Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.
Eliane Pessoa - Consultora RH



Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul
Joao Duarte, engenheiro escreve periodicamente no Cruzeiro.Org

05/03/2011 | Joao Duarte
"A Importância do Nove"

"A função do NOVE é ser um finalizador das jogadas de ataque, colocar a bola na casinha e isto requer especialização"

Mundo Azul,


Qual o papel do NOVE num campo de futebol - Nos últimos dias tive que ler e ouvir muitas opiniões diferentes a respeito do desempenho do nosso camisa NOVE. Afinal de contas, Wéllington Paulista, que tem sido escalado como titular por Cuca não tem feito os gols conforme é função básica de um camisa NOVE.
A função do NOVE é finalizar as jogadas, botar a bola na casinha, fazer os gols e requer especialidade.
O NOVE tem que saber cabecear, tem que chutar com ambas as pernas, mesmo que preferencialmente use uma delas. Seja um jogador de referência ou de movimentação, tem que ter gosto pela proximidade da área e estar atento aos vacilos da zaga e do goleiro adversários, sempre conferindo as falhas terminais dos oponentes.
Este negócio de NOVE que corre atrás dos beques, com função precípua é para mim, um claro desvio de função. Se o Cuca exige isto do Wéllington Paulista, está lhe diminuindo as chances de fazer gol.
O NOVE pode se deslocar, arrastar a marcação e abrir espaços para a penetração dos meias, volantes ou mesmo dos laterais e principalmente dos outros atacantes do time, mas, tem que estar sempre na área, nos lances incisivos do ataque.
Se o jogador volta muito para marcar, se desgasta e na hora que recebe a bola para concluir está com baixa oxigenção e sempre toma a pior descisão.
Analisando as atuações do Wéllington Paulista a gente o vê voltar, fazer desarmes (e cometer muitas faltas quando volta na marcação), mas, do mesmo modo ao fim da ceia, não o vê bem posicionado nos lances de ataque, por esta razão, tem tido pouquíssimas chances de conclusão e mesmo estas poucas estão sendo mal feitas. Creio que tem um pouco de cada coisa. O Cuca lhe pede para voltar e ajudar na marcação, mas, ele deveria fazer isto no máximo até a intermediária do adversário, na linha imaginária que divide o meio-campo e a área adversária.
Qualquer atacante que fizer o mesmo papel não vai ter pulmão para chegar para concluir com fôlego e com equilíbrio.
Então, concluo dizendo que Wéllington Paulista não é este "péssimo jogador" que nossos torcedores estão falando, mas, que trata-se de um jogador que vive uma "péssima" fase que vem desde o final do ano passado.
É por esta razão que entendo que o Cuca deveria dar oportunidade aos outros atacantes, dar a ele a chance de se recondicionar física e mentalmente, para que em breve volte a ser um NOVE decisivo e que ajudou muito ao Cruzeiro na sua caminhada pela vaga à Libertadores em 2010.
O NOVE faz parte da espinha dorsal de um time que tem como outras funções fundamentais um goleiro (o n* 1), um zagueiro (o n* 3), um volante (o n* 5), um ponta-de-lança (o n* 10) e um centroavante (o n* 9).
Podem observar nas equipes que foram campeãs e marcaram época se estas funções não tinham jogadores diferenciados (técnica, experiência, liderança e leitura tática).
Ainda falta dar ao Ernesto Farias a chance de começar uns 4 ou 5 jogos seguidos, criando-lhe as cabidas oportunidades de mostrar o seu futebol. O fato é que ele não tem tido sorte, pois, vários gols legais que ele fez acabaram invalidados pela arbitragem (Santos, Botafogo, Caldense).
E depois a gente ainda pode ver outras formações no ataque ao lado do Wallyson, que pediu passagem e hoje é com méritos titular do ataque do Cruzeiro.
Vamos precisar muito de todos os atacantes na sequência da Taça Libertadores da América. Embora ainda possam acontecer negociações para outros mercados de 2a. linha (Ásia, Oriente Médio, Leste Europeu e mesmo dentro do Brasil), creio que não há grandes NOVE's disponíveis no mercado. E se for para trocar figurinhas, melhor que fiquem os que estão no elenco e força seja dada a cada um deles.

Quem foram grandes NOVES da história do futebol brasileiro ?

- ADEMIR QUEIXADA... Era tão bom que Gentil Cardoso chegou ao Fluminense e disse assim, dêem-me o Ademir e eu lhes darei o título. O Queixada foi para Laranjeiras e o título acabou lá.

- LEONIDAS DA SILVA... era o líder do São Paulo e quase levou a Seleção Brasileira à conquista da Copa de 38. O Diamante Negro foi o cara que propagou o uso da bicicleta como recurso dee colocar a bola nas redes.

- PALHINHA I... tinha a sagacidade e a velocidade como características principais. E ao menor vacilo dos beques lá estava ele para conferir e botar para dentro.

- RONALDINHO, o FENÔMENO - tinha e teve de tudo um pouco. Mas, foi um dos NOVE's mais técnicos da história.

- EVALDO CRUZ - velocidade, leitura de jogo, inteligência futebolística, classe, toque de bola, posicionamento e frieza para concluir. Eu tive o prazer de vê-lo jogar no Cruzeiro e depois de jogar futebol de salão ao lado dele nas quadras do Canela no Barro Preto. Foi um craque, embora pouco reconhecido pela media.
- TOSTÃO não era um nove de nascença, mas, foi adaptado ali por João Saldanha e jogou entre 69 e 70 com performance espetacular. Não fosse o descolamento de retina e ele teria tido destaque perto do que foi Pelé.
- ROMÁRIO, MULLER (o alemão da camisa 13 da Copas de 70 e 74), FRED, REINALDO, HELENO DE FREITAS, ROBERTO DINAMITE, CARECA, SERGINHO CHULAPA, QUARENTINHA, TÚLIO, DARIO, PAOLO ROSSI, GARY LINEKER, são exemplos de jogadores que também jogaram muito na posição terminal e fizeram história. Deixo outras lembranças por conta dos amigos.

E a homenagem da coluna hoje vai para : Paulo Henrique e Mauro Lúcio Carneiro Mota, Paulo Virgilio Carvalho, Pico, Robson, Renato e Reinaldinho Guimarães, Cláudio Carneiro (Bodão)... só gente sangue azul da minha querida Conceição do Mato Dentro-MG, onde estou passando o reinado do Momo.
Cruzeiro, Cruzeiro Querido... Tão Combatido, Jamais Vencido



Joao Duarte
joaochiabi@globo.com

Leia também as colunas anteriores Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

Não há comentários para esta Coluna.

 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
23/11 - 21h14 [1 coment.]
Cruzeiro vence rival e é campeão da Supercopa Sub 20 do Brasil 

23/11 - 10h51 [1 coment.]
Blog denuncia Itair e Ângelo Pimentel por receber dinheiro de jogador 

22/11 - 20h26 [1 coment.]
Vicintin: As cobranças de conselheiros, contratações e dívida 

22/11 - 20h00 [1 coment.]
Conselheiros pedem comissão para investigar gestão de Gilvan Tavares 

21/11 - 20h54 [1 coment.]
Léo protagoniza lançamento do livro ´A Quinta Estrela` sobre CopaBr 

21/11 - 20h38 [1 coment.]
Ex-diretor diz que Gilvan sabia das negociações com Latorre 

20/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

20/11 - 18h31 [2 coment.]
Cruzeiro esbarra na trave e empata com o Vitória (BA), no Barradão,  

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster