Agrobusiness Championship

Por Jorge Angrisano Santana | Em 10 de fevereiro de 2013

Público pagante de Cruzeiro 2×0 América Tiotió: 14.543. Renda: R$596.705. Despesas: R$278.677. Lucro do Cruzeiro: R$318.027. Campeonato Rural virou Agrobusiness.

30 comentários para “Agrobusiness Championship”

  1. Thales disse:

    e o babaca daquele pvc da espn teima em dizer que o patético fez vantagem em firmar contrato com o estádio do mequinha…manda essa matéria pra ele

  2. Naldo disse:

    A foto ficou muito bacana.

  3. Radicchi disse:

    Evandro, concordo com sua preocupação. O resultado do ajuste entre preços de ingressos, oferta de sócio-torcedor e etc poderia ser potencializado se tratado sob a ótica de modelos econométricos. Tenho amizade e parceria profissional de longa data com o Prof. Robert Samohyl, avaiano fanático (é conselheiro do clube), coordenador do Núcleo de Normatização e Qualimetria da UFSC. Estou há muito tempo longe de BH e não conheço ninguém no Cruzeiro. Se eu puder ajudar…

    • Converse com seu amigo e escreva um post sobre o tema. De presente, vc e ele ganham a exposição dos serviços que ele presta. Quem sabe alguém do Cruzeiro se interessa pelo tema?

    • Radicchi, já tentei… mas parece que ideias e achismos de marqueteiros valem muito mais do que estudos que embasem os achismos. Se você ler o comentário que escrevi na notícia no Cruzeiro.Org, verá como estou chateado com o assunto. Depois colocma a culpa no torcedor pelos fracassos… e mesmo no caso de um sucesso, poderia ser muito mais lucrativo… Dá uma preguiça ver cruzeirense entrando na discussão de comparar rendas e públicos no Mineirão como se fosse algum tipo de resultado ou avaliação séria… PREGUIÇA!!!! Mas tá anotado…

    • Tem gente achando que torcedor e ingresso na bilheteria é commodities… vai ver eles adoram o “deus gôndola” !!!!

      • rodriguesmacedo disse:

        O amadorismo é a “marca registrada” do brasileiro, em todos os campos e seguimentos econômicos. Se fosse nos EUA, o Clube já teria todo o estudo de mercado para os próximos 20 anos, com cenário “padrão”, “pessimista” e “otimista”

      • MAcedo, eu nunca diria “em TODOS (grifo meu) os campos”, mas a empáfia em determinados campos e ramos do conhecimento, a maioria é pior do que amadores… outro dia fui falar em photo branding com um “expert” no assunto fotografia/marketing/publicidade… o cara enrolou… enrolou… enrolou… não teve nem a coragem de admitir que era TOTALMENTE ignorante no assunto (mesmo que ele use alguns aspectos no seu dia-a-dia).

  4. Sancho disse:

    Imagina com o ingresso mais barato?! Até a média de público aumentaria…

    • Sancho disse:

      A propósito, arrumei minha senha…

      • Sua senha tava com problemas? Pq vc não avisou? P.S.: Acho que o Vlux vai arrumar problemas para vocês… tá feliz com a dupla Koff/Luxa?

      • Sancho disse:

        Evandro,

        Não sei qual era o problema, mas está OK. Sobre o presidente e o treinador, não, não estou feliz com eles. Mas, torço para estar errado.

    • Sancho, o que você chama de “ingresso mais barato”??? O cruzeiro já ofereceu ao menos uma dúzia d eopções ao torcedor… neste momento o Cruzeiro Sempre oferece ingresso ANTES de ser colocado nas bilheterias e até 50% de desconto… um torcedor paga R$30 reais para ver um jogo no MIneirão (Ingresso) Outras despesas variam em função de cada situação, mais R$27,50 por mês… Isto é um ingresso caro? Será que os times de grande torcida não tem 60mil torcedores numa região metropolitana em condições de pagar isto ou mais? Falam de elitização e uma bla-bla-bla danado… pegar alguém para fazer as contas e mostrar a REAL, ninguém faz… Aí vão dizer que o salário mínimo e bla-bla-bla… cada semana um enredo diferente.

      • Hu6o 5erel0 disse:

        Concordo. Com este modelo implantado alguns grupos podem ser prejudicados? Talvez sim. Mas o fato é que é impossível agradar a todos. Eu desconheço um plano perfeito que agregue a todas as camadas sociais de um clube de massa como o Cruzeiro.

      • Sancho disse:

        Evandro, a questão é o valor de cada jogo. Uma partida contra o América de Teófilo Otoni pela segunda rodada do Mineiro num sábado de carnaval tem que ser mais barata que um jogo de maio pelo Brasileiro, ou pelas quartas-de-final do estadual. Não sou quem digo isso, mas o público. Com ingressos mais em conta, o pessoal vai. E não digo só o pessoal de baixa renda. Isso vale para o pessoal mais abonado. O fato de haver menos de 15.000 pessoas mostra que preferiram gastar o dinheiro noutro lugar…

  5. Ernane Siqueira disse:

    De qualquer modo, é muito abatimento em cima da renda total: quase 47%.

  6. Hu6o 5erel0 disse:

    Tenho uns vizinhos minúsculos-mineiros que afirmavam que o Cruzeiro daria prejuízo com o Mineirão já nas primeiras rodadas. Estou curioso pra saber o que as kalilzetes me dirão sobre esses números.

    • Carpe Diem (Renato Faria) disse:

      Não dirão nada. Aliás, vão dizer que o Mineirão não está bom nem pronto, que estão preocupados com os jogos da Copa e como cidadãos (contribuintes), blá blá blá…

  7. Marcbsb disse:

    Mas os SFs entram na conta da renda com o valor cheio do ingresso? Isso não significa q esse valor apresentado como lucro líquido do Cruzeiro está errado (maior do que foi na verdade)?

  8. 40 mil sócios adimplentes, só isso.

  9. Evandrão não precisa detonar geral.

  10. O Cruzeiro não tinha previsão de público. Na última hora, solicitou à Minas Arena que abrisse o setor F, que ficou vazio, e os gastos devem ter aumentado desnecessariamente. Deu no GloboEsporte: “O Cruzeiro solicitou à Minas Arena, concessionária responsável por administrar o Mineirão, a abertura do portão F, no setor Norte do estádio. Inicialmente, o portão estaria sem uso, mas vai funcionar normalmente na noite desta quarta-feira, às 22h (de Brasília), quando o Cruzeiro enfrentará o América TO, em jogo válido pela 1ª rodada do Campeonato Mineiro.”