irem entrando aos poucos. Abraços.
 ronito | Marilia | 09-03-16 15h43min
Só mais 3 coisas: 1) A sua coluna será sempre a mais comentada. 2) Daqui a pouco, o dono do site publica alguma coisa só para a sua não ficar em evidência. 3) Os meus comentários serão excluídos. rsrsrsrsrs
 ronito | Marilia | 09-03-16 15h45min
João, um jogador que cairia bem demais no time do Cruzeiro e ia arrumar a casa é o Nenê do Vasco! É a hora de propor uma troca definitiva com o Riascos que está bem lá. oq você acha?
 Dr.Magno | BH | 09-03-16 16h10min
ronito
Melhor nem propor a troca do Nenê pelo Riascos, que no outro dia a pereba do Colombiano aparece em BH. RSRS
 Bad Fox | Belo Horizonte | 09-03-16 16h25min
Para voltarmos a ser grande, o Cruzeiro precisa de um Presidente, de um Diretor de futebol que não contrate só no 0800, de dois laterais (dir e esq), de um meia ofensivo de qualidade e de dois atacentes de qualidade, falta pouquinho.
 Celeste  | Sorocaba-Itajub� | 09-03-16 19h36min
João, parabéns pela coluna, perfeita como sempre, e obrigada pela homenagem. Destaco o que você falou do time para o jogo contra o CAP. Seria uma ótima oportunidade para o Deivid testar alguns jogadores.Não vou torcer contra para o técnico cair, mas não confio no trabalho dele.
 Ronito | Marilia | 09-03-16 23h02min
Não entendi, Dr.Magno! Você não quer o Nenê?
 PHDF | Brasília | 09-03-16 23h29min
João, pela TV vejo indícios de que o problema pode estar relacionado ao preparo físico. No clássico isso poderá ser melhor avaliado, pois, como com certeza estarão motivados, bastará acompanhar o desempenho físico após os 30 min do segundo tempo.
 Zé Caixeta/DF | Não definido | 10-03-16 00h57min
MARCELO OLIVEIRA ACABOU DE PEDIR DEMISSÃO NO PALMEIRAS
 mrr | Natal | 10-03-16 07h39min
Zé caixeta o MO não vai para o Cruzeiro nem pintado de ouro, e nem o Gilvan oferecendo uma limousine para buscá-lo. Rs... O cara foi sacaneado pela direção e conselho do Cruzeiro e por alguns jogadores...
 João Duarte | Vit�ria | 11-03-16 09h19min
MRR,
Marcelo Oliveira foi DEMITIDO pelo Palmeiras, porque o time após 9 meses de trabalho, mesmo tendo conquistado a Copa do Brasil, não mostrou evolução.
Foram 23 vitórias, 11 empates e 18 derrotas, com um aproveitamento de 80/156 = 52,5%.
Marcelo Oliveira ganhou sobrevida com a vitória na Copa do Brasil, teve a sua chance de fazer uma pré-temporada com o time, recebeu reforços de peso (Erik, Jean, Dracena) e mesmo assim, o time não rendia o que se projetava.
 João Duarte | Vit�ria | 11-03-16 09h22min
Marcelo Oliveira foi DEMITIDO do Cruzeiro porque após o desmanche do time no início de 2015, não conseguiu fazer o time render e nos 30 jogos sob seu comando fez algumas partidas muitos ruins contra times do interior no campeonato mineiro (Caldense, Tombense, Mamoré, etc) e na Libertadores fez partidas fracas contra Huracan e a pior de todas na derrota para o River Plate, quando um empate em casa nos levaria às semifinais e levamos de 3 x 0 fora o baile.
 João Duarte | Vit�ria | 11-03-16 09h27min
O fenômeno se repetiu no Palmeiras em 2016 quando ele perdeu e empatou em casa com times da interlândia paulista (Linense, Ferroviária de Araraquara, São Bento de Sorocaba, etc), também venceu ao Rosario Central por 2 x 0, mas, num dia em que tomou um baile igual ao do River Plate e novamente decepcionou na derrota em casa para o Nacional de Montevidéu.
A razão para a demissão foi a falta de futebol, os maus resultados e a falta de variação tática comentadas e observadas pela cúpula verde.
 João Duarte | Vit�ria | 11-03-16 09h32min
Quando se diz que Marcelo Oliveira foi sacaneado pelo grupo do Cruzeiro, eu não posso dizer quem foi o líder das ações, mas, ninguém isola líderes como Tinga, Borges, Dagoberto, JB, Ceará, Nilton de forma impune...
E agora no Palmeiras, depois da desavença com o Leandro Almeida, barração do Arouca, deixar Cristaldo no banco e dar força a Alecsandro, o grupo foi ficando dividido e as palavras do Fernando Prass após a saída do Marcelo foram muito determinantes para se notar que ele errou lá.
 João Duarte | Vit�ria | 11-03-16 09h35min
Eu não considero que o Marcelo Oliveira tenha sido sacaneado nem pelo Gilvan muito menos pelo Conselho do Cruzeiro. A saída dele foi motivada por desgaste com o elenco e pelos maus resultados nos 30 jogos de 2015 sob seu comando quando o Cruzeiro fez no máximo 3 partidas boas.
Também pesou contra ficar 11 jogos sem ganhar das frangas.
Mas, isto é a minha opinião, ok ?.
 Dr.Magno | BH | 11-03-16 10h27min
João Duarte disse tudo, a saída do Marcelo Oliveira é virtude da campanha fraca desde 2015 e não achar o padrão tático e formação na equipe.
Digo mais João, excelente hora do Marcelo Oliveira ter um descanso como treinador e fazer o tão sonhado Curso de Treinador Nível 4 da UEFA em Portugal, são 6 meses de segunda a sexta feira das 08:00 as 21:00 horas todos os dias.
Mano Menezes e Tite são os únicos treinadores no Brasil que tem esse certificado.
 PHDF | Brasília | 11-03-16 20h12min
- Fala-se tanto nestes cursos para treinadores que me surgiu a dúvida se os técnicos argentinos também o fazem, pois mesmo com elencos mais fracos encaram na boa os brasileiros.
- Gostaria de saber também se o técnico da Ferroviária de Araraquara, o português, é formado neste tipo de curso.
 Raposão do brasil | Não definido | 11-03-16 22h57min
Boa noite João, VC chamar esse grupo de "bonzinhos" está sendo muito educado.Pra mim são é frouxos.Falta muita vontade e muita pegada,mas trocar treinador no momento não é a melhor opção. Acho esse grupo muito promissor,se aquele pilantra do Mano não de princípios"duvidosos",estaríamos agora com um time bem mais encaixado...mas isso já é passado.O Deivid escala mal João,mexe mal as vezes e não vejo voz forte no comando...tudo isso junto vira um destempero difícil de se lidar.Pelo que vejo ele...
 Raposão do brasil | Não definido | 11-03-16 23h06min
...ele terá mais 2 partidas no cargo pra poder mostrar algo,senão já era.Na boa João,VC achar que o Gilvan não sacaneou o lo M.Oliveira só pode ser brincadeira né..? Respeito sua opinião,mas isso foi claro como água cristalina.Gilvan contratou um caminhão de Perebas,a grande maioria nas mesmas posições,sem o aval do Marcelo,jogadores de histórias duvidosas e a maioria reservas e alguns até sem clubes...Como isso não e sacanagem João????? De minha parte contínuo e continuarei amando e torcendo...
 Raposão do brasil | Não definido | 11-03-16 23h13min
...pelo meu CRUZEIRO. Mas não vou fechar os olhos pro que esse Gilvan anda aprontando nos últimos 24 meses.Ele tem um ego maior que o infinito,é arrogante,teimoso,prepotente e metido.Bastou conseguir poder e 2 títulos pra mostrar as manguinhas.Ele com sua teimosia extrema nos tirou a chance de conseguir uma hegemonia histórica no futebol... Na minha opinião tinha tudo pra ter uma história linda e pra mim, VAI SAIR PELA PORTA DOS FUNDOS...FORA GILVAN,E LEVE SUA ARROGANCIA PRA LONGE DO CRUZEIRO.
 pyxis | BHZ | 11-03-16 23h34min
O colunista Wilson Flávio, algum tempo atrás, fez o dicionário do torcedor do Cruzeiro... Mauro Cèsar Pereira, da ESPN, acaba de cunhar outro tipo (e seu respectivo antagônico): O torcedor de dirigente.Aquele cara que torcer para o dirigente e não para o time... O dirigente fala *****, o torcedor sai defendendo, o dirigente faz *****, o torcedor sai defendendo e repetindo.O antagônico é aquele que é contra tudo que faz o dirigente.Esquece até de TORCER para o TIME.
 Raposão do brasil | Não definido | 12-03-16 00h50min
Em qual perfil VC se encaixa nessa tese Evandro?Em que momento VC vê,percebe ou acha que esse tal torcedor(que VC deduz se EU),esquece de torcer pelo CRUZEIRO?Expressei minha opinião Evandro,não estou preocupado se tal opinião vai se encaixar em tese de fulano ou Ciclano meu amigo...não opino pra agradar ninguém. Só fescordei na parte de não "Sacaneou o M.O", e mostrei meu ponto de vista onde isso ficou claro na minha convicção,nem VC(que considero um grande Cruzeirense e nem o João no mesmo...
 Raposão do brasil | Não definido | 12-03-16 00h54min
..patamar)irão mudar essa minha opinião a respeito do GESTOR Gilvan,mas se não te agradar...fazer o quê? Não gosto muito de me calar pra agradar gostos...só paro quando conseguem me provar que estou errado em minha linha de pensamento.
 pyxis | BHZ | 12-03-16 01h50min
Raposão, sabe o que acho engraçado nisto tudo... O MAIS ENGRAÇADO?
é que eu penso numa pessoa, outras vestem a carapuça e eu sofro!
Eu e o JD estávamos discutindo o tema num grupo de whatsapp... não vou reproduzir o debate aqui, esteja certo... aí o JD coloca a MESMA argumentação e diz "minha opinião"... coisa que ele não escreveu no grupo... aí, eu vi o Mauro Cézar falar isto na TV e resolvi escrever aqui, e não no zapzap... aí vc acha que joguei carapuça de grila.
RSRSRSRS
 Raposão do brasil | Não definido | 12-03-16 12h19min
Entendi... tá dado o recado e o ensinamento Evandro.
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 15h38min
Evandro,
Eu não tenho problema em reproduzir o que penso em lugar algum. Eu não acho que Gilvan tenha sacaneado ao Marcelo Oliveira quando vendeu os jogadores porque penso que este é o mundo do futebol dos dias de hoje. Haja vista o que aconteceu com o Corinthians este ano. As propostas que vieram pelo Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart eram irrecusáveis no meu modo de entender. As saídas de Egídio e Nilton foram em função de possível término de contrato e opção deles também.
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 15h42min
Marcelo Moreno não tinha como pagar o que ele queria e nem remunerar ao Grêmio. Borges e Dagoberto saíram por outros motivos. Tinga voltava de contusão e não jogou em 2015 até encerrar a carreira. Dedé e JB passaram o ano contundidos. Samúdio não valia o investimento.
Ou seja, em se tratando dos que saíram ou dos que ficaram indisponíveis pelas mais diversas razões, creio que Gilvan não teve tanto lado negativo.
O tal desmanche aconteceu, mas, não foi de caso pensado. Antes p/ contrário.
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 15h47min
O maior erro de Gilvan em minha opinião e também do Evandro foi ter mantido Mattos na função exatamente no período do planejamento de 2015. O Cruzeiro terminou 2014 com folha salarial absurdamente elevada e com caixa baixo, devendo o mês de Dezembro, 13º, férias de jogadores, premiações, dívidas fiscais(precisava de acertar para ter acesso aos tais CND's e poder fechar com a CAIXA) e ainda precisava fechar algumas rescisões contratuais. Muita coisa estava atrasada para permitir manter o time.
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 15h50min
Parte do dinheiro das vendas foi usado para quitar estas dívidas imediatas que o clube possuía.
Como errou ao não demitir Mattos, a maior falha foi não ter um plano de contingência discutido com o treinador previamente, obtendo dele uma lista de possíveis reposições em caso de perda de jogadores. Isto seguramente não deve ter sido feito como manda o figurino. O acúmulo de funções por parte do Dr. Gilvan foi um erro, que atravessou todo o 1º semestre.
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 15h54min
Mas, o que se observou em 2015 de janeiro a junho, sob o comando de Marcelo Oliveira foi o time jogar mal, sob praticamente uma mesma formação tática.
E observou-se claramente o desgaste de Marcelo Oliveira com o presidente e mais tarde com os jogadores. Se a gente se lembrar teve bate-boca por meio dos microfones das rádios locais...O que definitivamente não aconteceu nos anos anteriores, porque MUITA GENTE PASSOU A FALAR EM NOME DO CRUZEIRO, sem que nenhuma medida fosse tomada.
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 15h57min
Informação vazava a Bangú e o ambiente no clube passou a ser conturbado. Marcelo Oliveira já não tinha a mesma tranquilidade para trabalhar e os resultados foram : a) Uma eliminação precoce no Mineiro, em função de erros de arbitragem, de pouca força nos bastidores e também porque o time vacilou em momentos-chave com erros individuais e coletivos.
b) E depois de ter passado pelo algoz São Paulo de forma heroica, ter ganho em B.A de 1 x 0, veio a derrota inesperada diante do River (0x3) aqui
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 16h01min
c) E no Brasileiro o time acumulava 1 ponto em 12 disputados. Então, após 13 jogos no Mineiro, 10 da Libertadores, 2 amistosos e 4 do Brasileiro, a verdade é que o Cruzeiro somente tinha conseguido atuar bem no jogo contra o São Paulo no Mineirão e na partida contra o River em Buenos Aires.
Assim, após o jogo contra o Figueirense (derrota de 2 x 1), Dr. Gilvan conversou com Marcelo Oliveira e resolveu dispensá-lo.
 João Duarte | Vit�ria | 12-03-16 16h05min
Então eu elenquei as razões pelas quais entendi que o Dr. Gilvan pudesse ter se norteado :
1 - Maus resultados no Mineiro, Libertadores e Brasileiro.
2 - Desgaste do Marcelo Oliveira com o grupo (ouvi versão de que ele combinava uma coisa e jogadores faziam outra... não sei se é verdade).
3 - Desgaste da relação do treinador com o presidente, tipo assim, eu pedi jogadores que ele não me deu...
4 - Futebol fraco e pouca variação tática, além de insistir com quem não rendia.
 carlos_Almeida | Vitória | 12-03-16 22h26min
Continuo acreditando na inteligência e visão futebolística do Deivid. Ano passado, ele fez a cama e Mano deitou na fama. Os problemas da continuidade do trabalho é porque principalmente: Marcus Vinícius não substituiu Willians a altura; Mayke não correspondeu ainda a expectativa de ser um bom substituto de Ceará; e vários jogadores não estão na mesma forma do ano passado. É justo os testes que estão sendo feito, mesmo que atrase a formação ideal. Acredito que daqui no máximo 5 jogos, Deivid...
 carlos_Almeida | Vitória | 12-03-16 22h28min
...encontre o time ideal, seria muito azar se neste ínterim, aparece outro treinador para deitar na fama.
 lionmason | Rio de janeiro | 13-03-16 11h38min
carlos_almeida - PRECISO ACREDITAR no time. DISCORDO MUITO de vc quando fala q O Pproblema eh o MARCUS VINICIUS que nao conseguiu substituir o WILLIANS. MV NAO EH VOLANTE!!!!!!! Entao a culpa NAO eh dele e ele NUNCA conseguirah substituir WILLIANS. Isso eh injusto com o jogador que eh um MEIA ATACANTE
 lionmason | Rio de janeiro | 13-03-16 11h40min
CONCORDO com a falta que faz o CEARAh. NA MINHA OPINIAO, ou o time se acerta com o estilo DEIVID ou nao se acerta mais. Isso porque QUASE TODAS as nossas contratacoes foram de jogadores BAIXOS E FRACOS, que vao contra a tendencia do futebol brasileiro que ainda tenta IMITAR o EUROPEU.
 lionmason | Rio de janeiro | 13-03-16 11h42min
ASSIM, NAO DAH pra se jogar futebol de força com esse time. PORTANTO, FORÇA DEIVID e tomara que o futebol de TOQUE de certo.
 raposão do BRASIL | Não definido | 13-03-16 16h06min
Na boa galera,comparar o MV com o Wilinas não dá né?E essa conversa de jogador baixo e fraco é de comparação desproporcional.Se for assim,porque não conseguiram marcar o Everton Ribeiro?Ele não era nenhum gigante,porque não conseguem marcar o Messi?Porque na época de Robinho e Diego os lambaris davam trabalho?O que tá faltando é raça e futebol,e não gigantes com músculos.
 pyxis | BHZ | 13-03-16 18h29min
JD, pra mim vc não precisa explicar NADA. Vc gastou mais do que a coluna aqui para explicar uma simples explicação que dei para quem pegou carapuça alheia. Vc vestiu tb? SORRY! Não se preocupe com isto... a maioria aqui concorda é com VOCÊ... não vejo nenhum problema nisto.
Já te disse... não explica nada pra mim que eu não entendo... ;-)
 pyxis | BHZ | 13-03-16 18h33min
JD, vou continuar com a minha teoria... muita gente tem UM MONTE de "razão" para fazer o diagnóstico de "porque tá ruim".
Muita gente torce para a própria opinião.
Quem é cartesiano sabe que futebol não é ciência exata... Assim, CAUSAS e EFEITOS vem sendo misturados de uma maneira completamente absurda... Colocar um peso maior numa CAUSA do que em outra, é questão de SUBJETIVIDADE... não dá para discutir SUBJETIVIDADES.
GPT ERROU ao se candidatar a deputado.
cont ...
 pyxis | BHZ | 13-03-16 18h36min
...
PIOROU MUITO
Continua ERRANDO feio.
Apoiei GPT quando foi eleito inclusive fazendo campanha pra ele.
Apoiei quando contratou M.Oliveira defendendo-o ante torcedores INSANOS e RETARDADOS.
Apoiei quando demitiu Dimas Fonseca e contratou A. Mattos.
Vieram importantes conquistas... APOIEI a reeleição dele...
Candidatou a deputado? ACABOU !!!...
Tá tudo escrito nas colunas que publico no Cruzeiro.Org.
SIMPLES ASSIM !!!!
cont ...
 pyxis | BHZ | 13-03-16 18h38min
...
Ah! apoiei a mudança do Vicintin para a Vice de Futebol, sem nenhum problema. GPT virou o fio... a candidatura a deputado aflorou nele defeitos inadmissíveis para um dirigente de um clube da grandeza do Cruzeiro. Melhor prepararmos e lutarmos por um sucessor dele que não esteja contaminado e ultrapassado como GPT está.
NÃO TORÇO, NUNCA TORCI para dirigente NENHUM !!!
 lionmason | Rio de janeiro | 13-03-16 22h18min
espera ai " Raposão do BRASIL ". EVERTON R=RIBEIRO nao eh forte!!! MAS NILTON é, RICARDO GOULART é um trator, MARCELO MORENO é forte, DAGOBERTO é alto, BORGES é forte. GANHAMOS com um futebol de força, NO TALENTO DO EWERTON e nas bolas paradas!!!
 lionmason | Rio de janeiro | 13-03-16 22h18min
Nao esqueca do JULIO BAPTISTA
 lionmason | Rio de janeiro | 13-03-16 22h20min
Com o time de 2016, é impossivel praticar esse tipo de futebol de força. Entao,nesse momento, é OBRIGATÓRIO acreditar no DEIVID e dar força a ele. Por mais inexperiente que ele seja...
 PHDF | Brasília | 13-03-16 23h52min
- A deficiência celeste não é tão grande assim. Zaga e meio estão bem servidos. O problema está nas laterais (suplentes), ataque e esquema tático / intensidade nos jogos.
- Se tivesse que escolher quem contratar, escolheria um atacante "matador" e um lateral esquerdo. Douglas Coutinho e Rafael Silva são bons para reserva e William deveria disputar posição como meia ou no máximo como segundo atacante.
 carlos_Almeida | Vitória | 14-03-16 02h03min
lionmason , a temporada começou com Marcus Vinícius substituindo Willians, se foi em outra posição em outro esquema tático porque não tinha outro volante, é outra história. Marcus Vinícius terá novas oportunidades. Contra o Atlético PR, vimos que Gino e Marciel brigarão por vagas, Elber pede passagem, BViana e Alano podem surpreender. O teste foi importante para acelerar a formação ideal deste plantel, pois as chances estão sendo dadas.
 carlos_Almeida | Vitória | 14-03-16 02h07min
Rafael Silva terá nova chance, tomou um puxão de orelha ficando alguns jogos de fora por não cumprir função tática de marcar, principalmente no jogo contra o América. Ponho fé no seu futebol, é aposta do Deivid que entende do ofício de atacante.
 lionmason | Rio de janeiro | 14-03-16 14h24min
CARLOS OLIVEIRA....Tirando a fé no Rafael silva, EU CONCORDO com vc
 carlos_Almeida | Vitória | 14-03-16 14h40min
rsrsrs vamos ver...
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 14-03-16 15h45min
Boa tarde João Duarte! A despeito de diferenças levantadas no debate sobre a coluna, você levantou um aspecto importante que tem me incomodado na reformação do elenco e nas contratações para essa temporada. Com toda a questão da redução de custos, bem operada pela diretoria, penso haver um erro estratégico e a tentativa de cristalizar uma concepção distorcida de como se implanta um conceito moderno de formação de grupo e promoção de jogadores para obter resultados a médio prazo.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 14-03-16 15h50min
Não é mero acaso a saída dos jogadores mais experientes e a não contratação de jogadores com esse perfil para a temporada. Minha dúvida é se isso é uma política com a concordância de demais membros importantes do futebol do Cruzeiro (Vicintim, Scuro) ou é uma determinação do presidente. O "boato" de que o Gilvan haveria "vetado" (sem entrar no mérito das contratações) Maxwell e Amauri reforça o dito por ele em dezembro do ano passado:
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 14-03-16 15h53min
Gilvan em dezembro: "Não pretendemos contratar nenhum jogador experiente. Nossa filosofia é trazer atletas mais jovens. Já temos um time montado, estamos terminando de equipar, e não tem nada de jogador experiente. Queremos jogadores bons.", após justificar também a não renovação com Ceará (para mim um erro) e JB. Tal posicionamento é uma visão míope de futebol, pois assim como "times de estrelas" por vezes não dão certo, "times de promessas e jovens" também costumam carecer de experiência.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 14-03-16 15h57min
A experiência no elenco do Cruzeiro está limitada a jogadores do setor defensivo e estrangeiros em fase de adaptação. Henrique é muito raçudo e apesar da queda de rendimento fez bons jogos essa temporada, porém não tem perfil para assumir esse papel. Falta um jogador que assuma a liderança e seja sanguíneo do meio para frente, armador ou atacante. E não tem haver com o rendimento dentro de campo em si, mas com o fato de tirar a responsabilidade dos jovens e facilitar o jogo do time.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 14-03-16 16h01min
Como toda contratação, tem riscos, mas o fato é que o time carece disso e pelo menos da parte do Gilvan não vejo a mínima vontade de abrir o cofre para tal jogador. Muitos pedem sugestão. Sem entrar nos méritos consigo imaginar ao menos 1-2 jogadores por equipe que fariam esse papel aqui: Nenê, Ricardo Oliveira, Diego Souza, Douglas, Giuliano, Guerrero, Sheik, Luís Fabiano, etc. Com toda a má fase do Damião, ao menos víamos ele correndo e lutando com a bola, adversário, juiz.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 14-03-16 16h04min
João, gostaria da sua opinião sobre o repatriamento do Jonathan, lateral direito que já foi nosso. Ano passado lembro que ficaria livre e tem apenas 29 anos ainda. Acabei de descobrir que está no Fluminense e esse pode ter sido mais uma mancada na reformulação do elenco, já que após a readaptação tem tudo para render. Seria possível negociar sua vinda?
 pyxis | BHZ | 14-03-16 18h01min
Pelo pouco que vi do D.Coutinho e Rafael.S no Cruzeiro e o que tinha visto deles nos times anteriores, continuaria apostando no Rafael Silva e começaria a pensar em "repatriar" o Ragelli para o Brasileiro.
 João Duarte | Vit�ria | 14-03-16 21h38min
Filipe Braga,
Entendo que o Cruzeiro tenha que ter pelos menos 4 NOVES para a disputa do Brasileiro :
- Judivan, que antes de se machucar estava se firmando como centroavante, tem que ser considerado.
- Rafael Silva, tem mostrado mais futebol que Douglas Coutinho e merece continuar.
- E concordo com o Evandro quanto ao Hugo Ragelli que entre estes é o único centroavante puro e deveria voltar.
- O 4º nome que eu apostaria seria o Rick Senna.
Ou seja, temos opções em casa.
 João Duarte | Vit�ria | 14-03-16 21h39min
Agora, para trazer um NOVE de fora para o Cruzeiro teria que ser um jogador diferenciado, com característica de liderança, que fosse ser uma referência para seus colegas de time... E não vejo muitas opções no mercado nos dias de hoje.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 15-03-16 16h11min
João, para você o Michel Bastos se encaixa no perfil de jogador que falta ao elenco? Com a situação dele no SP penso que poderia ser uma alternativa para ter alguém experiente e com mais sangue no plantel do Cruzeiro, talvez dispondo de algum zagueiro ou jogador de lado de campo, posições que temos mais opções.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 15-03-16 16h14min
Sobre o "nove", não consigo ver resultados sem um jogador diferente para a posição. Sou suspeito, pois gosto de centroavantes ao estilo "rompedor" e considero-os essenciais em competições de mata-mata, mas pensando em termos de Brasileiro, mesmo que não fosse jogador de segurar a bola, precisaria ser no mínimo com bom posicionamento e excelente finalização. Já tivemos jogadores que fizeram bem a posição sem ser na base da força como Nilmar, Liedson, Túlio, Romário. Faziam muitos gols.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 15-03-16 16h17min
Judivan e Rick Sena seriam apostas, que deveriam estar entrando no Mineiro para ganhar confiança. O primeiro ainda não temos como saber como vai voltar. Infelizmente duvido que retornem com o centroavante, que deve seguir na Ponte. Sobram para a função Willian e Rafael Silva, sendo esse último o que tem apresentado bom resultado apesar do futebol limitado. Tem transpiração e ao que parece "estrela", mas é pouco para uma temporada longa e com pressão da torcida.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 15-03-16 16h20min
Se não houver uma contratação no setor (meio campo ofensivo/ataque) vamos ter dificuldades ou o nosso jogo irá se basear em time fechado e tentativas de encaixar um contra ataque. Tudo por erros na montagem do plantel. Seguirão Willian ou Rafael Silva na posição. A depender, talvez experimentar o Arrascaeta por ali, para ficar mais livre da responsabilidade de marcar e podendo alternar de posição com os jogadores vindo de trás.
 Filipe Braga | Belo Horizonte | 15-03-16 16h24min
Scuro, Vicintim, Deivid falam em implantar uma filosofia, como fez o Barcelona. Porém esquecem de uma parte da analogia: o Barcelona sempre adicionou aos talentosos jogadores da sua base (e a troca de passes) alguns craques, jogadores diferenciados, experientes. Em meio a eles (independente de terem dado ceerto na equipe) tinham Deco's, Henry's, Eto's, etc... até que os próprios oriundos da base se tornaram experientes e referência como Xavi, Iniesta, Messi. Bem diferente do que estão fazendo.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

16/11 - 18h51 [1 coment.]
Zagueiro Manoel passará por tratamento o restante da temporada 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster