Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Eliane Pessoa - Consultora RH



Torcedor Cibernetico
A Dialetica Virtual x Real

22/08/2013 | Evandro Oliveira
Observatório - Substituições e Falhas

Uma coisa é o técnico fazer uma “substituição errada”, outra coisa é o técnico fazer uma substituição correta e os resultados darem errado...

Esta coluna tanto poderia ser utilizada sob a rubrica “Observatório” como com a “Torcedor Cibernético”. Aliás, tem relações umbilicais pois ao observarmos o que diz a mídia (e a maneira como dizem), podemos comprovar a teoria de que a maioria dos torcedores é pouco seletiva com relação à qualidade da informação que recebem e são meros replicadores de opinião, o que é legítimo, mas torna-se um problema quando imaginam que opinião tem alguma coisa a ver com fatos ou com proximidade da realidade.

Fiquei motivado a tratar do tema a partir das opiniões que li e ouvi, de profissionais da mídia e de muitos torcedores, a partir do momento em que eu estava na arquibancada do Mineirão ontem, até agora e, ao que parece, ainda vai continuar até a próxima partida no sábado.

Primeiro, é importante separar um conceito ou definição, que serve de base para a minha opinião. Uma coisa é o técnico fazer uma “substituição errada”, outra coisa é o técnico fazer uma substituição correta e os resultados darem errado o que eu denominaria “substituição que deram errado para aquela situação de jogo”. Nenhum técnico faz substituição pensando que vai dar errado, e o técnico é a pessoa que mais tem capacidade de avaliar a substituição. Alguns torcedores fazem ilações completamente absurdas e imbecis, simplesmente para atacarem o técnico somente porque não concordaram com esta ou aquela substituição. Outro conceito relevante na questão da substituição é que devemos, obrigatoriamente, diferenciar a substituição por necessidade e aquela de ordem tática, o que nem sempre, as pessoas, inclusive os profissionais da mídia, conseguem enxergar. Se determinado jogador atinge seu limite físico e PODE colocar em risco um resultado, está presente a necessidade, que, em muitos casos, se confunde com uma alteração tática.

Dito isto, o jogo de ontem, tem falhas, erros primários, substituições erradas e substituições que deram errado. É um erro crasso de comentaristas profissionais, de comentaristas torcedores confundir tudo isto e sair avaliando em função somente do que foi exposto de maneira excessiva ou trágica. Um pênalti perdido, um impedimento não assinalado, uma furada. Mas é de opiniões equivocadas que vive o futebol.

1. Falhas
Falhas podem ser individuais e coletivas. Falhas individuais podem ser facilmente encobertas pela virtude individual de quem cometeu a falha ou outro jogador, por isso se chama football association. O jogador que falhou num lance pode se mostrar altamente eficiente num jogo. Ontem a falha coletiva do Nilton e Dedé, com a falta de sincronismo do Fábio e Dedé (neste caso, o Fábio teve a oportunidade de consertar a falha dos dois mas acabou sendo acusado por alguns torcedores de cabeça ruim, como o autor da falha principal), virou manchete em tudo quando é espaço midiático. Digo somente que: a) Nilton fez fazendo partidas excepcionais em sequência; b) Dedé vem cometendo falhas em todas as partidas, é muito bom pelo alto e muito ruim na bola rasteira e o apodo de “mito”, como escrevi aqui anteriormente, é um erro gravíssimo; c) Fábio vem fazendo intervenções corretíssimas mas tem claudicado em alguns lances e será responsabilizado por alguns torcedores insanos.

2. Erros Primários
O Cruzeiro poderia ter feito três ou quatro gols antes de levar o gol dos urubus. Não fez porque Borges perdeu dois gols feitos e outros jogadores ficaram, em alguns momentos, preocupados com firulas, jogadas de efeito e ensebando muito a bola. Um erro primário é querer mostrar qualidade e coisa bonita antes do adversário estar vencido. Futebol bonito cobra um preço muito alto. Torcedor e comentarista que fica falando da jogada, da tentativa, do erro primário, deveria pensar na conquista final. Borges vem sendo protegido e mostra erros mais graves que Vinícius e Anselmo Ramon. Mas tá jogando a ´etiquetinha`. Erros de outros jogadores como Nilton, Egídio e Souza, devem ser relevado dada a altíssima participação deles no jogo e o elevado índice de acertos. Egídio é um exemplo. Crucificado por grande parte da torcida por conta do erro que cometeu na decisão do Mineiro, nem fazendo partidas irrepreensíveis, como as mais recentes, consegue aplacar a ira dos seus algozes-sem-noção. Egídio só não recebe crítica maior pois não temos substituto imediato que garanta a troca sem traumas. Souza tá na berlinda e se o Henrique voltar e fizer trinta minutos de uma boa partida, será alvo de críticas a cada erro (como se o Henrique não fosse errar), Dedé está blindado – é #mito -, Borges ainda tem a proteção de muitos que não acreditam no Vinícius, e assim vamos caminhando com a eterna insatisfação do torcedor cruzeirense.

3. Substituições Erradas
Sou dos poucos que, há muito tempo, avalia que o Marcelo Oliveira tem muitas virtudes, está calando a boca de seus críticos, mas como todo treinador, tem seus defeitos ou tem suas “manias” que estão sendo prejudiciais a ele e ao time. Uma delas: Ele erra muitos nas substituições. Tá certo, sei que muitos, e até ele mesmo, já disseram que veem um jogo diferente e o Marcelo Oliveira explica muito as substituições com alguns argumentos que são válidos mas que a substituição não se justifica (só na opinião dele). Ontem não foi exemplo para as substituições erradas... Na minha opinião ele errou numa delas. Mais pelo momento em que efetuou a substituição (entrada do JBaptista e saída do Willian). Ou ele entrava com outra pessoa no lugar do Willian (substituição certa a saída do Willian por conta das condições físicas dele), ou colocava JBaptista mais tarde. Esta condição de substituição errada exemplifica toda a questão. A cada partida poderíamos reproduzir esta mesma história. O complicador da substituição de ontem é que além de erradas, provocaram descontrole do jogo, ou seja, deram errado.

4. Substituições que deram errado
As substituições de ontem deram errado, acontece. Quem usa de substituições que deram errado para criticar o técnico, para argumentar contra este ou aquele jogador, para regojizar pela contusão de um jogador, não sabe o que está falando e faz a crítica ou emite opinião com o fígado. Se por um lado, opinião visceral gera polêmica, opinião, audiência, por outro, na minha opinião, só serve para classificar quem emite este tipo de opinião. Até onde entendi, as substituições de ontem foram: Ricardo Goulart por Luan; Willian por Júlio Baptista e Borges por Vinícius Araújo. Em alguns órgãos da mídia estas substituições estão trocadas. Entendo que JBatista entrando no lugar do Willian, foi substituição errada que deu errado para o time; Borges saindo para a entrada de Vinícius foi uma substituição correta mas demorou a acontecer; e Luan substituindo Ricardo Goulart foi uma substituição compreensível, errada e que, em função da contusão do Luan, foi completamente errada. Concordo com MOliveira quando diz que só tem como saber se vai dar errado se houver a substituição. Muitos falam que Martinuccio deveria ter entrado, também corroboro desta opinião. Ao invés da entrada do JBatista, Martinuccio deveria ser o jogador a substituir o Willian, se este estava cansado. Não temos como conjecturar que as substituições feitas foram ruins por não ter entrado o Martinuccio. Ele não entrou e ponto.

Assim sendo, continuo com a minha teoria de que muitos comentaristas profissionais fazem algumas críticas e análises para captar audiência, outros fazem por absoluta falta de preparo para entender de futebol e a maioria absurda e absoluta de torcedores fica completamente perdida numa enxurrada de informação. Abrindo um parênteses, durante o jogo, um casal perto de mim, acompanhava a partida com olhos numa app de seus smartphones. Eles comentavam entre si a partir do que estava na aplicação e não a partir do que viam. Muito engraçado. Voltando à vaca fria, esta enxurrada de opinião, desnorteia muitos torcedores. Ficam perdido e as opiniões, infelizmente, são as mais absurdas quanto possível. Mas um amigo me disse ontem na arquibancada: “... Evandro, O futebol mudou, o público mudou e, esta moçada de hoje, é assim mesmo, deixa eles em paz...”. Discordo. Dá uma grande tristeza vez esta juventude sendo teleguiada como está sendo. E eu que pensei que as tecnologias e possibilidades da TV Digital estavam chegando para melhorar a capacidade de criticar e a qualidade da informação.

Bola pra frente !!!

P.S. Cornetada final. Falar de coisas boas, de melhor jogador em campo etc é muito fácil, destacar o PIOR é que são elas. Falar do gol de placa do Éverton Ribeiro, o mundo inteiro fala. Analisar a falha do gol do Fla e o pior jogador do Cruzeiro em campo, até em outras partidas, é que são elas.

Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 João Duarte | Vit�ria | 22-08-13 15h50min
Caro Evandrão,
Creio que a sua coluna é muito oportuna. Então deixo o meu pitaco a respeito.
Eu procuraria me colocar na pele do Marcelo Oliveira no momento da 1ª substituição. O time ganhava de 2 x 0, jogava muito bem até ali, tanto que até os 60' de jogo apenas 2 vezes o FLA havia levado perigo ao gol de fábio, ambas com Moreno (um chute na trave e um outro sem pulo que Fábio defendeu bem, dificultado por ser cruzado e com a bola picando no chão). William pede substituição.
 João Duarte | Vit�ria | 22-08-13 15h55min
Elet tinha no banco Júlio Baptista, que embora não fosse jogador de mesmas características de William, joga também com um 2º atacante e que ele gostaria muito de dar uns minutos a ele em campo. Claro que a lógica seria a entrada ou de Martinuccio (opção da maioria dos torcedores) ou mesmo de Luan (para fechar o corredor do lado esquerdo, ajudar a Egídio que vinha bem no jogo, mas, que a torcida não gosta) ou senão poderia usar o Lucca. Embora entenda os motivos do treinador, discordo da troca.
 Celeste | Sorocaba-Itajub� | 22-08-13 15h56min
Penso o seguinte: O MO deve ser muito bom treinador na Toca II. Percebemos que os jogadores sabem o que fazer em campo. Na beira do gramado ele ainda precisa melhorar. Que ele tenha a habilidade de analisar jogo a jogo e ver onde errou. Como a colheita até agora está farta, ele tem tranquilidade para fazer isso.
 João Duarte | Vit�ria | 22-08-13 15h57min
E discordo, porque a mudança feita provocou uma alteração no sistema tático do time que estava funcionando para nós e dificultando sobremaneira a defesa do Flamengo, que já vimos é refém de qualquer time que abuse da velocidade. Então, a hora é de troca Borges por Vinícius Araújo, depois William por Martinuccio e no final, com o resultado consolidado aí sim fazer entrar o Júlio Baptista no lugar no Ricardo Goulart.
É fácil ser profeta do acontecido, mas, era isto que o jogo pedia IMHO.
 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 22-08-13 18h01min
Evandro, concordo com suas colocações: o time estava certinho e o 3º gol era questão de tempo, mas as substituições não deram certo. Ganhamos, apesar de tudo e segue a vida. No Maracanã é outro jogo e temos condições de sair de lá com vitória.
 alexaug | Belo Horizonte | 22-08-13 18h32min
Evandro, de fato o Borges teve três chances claras e não marcou. Faltou-lhe competência para decidir em nosso favor e perdemos a chance de golear o CRF. Depois das substituições perdemos a articulação das jogadas (Júlio lento e Luan machucado) prejudicando o VAraújo. Dedé não esteve bem na defesa mais uma vez. Achei que o o árbitro deixou de dar um penal claro no Willian (pé foi travado na hora do chute). No Maracanã o retrancado CRF tem que jogar e espaços surgirão para o CEC.
 jfabio | Pouso Alegre | 22-08-13 19h04min
Evandro, você continua ranzinza, mas a sua coluna está bem lúcida, meus parabéns. Sobre as substituições, a entrada do Júlio Baptista não deveria alterar o esquema de jogo. O correto seria o Ricardo Goulart se deslocar para a função do Willian e o JB fazer a função do RG. A troca do Borges pelo Vinicíus foi corretíssima. O problema é que neste momento o time inteiro se ressentiu do gol tomado, e o MO se apavorou e sacou o RG que não iria sair, senão, tinha saído no lugar do Willian.
 pyxis | BHZ | 22-08-13 22h51min
JDuarte, Obrigado pelo "oportuna". Entretanto, há muito, venho falando de falhas e erros de substituições. Topo discutir uma a uma que o MOliveira faz. É uma deficiência dele, ainda mais com o elenco que ele tem a disposição. Não vou usar alguns adjetivos que certos tipinhos que se dizem torcedores atribuem ao técnico por causa disso. E não misturo substituições que deram errado neste "bolo". No mais, continuo apoiando, como desde sempre, e estamos MUITO MELHORES que nas duas ultimas temporadas.
 pyxis | BHZ | 22-08-13 22h53min
Dra. Celeste, tocou num ponto chave. Dá gosto de ver os jogadores sabendo o que fazer em campo e dando resultados. e dá um desgosto danado ver torcedores rosnando que o técnico não tem esquema e cousa e lousa, sem que saibam ao menos o que acontece nos treinos e sem ir ao estádio. Um vexame que somos obrigados a ler diariamente. Mas estamos melhorando... a olhos vistos!
 pyxis | BHZ | 22-08-13 22h56min
Aloisio Mendess, como sempre, tento ser didático quando abordo alguns assuntos que justificam minhas opiniões. Este aqui, resolvi abordá-lo porque estou lendo e vendo absurdos inomináveis até da crônica dita "profissional" e "especializada". É inconcebível que as pessoas não façam a diferenciação só para terem "razão" na crítica. Quem não quer ver como estamos melhorando, só pode ser mal intencionado ou completamente bitolado. Quem continua fazendo a crítica pela crítica são os piores... cont
 pyxis | BHZ | 22-08-13 22h58min
... estes tipos de torcedores estão achando que estão no comando. Ontem um grupelho destes, resolveu vaiar o Luan e comemorar a contusão deles na arquibancada (frequento o Setor Brasileiro - Amarelo Superior).... quase saíram de lá espancados por torcedores que NÃO ACEITAM vaiar jogador somente por que não se gosta dele. E olha que, mesmo sendo anti-violência física nos estádios, até gostei da iniciativa de parte da torcida. E se as vuvuzelas insistirem, vão se dar mal.
 pyxis | BHZ | 22-08-13 23h00min
AlexAug, se eu fosse o Bob Faria eu diria: "muito obrigado pelo seu comentário" (estou ouvindo os jogos só pela 98Fm e o "logico farias" deles é ótimo.
Não posso, em hipótese alguma, dizer que "falta competência" ao Borges. Nem que falta técnica. Borges JÁ FOI um grande goleador... foi mandado embora do Grêmio e Santos JUSTAMENTE por estes motivos... a fila anda, o Borges tem que ir para o fim da fila e ele não quer... ou então para algum time da Série B. Ele não assusta mais nenhum zagueiro.
 pyxis | BHZ | 22-08-13 23h03min
JFabio, NÃO sou, NUNCA fui e NUNCA serei ranzinza. Isto é coisa que colocaram na sua cabeça. Acontece que, minhas convicções e fundamentos, inibem muita gente. Acuam muita gente que se apresenta com "ótimos pitacos". Sei como funciona. MOliveira NÃO SE APAVOROU.... ele viu o problema que causou quando o Luan se contundiu e ele não podia fazer mais nada. Usei o jogo de ontem somente como EXEMPLO, mas vale para TUDO que tenho escrito há muitos anos e não somente para esta temporada. Pense nisto!!!
 carlos_Almeida | Vitória | 23-08-13 11h53min
Evandro, MO tem mostrado ser bom técnico, outras críticas diminuíram, estão sendo mais em cima das substituições. Gosto das substituições, enxergo que das 3 substituições, uma e para a disputa de posição ou para poupar jogador e as outras duas é no bloco dos 3 meias, ali se necessário ele muda a dinâmica do jogo. No jogo contra o Flamengo, o mais fácil seria colocar JB no lugar do centoavante Borges e o mais difícil foi encaixar um jogador sem ritmo num ritmo encaixado, não conseguiu.
 carlos_Almeida | Vitória | 23-08-13 11h58min
...MO também gosta de usar as substituições para dar ritmo a jogador.
 Sapoazul | Brasília | 23-08-13 15h37min
Prezado Evandro, parabéns pela coluna. O M.O. até pode errar em algumas substituições. Como vc. mesmo disse, claro que ele sempre tenta acertar. Em defesa do nosso treinador, vale dizer que ele ainda não tem AQUELE conhecimento pleno do grupo. Ainda não sabe com convicção o que cada jogador pode render. O grupo é muito novo e pouquíssimos jogadores trabalharam com ele. Ademais, ele está tendo que botar em forma ou recuperar jogadores durante a competição. cont.
 Sapoazul | Brasília | 23-08-13 15h41min
Nas 3 primeiras vezes que o willian entrou não foi bem. Hoje começa a se destacar. E ´famoso "ritmo de jogo". O Julio Bptista se não jogar não vai entrar em forma fazendo coletivos na toca. Daqui a pouco vai ser o henrique e o dagol. Somando tudo isso e o padrão que o time está apresentando considero ótimo o trabalho do treinador e tb. por isso tenho aliviado o MO quando a substituição não dá certo. Sobre o Dedé, é outro que só vai voltar à sua velha forma jogando. SDs
 mrr | Natal | 23-08-13 16h06min
Pyxis de um modo geral todos nós vimos as mesmas coisa nas substituições no último jogo. Os conceitos de substituição errada e substituição de que não funcionou possuem uma relação íntima e até compreensível a confusão. Eu diria que existem uma estreita relação, mas não recíproca, entre eles. Por exemplo, o caso do Júlio Batista, penso que foi uma substituição ERRADA e também que NÃO FUNCIONOU, justamente por antes ter sido ERRADA.
 rfp_cruzeiro | Não definido | 23-08-13 16h07min
PixysNão entendo muito bem os motivos de você achar que o Borges deveria "ir pro fim da fila". Um jogador que tem uma média de gols na carreira mais que respeitável (inclusive no cruzeiro, com muito bons 0,5 gols por partida) e que não está apresentando este futebol ruim a que você se refere. Desde que voltou de contusão foi muito bem contra o Vitória (fazendo gol e criando para os outros) e foi mal contra o Flamengo perdendo dois gols feitos (cont)
 rfp_cruzeiro | Não definido | 23-08-13 16h11min
Gols estes que o VA também vinha perdendo regularmente. Sinto um certo desequilíbrio na sua avaliação pelo fato de o VA ser um jogador da base do cruzeiro (não entenda mal, revelar é ótimo), o que gera uma boa vontade maior quando comparado com o Borges. Claro que ele precisa de tempo para evoluir e tem potencial para ser um grande atacante mas hoje tem muito mais deficiências em seu jogo que o Borges...
 mrr | Natal | 23-08-13 16h11min
Aproveitando a deixa das substituições, inclusive para poupar fisicamente os jogadores, não seria o momento de preservar o Dedé? Não sei se é paranoia minha mas os ultimo erros deste jogador que comprometeram ou não o time, as vezes nos dá a impressão de que o jogador não está a vontade, como se tivesse com problemas particulares, sei lá. Desta forma fico com a opinião na escalação da zaga postada acima pelo PYXIS.
 rfp_cruzeiro | Não definido | 23-08-13 16h13min
PYXIS, desculpe-me por escrever seu nickname errado, foi a pressa e a digitação no celular.
 mrr | Natal | 23-08-13 16h14min
Quanto a questão de colocar Borges no banco, discordo da opinião do PYXIS, pelo seus argumentos, pois antes deste jogador se machucar vinha atuando muito bem, fazendo bem 1-2 com quem vinha de traz. Não questiono o desempenho do Vinicius, só acho que o Borges com ritmo preocupa mais a zaga que qualquer outro jogador nesta posição disponível no elenco do Cruzeiro. Eu apostaria assim, caso desse errado no segundo colocaria o Vinicius.
 pyxis | BHZ | 23-08-13 18h24min
Caros, só para falar da questão do Borges, posto que das demais questões vocês não conseguiram introduzir nenhuma "novidade" que servisse para me demover das minhas convicções, digo que "média de gols" histórica não serve pra nada. Peguem as 50 últimas partidas do Borges e me digam como está a carreira dele. A fila anda. Ficar insistindo com "medalhão" que começa a perder gols como ele perdeu DOIS na quarta, é pedir para prejudicar o time. Ele pode ser muito mais útil no banco.
 carlos_Almeida | Vitória | 23-08-13 21h20min
Nojeeeeeento.
 pyxis | BHZ | 23-08-13 22h18min
Ah! esquecid e algumas coisinhas que são relevantes, IMNSHO, falhas e erros primários são completamente diferentes em função da posição/função que o jogador atua. E o goleiro tem critérios e condições de avaliação completamente diferentes de jogadores de linha. Adicionalmente, goleiro é a única posição que NÃO DEVE ir para o banco para melhorar. Goleiro só melhora JOGANDO, ao contrario de algumas posições de linha que para melhorar, tem que tomar um chá de banco e muito treino.
 zuloobas | varginha | 24-08-13 08h16min
Excelente coluna, caro Pyxis. 1. Qto ao Dedè, creio q atingirá o auge de sua carreira no Cruzeiro. Ele é muito jovem e seus erros n são falta de técnica e sim de concentração, como um dia já foram os erros do Fábio. 2. Ainda acradito no Borges. Falta maturidade ao time e ele é tarimbado. A transição entre ele e o Vinícius Araújo já está ocorendo, só n se consumou ainda p o M. O. asim como parte da torcida entende q o garoto da base aida está um pouco verde.
 pyxis | BHZ | 24-08-13 23h19min
Pior é que, mesmo depois de tentar explicar algumas diferenças sobre substituições e bla-bla-bla, vejo cruzeirense escrevendo que o MOliveira "acertou nas substituições" do jogo de hoje. Ele fez substituições (DUAS) por necessidade e elas deram certo. Melhoraram o jogo. Não é toda hora que substituições por contusão dá certo.
 mrr | Natal | 26-08-13 12h35min
Em relação as substituições a grata surpresa foi ver o MO não colocar o Júlio Batista no segundo tempo, o que me parece uma evolução do treinador, diferentemente do que aconteceu com Diego Sousa.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

16/11 - 18h51 [1 coment.]
Zagueiro Manoel passará por tratamento o restante da temporada 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster