Arquivo da Categoria ‘Brasileiro 2011’

38ª BR: Gambá campeona, Raposão fora da zona

domingo, 1 de janeiro de 2012

Esta foi a 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, disputada em 04dez11:

  1. Cruzeiro 6×1 Cocota, Arena do Jacaré (20.000). Público: 18.500 pagantes. Renda: R$258.564,50. Uma vitória pra história. Cruzeiro escapa do rebaixamento, Cocota perde vaga na Sul-americana.    (mais…)

37ª BR: O dia em que o Coelhinho salvou o Raposão

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Esta foi a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, disputada em 27nov11:

  1. Ceará 2×2 Cruzeiro, Presidente Vargas, (20.000). Público: 17.331 pagantes – Renda: R$. 323.179,00.
  2. (mais…)

37ª BR: Cruzeiro jogará tudo na última rodada

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Esta foi a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, disputada em 27nov11:

  1. Ceará 2×2 Cruzeiro, Presidente Vargas (20.000). Público: 17.331 pagantes– Renda: R$323.179,00. Cruzeiro esteve a 9 minutos da salvação.
  2. (mais…)

O RapoCota continua

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O que faltou dizer:

Mauro França:

Talvez para compensar o sofrimento dos últimos meses, eis que os deuses do futebol nos reservaram uma bela surpresa no ato final. A possibilidade de ser rebaixado perdendo para o time patético tirou o sono de muita gente. Os torcedores do rival cantaram a “vitória do milênio” (e, fato, teve cruzeirense que acreditou). Foi uma semana tensa, angustiante. Uma vitória simples, sofrida, já seria bom demais. E ao final dos noventa minutos a recompensa veio na forma de uma acachapante, impiedosa, maravilhosa goleada de 6×1. Digna de uma página heroica e imortal, ainda que tenha valido a fuga do rebaixamento e não um título, ou talvez por isto mesmo. E que merece muita comemoração.

(mais…)

Leandro Guerreiro: “Deus honra quem está com ele e trabalha”

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do Cruzeiro 6×1 Atlético-MG, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro 2011, em 04dez11.

(mais…)

Cérebros em convulsão

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Abriram a porteira da estrebaria. E tome teoria da conspiração.

Estas são algumas das explicações de torcedores emplumados (e de alguns cruzeirenses também) para os 6×1 do RapoCota de ontem:

(mais…)

Roger Galera fez seu melhor jogo pelo Cruzeiro

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 6×1 Atlético-MG, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro 2011, em 04dez11.

  • Torcida – Bateu recorde de público na Arena do Jacaré, torceu, vibrou e empurrou o time como manda a cartilha do bom torcedor. Besteiras fizeram a Máfia, que atuirou dois rojões no gramado e a TFC, que encontrou tempo pra xingar o presidente ZZP. Vão ser burros e chatos lá no Caixa Prego! (Síndico) ///

(mais…)

Cruzeiro 6×1 Atlético-MG: As rosas não falham

domingo, 4 de dezembro de 2011

Em 16º lugar com 40 pontos, se vencer o Cruzeiro escapa do rebaixamento por conta própria. Se empatar, o Bahia não pode ser derrotado pelo Ceará. Se perder, O Coritiba também não poderá perder para o Atlético.

O treinador Vagner Mancini não contará com o atacante Wallyson, em fase de recuperação de uma cirurgia no tornozelo. Nem com o goleiro Fábio, o volante Marquinhos Paraná e o armador Montillo, suspensos.

Em 13º lugar com 45 pontos, o Atlético-MG conquista uma vaga para a Copa Sul-americana com um empate. Em caso de derrota, só a perde se Dragão e Bahia vencerem.

O treinador Cuca só não poderá escalar o atacante Berola, suspenso.

(mais…)

Chaves do RapoCota: Raça (Guerreiro), Ímpeto (Mancini), Inteligência (Roger)

sábado, 3 de dezembro de 2011

Recomendações dos protagonistas:

  1. Leandro Guerreiro, volante do Cruzeiro: Não podemos esconder que a ansiedade aumenta. Torcemos pro tempo passar rápido, chegar logo o jogo pra decidirmos nossa situação. O torcedor pode ir confiante à Arena nos apoiar, nos incentivar, porque  vamos dar até as últimas gotas de suor e de sangue. Mesmo sendo experiente, a gente sente, porque é um momento delicado. Precisamos nos concentrar e ter erro zero. Já passei por isso no Botafogo, em 2009, quando tivemos que ganhar do Palmeiras, na última rodada, pra sair dessa situação. Temos de nos concentrar o máximo, tentar dormir, que é difícil, porque toda hora vêm as situações que podem acontecer durante a partida. Temos de esquecer um pouco o jogo, fazer alguma coisa pra distrair e aliviar essa tensão. Em campo, temos de fazer nossa parte e esquecer o alto-falante. O mais importante é focar dentro de campo pra fazer nosso papel. Se ganharmos, não dependeremos de ninguém.
  2. (mais…)

Malas singram o espaço deztepaiz

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Ontem, no Bastidores, da Itatiaia, o repórter João Vítor Xavier desfilou amplo conhecimento sobre as viagens das malas brancas pelos céus deztepaiz.

Não vou reproduzir todas as rotas, porque imagino serem do conhecimento ou da suspeita geral.

As malas do Cruzeiro, segundo JVX, levariam mais de R$1 milhão pro Baêa vencer o Ceará e um pouco menos de R$1 milhão pro Coxa surrar o Atlético.

Não tem lei que dê jeito em costume. Melhor seria regulamentar a prática, registrando promessas em cartório.

Enquanto isto não acontece, vamos ler o que escreveu um estudioso do tema, nosso comentarista JP Chaves de Nóbrega:

A grana que está sendo gasta agora com premiações pro elenco e com mala branca pra outros times é algo já previsto em todo começo de temporada.

Brigando pra não cair, por Libertadores, ou mesmo por título, o Cruzeiro e seus parceiros gastam esse dinheiro.

Estou dizendo isso, pois já vi gente escrevendo que, se não tivesse vendido Thiago Ribeiro, não seria necessário gastar essa grana.

Pois digo que o clube gastaria do mesmo jeito, mas, óbviamente, de forma melhor.

O dinheiro que todo clube gasta com a mala branca não é dele. É de empresários e pessoas convidadas a se juntarem pra oferecer a premiação.

Não é difícil juntar, por exemplo, uns 15 empresários juntarem R$1 milhão pra enviar aos atletas do Bahia pra vencerem o Ceará.

Menos mal que as premiações sejam pra vencer.

Mas o melhor, mesmo, seria os amigos do Cruzeiro se juntarem, no começo de cada ano, e contratarem bons jogadores pras divisões de base.

A escassez de revelações e os baixos orçamentos estão fragilizando o clube. Quem sabe gastando mais na base, economiza-se nas malas?