Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

PROMOÇÃO CRUZEIRO.ORG 25 anos - COPA DO BRASIL - FINAL NO MINEIRÃO
Comente no site, Compartilhe no Facebook ou Retuíte as notícias no Cruzeiro.Org e concorra a ingresso na final da Copa do Brasil
Agência Minas Esportes



Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul
Joao Duarte, engenheiro escreve periodicamente no Cruzeiro.Org

11/07/2014 | Joao Duarte
Matando a saudade de ver o Cruzeiro jogando

"Muito se falou sobre o vexame do Mineirão, mas, que o fato ajude a mudar o conceito de formação de atletas no Brasil"

Mundo Azul,


☻ Razões do vexatório 7 x 1 que o Brasil levou da Alemanha - Vejo todo mundo falar que antes do jogo os observadores da seleção brasileira Alexandre Gallo e Roque Jr. haviam aconselhado ao Felipão a mudar o sistema de jogo, congestionando mais o meio de campo e sacando Fred e colocando o William como centroavante. Todos que me conhecem sabem do meu apreço ao sistema 4-3-1-2, como o uso de uma trinca de meio, mas, não necessariamente de uso de 3 volantes. O 3º homem de meio campo tem que ter condição de armar o jogo, aproximar da área adversária, tabelar e de concluir a gol, algo como Ramires ou Wagner faziam no Cruzeiro nos tempos do Adílson Baptista.
Mas, o que não entendo é como Felipão sendo adepto de um sistema tático como o selecionado para esta Copa do Mundo (4-2-3-1) não conseguiu ver que o time se posicionou errado e não corrigiu o posicionamento logo no começo da partida.
Na verdade o que vimos foi o time perdido em campo, tanto assim que David Luiz mesmo sendo zagueiro não aparece na foto em nenhum dos gols sofridos e isto tem que ser explicado.
Veja bem que o que se passou com o time brasileiro foi a adoção de um esquema tipo índios Sioux dos filmes de faroeste... que sempre tomavam ferro da cavalaria americana, exatamente por não terem posicionamento e organização.
Em suma, o que me pareceu é que os jogadores escalados não conheciam o adversário, não sabiam como o time alemão jogava e também não tinham noção do papel a desempenhar em campo.
Vamos ao lance do 3º gol no qual Dante toca a bola para Fernandinho que está de costas, é abafado pela marcação alemã que lhe rouba a bola, triangula e finaliza sem chances de defesa para Júlio César.
Ora bolas, será que ao passar a bola para Fernandinho o que Dante esperava ? Faltou também inteligência futebolística, faltou concentração. E logo Dante que joga no Bayern que é especialista em fazer este tipo de pressão na saída de bola do adversário.
O Brasil jogou com um bloco defensivo e outro lá na frente, lotado de jogadores fominhas e especialistas de correrem com a bola.
Vejo os comentários falando mal do Fred, mas, se o rapaz é um definidor (por sinal um dos melhores que existem no mercado), como ele poderá render se não recebeu um cruzamento correto da linha de fundo, se não recebeu um passe para conclusão a gol de Oscar, Hulk e também do Neymar ou Bernard.
E ele se movimentou sim, embora, a maioria das vezes de forma equivocada buscando o 2º pau e à espera da falha dos beques que não aconteceram. O Brasil contra a Alemanha se fartou de errar os passes longos e deu ao time alemão espaços em todos os setores.
Felipão tinha que ter corrigido o posicionamento de Oscar, Bernard e Hulk e não fez nada disto. Observem que além destes jogadores também Paulinho, Hernanes e Ramires todos tem a mesma característica de correrem com a bola.
Os caras se mandaram para o ataque e correram muito, mas, correram errado.
É por isto que eu digo que a convocação do Felipão que foi considerada boa pela maioria dos analistas, não lhe permitia as variações táticas. faltou ao Brasil um grande organizador de jogo. Alguém que pisasse na bola e fizesse o time jogar. Que não acelerasse tanto o ritmo quando o adversário estivesse com o sistema defensivo recomposto, mas, que botasse os jogadores velocistas em condições de agredir caso a bola fosse retomada e houvesse espaços na retaguarda adversária.
O buraco aberto no meio-campo brasileiro, Marcelo subindo e tomando bolas nas costas o tempo inteiro (vejam quantos gols nas ceram de bolas viradas da direita para a esquerda.
E mais, David Luiz não sabe jogar do lado direito da defesa, isto não é balela. E Felipão convocou 3 beques do lado esquerdo e só um que atuava do lado direito... Ali naquele setor a vaga deveria ser do Dedé ou do Luisão (Benfica) porque todos os demais cotados atuavam do outro lado (Miranda, Henrique, Réver, David Luiz, Naldo e Dante).
E num banco com Parreira, Murtosa e Felipão cometer um erro destes é INACEITÁVEL, mas, passível de se prever... Felipão adora fazer trocas do tipo 6 x meia dúzia. Levamos 3 volantes muito bons mas absolutamente parecidos em seu estilo de jogo (Paulinho, Fernandinho e Ramires), deixamos de levar pelo menos um organizador de jogo.
Jô e Fred são centroavantes mais estáticos, que tem dificuldades em cair pelos laos para abrir espaços. Porque não levaram um atacante de maior mobilidade como opção de mudança tipo Robinho, Pato (até entendo que estavam em má fase) ou um cara novo e vibrante como o Marcelo Cirino (Atlético-PR) ?
E Hernanes mudaria o quê ? É outro jogador que gosta de carregar a bola.
E no Cruzeiro poderiam ter sido chamados o Éverton Ribeiro ou Ricardo Goulart, caso não quisessem chamar um meia de experiência, já com 36 anos de idade, mas, ainda rolando uma bola redondinha como Alex10. kaká havia voltado a jogar bem, mas, também gosta de carregar as bolas
E nem vou falar da maior injustiça que fizeram que não foi dar uma chance real ao Fábio que é o melhor goleiro no Brasil há praticamente 6 anos.
Enfim, estas são as minhas ponderações para dar sustentação ao porque tomamos de SETE.
Agora, li que jogadores "borraram" em campo e neste ítem os atleticanos são especialistas, palavra do presidente deles Alexandre Khalil após o time dele levar de 6 x 2 para o Corinthians ainda no velho Mineirão em 2002.
Qualquer sistema tático é bom desde que se tenha os jogadores certos para a sua aplicação. Este sistema que o Felipão adota conquistou o último brasileiro, mas, há grandes diferenças entre a forma adotada por Felipão e pelo Marcelo Oliveira.
Mas, também vimos o Cruzeiro sofrer algumas vezes quando os jogadores perdiam a concentração e abriam espaços para os adversários explorarem a faixa central do gramado, não é mesmo ?
Mas, voltando à Seleção Brasileira penso que seja chegada a hora de nos livrarmos dos dinossauros e implementar um novo conceito de futebol, valorizar a técnica e principalmente mudar a legislação de forma a impedir que os abutres do futebol, possa continuar a se locupletar, tirando todo o poder dos clubes, formando jogadores extremamente individualistas, sem cultura tática e que vejam no futebol apenas os $$$ como meta.
O trabalho feito na Alemanha é diferente, importante, mas, não pode ser CTRL C e CTRL V para nós.
Fechando a conta e passando a régua o que é voz corrente é que o brasil andou para trás taticamente, mas, não posso concordar com isto simplesmente porque o nosso treinador deu uma "empacada" como se diz na gíria.
Mas, o relato do Alexandre Gallo ao Renato Maurício Prado com relação à captação de jogadores jovens no Brasil é o fato mais relevante, neste contexto. Não bastará mudar o treinador será preciso se trabalhar na formação dos atletas e isto é coisa de fundamento. Tem que se fazer um trabalho de aumentar a base para se garimpar mais talentos, mas, há algo na legislação que atrapalha todo este processo que é só se permitir assinatura de contrato com os meninos após os 16 anos de idade, não se poder federalizar os garotos antes dos 14 anos de idade, o que está tirando o poder dos clubes e deixando nas mãos do empresários. Um absurdo o que temos visto por aí... Isto precisa ser revisto e rápido.
A derrota de 7 x 1 com certeza servirá para abrir os olhos dos homens que mexem com o desporto no Brasil, não se pode deixar que valores saem do país cada vez mais cedo, empobrecendo o nosso futebol e esvaziando as nossas tardes de domingo. "Muito se falou sobre o vexame do Mineirão, mas, que o fato ajude a mudar o conceito de formação de atletas no Brasil"

☻ Até que enfim na semana que vem teremos Cruzeiro jogando - A temporada nos Estados Unidos foi muito boa, positiva para encaixar os novos integrantes ao time (Manoel, Marquinhos e Neílton), abrir novas oportunidades aos garotos do elenco com os processos de recuperação física de Dedé, Bruno Rodrigo, Nilton, Dagoberto e Borges. O que vimos foram boas atuações contra os times mexicanos que estavam fazendo sua pré-temporada {América (5 x 3), Tigres (2 x 0) e Chivas Guadalajara (2 x 0)}, com o Cruzeiro mostrando força ofensiva, criando muito e usando de as suas valências.
O elenco agora volta como boas opções em todos os setores :
Gol (4) - Fábio, Rafael, Alan e Georgemy.
Laterais (4) - Ceará e Egídio, Mayke e Samúdio
Zaga (5) - Dedé e Bruno Rodrigo, Manoel, Léo e Alex
Volantes (6) - Lucas Silva e Henrique, Nilton, William Farias, Tinga e Eurico
Meias / Meias Atacantes (9) - Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart e Dagoberto, Marquinhos, Júlio Baptista e William, além de Marlone, Álisson e Neílton.
Centroavantes (2) - Marcelo Moreno e Borges.
E é da briga leal pelas posições que esperamos que o Cruzeiro possa voltar atuando em alto nível e com alto astral.
Marcelo Oliveira pode alternar os sistemas facilmente, algumas vezes até mesmo sem favor substituições, em virtude da polivalência dos nossos jogadores. E diferentemente do time do Felipão, nosso treinador usa todas as oportunidades para treinar, reforçar o posicionamento, mostrar aos jogadores como sair das armadilhas propostas pelos adversários. Segundo consta também é estudioso e tem um grande auxiliar técnico (Tico) que tem ótima visão.
Então, a gente começa a entender que o sistema só não ganha jogo, mas, que o trabalho faz a diferença. Felipão tentou levar no jeitinho, enganar ao adversário, só que sem treinar e isto não funciona...
Não temos mais as individualidades do passado e o conjunto continua a ser importante. Claro que a jogada individual, o drible é quem desmonta os sistemas defensivos e por esta razão o Cruzeiro tem suas armas nos 9 homens que atuam entre meio e ataque, que conseguem criar boas jogadas, mas, não pode ser o tal samba de uma nota só. É preciso se reinventar. Os nossos adversários andaram nos estudando e muito e com certeza Marcelo Oliveira há de ter criado novas jogadas, treinado na inter temporada e as usará durante os jogos para surpreender aos adversários, isto conta muito. E a cada dia se torna mais complicado marcar a nossa jogada aérea, porque Manoel também é muito bom.
Agora é contra o Vitória e esperamos o Mineirão com bom público, para que não deixemos a peteca cair e o Cruzeiro possa ir se mantendo na frente e aos pouco ir se distanciando do 2º colocado.

E as homenagens desta coluna hoje vão para : Carlos Almeida, Céu, Sicília, Nádia Schleiss, Redmosk, MRR, Nelsão-BSB, Zuloobas, Marcos Mineiro, Seixas, Baptista-DF, Carlos H. C. Campos, Lúcio Sangue Azul, Walter Seixas, Bruno e Othon Gervásio, Estrelado Campeão e Webber... que do mesmo modo que eu estão loucos pela volta do Brasileiro.
E de Conceição do Mato Dentro-MG : Professor Geraldo Alves Machado, Prof. José Gomes Abrantes, Renato Lima Guimarães, Evandro Vidigal, Romeu Madureira, Fábio e Maria Luíza Martini Ribeiro, Elza Maria Carneiro Motta e Barbosa, Sávio Luiz Ferreira de Oliveira e Ana Maria Ferreira.
Cruzeiro, Cruzeiro Querido...Tão Combatido, Jamais Vencido

Joao Duarte
joaochiabi@globo.com

Leia também as colunas anteriores Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 pyxis | BHZ | 11-07-14 12h11min
Camarada JDuarte, pra variar, vou discordar, mas desta vez, CONCORDANDO em tese...
Sua tese é correta, seu diagnóstico é parcialmente correto e peca por estar fundado em premissas falsas ou impróprias (que você irá defender até o fim).
Sem entrar em muitos detalhes, me fundamento na ideia que tentei colocar na minha coluna sobre NÃO precisarmos de um técnico "tipo Felipão Seleção" no Cruzeiro. Esquemas anacrônicos MORRERAM há muitos anos. ... cont
 pyxis | BHZ | 11-07-14 12h15min
.. valem hoje (estes esquemas anacrônicos tipo 4-3-1-2 e outros que vocês defendem e citam), prá nada... A evolução do carrossel holandês é O tic-taca EFETIVO e eficaz do Barça e o apresentado pela Seleção Alemã... Não tem técnico no Brasil HOJE, com respaldo da mídia e da CBF para mudar o péssimo futebol brasileiro que a Seleção tem apresentado HÁ MUITOS ANOS.
Se a Seleção foi "salva" pela tradição da camisa... a partir desta semana, NÃO SERÁ MAIS... cont
 pyxis | BHZ | 11-07-14 12h17min
... e até derrotas para seleções de Honduras e Haiti, passaremos a ver... NINGUÉM MAIS vai respeitar esta camisa... e se insistirem (os distribuidores de camisas), em 4-3-1-2, 3-5-2 e afins vai ser um festival de desrespeito...
A maior humilhação não foi a goleada de 7 a 1... foi O fato de jogador ALEMÃO dizer que "resolvemos" não tripudiar... podia ser de mais de DEZ...
 Celeste | Sorocaba-Itajub� | 11-07-14 13h04min
Joao, obrigada pela homenagem. Os motivos da derrota da seleçao sao muitos, mas, na minha opiniao, o principal foi falta de treino. A questao dos empresários é outra que realmente incomoda. Tenho curiosidade de saber como isso funciona no exterior. O Neymar, hoje, nao tem empresário, tem "staff". É muita gente ganhando dinheiro às custas do boleiro. A unica excessao é o clube. O peixe vai continuar pagando caro pelos esforços feitos para segurar o jogador.
 estrelado campeão | N�o definido | 11-07-14 13h40min
Boa tarde João Duarte. Obrigado pela homenagem. Acertou em cheio, estou contando as horas de ver o Cruzeiro Querido novamente no Brasileiro.
 estrelado campeão | Ubá | 11-07-14 13h40min
Boa tarde João Duarte. Obrigado pela homenagem. Acertou em cheio, estou contando as horas de ver o Cruzeiro Querido novamente no Brasileiro.
 estrelado campeão | N�o definido | 11-07-14 13h47min
Sobre Seleção, 7x1 concordo com você em relação à necessidade de alguém no time que "não acelerasse tanto o ritmo quando o adversário estivesse com o sistema defensivo recomposto, e que colocassem velocistas em condições de agredir caso a bola fosse retomada e houvesse espaços na retaguarda adversária".E também, com certeza tinhamos muitos 6 e meia dúzias no meio campo. Faltou talento e cabeça pensante no setor fundamental. Não achei que Bernard tremeu, estava perdido, como quase todos.
 estrelado campeão | Ubá | 11-07-14 13h47min
Sobre Seleção, 7x1 concordo com você em relação à necessidade de alguém no time que "não acelerasse tanto o ritmo quando o adversário estivesse com o sistema defensivo recomposto, e que colocassem velocistas em condições de agredir caso a bola fosse retomada e houvesse espaços na retaguarda adversária".E também, com certeza tinhamos muitos 6 e meia dúzias no meio campo. Faltou talento e cabeça pensante no setor fundamental. Não achei que Bernard tremeu, estava perdido, como quase todos.
 estrelado campeão | N�o definido | 11-07-14 13h52min
Sobre mudanças, legado pós Copa e pós 7x1, oportuno ressaltar a entrevista do Ministro Aldo Rebelo : "Eu sempre defendi que o Estado não fosse excluído por completo do futebol. Portanto, nós precisamos de uma intervenção indireta. Necessitavamos de uma reforma na Lei que dê ao Estado a atribuição de regular. A Lei Pelé tirou do Estado qualquer tipo de poder de atribuição e poder de intervenção", comentou. "Se dependesse de mim, não teríamos tirado o Estado completamente dessa atribuição".
 estrelado campeão | Ubá | 11-07-14 13h52min
Sobre mudanças, legado pós Copa e pós 7x1, oportuno ressaltar a entrevista do Ministro Aldo Rebelo : "Eu sempre defendi que o Estado não fosse excluído por completo do futebol. Portanto, nós precisamos de uma intervenção indireta. Necessitavamos de uma reforma na Lei que dê ao Estado a atribuição de regular. A Lei Pelé tirou do Estado qualquer tipo de poder de atribuição e poder de intervenção", comentou. "Se dependesse de mim, não teríamos tirado o Estado completamente dessa atribuição".
 estrelado campeão | N�o definido | 11-07-14 13h57min
Continuando, "Vários críticos já disseram que somos fornecedores de matéria-prima e importadores de produtos acabados. Uma parte de nossa seleção sub-15 está no exterior. Nossa legislação tirou o poder dos clubes e o deu aos empresários". Foram palavras do Ministro dos Esportes. Portanto, se parte da mídia(outra parte não quererá) souber nesse momento ímpar tirar proveito, algo pode ser mudado, ou pelo menos termos o início do processo de mudança, em relação à gestão do futebol no Brasil.
 estrelado campeão | Ubá | 11-07-14 13h57min
Continuando, "Vários críticos já disseram que somos fornecedores de matéria-prima e importadores de produtos acabados. Uma parte de nossa seleção sub-15 está no exterior. Nossa legislação tirou o poder dos clubes e o deu aos empresários". Foram palavras do Ministro dos Esportes. Portanto, se parte da mídia(outra parte não quererá) souber nesse momento ímpar tirar proveito, algo pode ser mudado, ou pelo menos termos o início do processo de mudança, em relação à gestão do futebol no Brasil.
 Carlos Campos | Resende | 11-07-14 14h01min
Mestre, está chegando a hora do futebol novamente. Está chegando a hora do Cruzeiro. Já torci para a seleção brasileira quando Nelinho estava na copa de 78. Torci muito pela seleção de Carlos Alberto Silva com Douglas, Geraldão, Carecone, etc. Me revoltei com a ausência de Douglas e a presença de Elzo em 86. Jä torci para jogadores do Cruzeiro na seleção. HOJE PENSO COMO O EVANDRO. Seleção é uma oportunidade para observar o futebol, MAS EU GOSTO MESMO É DO CRUZEIRO.
 estrelado campeão | N�o definido | 11-07-14 14h06min
E quando se fala em leve intervenção estatal, espero que haja revisão nos critérios das cotas de TV. Já postei na coluna do Wilson, que o futebol germânico passou por um profunda reformulação.Na Bundesliga, a colocação do time no campeonato é levada em conta na hora de distribuir a verba da TV. O Bayern de Munique recebeu 29,96 milhões de euros (R$ 71,9 milhões) ao final da temporada passada, enquanto o desconhecidíssimo Saint Pauli, rebaixado para a 2ª ficou com 13 milhões de euros.
 estrelado campeão | Ubá | 11-07-14 14h06min
E quando se fala em leve intervenção estatal, espero que haja revisão nos critérios das cotas de TV. Já postei na coluna do Wilson, que o futebol germânico passou por um profunda reformulação.Na Bundesliga, a colocação do time no campeonato é levada em conta na hora de distribuir a verba da TV. O Bayern de Munique recebeu 29,96 milhões de euros (R$ 71,9 milhões) ao final da temporada passada, enquanto o desconhecidíssimo Saint Pauli, rebaixado para a 2ª ficou com 13 milhões de euros.
 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 11-07-14 15h51min
João Duarte, a humilhação contra a Alemanha vai servir para uma mudança drástica no futebol brasileiro. Não vejo de outra forma, pois Felipão com sua comissão terão que sair. Eles deviriam ter assistido aos jogos do Cruzeiro para aprender como se joga um futebol ofensivo e compactado na defesa. O Cruzeiro teve momentos ruins na Libertadores, mas voltou a jogar um futebol alegre e ofensivo. Acredito que ao nosso time principal faltou jogar mais antes dos jogos da Libertadores para ter ritmo logo.
 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 11-07-14 15h58min
Veja que só começou a jogar bem, a partir do momento que passou a atuar mais, ficar mais rodado. O revezamento deverá haver, mas apenas de forma individual, com os jogadores desgastados fisicamente. Vejo o Cruzeiro bem preparado para a sequencia do Brasileirão e vamos voltar melhor do que antes. Na sua relação de jogadores, você não cita o goleiro Élisson. Qual o motivo? Ele está fora, contundido ou foi vendido?
 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 11-07-14 16h15min
Sobre esquema tático, eu penso que no Brasil, temos sim técnico capaz de mudar a filosofia atual, mas como não pertence ao eixo RJ-SP e nem é do Sul, não serve para a seleção. Só vejo uma saída para mudança de filosofia do ultrapassado futebol brasileiro: contratar técnico de fora, como Guardiola ou José Mourinho. Caso não queira investir alto e queira alguém daqui, cito Marcelo Oliveira e aposto que se ganharmos o Brasileirão 2014 ele será chamado. Será uma pena, pois perderemos nosso técnico.
 marco | Curitiba | 11-07-14 18h02min
Caro JD, que bom que vamos poder ver nosso Cruzeiro atuando no Brasil novamente. Até acompanhei alguns dos jogos nos USA, mas não é a mesma coisa. De bom na excursão, vi: Manoel (xerifão que será titular - Dedé que se cuide), Alisson e RG. De ruim: a contusão do Alisson, Moreno não rendeu o que eu esperava e Dagoberto não jogou nenhum jogo (será que já deu para ele?)! Vamos lá, a partir desta semana, em busca do bi do Brasileirão.
 chiabi | Nova Lima | 11-07-14 18h42min
Estou com saudade de ver o Cruzeiro. Aguardemos até a próxima semana para comentarmos sobre a vitória no Vitória.
 João Duarte | Vit�ria | 11-07-14 18h47min
Prezado Evandro,
O futebol não é estático. Os esquemas numéricos procuram apenas refletir a distribuição dos atletas em campo, mas, mesmo assim, com a evolução da preparação física ficou notória a importância de buscar a compactação. Defensivamente é tempo de se colocar o maior nº de jogadores atrás da linha da bola, mas, com a disposição adequada de forma a reduzir os espaços. Sem a posse de bola, pressionar o adversário onde quer que seja para retomar as bolas e iniciar nova ação ofensiva.
 João Duarte | Vit�ria | 11-07-14 18h50min
Quando a gente vê os volantes da Alemanha, ou jogadores que atuam na contenção e nota que foram adaptados ali, que aprenderam a fazer mais de uma função tática e que isto começou lá nos centros de formação, a gente conclui que é possível se ensinar alguém que tenha um mínimo de talento a melhorar o seu desempenho. Agora, quando você ali o talento à compreensão tática, se consegue entender como um ponta como Schweinsteiger se transformou num volante sensacional, com qualidade de sa[ida de bola.
 João Duarte | Vit�ria | 11-07-14 18h54min
Embora todos os conceitos de futebol tenham sofrido impacto da Holanda de Rinus Mitchels de 1974, com o futebol total, a gente vê traços deste rodízio de jogadores ocupando funções táticas diferentes, ainda hoje na seleção alemã. Já a Argentina possui um sistema tático mais convencional, com linha de 4 jogadores que não saem muito de trás, tendo à frente deles Mascherano, Gago (Biglia) e Enzo Perez.
 João Duarte | Vit�ria | 11-07-14 18h57min
Temos que mudar o futebol brasileiro, mas, vai ser preciso se mexer lá no fundamento, na base, com investimento do governo na massificação do esporte e mais que isto, também, se mexer nesta lei da criança e do adolescente, porque estamos vendo cooptação dos meninos cada vez mais cedo, com os clubes virando praticamente barrigas de aluguel... Ouvi o Alexandre Gallo falando da dificuldade na seleção dos meninos para a sub-15, porque os empresários ficam igual a abutres e levam cedo demais.
 João Duarte | Vit�ria | 11-07-14 19h00min
Tudo isto porque a legislação brasileira não permite que os garotos assinem contrato antes dos 16 anos. Até existem as categorias MIRIM, PETIZ e INFANTIL mas elas não recebem apoio dos clubes como deveria. Os menins que se destacam antes dos 16 anos são levados para fora e depois a gente fica reclamando porque não se revela mais talento no Brasil. Trazer um técnico estrangeiro e colocá-lo como cabeça, mas, sem suporte servirá apenas para "secar" o trabalho dos caras. É sacanagem da grossa.
 João Duarte | Vit�ria | 11-07-14 19h04min
E depois vem a 2ª investida em cima dos garotos de 19 anos, que saem e deixam os clubes com as mãos abanando. Vejam o caso recente do Victor Andrade do Santos que se mandou para o Benfica e o Peixe não vai rapar nada. Foi nesta fase da vida que perdemos o goleiro Gabriel, o meia Zé Eduardo, o São Paulo perdeu o Oscar, entre tantos outros casos que a gente conhece. VAMOS VER SE ALGO VAI MUDAR e os clubes deixam de ser OTÁRIOS e parem de dar de mão beijada os garotos para o futebol europeu.
 carlos_Almeida | Vitória | 11-07-14 19h22min
JD, a mudança tática para 3 volantes poderiam mascarar o resultado mas o futebol seria o mesmo, o de chutões, falta qualidade. A mudança do Cruzeiro de 2012 para 2013 é um bom exemplo, lembrando que saíram Mateus, Donato, L. Guerreiro, Sandro Silva, Fabinho, Souza, WP e Anselmo Ramon para entrada de Dedé, BR, Nilton, Ricardo Goulart, ER, Dagoberto e Willian.
 carlos_Almeida | Vitória | 11-07-14 19h29min
Sobre a mudança na lei... Muitos esportistas são eleitos a senadores, deputados, etc. Por que os clubes não aproveitam essas forças políticas para interferir nas leis beneficiando os clubes minando com a força dos empresários? Já que é notório que eles prejudicam muito os clubes. O que impede isso? Parece tão fácil!
 Marcos Mineiro | rio de janeiro | 11-07-14 21h57min
Senhor Duarte, bela página, mais uma vez. Comentei rapidamente por ocasião da outra coluna, que o futebol brasileiro precisa recuperar sua identidade e autenticidade. Hoje temos um amontoado de jogadores em vários países, jogando em escolas diferentes de futebol (Alemanha, Inglaterra, França, Itália, Espanha, Rússia, etc.). Convocados, vira um coquetel, sem tempo de treinos, preparação física adequada etc. O Cruzeiro é um exemplo dessa volta ao futuro. Só assim, ganharemos algo, de novo. Obrigad
 Força-Azul | Santos | 11-07-14 22h58min
Muito boa coluna e oportuna para refletir sobre o futebol brasileiro. Concordo plenamente com o João Duarte e o jogo do vexame foi um time de rachão contra um time de profissional. Era muito fácil penetrar na defesa brasileira. Individualmente vários jogadores fizeram a pior partida com a seleção. Mas o que mais chamou atenção foi a ausência de um esquema tático para o jogo. O buraco no meio campo era tão grosseiro que não imagino um técnico de futebol ficar apático ao que aconteceu.
 Força-Azul | Santos | 11-07-14 23h04min
Mas o que interessa não é o passado e sim como poderemos melhorar no futuro. Neste aspecto concordo que precisamos alterar a legislação na formação dos nossos craques. João Duarte já expôs acima os absurdos com as categorias PETIZ, MIRIM, INFANTIL e JUVENIL. Precisamos de legislação que dê garantias ao Clube formador sobre o jogador e não para as hienas de empresários de jogadores.
 Força-Azul | Santos | 11-07-14 23h11min
Mas tem outro ponto muito importante: Como democratizar a distribuição de recursos financeiros de cotas de televisão para os times da série A e B do futebol brasileiro? É benéfico para o futebol a distribuição de cotas ser de até 40 vezes entre o maior e menor valor em R$?
 jfabio | Pouso Alegre | 12-07-14 13h20min
Caro João Duarte, a sua coluna foi o melhor resumo dos 7 x 1 que vi até agora. Sobre o Cruzeiro, penso que o MO tem muito a aprender com o técnico Alemão. Não vemos nossos jogadores realizando mais de 1 função (como nos tempos do AB). Outro problema é que o MO não muda o 4-2-3-1. Deveríamos aproveitar a habilidade do Dedé, nos jogos contra adversários mais perigosos, e usar o 3-5-2 (ou 3-6-1), alternando dentro do jogo para o 4-3-1-2 (ou 4-3-2-1). Espero que o MO evolua neste quesito.
 PHDF | Brasília | 12-07-14 13h31min
- O que mais me impressionou nesta copa foi o excelente nível dos diferentes técnicos, muito superior aos brasileiros. Até os da Costa Rica e Argélia deixaram boas lições.
- Ao Brasil, falta/ou humildade para reconhecer que não são mais os melhores jogadores do mundo e que precisam de muito preparo para encarar boas seleções.
- Quanto ao Cruzeiro, acho que MO comete também o erro de não variar esquema conforme o adversário e durante um jogo. Foi assim que o TRI da Libertadoras foi adiado
 João Duarte | Vit�ria | 12-07-14 18h04min
Intervalo de jogo : Brasil 0 x 2 Holanda.
desta vez os 2 gols que levamos foram de falhas individuais de David Luiz no 2º gol e dos 2 zagueiros no 1º gol.
Thiago Silva fez falta horrorosa e deveria ter levado o vermelho, embora a falta fosse fora da área.
David Luiz ao invés de jogar a bola a corner , chifrou de volta para o meio da área.
Agora na criação o time brasileiro continua lento na transição e sem imaginação, mas, Jô é ruim demais.
 João Duarte | Vit�ria | 12-07-14 18h04min
Felipão troca Luiz Gustavo por Fernandinho.
O trem tá feio...
 PHDF | Brasília | 12-07-14 19h05min
O trem ficou russo!
 João Duarte | Vit�ria | 12-07-14 19h11min
Creio que a convocação do Felipão respeitou a lógica dele, mas, não levou os melhores... volto mais tarde...
 Força-Azul | Santos | 12-07-14 21h23min
Erros do Felipão na convocação: 1) Não convocar um zagueiro substituto do Tiago Silva. Do lado direito da defesa o melhor é Dedé. 2) Não levar o melhor goleiro do Brasil: Fábio. 3)Não levar o craque do futebol brasileiro de 2013: Everton Ribeiro. A exceção de Oscar nenhum outro meio campo do Brasil tem as características de Everton Ribeiro. 4)Atacantes de melhor qualidade: na minha avaliação Jo, Hulk não são jogadores para vestir a amarelinha.
 lucio sangue azul | sete lagoas | 12-07-14 21h30min
Olá, João. Obrigado pela homenagem. Força Azul, penso quase igual a voce. Não sei se o que voce coloca mudaria os rumos da seleção, mas certamente, eu teria torcido pelo Brasil, coisa que não fiz e anunciei que faria.Acho bem feito o Felipão ter sido punido pela sua arrogância, pela sua escolha de jogadores e pela sua teimosia em nem tentar experimentar jogadores que estavam em melhor momento do que alguns que ele chamou.BEM FEITO!
 ToninhoCaixeta-DF | Ceil�ndia | 12-07-14 22h16min
Que saudades do meu Cruzeiro, ainda bem que faltam apenas 4 dias pra voltar o campeonato brasileiro. Sobre seleção minha opinião é que a "safra" atual de jogadores não é muito boa e com o Felipão também em má fase, até que o 4º lugar foi bom demais, já poderia ter sido eliminado contra o Chile naquela bola na trave, ou ainda contra a Colombia que foi no sufoco.
 lucio sangue azul | sete lagoas | 12-07-14 23h56min
João, deixe-me invadir seu espaço para falar para quem vou torcer amanhã, jogo argentina x alemanha...Pelo Sorin, eu torceria para a Argentina.Pelo Sorin, assisti 70% da Copa na ESPN. Mas por que os torcedores Argetinos vem fazendo tanta chacota do Brsil e, principalmente, porque ficaram na casa do nosso maior inimigo, amanhã SOU ALEMANHA!
 raposão do Brasil | Não definido | 13-07-14 01h18min
Bom dia a todos,boa João...muito boa suas observaçoes.Não torço pra seleção desde de 94 e acho que nunca mais vou torcer.....é uma pena a imprensa dar importância só pro Neymar,serem separatistas ao extremo,desmerecer jogadores que atuam em outros estados fora do eixo do mal,ficar "desnunbrando" jogadores que mal jogam bem um campeonato,jogadores novos não darem valores pro seus clubes,treinadores que preferem marcação do que passar bem e dominar bem uma bola,laterais que não sabem marcar e nem.
 raposão do Brasil | Não definido | 13-07-14 01h25min
....cruzar,torcedores que vão atrás de emissoras de tv mal intencionadas e etc.....Isso um dia iría estourar,estou muito feliz que aconteceu em nosso país,em meu estado e em minha cidade de nascimento kkk,não podia ter cido melhor para mim,ver toda essa arrogância cair em minha Minas Gerais rsrsrs.Agora é irmos em busca tetra,mas com humildade e responsa,avante Cruzeiro......abraço a todos.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 09h52min
O jogo de ontem contra a Holanda só veio confirmar que os treinos que o Felipão ministrou não tiveram importância nenhuma. Ele fez a maioria dos treinos em campo reduzido, para melhorar a condição de nossos jogadores saírem da marcação pressão. Mas, o que vimos nas 2 últimas partidas, mostrou que não fez a prática num campo convencional. os jogadores aprenderam a se compactar num campo reduzido, mas, quando foram para o local de jogo, foram facilmente atraídos aos convites do adversário. (cont)
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 09h56min
Não conseguimos ver o Brasil fazer BLITZ sobre o adversário a não ser no início do jogo contra a Colômbia, aliás, o melhor período para o Brasil na Copa, porque foi quando Felipão usou da prática que faz o 4-2-3-1 o sistema mais eficaz, que é pressionar a saída de bola do adversário, forçar o outro time a dar os chutões, recuperar a bola e voltar a pressionar. E fazer tudo isto, compactando o time de intermediária a intermediária. Mas, quando o nosso time volta atrás da linha do meio, se perde.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 09h59min
A seleção com Hulk, Fred ou Jô, Oscar e sem Neymar PERDE a velocidade. O Cruzeiro usa diferentemente jogadores velocistas pelos lados de campo (Mayke, Egídio, Samúdio, William, Dagoberto, Marquinhos... todos são rápidos), por esta razão Marcelo Moreno consegue se dar sempre melhor do que Borges (que perdeu a velocidade estupenda que tem, em função de estar sempre voltando de contusão e não conseguir mais acompanhar a rapidez dos colegas quando roubam a bola no meio e partem em velocidade).
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 10h03min
E outra coisa que tem que ser registrado no jogo de ontem foram as falhas individuais nos 3 gols da Holanda.
No 1º gol uma falha conjunta de Paulinho, Luiz Gustavo, Maxwell e pior de David Luiz & Thiago Silva, por permitirem que Van Persie ganhasse a bola e fizesse o UM-DOIS com Robben que em velocidade passou por cima dos nossos 2 beques e foi parado com falta. No 2º gol a falha foi de David Luiz que ao invés de jogar a bola para córner, preferiu cabecear de volta para o meio da área.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 10h06min
No 3º gol além da falha de cobertura para o meio-campista que cruzou a bola, pior foi Hernanes que acompanhava o Wijnaldum e parou no lance e deixou que o holandês chutasse para o gol. A bola passou sob o corpo de Júlio César e era mais uma defensável.
Mas, ao longo de toda a Copa do Mundo sofremos contra ataques de 5 ou 6 contra 2 ou 3 jogadores, todos em função do erro sistêmico. Felipão selecionou meio-campistas que gostam de "correr com a bola" e meias-atacantes também. (cont.)
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 10h09min
E também fez uso de beques que adoram uma ligação direta. Uma das coisas que mais me irrita em futebol é o beque jogar a bola para o volante de costas para o adversário... E este erro aconteceu várias vezes em TODOS os jogos. Eu me irrito porque nestas circunstâncias só resta ao meio-campo voltar a bola para quem lhe passou e aí lhes pergunto, que ganho houve ?
Mas, se houver desatenção de quem recebe a bola e ocorrer o desarme as circunstâncias são as piores possíveis, tomamos gols assim.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 10h13min
Acho que seria um tremendo oportunismo falar agora de quem não foi convocado, mas, para mim fica claro que mesmo com o grupo de jogadores que estava sob o comando do Felipão poderia ter sido feito um trabalho muito melhor. Faltou CONJUNTO. Sobraram e afloraram as individualidades. Hulk passou a Copa inteira tentando fazer o gol que nos clubes por onde atua sai com muita facilidade. Mas, na Copa não conseguiu... os que fez foram anulados.
Fred e Jô ficaram os 700' olhando a bola passar...
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 10h17min
Os caras do meio-campo viram durante todos os jogos a ligação aérea ser empregada sem resultado prático nem contra as equipes de menor qualidade.
Tivemos falhas individuais que resultaram em gols do adversário praticamente TODOS os jogos. E mesmo contra o México só não levamos gols porque os mexicanos erraram demais, com o jogo acabando no 0 x 0. Passando a régua sobrou muito pouco para a gente se lembrar desta Copa, falando da nossa Seleção. Fora do campo foi festa da melhor qualidade.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 10h20min
Podem falar o que quiser mas as FAN FEST's foram espetaculares. A organização dentro de campo foi impecável. Os estádios tão criticados funcionaram bem, mesmo sob condições climáticas adversas e muito diferentes. O ritmo dos jogos foi muito bom, mesmo para as partidas disputadas às 13 h e sob forte calor. Os estádio tiveram uma capacidade de ocupação elevadíssima passando de 95% em média, mostrando o interesse que este esporte provoca no mundo inteiro e até mesmo nos Estados Unidos onde evoluiu.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 10h23min
E estou entre os que julga que estes estádios vão ajudar a desenvolver o futebol em centros como o Mato Grosso ou Amazonas, até mesmo aqui no ES onde o Kléber Andrade foi remodelado e o estádio de Jardim América tbém, para recebermos Camarões e Austrália durante a Copa. Quanto à logística de acesso foram implementadas obras que fazem parte do legado positivo.
A FIFA não tem culpa do custo das obras ter sido este absurdo que foi e nem de terem sido usados 12 estádios. Aí é problema do Brasil.
 lionmason | Rio de janeiro | 13-07-14 13h34min
DA EXCURSÃO: FINALMENTE MO olhou p Alisson. Nossa venho pedindo isso aqui há um ano. O garoto já treina melhor q os outros desde o ano passado(palavras do MO). O garoto vai arrebentar esse ano. A VELOCIDADE DO MARQUINHOS é simplesmente impressionante. Esse garoto no segundo tempo pode ser espetacular. Começa atras na corrida e toma a frente!!!SOU FÃ DE LUCAS SILVA mas ta errando muito passe. O cruzeiro precisa muito dele nesse esquema 4-2-3-1. Nosso time evoluiu muito nesse esquema principalment
 lionmason | Rio de janeiro | 13-07-14 13h39min
.....no quesito compactação. O que faltou na seleção, nós ja evoluímos. E para isso precisamos muito dos volantes. LUCAS tem que melhorar nos seu passes, na construção das jogadas. A sombra do Samúdio fez muito bem ao EGÍDIO, que por ser mais leve, desafoga nossa saída de bola além de seus desarmes. RICARDO GOULART passou por seu momento de instabilidade e está sendo decisivo. EVERTON RIBEIRO voltou a ser genial com passes sensacionais, marcando muito e saindo bem no contra ataque....,...
 lionmason | Rio de janeiro | 13-07-14 13h44min
FÁBIO fez ótimas defesas e tomou um GluGlu. Mas está gordo. Precisa perder a barriga senao na primeira falha isso vai vir a tona.MORENO foi menos decisivo. Mas sempre que entrou no jogo se mostrou importante.MANOEL foi seguro e vai brigar pela posição. Marcelo deve treinar um esquema alternativo com tres zagueiros pois ele com DEDE e BRUNO podem montar uma defesa brutal...
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 14h06min
Uma opção para o 3-5-2 azul seria a seguinte :
Fábio
Manoel, Dedé e Bruno Rodrigo
Henrique (Marquinhos ou Lucas Silva), Éverton Ribeiro, Lucas Silva (Nilton ou Henrique), Ricardo Goulart e Egídio
Dagoberto (William, Marlone ou Marquinhos)e Marcelo Moreno.
Ou seja, sacaria o Ceará do time...
 pyxis | BHZ | 13-07-14 14h54min
JDuarte,como você deve saber, acompanho TUDO sobre o Cruzeiro que é escrito no Cruzeiro.Org (se não me manifesto é por OPÇÃO minha)... mas te digo UMA COISA (e vou repetir até conseguir convencê-lo)...
DESAPEGA deste negócio de 3-5-2, 4-2-1-3 e afins... ISTO NÃO EXISTE MAIS... vira o disco... DESAPEGA !!!!
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 20h03min
Evandro,
Só depois que o mundo acabar Evandro.
Sistemas Táticos existem e vão continuar a existir para explicar a distribuição dos jogadores em campo.
Você enchia o saco com o 2-2-2-2-2 e agora quer criticar quem pensa diferente ?
Eu entendia que você falava em entrar com 2 laterais, 2 beques, 2 volantes de contenção, 2 meias e 2 atacantes.
Ora, Evandro, com estes mesmos jogadores pode se armar um time defensivamente ou ofensivamente. Claro que o futebol não é estático.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 20h06min
E eu nunca escrevi ao contrário disto, o que a gente tenta mostrar é como as equipes estão dispostas e como um time conseguiu anular as valências do outro e fez valer as suas.
A Argentina teve as chances mais cristalinas no jogo de hoje com Higuain na pixotada de Kroos, com Palacio na falha de Hummels e com Messi numa bola à feição no seu pé bom que ele chutou para fora. A Alemanha teve várias chances de chute com Kroos que errou todas e foi fazer o gol num lance de Scurrle com Götze.
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 20h10min
A Alemanha teve o controle do jogo, 63% de posse de bola, mas, correu sérios riscos porque a sua defesa deu os espaços que a Argentina precisa e queria... e os caras estavam exaustos na reta final do jogo.
Então a tal posse de bola é por vezes enganosa na análise de um jogo quando feita isoladamente. A disposição numérica dos jogadores não. A Alemanha tanto insistiu pelos flancos que foi por lá que o gol saiu. E a jogada foi feita por um jogador que nós atuava no setor esquerdo : Schurrle
 João Duarte | Vit�ria | 13-07-14 20h12min
E mais uma vez foi a velocidade e a explosão muscular dos garotos da Alemanha que fizeram a diferença. Por coincidência os 2 únicos do time que já nasceram na Alemanha unificada (após a queda do muro de Berlim).
Agora é tempo de perguntar aos argentinos : o diga o que eles sentem ???
 Zero Sempre | Belo Horizonte | 14-07-14 06h37min
Se a comissão tecnica e os jogadores analisarem a copa perceberão que estamos no caminho certo porém avaliar a postura fria, agressiva, contundente e humilde dos campeões podem auxiliar na postura do time pra aumentar a eficiência e aumentar o resultado.
 pyxis | BHZ | 14-07-14 10h38min
JDuarte, DESAPEGA !!!!!
RSRSRS
 Força-Azul | Santos | 14-07-14 22h10min
Penso que a qualidade dos zagueiros do Cruzeiro poderá favorecer o esquema 3x5x2. Minha formação seria com Fábio, Dedé, Manuel e Bruno Rodrigo, Maike, Lucas Silva, Nilton, Éverton e Egídio (Marquinhos), MMoreno e Dagoberto (Willian). Explico: O esquema 3x5x2 teoricamente fortalece o sistema defensivo e neste aspecto entendo que Maike compõe melhor a defesa e tem a mesma velocidade necessária para um ala. Na ala esquerda penso que tanto Egídio ou Marquinhos podem compor muito bem o setor.
 mrr | Natal | 14-07-14 23h37min
Obrigado JD pela homenagem e que podermos falarmos do que interessa. So opinando sobre o debate sobre qual esquema tático seja o melhor, penso que pecam em não considerarem o adversário, a Alemanha e Holanda mostraram que o esquema varia de acordo com adversário e momento do jogo.
 mrr | Natal | 14-07-14 23h44min
Se o time não possui talentos individuais acima da média, penso que jogar com um esquema engessado seja um grande erro. Então coisas como time A joga 4-3-1-2 e time B 2-2-2-2-2 seja algo pré histórico mas ainda praticado aqui " no pais do futebol". Tem uma situação pior que essa, existem casos onde o treinador possui esquema tatico engessado independente de clube como o caso do Felipão, Muricy....
 mrr | Natal | 14-07-14 23h47min
Então a Alemanha veio ensinar o óbvio, o time deve jogar conforme adversário e momento do jogo, sem essa de cair nos caprichos de Muricys e Felipões ou tradições de clubes...
 mrr | Natal | 14-07-14 23h49min
E somente esta observação que tenho a fazer no trabalho do Marcelo.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
21/09 - 11h24 [3 coment.]
Mano esboça time misto do Cruzeiro para atuar em Goiânia no Br´17 

21/09 - 10h06 [3 coment.]
Jogadores refutam interpretações equivocadas em fala de Romero 

21/09 - 09h57 [6 coment.]
Cruzeiro contrata goleador e mais dois jogadores para a base  

21/09 - 08h47 [3 coment.]
Eleição à presidência da FMF sinaliza o continuísmo criminoso 

20/09 - 08h13 [1 coment.]
Cruzeiro firma parceria para aperfeiçoar desempenho dos jogadores 

20/09 - 07h09 [2 coment.]
Copa do Brasil: Sócio do Futebol deve ficar atento para decisão 

20/09 - 06h59 [1 coment.]
Cruzeiro lança Sócio Cruzeiro Digital de conteúdo exclusivo 

19/09 - 14h20 [15 coment.]
Baixo aproveitamento nos pênaltis em toda a temporada liga alerta 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster