Boa Esporte, bicampeão da Taça Minas Gerais

Por Jorge Angrisano Santana | Em 10 de dezembro de 2012

Terminou, neste domingo, a 27ª edição da Taça Minas Gerais.

Depois de vencer o Villa Nova por 2×0, em Nova Lima, o Boa Esporte empatou, em Varginha, por 2×2, e sagrou-se bicampeão do torneio, garantindo uma vaga na Copa do Brasil 2013.

Decisão

  • Boa 2×2 Villa Nova, domingo, 09dez12, 17h, tempo bom, gramado bom, Estádio Dilzon Mello, Varginha, jogo de volta da final da Taça Minas Gerais 2012. Público: 5.000 (est.). Juiz: Renato Cardoso Conceição (MG). Bandeiras: Guilherme Dias Camilo (MG) e Frederico Soares Vilarinho (MG). Gols: Radamés, 42, Marcelão, 54, Robertinho, 65 (F), Marcelo Macedo, 75. Boa: Wilson Júnior; Neílson, Neylor, Toninho e Radar; Everton, Siloé (Fernando Karanga), Radamés (Petros) e Marcelinho Paraíba; Marcelo Macedo (Robert) e Olivio. Tec: Sidney Moraes / Villa Nova: Negueti; Rodrigo, Heitor, Thales e Pedro (Pacheco); Marcelão, Renan, João Paulo (Luis Felipe) e Willian; Robertinho e Rafael Gomes. Tec: Rubão.

Histórico

  • A Taça Minas Gerais é o segundo torneio de futebol mais importante do estado. As edições de 73, 75, 76, 77, 80, 81 foram competições à parte do campeonato estadual. As edições de 79 e de 82 até 87 foram o 1º turno do estadual. Desativada por mais de uma década, ela voltou em 99. Neste ano e no seguinte, foi a 1ª fase do campeonato, disputada pelos times do interior, com o objetivo de indicar um participante para a Copa do Brasil. A partir de 2004, voltou a ser competição independente, disputada pelos clubes dos módulos I e II do estadual, dando direito também a uma vaga na CB.

Campeões

  • 5 títulos => Cruzeiro (73, 82, 83, 84, 85), Atlético (75, 76, 79, 86, 87)
  • 3 títulos => Uberaba (80, 09, 10)
  • 2 títulos => Ipatinga (04, 11) Villa (77, 06) URT (99, 00), Boa (07, 12)
  • 1 título => América (05), DemocrataGV (81), Uberlândia (03), Tupi (08), Caldense (05), Araxá (03)

20 comentários para “Boa Esporte, bicampeão da Taça Minas Gerais”

  1. Boa empata com o Villa Nova e conquista o bi da Taça Minas Gerais
    (Correio do Sul, Varginha)
    Resultado de 2 a 2 garantiu ao time de Varginha a vaga na Copa do Brasil
    O Boa Esporte conseguiu. Após sofrer com o fantasma do rebaixamento no Campeonato Mineiro e na Série B do Campeonato Brasileiro em 2012, o time de Varginha superou a desconfiança do torcedor e conquistou o bicampeonato da Taça Minas Gerais. O empate em 2 a 2 com o Villa Nova no Estádio Melão, em Varginha (MG), foi suficiente para a equipe levantar o caneco diante da torcida que compareceu em peso.
    No primeiro jogo da final, no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, o time de Varginha venceu por 2 a 0. Com melhor campanha durante a primeira fase do torneio, o Boa Esporte poderia perder por até dois gols de diferença que ficava com o título. Além de levantar a taça, a equipe boveta garantiu uma vaga na Copa do Brasil de 2013.
    Um dos nomes do jogo, o volante Radamés marcou o primeiro gol do Boa Esporte. Após sofrer uma lesão no primeiro jogo da semifinal contra o Nacional-MG, o jogador ficou fora na segunda partida e na primeira disputa da final em Nova Lima. Com a presença da esposa Viviane Araújo, que assistia ao jogo no estádio, o atleta parecia inspirado e superou a dor para ajudar a equipe mineira a conquistar o título.
    Precisando desesperadamente da vitória, o Villa Nova começou o jogo partindo para cima do Boa Esporte. Com a vantagem sobre o adversário, os donos da casa pareciam um pouco apáticos no início da primeira etapa.
    O time de Nova Lima subia ao ataque com boas jogadas de Marcelão e Robertinho, que tentava finalizar em cima do goleiro Wilson Junior. Rafael Gomes também era bastante acionado na área.
    O Boa Esporte só acordou para o jogo aos 30 minutos. Radar e Marcelinho Paraíba exploravam bem pelas laterais e buscavam cruzar para o artilheiro Marcelo Macedo. O veloz Siloé também infernizava a zaga do time de Nova Lima. No entanto, o goleiro Negueti aparecia lúcido nas jogadas e não deixava a bola passar.
    O gol do Boa Esporte veio aos 41 minutos. Marcelo Macedo fez bela jogada pela esquerda, invadiu a área e tocou para Radar. O lateral chutou e carimbou um defensor do Villa Nova. A bola sobrou com Radamés que dominou e soltou uma bomba de perna direita sem chances para Negueti. Nessa hora, a torcida do Boa já dava gritos de “olé” e “é campeão”.
    Com uma vantagem ainda maior, o Boa Esporte voltou displicente para o campo. A defesa atuava com lentidão e os erros nos passes eram grandes do meio de campo para frente. Logo no início, Siloé teve chance de ampliar para os donos da casa, mas o goleiro Negueti defendeu no susto à queima roupa.
    Aos nove minutos, bate rebate na área do Boa Esporte e a bola sobrou limpa para Rafael Gomes soltar a bomba no cantinho direito do goleiro Wilson Junior, que se esticou todo, mas não conseguiu evitar o gol.
    Dez minutos depois, falta perigosa para o Villa Nova bater. Robertinho cobrou com perfeição quase no ângulo de Wilson Junior. O goleiro apenas assistiu, estático, a bola entrar e sacramentar a virada da equipe visitante.
    A virada do Villa Nova e as nuvens carregadas de chuva geraram um clima indigesto ao torcedor presente no Melão. O técnico Sidney Moraes então decidiu fazer duas substituições, colocando Petros no lugar de Radamés e Fernando Karanga substituindo Siloé.
    Foi então que, aos 30 minutos, Fernando Karanga faz bela jogada e toca para Marcelo Macedo que, de carrinho, empurrou para dentro do gol de Negueti e deixou tudo igual de novo no Melão. O Boa ainda teve chance de ampliar o placar após Radar tirar Negueti da jogada e tocar para Marcelinho Paraíba que, com o gol livre, mandou a bola para fora em uma jogada digna do inacreditável futebol clube.O mesmo Marcelinho ainda cobrou nos minutos finais uma bela falta no canto direito de Negueti, mas o goleirão do Villa fez uma bela defesa. Nessa hora, a torcida já gritava novamente “é campeão” e foi abençoada com a chuva que esperou o apito final para cair.

  2. mariana disse:

    Fiquei sabendo que teve festão em Varginha.

  3. mariana disse:

    Estão tentando reerguer o Cruzeiro P&B de São Tiago, vou aproveitar as férias e fazer uma pesquisa e um post sobre os times santiaguenses, tem algumas lendas que envolvem a história e criação dos 2 clubes mto curiosas.

  4. matheus t penido disse:

    Não faz muito tempo tinha nêgo indicando o Marcelinho Paraíba pro Cruzeiro.

  5. Rogério disse:

    Parece que esta mudança do Ituiutaba para Varginha está dando certo, o time conseguiu se manter na segunda, está ganhando títulos, tomara que se firme de vez..

  6. Calouro Burro disse:

    Serelo, você não quer organizar o encontro do PHD este ano não?

  7. rosan amaral disse:

    Só posso sugerir porque viajo para casa do Maurício Sangue Azul no dia 22/12. Minha sugestão: 02/02/13 no restaurante panorâmico do Mineirão; com patrocínio da Arena Esportes; um teste drive; divulgação ou marketing garantidos; também pode ser na modalidade cada um per si. Jorge como é da cozinha do governo teria condições de intermediar (basta rabiscar num bilhete a lápis e pedir ao boy para entregar a quem de direito).

  8. O povo prefere a Pizzaria Margherita, na Carandaí.