Dá um desconto, GPT!

Por Jorge Angrisano Santana | Em 19 de novembro de 2014

Gilvan erra ao obrar R$1 mil para as frangas assistirem à decisão da Copa do Brasil, n Mineirão.

Futebol é business. Faturar é fundamental. E o melhor bolso pra ser explorado, neste momento, é o das frangas, que estão eufóricas e dispostas a gastar os tubos pra acompanhar a Cocota.

Vinte mil ingressos a R$600 pra torcedoraa emplumda seria o ideal. Numa só noite, elas pagariam um ano do JB no Cruzeiro.

De resto, é bom lembrar que futebol se decide na cancha. Torcedor é paisagem. Jogador experiente nem repara na presença dos fanáticos.

Áustria 1×2 Brasil: SeleDunga, 100%

Por Jorge Angrisano Santana | Em 18 de novembro de 2014

BRASIL contra Áustria, no campo do Áustria Viena, em Viena, Áustria.

ÁUSTRIA 1×2 BRASIL, terçafeira, 18nov14, 16h (de Brasília). TEMPO chuvoso, temperatura 10º, vento 6 Km/h, umidade 65%. LOCAL: Estádio Ernst Happel (50 mil), Viena, Áustria. MOTIVO: Amistoso. TRANSMISSÃO: Globo e Sport. PÚBLICO: 50.000. ARBITRAGEM: William Collum (Escócia). AMARELOS: Okotie (A). GOLS: David Luiz, 63, Dragovic, pênalti, 73, Roberto Firmino, 83. BRASIL: Diego Alves; Danilo, Miranda (Thiago Silva), David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho (Casemiro), Oscar (Fred) e Willian (Douglas Costa); Neymar (Marquinhos) e Luiz Adriano (Roberto Firmino). T: Dunga. ÁUSTRIA: Almer (Özcan); Klein, Dragovic, Hinteregger e Fuchs; Ilsanker, Kavlak, Harnik (Proedl), Junuzovic (Weimann) e Arnautovic (Ulmer); Okotie (Sabitzer).. T: Marcel Koller.

Sem lotação, sem castigo

Por Jorge Angrisano Santana | Em 18 de novembro de 2014

O Globo Esporte começou, hoje, uma série de reportagens sobre impunidade no futebol.

Chamou atenção o caso dos 12 mafiosos e 12 gueiloucos detidos, com porretes, tacos de beisebol e artefatos perfurocortantes, quando se dirigiam ao ponto de encontro de uma batalha campal adrede combinada.

Apenas três bandidos não aceitaram fazer acordo com o Ministério Público pra receberem castigos alterativos. Preferiram processos criminais.

Dos 21 que aceitaram a moleza de ficarem seis meses sem ir a estádios, apresentando-se duas horas antes e saindo duas depois no Batalhão de Eventos da Polícia Militar, só dois compareceram. Algumas vezes, não todas, bem entendido.

Chamado a se explicar, o MP culpou a deficiência de transporte coletivo, que não funciona depois de 23h em alguns bairros, pela inviabilização do castigo.

Faz-me-rir. Quer dizer que a falta de transporte coletivo não tira os vagabundos dos jogos, mas os impede de ir à delegacia?

Então a solução continuará a de sempre: proibir que o cidadão vista as camisas das organizadas ao invés de puni-lo por violência, depredação e não raro assaltos aos torcedores comuns.

Dá pra levar a sério?

Nílton brigou, Goulart desequilibrou

Por Jorge Angrisano Santana | Em 17 de novembro de 2014

Atuações dos celestes e seus adversários no SANTOS 0×1 CRUZEIRO, na Vila Belmiro, Santos, pela 34ª rodada do Brasileiro 2014, às 17h de 16nov14.

TORCIDA CELESTE compareceu em bom número e apoiou bastante o time. (Síndico)

FÁBIO evitou o empate com uma defesaça em cabeçada à queimarroupa de Neto. Nos demais lances, esteve perfeito. (Síndico)

CEARÁ, menos voluntarioso que Mayke, ficou mais preso também por causa das investidas de Robinho por seu lado. No 2º tempo, soltou-se um pouco mais, porém sem conseguir muito destaque. (GloboEsporte)

MANOEL foi decisivo em dois lances capitais: ao atrapalhar, no 1º tempo, finalização de Gabigol, que teria sido gol certo sem sua perseguição implacável e a dividida com Robinho, que impediu outro arremate perigoso na etapa final. (Rosan Amaral)

BRUNO RODRIGO jogou com tranquilidade e sem cometer erros, mesmo tendo pela frente um ataque leve e de alta movimentação. (Síndico)

SAMUDIO fez o que sabe: marcou. (Síndico)

LUCAS SILVA eficiente no desarme e no passe, subiu bem ao ataque pra auxiliar na armação e foi bem nas viradas de jogo. Saiu no intervalo, mas teve boa atuação. (GloboEsporte)

HENRIQUE descansou no banco durante o 1º tempo e entrou com muita disposição na etapa final. Protegeu a zaga e não perdeu viagem: desarmou ou derrubou os adversários. Mas sem sujar o calção. (Síndico)

NÍLTON, como sempre, esteve bem na marcação. Mais contido no 1º tempo, no 2º, com Henrique  grudado à zaga, participou de algumas jogadas de ataque. No fim, extenuado, desabou no chão. (GloboEsporte) /// Estou com uma frieira insuportável. Não sabia se corria ou se mancava. Mas por um objetivo, a gente passa por cima de tudo. No final, cai no chão devido ao esforço e superação. Mas tive boa atuação, mais uma vez. (Nílton, marido de Karin)

WILLIAN FARIAS fez o que sabe: marcou. E não fez o que não sabe: gol, após um passe sensacional de Everton Ribeiro. (Síndico)

MARQUINHOS correu tanto que os eventuais erros técnicos foram compensados pelo desempenho tático. (Síndico)

RICARDO GOULART decidiu a partida num lance monumental, no qual aliou técnica, visão de jogo, força física  e sangue frio pra finalizar. Pelé assinaria. (Síndico)

WILLIAN foi quem mais buscou o jogo e levou perigo à zaga do Santos. No 1º tempo, foram pelo seu lado as melhores jogadas, sempre explorando a velocidade. No 2º, deu assistência para o gol de Ricardo Goulart e quase fez o seu, em chute da entrada da área. Saiu apenas pra ser poupado. (GloboEsporte)

EVERTON RIBEIRO descansou no banco durante a etapa inicial e entrou no decorrer da etapa final e criou boas jogas, uma delas de alta categoria colocando Willian farias na cara do gol. É o cara! (Síndico)

MARCELO MORENO, como sempre, foi um lutador. Seus melhores moemntos foram uma caneta e a troca de passes com Ricardo Goulart, na origem do gol. (Síndico)

MARCELO OLIVEIRA acordou! Ele raramente faz substituições no intervalo, mas desta vez colocou o Henrique e consertou o meio de campo. A entrada do Everton Ribeiro tambem foi inteligente. Já o Willian Farias só foi notado pelo gol incrível que perdeu. (T8) /// O comentário de vários jogadores após a partida me faz acreditar que o técnico deu uma bronca motivacional no intervalo, que mudou a postura do time no 2º tempo e proporcionou esta vitória importantíssima. (Flávio Carneiro)

CRUZEIRO inverteu os termos da equação: primeiro administrou, depois buscou a vitória. Que veio num gol de de Ricardo Goulart, que poderia levar a ssinatura de Pelé. Jogou no habitual 4-2-3-1 e cada atleta cumpriu seu papel a contento. Ninguém brilhou excessivamente, mas também não houve quem comprometesse o conjunto. (Síndico) /// O excelente conjunto foi o destaque do Cruzeiro. (Rômulo Pimentel)

SANTOS teve ótima oportunidade nos pés de Gabriel antes dos 15. O camisa 10 entrou sozinho, mas na frente do goleiro Fábio perdeu a chance. Daí em diante, foi um time sem alma, com pouco “tesão” e que burocraticamente aguardava o jogo acabar. A dois minutos do fim, o time trocava bola na defesa, como se tivesse com o resultado favorável. Nem mesmo Robinho, homenageado com a camisa 100 pelo centésimo gol pelo clube anotado em 1º de outubro, conseguiu produzir alguma coisa. (Ademir Quintino)

COMBO DE ARBITRAGEM não interferiu no resultado do jogo. O juiz Alinor cometeu um erro no final do 1º tempo ao beneficiar o torcedor que atirou uma bola no gramado, encerrando a etapa sem deixar um escanteios ser cobrado. Um dos bandeiras também vacilou ao marcar impedimento inexistente de Ricardo Goulart. E foi só. (Síndico)

POST EM CONSTRUÇÃO. PODEM MANDAR PITACOS.

O juiz é mais competente do que você

Por Jorge Angrisano Santana | Em 17 de novembro de 2014

Desde que foi sorteado até o fim do Santos 0×1 Cruzeiro, o juiz de Mato Grosso teve de tomar várias providências:

  • Comprar passagens, arrumar as malas, atarrachar o cinto de castidade na patroa, afagar o cãozinho de estimação, chamar o taxi, fazer check in, embarcar em Cuiabá, desembarcar em Sampa, pegar uma van até Santos, fazer check in no hotel, pegar lotação até o estádio, receber massagem, fazer aquecimento, vestir o fardamento e, finalmente, tomar centenas de decisões durante a partida.

O  cara acertou 99.9% de tudo isto. Só errou no lance final do primeiro tempo. Mesmo assim, foi achincalhado por comentaristas e torcedores. Gente que talvez não conseguisse acertar nem metade do que o juiz teve de fazer desde o sorteio.

Vamos e venhamos: se cada brasileiro palpiteiro conseguisse o índice de acertos na vida profissional que teve esse juiz matogrossense, isto aqui não seria o pais do segundo pior pibinho das Américas. Seria uma Nova Zelândia, Coréia do Sul, Alemanha ou Canadá. E está mais longe de ser isto, do que a sonda que pousou no cometa de nome esquisito está da Vila Bselmiro, né caboclada sem noção? Então, menos. Bem menos, Ok?

PS: Aproveitem pra comentar as atuações e indicar, em CAIXA ALTA, o melhor do jogo.

Santos 0×1 Cruzeiro: Guerreiro dos Gramados voltou

Por Jorge Angrisano Santana | Em 16 de novembro de 2014

CRUZEIRO contra Santos, na Vila Belmiro, Santos, pela 34ª rodada do Brasileiro 2014, às 17h de 16nov14:

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 1º com 67 pontos, 20 vitórias, 59 gols marcados, 25 de saldo, 68% de aproveitamento; Santos é 0 8º, com 46 pontos, 13 vitórias, 38 gols marcados, 6 gols de saldo, 47% de aproveitamento.

BANCO do Cruzeiro: Elisson, Alex, Breno Lopes, Willian Farias, Henrique, Everton Ribeiro, Marlone, Dagoberto e Júlio Baptista.

AUSENTES no Cruzeiro: Dedé, Tinga, Alisson, Borges, Egídio e Alan, lesionados; Leo Simões e Mayke, suspensos.

PENDURADOS no Cruzeiro: Alisson, Ceará, Dagoberto, Egídio, Henrique, Samudio e Willian Farias.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “Temos que esquecer o jogo da Copa do Brasil, analisar o que foi feito, e mobilizar pra outra competição. Construímos algo importante, estamos próximos dos nossos objetivos e precisamos concretizá-los. Iremos a Santos pra jogar forte e buscar o resultado. Agora é mobilização total, muita entrega, superação e, se possível, vencer com grande futebol. O Santos não está lutando por algo importante, mas é o Santos tem camisa, grande torcida e é um time envolvente. Devem jogar soltos e possuem jogadores rápidos e técnicos, por isso temos que estar atentos à marcação”.

BANCO do Santos: BANCO do Santos: Vladimir (G), Daniel Guedes, Zeca (L), Jubal (B), Alan Santos (V), Pato Rodríguez (M), Serginho (M), Leandrinho (M), Thiago Ribeiro (A), Leandro Damião (A), Jorge Eduardo (A).

AUSENTES bo Santos: Dracena, Geuvânio, lesionados, Mena, servindo à seleção do Chile.

PENDURADOS no Santos: Alan Santos, Cicinho, Jubal, Mena, Neto e Vladimir.

ENDERSON MOREIRA, técnico do Santos: “Estávamos buscando a vaga no G4, mas com as derrotas em casa para Fluminense e Internacional, a possibilidade diminuiu muito. Na Copa do Brasil foi aquele jogo que escapou entre os dedos. Agora é o momento de buscar o resultado, não só por uma questão profissional, mas porque temos paixão por aquilo que fazemos. E foi isto que falamos pros atletas”.

ALINOR SILVA DA PAIXÃO, matogrossense, já apitou 3 jogos neste Brasileiro. Médias: 0,2 vermelho, 5 amarelos, 0,33 pênalti, 33,7 faltas. Médias do campeonato: 0 vermelho, 4,38 amarelos, 0,21 pênalti, 32,7 faltas.

TRANSMISSÃO: GLOBO, pra Minas Gerais, com narração de Rogério Correa e comentários de Bob Faria e Marcio Rezende de Freitas. Os canais Premiere, PFC HD e PFCI passam a partida pra todo o Brasil, com narração de Linhares Jr e comentários de Juliano Belletti.

O JOGO

16h53. TIMES em campo. Cruzeiro, todo de azul; Santos, todo de branco.

16h57. HINO Nacional.

17h. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das cabines. Santos dá a saída.

01. Willian e Samudio fazem tabela na esquerda, mas a defesa santista não permite o cruzamento.

01’30″. Marquinhos cobra corner, Aranha defende.

02. Manoel disputa pelo alto com Robinho, que comete falta.

03. Vila Belmiro vazia.

04. Marcelo Moreno sobe mais que a defesa, cabeceia, mas a bola sai pela linha de fundo.

05. Ricardo Goulart comete falta. Santos cobra curto e vai para o ataque.

06. Santos toca de pé em pé até chegar a Cicinho. ele levanta a cabeça e cruza. Rildo, por pouco, não consegue completar para o gol.

07. Marquinhos faz lançamento longo para Willian, a bola quica e quase engana Neto, mas o zagueiro sai jogando com estilo e afasta o perigo.

08. Lucas Lima faz lançamento, bola sobra limpa pra Fábio.

09. Cicinho cruza da direita, Fábio escorrega, ninguém aproveita, Rildo tenta bicicleta, bola sai pela linha de fundo.

10. PRESENTE! Em torno de 300 cruzeirenses se acotovelam num canto da Vila Belmiro.

11. CHUTAÇO. Nílton rouba a bola no ataque, ajeita o corpo e manda uma bomba. A bola sai forte, mas sem direção. Tiro de meta.

12. Jogo equilibrado, com poucas finalizações.

13. Moreno e Samudio se enrolam, Cicinho cruza errado e manda a bola nas mãos de Fábio.

14. Cruzeiro troca passes, Marquinhos cruza, bola passa pela pequena área, ninguém aproveita.

15. QUASE. Gabriel recebe lançamento, fica na cara do gol, Fábio sai do arco, é driblado, mas o atacante fica sem ângulo e, pressionado por Manoel, que chega na cobertura, e chuta pra fora.

16. Gabriel faz boa jogada pela direita, mas sai com a bola pela linha de fundo.

17. CANETA. Marquinhos dribla Alison, mas é derrubado pelo volante santista.

18. Marquinhos cobra falta cruzada pra área, bola quica e fica com Aranha.

19. Chuveirada na área celeste, defesa limpa o pedaço.

20. Cicinho não alcança bola lançada por Lucas Lima, Manoel faz o corte.

21. Robinho recebe passe de Lucas Lima e finaliza nas mãos de Fábio. Bandeira marca impedimento do atacante santista.

21’30″. Cicinho cruza, Fábio sai do arco e corta a bola com um soco.

22. Nilton desarma Robinho, mas sai jogando errado. Lucas Lima recupera a bola e passa a Robinho, que está impedido na cara do gol.

23. BOLA MURCHA. Cruzeiro cede lateral pra troca de bola, Santos a devolve ao time mineiro.

24. Santos joga no meiocampo celeste. Marcação frouxa do Cruzeiro.

25. Renato tenta passar a Caju na esquerda, mas exagera na força e o lateral não chega a tempo.

26. Lucas Lima, da direita e com pé trocado, joga bola na área. Fábio encaixa.

27. Marquinhos lança Ricardo Goulart. Bandeira marca impedimento. E erra, pois Caju dava condições ao meia.

28. Manoel corta, passa a Marquinhos, que erra um passe e arma ataque santista.

29. Santos mais veloz e mais perigoso. Cruzeiro sem imaginação.

30. Lucas Silva cruza da direita, Cicinho cabeceia pra corner.

31. Cicinho cede outro escanteio. Marquinhos cobra rasteiro, defesa do Peixe corta.

32. Willian tenta driblar Caju na pontadireita, mas é desarmado.

33. Robinho rola bola pra Gabriel, na área celeste. Fábio defende.

34. Robinho cruza da esquerda, Rildo cabeceia pra cima. Fábio sobe e defende.

35. Beques do Santos trocam passes em seu campo de defesa. Bruno Uvini recua pra Aranha, que dá um bico na bola.

36. Cicinho dribla Samudio e cruza. Dentro da área celeste, Bruno Rodrigo desvia pra escanteio.

37. Bola alta na área celeste, Fábio fica com ela.

37’30″. Willian tenta jogada individual pelo meio, mas é desarmado por Bruno Uvini.

38. Ricardo Goulart chuta forte, de fora da área. Bola passa rente ao arco santista.

39. Lucas Silva aciona Marcelo Moreno, que é desarmado com falta por Bruno Uvini.

40. Ricardo Goulart tenta tabelar com Marcelo Moreno, dentro da área peixeira, Caju aparece pra desfazer a jogada.

41. Alisson derruba Marcelo Moreno, que reclama, por ter ter recebido a 4ª falta seguida.

42. QUASE. Marquinhos cobra falta pela esquerda, Cicinho cabeceia pra trás, Aranha não defende, bola sai a corner, à sua esquerda.

43. Rildo e Caju tentam enganar Ceará na pontesquerda, não conseguem. Lateral pro Peixe.

44. Ceará cobra lateral na pontadestra, Caju cabeceia pra corner.

44’30″. Torcedor safado joga bola dentro da área, juiz não deixa Willian cobrar o corner.

45. FIM de 1º tempo. Juiz termina a etapa incial, sem permitir a cobrança do escanteio. Marcelo Oliveira e os jogadores celestes cercam o juiz pra reclamar da decisão insensata de beneficiar o gesto antidesportivo do torcedor.

INTERVALO

18h04. TIMES voltam a campo.

18h05. TROCA. Lucas Silva x Henrique.

18h06. COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.

46. PRESSÃO. Juiz marca falta de Marcelo Moreno em Alisson e leva encarada do boliviano e de Goulart.

47. Marquinhos passa a Ceará, que disputa com Renato e Caju na pontadestra e fica sem a bola.

48. Marquinhos tabela com Willian, mas é desarmado por Renato, na entrada da área peixeira.

49. Pressionado por Rildo, Manoel recua pra Fábio.

50. Robinho dribla Manoel e puxa contrataque, que termina com impedimento de Gabriel.

51. Nílton chega duro em Robinho na meiuca. Santista fica na bronca.

52. GOL. Ricardo Goulart recebe passe de Nílton, no meiocampo, parte pra cima da defesa, tabela com Marcelo Moreno, passa a Willian, que faz o pivô pro meiatacante finalizar, com chute rasteiro no canto esquerdo de Aranha. CRUZEIRO 1×0.

53. Manoel faz cera na cobrança de falta e acaba caindo de bunda no chão quando concretiza o lance.

54. AMARELO. Henrique mete a mão na cara de Lucas Silva, impedindo contrataque santista.

55. Henrique levou o terceiro amarelo e não joga contra o Grêmio na próxima quinta feira.

56. Rildo levanta o pé, Ceará abaixa a cabeça, juiz nada marca, jogo continua.

57. TROCA. Rildo x Thiago Ribeiro.

57h30. Thiago Ribeiro volta após sofrer uma gastrite que o fez perder 5 Kg e o tirou por 12 rodadas do time peixeiro.

58. Samudio cobra falta na pontequerda, Cicinho, dentro da área do Peixe, corta.

59. Ceará cobra lateral, Bruno Uvini, dentro da área peixeira, corta de cabeça.

60. Ricardo Goulart e Willian tentam repetir a jogada do gol, mas Caju não permite.

61. CANETA de Marcelo Moreno em Lucas Lima.

62. AMARELO. Lucas Lima, por ter parado Marcelo Moreno com falta após levar a caneta.

63. POLÊMICA. Manoel disputa com Robinho na entrada da área, bola sobra pra Fábio. Atacante santista diz que a bola foi atrasada e pede lance livre contra o Cruzeiro. Juiz não concorda com ele.

64. Robinho cobra corner na direita, Bruno Uvini arremata, com um chutão. Bola na arquibancada.

65. Ceará cobra lateral quilométrico, Bruno Uvini cabeceia pra outro lateral. Ceará repete o lance, defesa peixeira volta a cortar.

66. Thiago Ribeiro aciona Robinho, Fábio sai pra cortar com os pés.

67. Bola na área celeste, Renato cabeceia, Fábio defende.

67’30″. Bola recuada, Fábio rebate com um bico.

68. Willian acerta belo chute da entrada da área, bola passa perto do poste direito do arco aracnídeo.

69. AMARELO. Alisson, por reclamação.

70. TROCA. Caju x Zeca. Caju sentiu dores na coxa.

70’30″. Goulart lança Willian, Aranha sai do arco e fica com a bola.

71. Cruzeiro troca passes na meiuca.

72. Robinho cruza da esquerda, Cicinho chega na área em velocidade e cai. Susto! Mas foi só tiro de meta.

73. Everton Ribeiro vem aí.

74. Marcelo Moreno corta Zeca, ajeita pra dentro e chuta. Bola sai à direita de Aranha.

75. TROCA. Willian x Everton Ribeiro.

76. TROCA. Gabriel x Jorge Eduardo.

76’30″. Thiago Ribeiro recebe passe de Lucas Lima, corta pro meio e chuta rasteiro. Bola sai à direita de Fábio.

77. Bola longa pra Robinho que cabeceia fraco. Fábio defende.

78. Henrique brigando muito na meiuca. Agora, deu bote, tomou a bola e derrubou Lucas Lima.

78’30″. REVERSÃO. Samudio cobra lateral errado.

79. Thiago Ribeiro joga bola na área celeste, Robinho e Cicinho se atrapalham, Samudio chega pra cortar.

80. Santos troca passes em sua defesa.

81. Robinho ajeita a bola pra Jorge Eduardo, dentro da área celeste. O garoto se atrapalha na tentativa de girar e não arremata.

82. TRANCA. Willian Farias vem aí.

82’30″. DEFESAÇA. Alisson cobra falta deixando Neto na cara do gol. O beque cabeceia no ângulo, esquerdo Fabio salta e espalma pra corner.

83. TROCA. Ricardo Goulart x Willian Farias.

84. Ceará cobra lateral pra Everton Ribeiro, que cruza da direita. Neto corta, na pequena área.

85. Manoel limpa campo de defesa celeste, com um chutão.

85′.30″. PÚBLICO: 4.094 pagantes, R$126.120, média R$31.

86. LENTO. O jogo está mais malemolante do que Martinho da Vila cantando seus sambas.

86’30″. Manoel se manda pro ataque, Marcelo Oliveira fica maluco de raiva.

87. Henrique disputa com Renato na pontesquerda e ganha um lateral.

88. Santos toca bola lentamente, Cruzeiro se fecha na defesa.

89. Santos sai errado, Marquinhos aparece na corrida e divide com Renato, que manda bola pra lateral e cai sentindo cãibras.

90. BALIZA. Everton Ribeiro passa de letra pra Willian Farias, que entra na área do Peixe e chuta. Bola acerta o travessão.

91. Willian Farias limpa área com um bico encerrando lance de perigo do ataque praiano.

92. Everton Ribeiro prende a bola na intermediária santista.

93. FIM de jogo. O Guerreiro dos Gramados voltou! depois do vexame contra as frangas, o time voltou a jogar com raça.

MARCELO MORENO, atacante do Cruzeiro: “Foi muito difícil, entramos meio lentos, não conseguimos encaixar os passes e perdíamos a segunda bola. No 2º tempo, Marcelo Oliveira efalou num tom mais forte, voltamos com a cara do Cruzeiro. Agora temos que continuar fazendo este trabalho. Falta pouco, o grupo sabe disso, foi uma grande vitória”.

RICARDO GOULART, meiatacante do Cruzeiro: “No 1º tempo, superamos o Santos e sabíamos que uma hora ia pintar a chance. Fizemos um grande jogo, demos um gande passo pro título e vamos ver o resultado do São Paulo. Agora é descansar que temos o Grêmio”.

ARANHA, goleiro do Santos: “Temos jogado até bem, equilbrados, uma equipe competitiva, mas temos pecado nos detalhes e perdemos, como hoje. Tivemos mais oportunidades, mas o Cruzeiro foi mais eficiente”.

SANTOS 0×1 CRUZEIRO, domingo, 16nov14, 17h. TEMPO bom, temperatura 25º, vento 19 Km/h, umidade 54%. LOCAL: Vila Belmiro (16 mil), Santos. MOTIVO: 34ª rodada do Brasileiro 2014. TRANSMISSÃO: Globo, Premeire FC. PÚBLICO: 4.094 pagantes, R$126.120, média R$31. ARBITRAGEM: Alinor Silva da Paixão (MT), juiz; Cristhian Passos Sorence (GO) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT), bandeiras; José Claudio Rocha Filho (SP), 4º A; Edivaldo Elias da Silva (PR) e Arnoldo Vasconcelos Figarela (RO), adicionais; Nilson de Souza Monção (SP), delegado. AMARELOS: Henrique (C), Lucas Lima, Alisson (S). GOL: Ricardo Goulart, 52. SANTOS: Aranha; Cicinho, Neto, Bruno Uvini e Caju (Zeca); Alison, Renato e Lucas Lima; Robinho, Gabriel (Jorge Eduardo) e Rildo (Thiago Ribeiro). T: Enderson Moreira. CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Manoel, Bruno Rodrigo e Samudio; Nílton e Lucas Silva (Henrique); Marquinhos, Ricardo Goulart e Willian (Everton Ribeiro); Marcelo Moreno. T: Marcelo Oliveira. HISTÓRICO: Foi o 70º Cruzeiro x Santos. O Cruzeiro venceu 25, empatou 20, perdeu 25; marcou 106 gols e levou 117. Pelo Campeonato Brasileiro, foram 50 partidas. O Cruzeiro venceu 21, empatou 16, perdeu 19; marcou 81 gols e sofreu 85. Nas duas vezes em que decidiram um título brasileiro, o Cruzeiro levou a melhor. Em 1966, o time de Tostão Dirceu e Piazza massacrou o Santos de Pelé, Zito e Carlos Alberto Torres por 6×2 no Mineirão e 3×2 no Pacaembu. Em 2003, sob o comando de Alex, o Cruzeiro colocou 13 pontos de frente sobre seu rival após vencer pro 3×0, no Mineirão, em uma espécie de final antecipada do primeiro campeonato brasileiro de pontos corridos. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Campeonato Brasileiro: 54 participações em 58 campeonatos, 1.269 jogos, 557 vitórias, 341 empates, 371 derrotas, 1.891 gols marcados, 1.454 gols sofridos.

Penalty para o Cruzeiro

Por Jorge Angrisano Santana | Em 16 de novembro de 2014

Possíveis camisas do Cruzeiro 2015 Penalty

PENALTY será a nova fornecedora de material esportivo do Cruzeiro. supostos modelos desenhados pela empresa já vazaram na internet. FARDAMENTO da Penalty é usado por Banfield, Gimnasia y Esgrima La Plata, Talleres, Ceará, Figueirense, Santa Cruz, São Paulo, Cotia, Acreano, Everton, Concepcion, Kajaanin Haka, Fagiano Okayama, Shonan Bellmare. No futsal, por: ADC Intelli, Carlos Barbosa, Copagril, Suzano, Umuarama, ElPozo Murcia. SELEÇÕES que vestem Penalty: Bolívia, Paraguai, Butão, Canadá (futsal), Argentina (vôlei), Brasil (handebol), Argentina (basquete), Argentina (handebol), Espanha (futsal). ATLETAS patrocinados pela PENALTY: Valdés, goleiro do Barcelona, Deola, goleiro do Palmeiras, Alex, meia do Coritiba, Fernandão, futsal do Barcelona, Cidão, goleiro do Caja Segovia, Eka, pivô do Inter Movistar, Bateria, ala do Inter Movistar, Gréllo, ala do El Pozo de Múrcia, Saúl, ala do Askar de Lugo, Paulinho, pivô do Fisiomedia, Leo Bonfim, fixo do Ribera Navarra. CONFEDERAÇÕES clientes da Penalty: Conmebol e CBF, para uniformes de árbitros.

Sub15: Cruzeiro toma o caneco das frangas

Por Jorge Angrisano Santana | Em 15 de novembro de 2014

O Cruzeiro conquistou, neste sábado, na Toca I, o Campeonato Mineiro Infantil, ao empatar por 1×1 com o AtléticoMG, placar idêntico ao do jogo de ida, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas.

Como fez a melhor campanha na 1ª fase, o Cruzeiro jogava por dois empates pra sair de uma fila de 8 anos na categoria Sub15,

O time celeste venceu 13 de seus 16 jogos, empatando os outros três, um com o América, dois contra as franguinhas, todos por 1×1.

Os maiores placares foram contra o Riachinho, 9×0 e 5×0, respectivamente, nas quartas de final.

No jogo decisivo, as frangas sairam na frente, com gol de João Pedro, mas o time celeste reagiu, pressionou e empatou com Joãozinho.

Este foi a 12º título celeste na categoria. Os outros foram conquistados em 75, 76, 79, 82, 83, 98, 99, 00, 02, 05, 06.

CRUZEIRO 1×1 ATLÉTICO-MG, sábado, 15nov14, 10h. TEMPO nublado, temperatura 18º, vento 3 Km/h, umidade 90%. LOCAL: Toca da Raposa I. MOTIVO: Jogo de volta das finais do Mineiro Sub15. ARBITRAGEM: Michel Patrick Costa Guimarães, Felipe Souza Leal, Fabiano Jesus Silva, Felipe Fernandes Lima. GOLS: João Pedro (A), Joãozinho (C). CRUZEIRO: Jonathan, Vitor,  Lucas Eduardo, Arthur e Emérson Samuel; Cacá, Nathan (Rômulo) e Marco Antônio (João Diogo); Joãozinho (Thiago Mequias), Guilherme (José Francisco) e César (Vinícius). T: Alexandre Lemos.

MAIS CAMPEÕES

Na decisão do Mineiro Juvenil, em Santa Luizia, América 1×0 AtléticoMG, gol de Joelson, de pênalti, aos 79. Coelho campeão, vencendo a Franga duas vezes nas finais.

No Campeonato de Juniores, o Cruzeiro campeonou, com um jogo de antecedência, no hexagonal final. E ste jogo, disputado neste sábado, na Toca I, terminou 1×1 contra a Franga.

Depois da ressaca

Por Jorge Angrisano Santana | Em 15 de novembro de 2014

Depois da ressaca:

  1. Meiatacante ALISSON voltou a treinar.
  2. Mieatacante MARQUINHOS voltará ao time, contra o Santos.
  3. Meia EVERTON RIBEIRO, estafado, não jogará contra o Santos.
  4. Beque MANOEL voltará ao time contra o Santos, substituindo o suspenso Leo Simões.
  5. Lateral CEARÁ substituirá o suspenso Mayke, na Vila Belmiro.
  6. TIME pro jogo contra o Santos, amanhã, às 17h, na Vila Belmiro: Fábio, Ceará, Manoel, Bruno Rodrigo e Samudio; Nílton e Lucas Silva; Marquinhos, Ricardo Goulart e Willian; Marcelo Moreno.
  7. RESERVAS do Cruzeiro, em Santos: Elisson; Alex, Breno Lopes, Willian Farias, Henrique, Everton Ribeiro, Marlone, Dagoberto e Júlio Baptista.
  8. AUSENTES no Cruzeiro: Dedé, Tinga, Alisson, Borges, Egídio e Alan, lesionados; Leo Simões e Mayke, suspensos.
  9. PENDURADOS no Cruzeiro: Alisson, Ceará, Dagoberto, Egídio, Henrique, Samudio e Willian Farias.
  10. HISTÓRICO: Cruzeiro e Santos se enfrentaram 69 vezes. O Cruzeiro venceu 24, empatou 20, perdeu 25; marcou 105 gols e levou 117. Pelo Campeonato Brasileiro, foram 49 partidas. O Cruzeiro venceu 20, empatou 16, perdeu 19; marcou 80 gols e sofreu 85.
  11. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Campeonato Brasileiro: 54 participações em 58 campeonatos, 1.268 jogos, 556 vitórias, 341 empates, 371 derrotas, 1.890 gols marcados, 1.454 gols sofridos.
  12. ARBITRAGEM de Cruzeiro x Santos: Alinor Silva da Paixão (MT), juiz; Cristhian Passos Sorence (GO) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT), bandeiras; José Claudio Rocha Filho (SP), 4º A; Edivaldo Elias da Silva (PR) e Arnoldo Vasconcelos Figarela (RO), adicionais; Nilson de Souza Monção (SP), delegado.
  13. MARQUINHOS, meiatacante do Cruzeiro: “Graças a Deus, tive como descansar e estou pronto pra ajudar a equipe e espero fazer um grande jogo e sair com os três pontos da Vila Belmiro”.
  14. MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “Temos que esquecer o jogo da Copa do Brasil, analisar o que foi feito, e mobilizar pra outra competição. Construímos algo importante, estamos próximos dos nossos objetivos e precisamos concretizá-los. Iremos a Santos pra jogar forte e buscar o resultado. Agora é mobilização total, muita entrega, superação e, se possível, vencer com grande futebol. O Santos não está lutando por algo importante, mas é o Santos tem camisa, grande torcida e é um time envolvente. Devem jogar soltos e possuem jogadores rápidos e técnicos, por isso temos que estar atentos à marcação.”
  15. TV GLOBO transmitirá Santos x Cruzeiro pra Minas Gerais, com narração de Rogério Correa e comentários de Bob Faria e Marcio Rezende de Freitas. Os canais Premiere, PFC HD e PFCI passam a partida pra todo o Brasil, com narração de Linhares Jr e comentários de Juliano Belletti.

Sem estatais na camisa

Por Jorge Angrisano Santana | Em 14 de novembro de 2014

Chega de RapoCota! Hoje, acordei do pesadelo do clássico e embarquei noutro, o das privatizações brasileiras.

Algumas deram certo, é verdade. Como a da telefonia. Atualmente, existem mais celulares do que brasileiros neztepaiz.

A Embraer tornou-se uma empresa mundial e a Vale virou mantenedora do Brasil ao lado do agronegócio.

Mas a privatização do Petrobras, definitivamente, deu errado. Virou caso de polícia. E de polícia internacional.

Destarte, dispenso logos de estatais mal privatizadas na camisa do Cruzeiro. Nada de Petrobras, Caixa, BB e congêneres, GPT!