Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

PROMOÇÃO CRUZEIRO.ORG 25 anos - COPA DO BRASIL - FINAL NO MINEIRÃO
Comente no site, Compartilhe no Facebook ou Retuíte as notícias no Cruzeiro.Org e concorra a ingresso na final da Copa do Brasil
De Jure - Coworking



Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul
Joao Duarte, engenheiro escreve periodicamente no Cruzeiro.Org

10/12/2010 | Joao Duarte
O Balanço Técnico do Cruzeiro

"O fato é que não tivemos conquistas em 2010, mas, terminamos o ano bem melhor que começamos"

Mundo Azul,


O balanço do futebol do Cruzeiro - Fim de temporada, antes que aconteçam as dispensas / contratações com vistas à temporada 2011, é preciso se observar o que de bom fizemos em 2010, enfim fazer o balanço.

Desempenho nas Competições - Foi muito mal com Adílson e bem com Cuca.
◘ Mineiro - além de ser eliminado na Semifinal pelo Ipatinga, perdeu jogos com o time jogando muito mal.

◘ Libertadores - O Cruzeiro foi bem na competição até nas 8as de finais quando bateu com muita categoria o Nacional do Uruguai.
Entretanto, foi muito mal nas 4as de finais eliminado pelo São Paulo, que aliás vinha muito mal na competição, sofrendo 2 derrotas em casa e no Morumbi. Mal em campo e pior fora do campo, sendo prejudicado pelas arbitragens, sem que um trabalho de aproximação com a CONMEBOL fosse feito.
◘ Brasileiro - começou muito mal com Adílson com 9 pontos ganhos nas 7 rodadas iniciais (APR = 43%) e reagiu com Cuca que ganhou 60 pontos em 31 jogos (APR = 64.5%). Há que se destacar que o Cruzeiro perdeu o mando no Mineirão, sua casa tradicional e jogou em Sete Lagoas (invicto), Ipatinga (péssimo no Vale do aço perdendo os chamados pontos irrecuperáveis empatando com Prudente e perdendo do Vitória, aliás, 2 times rebaixados) e em Uberlândia onde foi bem até a derrota para o time de Vespasiano e para o São Paulo, que nos custaram 2 motivos de celebração (o campeonato e a queda das ROSAnas para a Série B).
Cuca foi também o fator de diferenciação, mas, tivemos outro que vou procurar destacar na sequência.

Quais as mudanças fundamentais que fizeram a história diferente ?

♦ Teria sido a saída do Adílson Batista do comando ? - Em minha opinião, Adílson não vinha bem em 2010. Em dado momento da história parece que focou menos no time que tinha à disposição e mais em provar que conhece de futebol, em mostrar que o seu sistema de jogo era mais importante que as peças que ele colocasse em campo. O time misto escalado no Mineiro perdeu vários jogos, atuando mal e o treinador foi arrogante ao entrar com o time reserva contra o Ipatinga, quando foi "humilhado" vexatoriamente no Mineirão. E não precisava poupar ninguém porque não teria jogo pela Libertadores na seqüência.
No fundo, penso eu, ele queria provar que seu sistema era mais importante do que realmente é qualquer formação tática e também fazer média com os seus reservas. Digo que fomos humilhados pelo Ipatinga porque foi 3 x 0 foram os lances mal anulados pela arbitragem que resultariam em pelo menos mais 2 gols do Ipatinga... Mas, o pior é que todas as medidas tinham tido a aquiescência das estâncias superiores do futebol cruzeirense, sob o claro comando do Superintendente de Futebol, Eduardo Maluf.
Depois, na Libertadores, Adílson demonstrou toda a sua dificuldade em saber posicionar o Cruzeiro contra times que jogam no 3-5-2, que têm qualidade e velocidade no ataque, como é o caso do São Paulo.
O time não soube achar o caminho do gol e foi eliminado com um duplo 2 x 0. Kléber não conseguiu ser fator de diferenciação nestes jogos. E em minha opinião, a razão principal foi o erro de posicionamento do time.

♦ Teria sido a saída de Maluf ? - Em minha opinião, após 8 anos no clube Maluf assumiu mais carga diretiva do que tinha capacidade. Era o representante do Cruzeiro em todos os fóruns relevantes. Conhecedor da matéria e dos trâmites, com certeza. Porém, sem o peso de ser o presidente do clube.
Neste campo o Cruzeiro foi batido com a aprovação da fase Quartas de Final no Mineiro e não teve peso nas decisões na CONMEBOL, tendo sido prejudicado em vários jogos, notadamente contra os times argentinos e brasileiros, que são os reais rivais na Competição Sul-Americana.
Quando vamos para o futebol dentro das 4 linhas, Maluf também não vinha sendo eficaz. Contratou várias vezes jogadores por oportunidade e não por necessidade do elenco. Tanto assim, que via de regra Adílson se viu obrigado a improvisar, especialmente na Libertadores.
Ele foi para o lado atleticano e continuou a martelar na mesma tecla levando para lá jogadores que se machucam demais ou que se demoram a entrar em forma.
Ao invés de dar chances aos meninos da base, emprestados sumariamente, testamos jogadores de empresários, que muito pouco acrescentaram ao elenco.
Creio que o ciclo do Maluf no Cruzeiro se encerrou na hora correta, mas, ele tem grande valor, compõe muito bem. Porém, houve erros na condução do Zezé Perrela, que no entanto consertou a casa ao trazer o Dimas Fonseca.

♦ Teria sido a chegada de Dimas Fonseca ao futebol profissional ?

Creio que este foi um fator de diferenciação fundamental. Dimas, havia feito um grande trabalho na base, enxergando o processo e racionalizando os custos. O Cruzeiro entre 2007 e 2010 só havia colocado Guilherme e Diego Renan entre os titulares. Havia revelado poucos jogadores para o elenco profissional, embora vários deles tivessem tido chances como Rafael, Flávio, Marcos, Neguette, Magalhães, Vinícius, Uchoa, Mateus, Zé Eduardo, Guilherme, Jonathas, Márcio Gomes, Paulinho Dias, Ânderson Gato, Eliandro, entre outros.
O certo é que havia um desbalanço entre os gastos que se elevavam a cada temporada e os benefícios da base, que foram ajustados.
Dimas, ao subir para o futebol profissional trouxe junto com ele a presença mais constante de Zezé Perrela no futebol do time, e ele é um dos 3 melhores dirigentes neste negócio de futebol no Brasil (os outros são o Fernando Carvalho no Inter e o Dr. Marco Aurélio Cunha no São Paulo).
O Cruzeiro contratou certo jogadores que melhoraram muito o elenco do Cruzeiro casos de Montillo, Léo Simões, Rômulo, Farias, EdCarlos e também trouxe Cuca. E o treinador recuperou o futebol de jogadores como Roger, Diego Renan, Henrique, Fabrício e estes junto com Fábio e Thiago Ribeiro que vinham bem no ano foram responsáveis pela ascenção do time, que disputou o título até os últimos minutos da competição. Se o Guarani não tivesse tomado aquele gol espírita, o Cruzeiro certamente teria tido um fim de ano ainda mais espetacular. Dimas Fonseca fez o seu trabalho com calma, equilíbrio, lisura, sem ser afobado e o fez excepcionalmente bem.
Para os que eram descrentes com a sua chegada, veio a resposta. E a dupla funcionou muito bem.

♦ Teriam sido os reforços no futebol dentro de campo ?

Neste capítulo as chegadas de Montillo e Léo Simões foram realmente excepcionais. Montillo conduziu o Cruzeiro rumo ao topo da tabela, coisa que o Cruzeiro atingiu na 30ª rodada. Léo Simões fez a nossa defesa nas mãos de Cuca, ser a de menor média de gols sofridos, coisa que o Cruzeiro nunca havia conseguido nos últimos 15 anos, pelo menos. E o time conseguiu várias vitórias de 1 x 0 ou de 2 x 1 mesmo trabalhando com 2 volantes e 2 meias no meio-campo. Reflexo do sistema de marcação, do trabalho solidário que começava na frente.
O Cruzeiro jogou de igual para igual contra todos os adversários e conseguiu sair da 11ª posição para o 2° lugar. Sim, os reforços dentro de campo foram fundamentais neste processo.

Agora, vem o tempo de analisar o elenco, fazer as mudanças necessárias (vendas, dispensas e novas contratações) e preparar o time para as disputas em 2011. Mineiro, Libertadores e Brasileiro.

E as homenagens da coluna hoje vão para : os meus queridos conterrâneos Joaquim Duarte Lage Neto, Dênio e Denise Pires Silva, aniversariantes de Dezembro e muito especialmente para os amigos de sangue azul Rubens Hurtado, Ricardo Barbosa (RDish), Silvério Cândido, Evandrão, Clemenceau Jr., Mauro França, Walterson, Xina, Rodrigo Andrade (Alex10) e Fábio Monteiro, que são grandes conhecedores da matéria.

Cruzeiro, Cruzeiro Querido...Tão Combatido, Jamais Vencido


Joao Duarte
joaochiabi@globo.com

Leia também as colunas anteriores Joao Duarte, uma Voz da Velha Guarda Azul

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 jfabio | Pouso Alegre | 11-12-10 02h12min
Grande João Duarte, um abraço e parabéns pela coragem de colocar o dedo na ferida. Gostaria de contrapor alguns das suas opiniões. Penso que o Adilson foi vítima da falta de reforços. A falta de material humano o obrigou a "espremer" o elenco em busca de algumas peças de reposição. Isso teve reflexos no Mineiro e na Libertadores. Lembra-se de quem acabou com o jogo contra o São Paulo? Lembra-se de quem era o nosso reforço naquele momento? (continua)
 jfabio | Pouso Alegre | 11-12-10 02h13min
... E sem falar que era ano político e as cobranças foram muitas. Como ambos (Maluf e AB) estavam sendo cobrados (pelo Zezé), e os resultados não vinham, eles acabaram se unindo e no confronto com a diretoria, se deram mal. De qualquer forma, penso que este foi um ano muito pior que o passado. Em 2009, fomos vices da Libertadores e campeões do Rural. Neste ano ficamos em segundo no Brasileiro. Como o vice é ser o primeiro dos perdedores, pioramos. (continua)
 jfabio | Pouso Alegre | 11-12-10 02h13min
... Quando o Cuca chegou, bem que ele tentou mexer no time. Depois de algumas rodadas, voltou com os titulares do Adilson. Daí prá frente foi premiado com a herança de um time que joga junto a muito tempo. Foi esperto ao colocar o Montillo para jogar e bateu cabeça até o final sem que conseguisse definir o matador do time. Nesta busca pelo atacante ideal, tirou o Thiago Ribeiro da sua posição verdadeira e até agora nem sei se percebeu a burrada que fez. (continua)
 jfabio | Pouso Alegre | 11-12-10 02h13min
... Por fim, penso que o Cuca não tem a devida competência para ser o técnico na libertadores. Acho ele fraco e com muito papo. Tem uma mentalidade de técnico de time pequeno. Penso que já é hora de contratarmos um técnico melhor. O Dimas foi bem no seu cargo, e se mostrou oportunista. O Montillo e o Farias foram oferecidos a todos e ele não teve muito trabalho para contratá-los num anos político, onde o Perrela e o Perrelinha precisavam de votos. Um abraço a todos e parabéns ao João Duarte.
 Celeste | Sorocaba-Itajub� | 11-12-10 15h57min
João parabéns pela coluna. O Maluf foi tarde. O Cruzeiro fecha o ano sem títulos mas com um time melhor que o do ano passado. O ZZP precisa agir rápido. O plantel precisa ser enxuto para economizar gastos e contratar alguém que saiba fazer gols. O gol é a essência do futebol e nosso time joga muito mas não faz gols.
 Celeste | Sorocaba-Itajub� | 11-12-10 19h01min
João, qualquer hora, traduz para nós aquele balanço financeiro publicado no Blog do Jorge. Quanto vale o patrimônio do clube?
 Oliver | Belo Horizonte | 11-12-10 22h01min
jfabio, esse negócio de "vice ser o primeiro entre os perdedores" é desculpa de torcedor de time fracassado. Por coincidência, todos os meus amigos atleticanos dizem a mesma coisa. È mais fácil um time que está sempre entre os primeiros ser campeão do que um outros que está sempre lutando pra não ser rebaixado.
 jfabio | Pouso Alegre | 12-12-10 01h06min
Oliver, se você pegar um outro esporte como o volei ou basquete, as chances dos primeiros se aprimorarem, vencerem e alternarem os títulos, são grandes. Nestes esportes dificilmente acontecem zebras e o time que vence é o melhor. (..) Entretanto, no futebol, nem sempre vence o melhor time. Times com o Flamengo e Fluminense, namoram a ZR num ano e vencem noutro. E nós que não vivemos perigosamente, vivemos na mediocridade... Sendo assim, lamento, mas, nunca vou me conformar com o vice. Um abraço.
 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 12-12-10 11h47min
Respeitando a opinião do amigo acima, discordo completamente.
Essa frase de que o segundo é o primeiro dos últimos foi atribuída ao Senna (nem sei se é dele mesmo).
O Cruzeiro tem 15 (isso mesmo) vices nos últimos 30 anos, todos de campeonatos como Mundial, Libertadores, Supercopa e etc...
 Léo Gontijo | Patos de Minas - MG | 12-12-10 11h49min
Eu pergunto: o que é pior, chegar ao topo tantas vezes, ou sequer disputar as quartas de final destes torneios tão importantes?
Na mediocridade sim, vivem outros times que precisam emprestar a sua bandeira pro nosso adversário exibir em carro aberto.
Tanto nos inúmeros títulos, quanto nos vices, tenho orgulho de ser cruzeirense.
 alex10cruzeiro | Passos | 13-12-10 11h17min
João, meu caro, muito obrigado mais uma vez pela citação. Vamos lá... na minha opinião, vc acertou em tudo q expôs. Mas acho q mais q essa questão do Adilson, o q fechou o ciclo dele foi ele próprio. Sua própria arrogância, por se achar acima do bem e do mal. O grupo soltou ele no chão duro e aí não tem tecnico q aguenta. E na minha opinião ja foi tarde demais... tinha q ter sido despedido depois do segundo jogo contra o SP.
 alex10cruzeiro | Passos | 13-12-10 11h19min
Sobre os amigos acima, discordo completamente em falar q ser vice da LA e do Brasileiro nesses ultimos 2 anos nos remetem à mediocridade. É LÓGICO q eu tbm queria ambos os títulos... mas medíocridade é nem disputar a LA, e fletar com o rebaixamento.
 alex10cruzeiro | Passos | 13-12-10 11h22min
E tbm discordo sobre o CUCA. Na minha opinião, nos ultimos 2 anos o CUCA fez 2 milagres, q foi tirar o Fluminense de um rebaixamento certo (vencendo Cruzeiro, palmeiras, SP, Curintians...) e levando o Cruzeiro do 13 lugar pra vice iderança. E muito mais q isso, de dar ALMA pra esse time frio q o arrogante do Adilson deixou na Toca. Admiro o Cuca, e desejo q ele fique muito tempo a frente do clube, pq mostrou q tem caráter e q é trabalhador, e sabe do riscado.
 jfabio | Pouso Alegre | 15-12-10 12h58min
Lincoln, de Belo Horizonte, não sei qual a sua idade, mas, lembro-me (e o João Duarte deve lembrar-se também) que a marca registrada da torcida do Cruzeiro sempre foi a exigência. Cansei de ver o time das f.r.a.n.g.a.s fugindo do rebaixamento com estádios cheios e os nosso na zona intermediária com público mediano. Em contrapartida, quando estamos bem, a torcida chega junto. A torcida do interior se junta à da capital e o estado(estádio) ferve de norte a sul. (continua..)
 jfabio | Pouso Alegre | 15-12-10 12h59min
... (continuação) O que é difícil de acreditar é que a i.t.a.t.i.g.a.l.o está conseguindo criar uma geração de teleguiados como você. Tenho as lembranças dos títulos que perdemos e ainda aplaudimos o time pela garra e disposição. Somos assim, temos uma tradição, um jeito nosso de ser. Este discurso que o segundo lugar nos deixa contentes é um fiasco, uma forma de enganar a massa e uma desculpa que só serve para aqueles que não tem magnanimidade e sangue azul nas veias. Um abraço, Fábio.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
19/09 - 14h20 [10 coment.]
Baixo aproveitamento nos pênaltis em toda a temporada liga alerta 

19/09 - 09h13 [4 coment.]
Cruzeiro alcança terceira melhor campanha do returno do Brasileiro 

19/09 - 08h08 [3 coment.]
Mano revela por que ainda não utiliza Arrascaeta como titular 

19/09 - 07h55 [1 coment.]
Sub17 conquista a J-League Challenge Cup, em Osaka (JPN) 

19/09 - 06h48 [1 coment.]
Atletismo conquista todas as provas disputadas no fim de semana 

18/09 - 08h56 [8 coment.]
Cruzeiro vence o Bahia e consegue se manter entre os 6 melhores 

18/09 - 07h39 [4 coment.]
Eleições: Lideranças do Cruzeiro intensificam atuação na campanha 

18/09 - 07h33 [2 coment.]
Cruzeiro lutará contra o Flamengo por sua 40a conquista no Mineirão 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster